Da Folha Web
Ação entre amigos de Cambé
Repercutiu na Câmara de Vereadores de Cambé uma suposta ação entre amigos que estaria sendo vendida por integrantes ao primeiro escalão da prefeitura municipal aos comissionados e ocupantes de funções gratificadas, ao custo de R$ 50. Os parlamentares Conrado Scheller (DEM) e Cecílio Araújo (PT) assinaram pedido de informações, questionando o prefeito João Pavinato (PSDB) sobre o caso. “É claro que ninguém é obrigado a comprar, mas sentem-se compelidos a isso diante do superior que está vendendo. É constrangimento ilegal, porque estão usando o cargo público para vender”, disse Scheller. “Não é nem informado ao funcionário o motivo da rifa e queremos explicações do prefeito.”

‘Desconheço’
João Pavinato disse que desconhece a suposta ação entre amigos organizada pelos seus secretários. Segundo ele, a divulgação e venda de rifas em favor de entidades assistenciais “não está proibida na prefeitura”. No entanto, Pavinato negou que a administração esteja responsável por alguma venda. “Temos servidores que são ligados a essa ou aquela entidade ou igreja e nunca proibimos que façam esse trabalho assistencial, mas não de maneira impositiva ou obrigando alguém a comprar.” Ele disse que ainda aguarda o pedido de informações do Legislativo.

(Fonte: Folha Web em 31/12/2014)

chefe

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.