lourival-santos-apresentador-do-sbt-de-maringa-acusado-de-racismo-1397437826180_615x300O apresentador do SBT de Maringá, Lourival Santos, foi detido por racismo na final do Campeonato Paranaense, em Maringá, entre o clube local e o Londrina. Santos teria ofendido o lateral direito do Londrina, Maicon Silva, ao chamá-lo de macaco.

A ofensa foi ouvida pela jornalista Monique Vilela, da Rádio Banda B, que foi autora da denúncia. O xingamento teria ocorrido após o gol do Londrina, que abriu o placar no estádio Willie Davids.

Lourival Santos foi levado para a delegacia para prestar depoimento, juntamente com a jornalista que testemunhou e denunciou o fato.

Isaías Bessa, presidente da Associação dos Cronistas Esportivos do Paraná, explicou o que aconteceu. “Ele estava devidamente credenciado pela emissora dele que é do SBT aqui de Maringá. No exato momento que saiu o gol, ele correu junto com os jogadores e, segundo as informações que foram passada, ele chamou o jogador de macaco. A nossa companheira de Curitiba, a Monique Vilela (repórter da rádio Banda B) estava do lado, ouviu, se irritou com isso, levou ao meu conhecimento, levamos ao conhecimento do tenente. Ela se prontificou a fazer a denúncia contra ele, ele foi detido. O que ficou mais chato foi que ele tentou esconder o colete de imprensa dentro do vestiário do Maringá. Nós trancamos as saídas de imprensa, ele não teve como sair e foi obrigado a devolver o colete”, falou Bessa em entrevista ao SporTV.

Procurado pela reportagem, o delegado Clóvis Galvão, da Polícia Civil do Paraná, confirmou o ocorrido.

“Houve um caso de racismo envolvendo o radialista. Estou em Curitiba, mas soube que ele foi encaminhado para a delegacia em Maringá”, afirmou.

A Rede Massa, afiliada do SBT, publicou nota oficial repudiando o incidente e afirmando que é contrária a todo e qualquer ato de racismo. Na publicação, a emissora já comunica o afastamento de Lourival Santos. Veja a nota na íntegra:

Sobre o incidente envolvendo o apresentador Lourival Santos neste domingo em Maringá, a Rede Massa esclarece que:

1) A emissora repudia e condena todo e qualquer ato de racismo, um delito abjeto que não pode ter abrigo em qualquer circunstância.

2) A Rede Massa não responde pelo ato de seu colaborador e espera rigor nas investigações por parte das autoridades competentes para elucidar o caso, inclusive quanto a eventual processo criminal.

3) O colaborador Lourival Santos já foi afastado de suas atividades na TV Tibagi / Maringá.

4) Por fim, a Rede Massa reitera o seu compromisso de melhor informar o telespectador paranaense e espera que esse incidente seja definitivamente esclarecido.

Curitiba, 13 de abril de 2014.
Diretoria Rede Massa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.