Cachorro chutado e sufocado por dona morreu dois dias depois do flagrante

136

O cachorro da raça yorkshire que aparece sendo maltratado por uma enfermeira de Fomosa (GO) morreu em 15 de novembro último, dois dias após a gravação do vídeo divulgado que está sendo divulgado pela internet.

O animal chegou a ser levado para uma clínica por policiais militares e bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos provocados por sua dona, a mulher que aparece nas imagens. Ela, segundo o delegado que investiga o caso, pensava que ficaria impune.

As cenas postadas na internet nessa quinta-feira (15/12) chocaram internautas de todo o país. Elas ocorreram em Fomosa, cidade localizada a cerca de 75km de Brasília. A Delegacia de Polícia Civil do município goiano investiga o caso desde 21 de novembro, quando recebeu a denúncia e o vídeo.

A acusada foi identificada e já prestou depoimento informalmente, segundo o delegado Carlos Firmino Dantas. Ela disse que estava em um “mau dia” e que “o cachorro dava muito trabalho”, segundo o delegado.

Nas imagens, a enfermeira de 22 anos aparece espancando um cachorro em frente ao filho de 3 anos. O vídeo foi gravado por um cinegrafista amador. As fortes cenas têm rendido comentários no correiobraziliense.com.br e em redes sociais exigindo a prisão da mulher e insultos contra ela.

O vídeo dura cerca de três minutos e meio e mostra o tratamento violento dado pela mulher ao pequeno e frágil animal. Ela chutou o animal da raça yorkshire, o arremessou contra a parede do cômodo onde estava, o jogou no chão diversas vezes e ainda bateu na cabeça dele com um balde.

O Ministério Público de Goiás acompanha o caso.

http://www.youtube.com/watch?v=Z-AkerkZEH4&feature=youtu.be



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *