Corpo demora oito horas para ser recolhido e moradores se revoltam
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 26th maio 2016

Moradores da rua João Gualberto, no Jardim Novo Bandeirantes, em Cambé, ficaram revoltados com a demora de oito horas para recolherem o corpo de um homem de aproximadamente 50 anos.

O homem era um andarilho que vivia de favor em uma casa na região e morreu durante a madrugada desta quinta-feira (26). As outras pessoas que moravam no local acionaram equipes do Samu, que constataram o óbito. Mas ninguém sabia o que devia ser feito, já que o homem não tinha família e não tinha sido vítima de morte violenta.

Os moradores do local garantiram que ligaram para o 190 mas, por não se tratar de um caso de violência, a Polícia Militar não foi até o local. Depois de quase oito horas, revoltados, eles acionaram a imprensa e a Polícia Civil.

Assim que a equipe de investigadores chegou até o local, o problema foi resolvido. Uma funerária foi acionada e encaminhou o corpo até o Instituto Médico-Legal (IML) de Londrina. Como o homem não tinha documentos, ele deve ser enterrado como indigente. A orientação, nestes casos, é justamente acionar a Polícia Civil para que o órgão responsável encaminhe o corpo até o IML.

Fonte: MassaNews

Compartilhe nossa Matéria