Três operários morreram hoje (21) em consequência de um deslizamento de terra em uma obra de ampliação do Hospital Universitário de Brasília (HUB), no campus da Universidade de Brasília (UnB), segundo o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (DF).

O acidente ocorreu por volta das 10h40. Os operários estavam trabalhando na construção do Instituto da Criança e do Adolescente (ICA), anexo ao HUB. Os três corpos foram encontrados sob uma camada de seis metros de terra e retirados esta tarde. Morreram no deslizamento o carpinteiro Raimundo José da Silva, 24 anos, o pedreiro Lorival Leite de Moraes e o servente Nelson Holanda da Silva, 34 anos.

O terreno apresentava risco de novos deslizamentos, por isso, os bombeiros trabalharam com cuidado no resgate dos corpos, que durou quase cinco horas.

Segundo diretor do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil do DF, Milton Alves de Oliveira, a obra no HUB já foi paralisada por causa de irregularidades. “ O sindicato apresentou reclamação em maio e junho ao Ministério do Trabalho e Emprego. As irregularidades são visíveis, é um risco para a vida do trabalhador.”

O sindicalista disse também que houve um grande aumento do número de obras no DF. No entanto, acrescentou, as empresas não investem na segurança do trabalhado. Este ano, nove operários morreram em acidentes. Em 2010, foram seis mortes. As principais causas, informou Oliveira, são os deslizamentos de terra, as quedas e os choques elétricos.

Parentes das vítimas estão sendo atendidos por dois psicólogos, um psiquiatra e dois assistentes sociais, disse a médica Gilca Starling, decana de Gestão de Pessoas da UnB.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.