Dia Mundial da Água: aprenda como utilizá-la de maneira consciente

98

Dicas simples praticadas no cotidiano de todos ajudam a preservar este bem tão importante para a sustentabilidade do planeta

No dia 22 de março é comemorado o Dia Mundial da Água: data escolhida pela Organização das Nações Unidas (ONU) para discussão sobre os diversos temas relacionados a este bem natural, essencial para a preservação da vida. De acordo com os artigos 1º, 5º e 7º da Declaração Universal dos Direitos da Água, trata-se de um patrimônio do planeta. Cada continente, povo, nação, região, cidade e cidadão são plenamente responsáveis. A proteção dela constitui uma necessidade vital, assim como uma obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras. Não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. A utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.

Devido a diversas atividades humanas, como a construção de hidrovias, urbanização acelerada e uso desenfreado das águas na agricultura, na indústria e no cotidiano da população, infelizmente a possibilidade de escassez é real. “Cada pessoa necessita de cerca de 110 litros de água por dia para atender as necessidades de consumo e higiene. No entanto, no Brasil, o consumo por pessoa pode chegar a mais de 200 litros/dia”, alerta a coordenadora do curso de Engenharia Ambiental e Engenharia Química da Faculdade Pitágoras de Guarapari, Soraia Fernandes da Costa.

Especialistas afirmam que se a utilização sem consciência continuar, em apenas 50 anos a água já será considerada um bem escasso – com metade da população mundial vivenciando uma situação de carência crônica. Para reverter tal previsão, dicas muito simples de economia doméstica de água podem fazer uma grande diferença em longo prazo. “Se cada um de nós fizer somente a sua parte é possível transformar a realidade caótica não só dos recursos hídricos como de outros recursos naturais do planeta”, afirma a docente.

Para coordenadora do curso de Ciências Biológicas da Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte, Letícia Anselmo, as dicas podem ser praticadas nas atividades diárias, como o ato de escovar os dentes. “É importante fechar a torneira durante a escovação e ao fazer a barba. A maioria das pessoas ainda desperdiça muitos litros de água pelo ralo com esse mau hábito”, conta. Desligar a torneira nessa atividade pode chegar à economia de mais de 11 litros de água. Atenção durante o banho também pode ajudar. “Diminua o tempo embaixo do chuveiro. Além de poupar água, você economizará na conta de luz no final do mês”, explica. Não demore na hora de lavar o rosto. “Em 5 minutos gasta-se cerca de 12 litros de água. Levando um minuto para enxaguar a face, o consumo cai para 2 a 3 litros”, complementa Soraia.

Na área de serviço da residência, muitas atitudes podem ser alteradas, com grandes resultados positivos. “O simples hábito de lavar primeiro as roupas brancas e depois, na mesma água, as coloridas, já ajuda muito na economia”, aponta a coordenadora do curso de Engenharia Ambiental da Universidade de Cuiabá (UNIC), Lediane Ramos. No tanque, com a torneira aberta por 15 minutos, o gasto de água pode chegar a 279 litros. A “água de enxágue” também pode ser utilizada para limpar a varanda e o quintal. “Juntar roupas em quantidade para utilizar ao máximo a capacidade mecânica das máquinas de lavar também é uma ótima dica”, destaca o coordenador do curso de Ciências Biológicas da Faculdade Pitágoras de Linhares, Alcemar Gasparini.

A cozinha também pode ser uma aliada na economia. “Ao lavar os pratos, limpe-os antes de ensaboar. Use a torneira aberta o mínimo possível e só comece a enxaguar quando toda a louça estiver ensaboada”, conta a professora de Ciências Biológicas da UNIME, Rosely Cruz. Ensaboar tudo que precisa ser lavado e só depois abrir a torneira novamente para novo enxágue. Procurar utilizar a máquina de lavar louça somente quando estiver cheia. Em uma casa, lavando louça com a torneira meio aberta por 15 minutos são utilizados 117 litros de água. Com a economia, o consumo pode chegar a 20 litros. “Também é importante não descartar óleo diretamente na pia. Além de futuramente causar grandes prejuízos com entupimentos nos canos, essa ação polui uma enorme quantidade de água”, explica. Separar o óleo e entrar em contato com empresas que realizam a coleta desse produto.

O momento de limpar as partes externas da casa também pode ser modificado. “Se possui um quintal, lave-o utilizando água em baldes ao invés de manter a mangueira ligada”, recomenda Leticia. Para molhar as plantas, utilize um regador: além de ser mais charmoso, é ecologicamente correto. A coordenadora do curso superior de Tecnologia em Gestão Ambiental da Unopar, Claudia Feijó, ainda recomenda que na hora de limpar a calçada, seja utilizada a vassoura. “Primeiro recolha todo lixo. Assim você economizará água e cuidará do meio ambiente”, aponta. Lavar calçada com a mangueira é um hábito comum e que traz grandes prejuízos. Em 15 minutos são perdidos 279 litros de água. Outra dica da docente é fechar o registro de entrada de água quando for sair de casa por um longo período ou viajar, para evitar desperdício ou vazamento.

As dicas podem ser utilizadas todos os dias pela população. “Que não façamos isso apenas na data que comemoramos o Dia Mundial da Água, mas que tenhamos esses cuidados com a preservação da nossa vida e da vida no planeta!”, finaliza Rosely.

Mude os hábitos para ajudar o planeta!

· Pressionar a descarga apenas o tempo necessário e manter a válvula sempre regulada.

· Sempre conferir todas as torneiras da casa e verificar se não há nenhum vazamento no condomínio.

· A lavadora de roupas com capacidade de 5 quilos gasta 135 litros por lavagem. O ideal é usá-la somente com a capacidade total.

· Para lavar o carro, escolher o balde e se possível sincronizar com a lavagem do quintal ou da calçada. Essa simples ação garante uma economia de mais 100 litros de água.

· Regar as plantas durante o verão de manhã ou à noite, o que reduz a perda por evaporação. No inverno, a rega pode ser feita em dias intercalados.

· Evitar o uso de água corrente para descongelar alimentos.

Phoenix Finardi
Assessoria de Imprensa Unopar



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *