murtaA Murta, uma árvore muito comum nas ruas de Cambé, voltou a ser tema de preocupação na Câmara Municipal. Apesar do problema que causa aos pomares de cítricos já ter sido alertado no mandato anterior e de pedidos de providências nunca terem sido levados em consideração pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, um Projeto de Lei para erradicação da planta em todo o Município tramita pelo legislativo.

Em vários estados brasileiros, incluindo o Paraná, existe a proibição do plantio dessa árvore. A Lei Estadual 15.953, de 2008, que determinou o fim da Murta no Paraná, estabeleceu setembro de 2010 como prazo final para sua erradicação. A planta é hospedeira do inseto que transmite o amarelão, chamado de “greening” em inglês. O psilídeo se alimenta da seiva da Murta, onde vive a bactéria que provoca a doença, que traz sérios danos aos pomares de frutas cítricas.

Segundo pesquisadores, a Murta é uma ameaça à citricultura, não apenas quando está plantada na zona rural. Mesmo as que estão na cidade oferecem riscos aos pomares. Esse inseto é pequeno e os ventos podem levá-lo a longas distâncias. Vamos torcer para que a Secretaria Municipal do Meio Ambiente se atente para o problema e resolva definitivamente a situação.

Fonte: Jornal Nossa Cidade

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.