DSC_8943O secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, declarou nesta segunda-feira que o Governo Estadual pretende reativar o antigo Hospital Londrina, em Cambé. O anúncio foi feito durante a visita do secretário às instalações do hospital que está desativado desde 1997. Acompanhado do prefeito de Cambé, João Pavinato, e do deputado estadual Gilberto Martin, Caputo Neto afirmou que o Estado poderá investir na reforma das instalações e na compra de equipamentos para reabrir o hospital. No entanto, o secretário descartou a possibilidade do futuro hospital ficar sob responsabilidade administrativa do Estado. “Há a possibilidade do Governo do Estado fazer um investimento semelhante ao feito em Paranavaí, onde financiamos a reforma e equipagem de um hospital em desuso e a administração ficará sob a responsabilidade da Santa Casa daquela cidade. Em Cambé será necessária uma parceria nesse empreendimento, que pode ser feita com a Santa Casa, com o CISMEPAR (Consórcio Intermunicipal de Saúdo do Médio Paranapanema), ou com o próprio município”, declarou Caputo Neto.
Segundo o secretário, a verba para a revitalização do hospital poderá estar disponível no orçamento ainda neste ano. “Podemos disponibilizar o montante do investimento ainda em 2013 através de uma suplementação do orçamento da saúde que deve ocorrer em agosto. Senão, no mais tardar, na próxima previsão orçamentária, em 2014”, afirmou. De acordo com Caputo Neto existem alguns passos a serem percorridos para que o investimento seja possível. “Primeiramente, é necessário que se resolvam as questões da propriedade do local e o repasse do imóvel ao município ou estado, e depois de uma análise de viabilidade e das condições estruturais do prédio”, ressaltou.
As instalações do antigo Hospital Londrina pertenciam à Golden Cross e estão como garantia de dívidas do grupo com o INSS. Segundo o prefeito João Pavinato, a posse do imóvel já é do Governo Federal e que, desde 2009, vem fazendo negociações para o repasse para o município. Pavinato também informou ao secretário que já foram feitas análises técnicas pela Secretaria Municipal de Planejamento sobre as condições estruturais do hospital e que seria viável uma reforma.
O terreno possui aproximadamente 9 mil metros quadrados de área construída, com mais de 60 quartos para leitos além de espaços para enfermarias, consultórios e salas de cirurgia. Desde 2006, uma Unidade Básica de Saúde funciona em uma parte totalmente reformada do prédio.
Para o deputado Gilberto Martin, o local poderia ser reaproveitado para a instalação de um hospital de traumas, inexistente na Região Metropolitana de Londrina, ou até mesmo para a implantação de um hospital de média complexidade da região oeste. “Temos uma estrutura boa aqui e a localização é providencial, já que estamos muito próximo a Londrina e com duas vias de rápido acesso, a BR-369 e a PR-445. Poderíamos implantar um hospital de traumas semelhante ao de Curitiba ou um de média complexidade para atender toda a região de Cambé e a região oeste de Londrina” explicou Martin.
Caputo Neto se comprometeu a ajudar o prefeito nas negociações com o Governo Federal objetivando agilizar o repasse do imóvel para a cidade. João Pavinato declarou que, vencido o impasse da propriedade do espaço, irá providenciar uma nova análise de viabilidade e dar encaminhamento ao projeto. “Vamos trabalhar firme agora que o Estado acenou essa possibilidade. Vamos colocar todos nossos esforços nas negociações, no planejamento, na busca parcerias para que a população da região tenha mais essa solução para a Saúde.”
O secretário aproveitou para visitar também as instalações da UBS 24 Horas e prometeu mais reforços para a saúde do município como o repasse de uma ambulância do padrão do SIATE para o começo de 2014.
Veja mais fotos da visita do secretário Michele Caputo Neto aqui.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

4 Comentários

  1. Agradeço ao amigo Vinicius Araujo Ré que pelo face me corrigiu o PS 24 hrs realmente não foi implantado na administração Adelino Margonar e sim na administração Zé do Carmo, na administração Adelino foi implantado a Clinica dentária através do programa Brasil sorridente do governo do então Presidente Lula.

  2. Se a PR445 foi lançada a duplicação em 2009 e ate agora nada, fico imaginando esse Hospital.
    A UPA o covenio com o governo federal desde 2010 e deixaram pra contruir no ano eleitoral e ate agora nada. Ate quando o povo da nossa amada Cambe vai ser engandos.

  3. Vamos rir pra não chorar, pois a reativação do hospital londrina não é de agora que a comunidade cambeense reivindica e já foram realizados inúmeros estudos no decorrer dos anos para reativa lo então mais este estudo não é novas noticias pra ninguém, pois nós lideranças comunitárias já fizemos inúmeros protestos em frente aquele prédio para que o mesmo se tornasse novamente um hospital, fomos até Cutitiba e Brasilia fazer tal solicitação e esta revindicação não foi atendida, sendo assim o Prefeito Adelino Margonar na época implantou o PS 24 horas, esperamos que desta vez saia realmente do papel e não seja apenas mais uma manobra politica para ter os holofotes e serem usados para se promoverem nas eleições que teremos o ano que vem.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.