Incêndio em residência deixa cinco vítimas da mesma família em Cambé
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 30th abril 2016

WhatsApp-Image-20160430 (3)Um incêndio em uma residência na Rua Flor de Natal no Jardim Ana Eliza III quase terminou em tragédia no inicio da madrugada deste sábado (30).
Segundo informações o incêndio começou por volta das 00h e os primeiros socorros a família foi feito por vizinhos que retiraram as vítimas e encaminharam as até o Pronto Atendimento 24 horas.
Socorristas do SAMU com duas ambulância avançadas da cidade de Rolândia e Londrina foram acionados e prestaram atendimento as vitimas, uma criança de 3 anos e outra de 10 anos precisaram ser entubadas a de 3 anos foi encaminhada para o Hospital Infantil em estado grave, outra criança de 10 anos foi encaminhada para o H.U. em Londrina também em estado grave, Márcia Andréa Viana 35 anos também foi entubada e levada para o Hospital Evangélico de Londrina, Rodrigo de Souza Viana, 35 anos e Antônio Pires Ribeiro de 57 anos foram encaminhados pelo Siate para Santa Casa de Cambé.

O fogo foi controlado pela Equipe do Corpo de Bombeiros de Cambé que precisou de dois caminhões com água e uma Ambulância, o SAMU contou com duas Ambulâncias com equipamentos avançados (UTI Móvel).

WhatsApp-Image-20160430 (4)

WhatsApp-Image-20160430 (2) WhatsApp-Image-20160430 (1) WhatsApp-Image-20160430

 

Mesmo sendo uma cidade com mais de 100 mil habitantes Cambé não conta com unidades avançadas de atendimento, dependendo sempre das vizinhas cidades de Rolândia e Londrina, no ano de 2009 o atual prefeito de Cambé João Pavinato juntamente com o Secretário de Saúde no Paraná na época Gilberto Martin (hoje secretário de saúde em Londrina) anunciaram que Cambé seria sede regional do Samu – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, sete anos após  podemos observar que está foi mais uma promessa política que ficou no esquecimento.

Copia do anuncio feito no ano de 2009:

samu cambé

Nota da prefeitura de Cambé:

A localização estratégica e também o fácil acesso a PR445 e a BR 369, fizeram de Cambé, uma forte candidata a se tornar sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu),em 2009, quando um estudo foi elaborado pela Secretaria de Saúde do Estado, que na época tinha como gestor Gilberto Martin, atual Secretário de Saúde de Londrina.
Mas como a Rede de Urgência e Emergência, ligada a 17ª Regional de Saúde, compõe 21 municípios, e Rolândia está mais perto de cidades como: Prado Ferreira, Miraselva, Guaraci, Jaguapitã, Pitangueiras, Lupionópolis e Centenário, a conclusão deste estudo mais detalhado apontou que a instalação da Sede do Samu deveria ser feita em Rolândia e não em Cambé, como anteriormente havia sido constatado.
É preciso que nos atentemos as questões técnicas, já que quando tratamos de serviços de urgência e emergência, as ações são baseadas em tempo resposta para atender os pacientes com a maior agilidade possível. Com isso, é simples concluir que a alteração da cidade/base não foi uma questão política e sim técnica, discutida, avaliada e realizada por especialistas da área.
Na ocasião, os adultos e crianças atingidos pelo incêndio receberam atendimento de seis profissionais da Unidade Maria Anideje ( Posto 24 Horas de Cambé) , que atenderam a ocorrência com o apoio do SAMU, SIATE, e por conta da gravidade do incêndio um médico da Unidade 24Hrs precisou reanimar uma das crianças. Ainda como consequência do acontecido a Dra. Soraya do Samu precisou entubar três crianças e tudo caminhou como o esperado.
O que fica do triste episódio que atingiu uma família que reside no Jardim Ana Eliza III, foi o resultado do trabalho de todos os setores da saúde que prestou socorro e atendeu a todos com muita sabedoria e dedicação.

Compartilhe nossa Matéria