UM ATLÂNTICO DE CORRUPÇÃO

É difícil aceitar que alguns países como Angola, Líbia e Ruanda conseguiram, de certa forma, definir rumos de governabilidade e combate a corrupção proporcionalmente maiores que o Brasil.

Enquanto o Congresso Nacional discute a ocupação de cargos no governo Dilma, algumas autoridades estão combatendo, praticamente sozinhas, os CORRUPTOS que são os maiores bandidos do Brasil.

Isto não significa que todos os Políticos são corruptos, pois o Brasil ainda não “quebrou” em razão de existirem trabalhadores que pagam elevada carga tributária e alguns políticos honestos.

Se todos fossem bandidos, o Brasil estaria como a “Terra do Senhor Kadafi”, onde o povo teve que se armar e promover guerra civil para se libertar, pois não tinham direito a nada.

É obvio que no Congresso Nacional tem muito pilantra, mas em todos os segmentos da sociedade existem pessoas imprestáveis, como Promotor de Justiça Covarde, Juiz Ladrão, Policial Quadrilheiro, Prefeito Corrupto, Vereador Cúmplice de Bandido, Padre Sem Vergonha, Pastor Estelionatário, Empresário Oportunista e por aí vai…

Mas existem sim algumas pessoas e autoridades que estão dispostas ao enfrentamento da CORRUPÇÃO, para salvar o futuro dos BRASILEIRINHOS.

Toda corrupção é desprezível, mas nenhuma é tão execrável quanto roubo de verbas que deveriam ser destinadas à Saúde Pública.

Dinheiro que deveria ser utilizado para contratação de mais médicos e compra de mais remédios, vai para o bolso de crápulas, vermes, bandidos de colarinho branco, que com certeza, após esta vida passageira, sentirão a “bafo do capeta no cangote”.

Não é possível aceitar que estes corruptos tomem whisky 12 anos com dinheiro do povo, enquanto crianças, jovens e idosos sentem dores nas filas dos hospitais, por não terem dinheiro sequer para comprar uma dipirona.

Um bom exemplo de combate a corrupção ocorreu esta semana, onde a Justiça Federal condenou 12 acusados de envolvimento no esquema milionário de desvio de recursos públicos realizado pelo CIAP(OSCIP) no ano de 2010.

Esta Organização Criminosa foi acusada de desviar R$ 300 milhões dos cofres públicos, sendo R$ 10 milhões somente em Londrina.

A justiça condenou o proprietário desta OSCIP a quase 18 anos de prisão em regime FECHADO (peculado,lavagem de dinheiro,formação de quadrilha).

Quando a sociedade pensava que tinha se livrado dos marginais, vem o GAECO( Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Orgazinado) que é o trabalho conjunto entre Ministério Público, Policia Civil e Policia Militar e prende mais de 20 pessoas, no mês de maio deste ano, envolvidas em esquema de corrupção, orquestrado nada mais, nada menos, pelos Institutos Gálatas e Atlântico, que também são da área da saúde pública. Até afastamento do Prefeito foi sugerido.

Vale lembrar que o Instituto Atlântico é o mesmo que presta serviço em Cambé, cujo contrato com a Prefeitura foi assinado no valor de $ 12.5 MILHÕES e é alvo de CPI na Câmara Municipal.

Prezados(as) Leitores(as). O Brasil está melhorando, mas realmente tem um oceano atlântico de CORRUPÇÃO para ser atravessado.

CONRADO SCHELLER Gostaria de saber sua opinião a respeito deste tema. Envie mensagem para o e-mail: conrado@c25.com.br – Rua do Congresso, 32 – Parque Residencial – 86.191-090 – Cambé PR

O leitor Antonio Carlos Petri, de Londrina, enviou o seguinte comentário:

O Brasil, país da Copa do Mundo, teria que acabar primeiro com os corruptos para depois pensar em futebol. Teria que melhorar a Saúde e Segurança Pública para depois pensar em festa. Mas a política do pão e circo ainda domina a grande massa de desinteressados pela causa pública.

Fonte: http://www.jornalnossacidade.com.br/news/?noticia=1615

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.