Mais de 60 mil crianças não tomaram a segunda dose da vacina contra gripe
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 1st agosto 2015
200 mil doses de vacinas contra sarampo e poliomielite foram aplicadas no primeiro dia da campanha nacional de vacinação no Paraná. Curitiba, 08/11/2-14. Foto: Venilton Küchler/SESA
200 mil doses de vacinas contra sarampo e poliomielite foram aplicadas no primeiro dia da campanha nacional de vacinação no Paraná.
Curitiba, 08/11/2-14.
Foto: Venilton Küchler/SESA

No Paraná, pelo menos 61 mil crianças entre 6 meses e 2 anos devem retornar às unidades de saúde para receber a segunda dose da vacina contra a gripe. Até esta sexta-feira (31), apenas metade das crianças imunizadas na primeira etapa já haviam recebido o reforço, necessário para que a vacina conceda a proteção esperada contra a doença.

Durante a campanha de vacinação, encerrada dia 5 de junho, o Paraná conseguiu imunizar 85% do público-alvo de crianças menores de cinco anos, o que representa 560 mil paranaenses. Agora, o apelo é para os pais ficarem atentos às carteirinhas de vacinação para não perder a data da aplicação da segunda dose.

Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde, Eliane Chomatas, o ideal é que o reforço seja feito 30 dias após a primeira aplicação. “Só com o esquema vacinal completo, de duas doses, é que meninos e meninas estarão realmente protegidos”, ressaltou.

Apesar do final da campanha, a vacina continua disponível de forma gratuita para os grupos prioritários na rede pública. É preciso, no entanto, entrar em contato com a secretaria municipal de saúde para verificar em quais unidades as doses ainda estão sendo ofertadas.

De acordo com um levantamento da Secretaria estadual da Saúde, em nove regiões a cobertura vacinal da segunda dose infantil está abaixo da média estadual. “Queremos aproveitar as próximas semanas para melhorar estes índices chamando a atenção para a importância do complemento do esquema vacinal das crianças”, disse o coordenador estadual de Imunização, João Luis Crivellaro.

BALANÇO – Somente neste ano, 2,7 milhões de doses da vacina contra a gripe já foram aplicadas no Paraná. Isso fez com que o Estado tivesse um dos melhores desempenhos do país na campanha de vacinação, atingindo a meta de imunizar mais de 90% do público-alvo.

Entre os grupos prioritários beneficiados inicialmente estavam gestantes, pessoas com 60 anos ou mais, mulheres até 45 dias após o parto, crianças de seis meses e menores de cinco anos, profissionais de saúde, doentes crônicos e indígenas.

Tendo em vista o envio de um lote extra de 200 mil vacinas para o Paraná, na semana passada a Secretaria Estadual da Saúde ampliou a faixa etária de vacinação para pessoas com mais de 55 anos.

PROTEÇÃO – Como nos anos anteriores, a vacina disponível no SUS protege contra os três tipos de vírus da gripe mais circulantes: Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B. Seu uso somente é contraindicado para pessoas que já apresentaram reações adversas em campanhas anteriores ou que tenham alergia a ovo.

Veja a cobertura vacinal da segunda dose infantil em cada região:

Paraná: 50%

1ª Regional de Saúde – Paranaguá: 33%

2ª Regional de Saúde – Metropolitana de Curitiba: 45%

3ª Regional de Saúde – Ponta Grossa: 50%

4ª Regional de Saúde – Irati: 65%

5ª Regional de Saúde – Guarapuava: 44%

6ª Regional de Saúde – União da Vitória: 65%

7ª Regional de Saúde – Pato Branco: 60%

8ª Regional de Saúde – Francisco Beltrão: 61%

9ª Regional de Saúde – Foz do Iguaçu: 54%

10ª Regional de Saúde – Cascavel: 62%

11ª Regional de Saúde – Umuarama: 67%

12ª Regional de Saúde – Campo Mourão: 49%

13ª Regional de Saúde – Cianorte: 50%

14ª Regional de Saúde – Paranavaí: 62%

15ª Regional de Saúde – Maringá: 41%

16ª Regional de Saúde – Apucarana: 39%

17ª Regional de Saúde – Londrina: 52%

18ª Regional de Saúde – Cornélio Procópio: 59%

19ª Regional de Saúde – Jacarezinho: 42%

20ª Regional de Saúde – Toledo: 50%

21ª Regional de Saúde – Telêmaco Borba: 50%

22ª Regional de Saúde – Ivaiporã: 64%

Compartilhe nossa Matéria