Ligação direta

O PSDB está apostando todas suas fichas no protesto contra o governo Dilma marcado para março. Um tucano paulista garantiu: “Eles (PT e governo) vão se surpreender”. E, para fechar o cerco, torcem para que João Vaccari, tesoureiro petista, caia na rede da Lava-Jato. Um tucano mineiro sentencia: “Se o Vaccari levou dinheiro da Petrobras para a campanha da Dilma e do PT, é gravíssimo”…

O Globo

Manchete: Receita investiga empresas da Lava-Jato por sonegação

Doleiros e ex-diretores da Petrobras também na mira por valores não declarados ao Fisco

A Receita Federal começou a investigar empreiteiras, doleiros e funcionários públicos envolvidos no esquema de corrupção na Petrobras com o objetivo de comprovar sonegação fiscal e outros crimes tributários, informa Jailton de Carvalho. Além de responder às ações penais, empresas e pessoas investigadas na Operação Lava-Jato deverão receber multas pesadas por valores expressivos não declarados ao Fisco. A fiscalização poderá atingir partidos políticos beneficiados com verbas desviadas de contratos da estatal. (Pág. 3)

Ilimar Franco

Ligação direta

O PSDB está apostando todas suas fichas no protesto contra o governo Dilma marcado para março. Um tucano paulista garantiu: “Eles (PT e governo) vão se surpreender”. E, para fechar o cerco, torcem para que João Vaccari, tesoureiro petista, caia na rede da Lava-Jato. Um tucano mineiro sentencia: “Se o Vaccari levou dinheiro da Petrobras para a campanha da Dilma e do PT, é gravíssimo”. (Pág. 2)

Míriam Leitão

Yanis, o grego

Charmoso, firme, com respostas prontas para as autoridades europeias e os analistas, Yanis Varoufakis é osso duro de roer pelos alemães. Ele é o novo ministro das Finanças da Grécia e tem dito seguidos “nãos” ao ministro alemão Wolfgang Schäuble. Ontem, fracassou nova reunião de ministros europeus sobre a Grécia. O maior problema não é o país em si, mas o risco de contágio político. (Pág. 14)

Editorial

Tema em discussão : Novas regras de campanhas eleitorais

Questões para refletir

Há propostas para, numa campanha mais curta, o eleitor ter acesso ao que importa sobre os candidatos (Pág. 10)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Crise da Petrobras

Pequenos acionistas vão à Justiça contra perdas. (Notícias | 6 e 7)

Zona do Euro dá ultimato a novo governo grego

Em uma semana, Atenas terá de dizer se aceita plano para pagar dívida . (Notícias | 11)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete : Chuva de fevereiro supera média do mês no Cantareira

Precipitação soma 206 mm, 7 mm além do valor mensal; nível das represas sobe a 7,8%, mas não alivia escassez

As chuvas do final de semana no sistema Cantareira fizeram os primeiros 16 dias de fevereiro superarem a média histórica mensal. A precipitação acumulada está em 206 mm, contra média de 199 mm para todo o mês. O volume dos reservatórios do sistema, que abastece 6,2milhões de pessoas na Grande SP, subiu para 7,8%. O sistema Alto Tietê também totaliza chuvas acima da média mensal (197 mm e 192 mm, respectivamente). O nível de suas cinco represas aumentou para 14,6%. Nos outros quatro grandes sistemas produtores de água da região metropolitana, a média histórica mensal de pluviosidade não chegou a ser ultrapassada. A situação crítica de escassez, entretanto, está longe de ser superada. Em 16 de fevereiro de 2014, o Cantareira tinha 18,5%, quase 11 pontos além do nível atual, mas sem contar duas cotas de volume morto já em uso. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) conta com mais chuvas até março para evitar um rodízio. (Cotidiano B5)

Remessas para o exterior têm maior alta em sete anos

Os valores enviados pelos imigrantes que vivem no país para seus familiares tiveram, em 2014, o maior avanço desde 2007, atingindo a marca de R$ 1,2 bilhão. O aumento se deve ao maior fluxo de estrangeiros e ao uso de bancos — antes parte do dinheiro ia por cartas ou amigos. (Mercado A10)

PT diz que crítica a ministro Cardozo tem viés político

Petistas defenderam José Eduardo Cardozo após o ex-presidente do STF Joaquim Barbosa ter pedido a demissão do ministro da Justiça por ele ter estado com advogados de alvos da Lava Jato. Houve interesse político, diz o secretário de Comunicação do PT. A oposição quer explicações de Cardozo. (Poder A5)

CPI das pesquisas não mira institutos, afirma deputado (Poder A6)

Procurador vai investigar filho da presidente chilena (Mundo A8)

Poupada

Para evitar vaias, boneca gigante de Dilma fica fora de desfile em Olinda (B3)

Editoriais

Leia “Frágil Mercosul”, sobre acordo entre Argentina e China, e “Ciência brilhante”, acerca de acelerador de elétrons sendo construído em Campinas. (Opinião A2)

 

EBC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.