Manchete dos Jornais desta terça-feira, 21 de Julho de 2015
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 21st julho 2015

Crise econômica faz retomada de veículos crescer
Com o agravamento da crise econômica, empresas de recuperação de crédito reduziram os prazos de cobrança para os consumidores que não conseguem pagar o carro. A retomada de veículos por inadimplência cresceu 28% neste ano…

Cunha quer que Supremo conduza ação de Moro
A defesa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) apresentou reclamação no STF contra a 13.“ Vara Federal de Curitiba por “usurpação de competência” do juiz Sérgio Moro, responsável pela condução da Lava Jato. Após ser criticado por parlamentares investigados na operação, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse ontem que “investiga fatos, jamais instituições”…


O Estado de S. Paulo

Manchete: Justiça condena 3 da Camargo; PF indicia dono da Odebrecht
A Justiça condenou ex-executivos da Camargo Corrêa por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Também ontem, a Polícia Federal indiciou o empresário Marcelo Odebrecht, presidente da maior empreiteira do País, e mais cinco funcionários e ex-funcionários. As duas decisões são desdobramentos da Operação Lava Jato. Foi a primeira condenação de construtora, ainda em primeira instância. Os crimes se referem à refinaria Abreu e Lima. Dalton Avancini, que presidiu a Camargo Corrêa, e Eduardo Leite, ex-diretor vice-presidente, foram condenados a 15 anos e 10 meses. Como fizeram delação premiada, receberam prisão domiciliar. João Ricardo Auler, ex-presidente do Conselho de Administração, pegou 9 anos e 6 meses. A Camargo Corrêa diz que “tem empreendido esforços para identificar e sanar irregularidades” e reforçado sistemas de controle. A Odebrecht disse que, “embora sem fundamento sólido”, o indiciamento já era esperado. (Política pág. A4)

PF vê propina em seis obras
Segundo relatório da Polícia Federal que indiciou Marcelo Odebrecht, pesam sobre executivos e ex-executivos da empresa indícios de crimes em pelo menos seis obras. (Pág. A4)

Cunha quer que Supremo conduza ação de Moro
A defesa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) apresentou reclamação no STF contra a 13.“ Vara Federal de Curitiba por “usurpação de competência” do juiz Sérgio Moro, responsável pela condução da Lava Jato. Após ser criticado por parlamentares investigados na operação, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse ontem que “investiga fatos, jamais instituições”. (Política pág. A6)

Para governo, CPI do BNDES põe economia em risco
O Planalto avalia que a CPI anunciada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ),para investigar contratos do BNDES pode paralisar a instituição e causar prejuízos à economia maiores que os provocados pela CPI da Petrobrás. O governo estuda abrir linha de capital de giro financiada pelo BNDES para socorrer empresas em dificuldades após a Lava Jato e evitar demissões, mas o plano terá de ser abandonado se a CPI vingar (Política pág. A6)

Temer fala em ‘crisezinha’
O vice-presidente Michel Temer disse em Nova York que o País não enfrenta crise institucional, mas uma “crisezinha política” por causa da posição de Eduardo Cunha. (Pág. A6)

Cuba e EUA reabrem embaixadas e reatam relações
A embaixada de Cuba em Washington foi reaberta ontem em uma cerimônia que pôs fim a 54 anos de rompimento diplomático. A abertura reuniu o ministro de Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez, e o secretário de Estado americano, John Kerry. Apesar da reaproximação, os dois voltaram a divergir sobre o futuro da base militar de Guantánamo, arrendada pelos Estados Unidos em 1903. (Internacional págs. A8 e A9)

Cubanos temem ser deportados
Nos EUA residem atualmente cerca de 25 mil cubanos com ordem de deportação emitida. Esses imigrantes não foram enviados a Cuba porque o presidente Raúl Castro não deu autorização para seu regresso, mas agora, com o restabelecimento das relações diplomáticas, eles temem ser deportados. (Pág. A5)

Crise faz TAM cortar em 10% sua operação doméstica
A TAM reduzirá entre 8% e 10% sua oferta de voos nacionais nos próximos meses e vai cortar cerca de 560 dos trabalhadores – em torno de 2% do total de empregos. A companhia aérea, dona de 36% de participação de mercado, informou que fará os cortes na malha de voos gradativamente, sem deixar de operarem nenhum destino. A empresa atribui a decisão à piora no cenário macroeconômico. (Economia páh. B1)

Blatter e os dólares
Presidente da Fifa foi surpreendido por cédulas falsas jogadas por comediante; eleições para direção da entidade acontecerão em fevereiro. (Esportes pág. A16)

Ives Gandra Martins
O direito de defesa e a crise
Não posso deixar de manifestar minha imensa preocupação com medidas que fragilizam o direito à defesa, fundamental na democracia. (Espaço Aberto pág. A2)

José Paulo Kupfer
Dilemas do ajuste
O governo pode manter a meta original de superávit primário ou revisá-la. O problema é que será preciso combinar com um Congresso hostil.

(Economia pág. B4)


Zero Hora

Manchete : Ex-executivos condenados a até 15 anos na Lava-Jato
Dos três ex-dirigentes da Camargo Corrêa, só um deve cumprir pena em regime fechado. Polícia Federal indiciou Marcelo Odebrecht, presidente da maior empreiteira do país. (Notícias 10 e 11)

Empresários e aliados criticam elevação do ICMS
Proposta do governo deve ser apresentada à Assembléia em agosto. (Notícias 19 e 20)

Laços refeitos entre Cuba e EUA
Embaixadas de Havana e de Washington são reabertas nos dois países. (Notícias 12)

Visões de líderes sindicais e de classe para o RS
Série iniciada em junho com empresários propõe debate para retomar desenvolvimento. (Pág. 21)

Afogado em dólares falsos e desculpas (Esporte 31)


Gazeta do Povo

Manchete Justiça Federal condena os primeiros empreiteiros denunciados na Lava Jato
Dalton Avancini, ex-presidente, e Eduardo Leite, ex-vice-presidente, foram condenados a 15 anos e 10 meses de reclusão. Juiz fixa ressarcimento de danos em R$ 50 milhões. A Justiça Federal condenou os três dirigentes da Camargo Corrêa por corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro em obras da Petrobras. Esta é a primeira condenação de representantes de empreiteiras investigados na Operação Lava Jato. Os três deixaram seus cargos no curso do processo. Dalton Avancini, ex-presidente, e Eduardo Leite, ex-vice-presidente, foram condenados a 15 anos e 10 meses de reclusão…
COPA DO BRASIL
Coxa vai ao mercado para tentar solucionar crise do ataque
DIPLOMACIA
Estados Unidos e Cuba mais próximos
Estados Unidos e Cuba concretizaram oficialmente o restabelecimento de suas relações diplomáticas com a abertura das embaixadas em Washington e Havana, sob protestos de cubanos exilados . O impasse sobre a base militar americana na Baía de Guantánamo, porém, continua.
OBRAS PÚBLICAS
Auditoria mira mais 200 obras em escolas do estado
A auditoria da Secretaria de Estado da Educação (Seed), aberta em abril para apurar irregularidades em sete obras em escolas do estado, irá avançar para todos os contratos de médio e grande portes em andamento. De um total de cerca de 400 obras hoje ligadas à Seed, mais de 200 se enquadram nesta classificação.
URBANISMO
Curitiba terá cota para moradia de interesse social
A revisão do Plano Diretor de Curitiba, em discussão na Câmara Municipal, propõe a criação da Cota de Habitação de Interesse Social (CHIS). O dispositivo, adotado também em São Paulo, consiste na contrapartida que grandes empreendimentos imobiliários terão de dar em prol da moradia popular.
AGRONEGÓCIO
No Paraná, o chuchu desceu a serra
Com a queda nas temperaturas, produtores da Região Metropolitana de Curitiba transferem as hortas para o Litoral


Folha de S. Paulo

Manchete: Justiça condena primeiros empreiteiros na Lava Jato
O juiz Sergio Moro condenou à prisão três ex-executivos da Camargo Corrêa, por corrupção, lavagem de dinheiro e atuação em organização criminosa.É a primeira condenação de pessoas ligadas a empreiteiras na operação que investiga desvios na Petrobras.Cabe recurso.
As penas de Dalton Avancini, ex-presidente, e Eduardo Leite, ex-vice, são de 15 anos e 10 meses em regime semiaberto —ambos são delatores na Lava Jato. A de João Ricardo Auler, ex-presidente do Conselho de Administração, é de 9 anos e 6 meses, em regime fechado.
Segundo a sentença, houve pagamento de R$ 50 milhões de propina para conseguir contratos em obras de refinarias da Petrobras. Moro defendeu que a Camargo faça acordo de leniência com a Controladoria-Geral da União a fim de se livrar de punições administrativas.
Os réus ainda foram condenados a devolver dinheiro à Petrobras e a pagar multas criminais e civis. Como a condenação foiem primeira instância, o advogado de Auler disse que recorrerá. A defesa de Avancini e Leite afirmou não ver razão, por ora, para fazeromesmo. (Poder A4)

Presidente da Odebrecht e 4 executivos são indiciados
Anotações encontradas pela Polícia Federal em celulares de Marcelo Odebrecht sugerem que o empreiteiro tentou obstruir investigações da Lava Jato, antes de ser preso. Numa delas, ele fala em coordenar ações com o “grupo de crise do governo”. A PF o indiciou por suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro. A defesa de Odebrecht não foi localizada. Outros quatro executivos da firma foram indiciados. (Poder A6)

Crise econômica faz retomada de veículos crescer
Com o agravamento da crise econômica, empresas de recuperação de crédito reduziram os prazos de cobrança para os consumidores que não conseguem pagar o carro. A retomada de veículos por inadimplência cresceu 28% neste ano. (Mercado A13)

Haddad maquia metas com obras ainda incompletas
A gestão do prefeito Fernando Haddad (PT) infla o balanço de metas com obras em andamento para melhorar seu desempenho. Adotada por Gilberto Kassab (PSD), a prática era chamada de “maquiagem”pelo PT. A prefeitura afirmou que vai rever o método. (Cotidiano B1)

Blatter reaparece, leva chuva de dólares e marca eleição da Fifa (Pág. B6)

EUA e Cuba reabrem suas embaixadas com festejos
A bandeira cubana voltou a tremular na embaixada do país em Washington sob aplausos e gritos de “Viva Fi-del” e “Viva Cuba”. Entre os que testemunharam o fato, a maioria era a favor da reaproximação, mas houve protestos, relata Marcelo Ninio.
Em Havana, não houve celebração oficial nem hasteamento da bandeira, apenas uma cerimônia reservada a funcionários, informa o enviado Samy Adghirni. Broches com as cores da bandeira dos EUA foram distribuídos no local. (Mundo A9)

Editoriais
Leia “Regular, não proibir”, sobre aplicativos de caronas pagas, e “Prorrogação sem gols”, a respeito de desdobramentos de escândalo no futebol. (Opinião A2)


O Globo

Manchete: Dirigentes de empreiteira são condenados a 15 anos
PF indicia Marcelo Odebrecht, dono da companhia, por cinco crimes
Na primeira sentença que atinge empreiteiros envolvidos no escândalo da Petrobras, três ex-executivos da Camargo Corrêa cumprirão pena por corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro
Numa sentença emblemática, por ser a primeira a punir ex-dirigentes de empreiteiras pelo escândalo de corrupção na Petrobras, o juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal em Curitiba, condenou o ex-presidente e o ex-vice presidente da Camargo Corrêa, além de outro ex-executivo da empresa, a 15 anos de prisão por corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Dois deles, porém, terão a pena reduzida porque fizeram acordo de delação premiada. A PF indiciou o presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, por cinco crimes. Para o procurador Deltan Dallagnol, da Lava-Jato, a condenação mostra que “ninguém é intocável na República’.’ (Página 3)

Caixa-preta se torna marca de sindicatos
A falta de fiscalização e transparência beneficia sindicatos e abre portas para fraudes. O Ministério do Trabalho e a Caixa não informam quanto cada um dos 10.620 sindicatos do pais arrecada. O total da contribuição sindical chegou a R$ 3,18 bi no ano passado, informam Henrique Gomes Batista, Ruben Berta e Tiago Dantas. (Pág. 6)

Aéreas cortam voos no Brasil
Empresas aéreas brasileiras e estrangeiras estão reduzindo a oferta de voos no país. A TAM cortará até 10% dos voos domésticos este ano. (Pág. 17)

EUA e Cuba reabrem embaixadas
Países ressaltam haver longo caminho para normalização
Após 54 anos de hostilidade mútua, Cuba e EUA reabriram ontem suas embaixadas em Washington e Havana. Os dois países, no entanto, reconheceram que a medida foi apenas o primeiro passo num longo caminho para uma total normalização das relações. O governo cubano quer o fim do embargo e a devolução da base de Guantánamo, enquanto o americano pede avanços na área de direitos humanos.(Pág. 23)

Investigado, Cunha recorre contra Moro
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, entrou com recurso no STF para tentar afastar o juiz Sérgio Moro de um dos processos da Lava-Jato. Ele quer que a ação vá para o STF. (Pág. 5)

Eleição da Fifa será em fevereiro (Pág. 26)


Estado de Minas

EXECUTIVOS CONDENADOS LAVA-JATO
Manchete: Executivos condenados Lava-Jato
Justiça pune os três primeiros empreiteiros envolvidos no esquema de corrupção na Petrobras. O juiz Sérgio Moro condenou três ex-executivos da Construtora Camargo Corrêa por superfaturamento e pagamento de propina em contratos bilionários de obras de refinarias da Petrobras. O ex-presidente Dalton Avancini eoex-vice-presidente Eduardo Hermelino Leite fizeram acordo de delação premiadaeterão benefício de prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica até março de 2016.Aconstrutora pagou R$ 50 milhões de propina à Diretoria de Abastecimento da Petrobras, equivalentea1% do valor das obras. Além dos três executivos,foram condenadosoex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa, o doleiro Alberto Youssef e um dos seus subordinados,opolicial federal Jayme Oliveira, que entregava dinheiro a envolvidos no esquema. Moro já havia sentenciado Costa e Youssef por corrupção em contratos de refinaria. ● O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, entrou com recurso no STF pedindo que o processo em de que é acusado por lobista de cobrar propina seja retirado de Moro. PÁGINAS 3 E 4

FISCAIS MULTAM DESMATAMENTO NO RIO DOCE

Destruição de árvores nobres da mata atlântica ao lado do Parque Estadual do Rio Doce, denunciada pelo Estado de Minas na série “Amarga agonia”, foi alvo de fiscalização que somou multas iniciais de R$ 30 mil. Valor das punições aplicadas deve aumentar. PÁGINA 16

‘BARGANHAS NOJENTAS’
Deputado ataca colegas pela internet
Em seu quinto mandato consecutivo na Assembleia, o deputado estadual Sargento Rodrigues (PDT) usou sua página pessoal e redes sociais para criticar duramente os companheiros do Legislativo. Segundo ele, há colegas que “adotam o ‘trabalho’ parlamentarcomo se fosse uma atividade paralela”e disse que “as barganhas são nojentas”. PÁGINA 5

TERRITÓRIO CUBANO NOS EUA
Cerimônia de hasteamento da bandeira cubana na reabertura oficial da embaixada da ilha caribenha em Washington, após 54 anos do rompimento das relações entre os dois países, teve aplausos de pedestres e cobrança pelo fim do embargo econômico. Gesto históricoémais uma etapa da política de reaproximação diplomática negociada pelos presidentes Barack Obama e Raúl Castro, em dezembro. No mês que vem, será a vez de os EUA inaugurarem sua sede diplomática em Havana. PÁGINA 11

R$ 4,60 
Cobrança em nove das 11 praças de pedágio da BR-040, entre Brasília e Juiz de Fora, começará no dia 30. Valor da tarifa para motoristas de automóveis é 21% maior que o preço estipulado no leilão da rodovia. PÁGINA 8

HERÓIS SEM FOLGA
Judocas do Minas Tênis, Érika Miranda (ouro), Nathalia Brigida (bronze), Mariana Silva (bronze) e Luciano Corrêa (ouro) já estão em casa com as medalhas conquistadas nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Mas nada de descanso. Eles se preparam para o Mundial no Cazaquistão, em agosto, de olho também na Olimpíada do Rio de Janeiro. PÁGINA 17

CHOVEU DINHEIRO
Em sua primeira aparição pública após anunciar sua renúncia à presidência da Fifa, Joseph Blatter teve uma surpresa em Zurique. Recebeu uma chuva de notas falsas de dólares atiradas por um comediante inglês. PÁGINA 18


Edição: Equipe Fenatracoop, 21 de Julho de 2015, ás 08:

Compartilhe nossa Matéria