Manchete dos Jornais deste sábado, 08 de agosto de 2015
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 8th agosto 2015

“Pauta-bomba” sobre salário de delegados atinge governadores
A aprovação pela Câmara dos Deputados da Proposta de Emenda Constitucional 443, que vincula o teto salarial de delegados, advogados-gerais da União e procuradores de estado ao salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Pelo texto aprovado, delegados da Polícia Civil e procuradores terão seu teto salarial aumentado para cerca de R$ 30,4 mil. A proposta ainda pode sofrer alteração e terá de passar pelo Senado…


 

O Globo

Manchete : Isolada, Dilma sofre pressão para reduzir espaço do PT
Presidente diz que aguenta ameaças e que o voto é a fonte de sua legitimidade
Aliados pedem diminuição do número de petistas no Ministério, um dia após panelaço de protesto contra o governo e ao partido
Isolada, sem apoio parlamentar, a presidente Dilma Rousseff enfrenta agora a pressão dos partidos aliados para realizar uma reforma que reduza o espaço do PT no Ministério. Ao fim da mais conturbada semana de seu segundo mandato, Dilma reagiu. Em discurso enfático, na entrega de casas populares em Boa Vista (RR), disse que aguenta ameaças: “Ninguém vai tirar a legitimidade que o voto me deu.” Já os petistas traçaram um quadro de desalento, em reunião com o ministro Ricardo Berzoini (Comunicações). “Estamos no fio da navalha”, disse um parlamentar do partido. O vice-presidente Michel Temer, que defendera união para sair da crise, pediu para deixar a coordenação política do governo, após críticas de petistas. Dilma, porém, não aceitou. O vice conversou com empresários ontem. (Pág. 3)

Cabral pediu caixa dois, diz delator
No inquérito sobre o governador Pezão no STJ, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa disse que o ex-governador Sérgio Cabral pediu que ele arrecadasse R$ 30 milhões com empreiteiras para a campanha de 2010. Cabral teria dito que o dinheiro iria para o caixa dois. Para o ex-governador, trata-se de “uma sequência de mentiras”. (Pág. 7)

Presidente do Bradesco defende ‘serenidade’
Luiz Carlos Trabuco, presidente do segundo maior banco privado do Brasil, diz que o país precisa superar o dissenso político e encontrar “os limites da convergência”. Em entrevista a Ronaldo D’Ercole e João Sorima Neto, Trabuco afirma que a demora no ajuste fiscal e o impasse político prejudicam a sociedade. “A pasmaceira tem um custo”. (Págs. 21 e 22)

Inflação em 12 meses – 9,56%
No ano, alta dos preços chega a 6,86% e já supera teto da meta do governo, de 6,5%.
Rebelião de auditores por aumento é nova ameaça a ajuste fiscal (Pág. 25)

Merval Pereira
Todos os cenários futuros são de dificuldade (Pág. 4)
Zuenir Ventura
País cheira mal porque expõe vísceras sem censura (Pág. 19)
Míriam Leitão
Na média, segundo mandato pode ter PIB zero (Pág. 22)
Ana Maria Machado
É animador ver Levy defender a transparência (Pág. 18)
Jorge Bastos Moreno
Pai de Marcelo Odebrecht autoriza advogados a discutir delação premiada (Pág. 3)
Editorial
As agruras do PT ao som de panelaços (Pág. 18)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Dilma diz que ‘ninguém vai tirar legitimidade do voto’
Em seu discurso mais duro em defesa do mandato, presidente cobra do Congresso respeito à democracia
A presidente Dilma Rousseff fez ontem seu discurso mais duro contra a ameaça de impeachment que ronda seu governo e cobrou do Congresso respeito à democracia. Ao entregar casas do Programa Minha Casa, Minha Vida em Boa Vista, ela aproveitou a plateia favorável para defender seu mandato. “Ninguém vai tirar essa legitimidade que o voto me deu”, disse. “Este país é uma democracia. E uma democracia respeita, sobretudo, a eleição direta pelo voto popular. Eu respeito a democracia do meu país. Eu sei o que é viver numa ditadura. Por isso, respeito a democracia e o voto. Podem ter certeza de que, além de respeitar, eu honrarei o voto que me deram.” Num recado ao Congresso e oposição, cobrou compromisso com a “estabilidade institucional, econômica, política e social do País”. “Nós devemos respeito entre os Poderes. Eu me disponho a trabalhar incansavelmente para assegurar a estabilidade política. Eu me dedicarei com grande empenho a isso nos próximos meses e anos do meu mandato.” (Política / Pág. A4)

PT articula ministério para Lula
Líderes petistas têm sondado o ex-presidente Lula sobre a possibilidade de virar ministro. Até agora, porém, ele tem se mostrado refratário. (Pág. A5)

Temer oferece articulação, mas fica
Michel Temer pôs a coordenação política à disposição de Dilma, mas ela descartou substituí-lo. Mais tarde, ele escreveu: “São infundados boatos de que deixei a articulação”. (Pág. A4)

Irmão de Dirceu admite que recebeu mesada de lobista
Irmão do ex-ministro José Dirceu, Luiz Eduardo Oliveira e Silva declarou à Polícia Federal que entre 2012 e 2013 recebeu “pagamentos mensais de R$ 30 mil em espécie” do lobista Milton Pascowitch, apontado como pagador de propinas na Diretoria de Serviços da Petrobrás – cota do PT na estatal. Silva afirmou ainda não ter solicitado “quaisquer valores a Milton Pascowitch”. Segundo ele, o lobista “começou a pagá-lo de forma espontânea, a título de ajuda para despesas variadas”. (Política/ Pág. A8)

TCU acha sobrepreço em base
O TCU detectou sobrepreço de RS 406 mi na obra da Base Naval e Estaleiro da Marinha em Itaguaí (RJ), feita pela Odebrecht. O projeto tem como espécie de supervisor o almirante Othon Luiz da Silva. (Pág. A8)

Inflação chega a 6,83% até julho e bate teto da meta no ano
Julho rompeu a tradição de ser um alívio no bolso de consumidores e registrou aumento de 0,62% na inflação, maior taxa para o mês desde 2004. De janeiro a julho, o IPCA acumula alta de 6,83%e passou o teto da meta prevista para todo o ano -6,5%. Em 12 meses, o acumulado ficou em 9,56%, mais próximo da marca de dois dígitos, já registrada em quatro das 13 regiões -Curitiba, Porto Alegre, Goiânia e Rio. A alta é a maior desde novembro de 2003. (Economia /Pág. B1)

Policial da USP não atuará em protesto
A PM comunitária que vai atuar no câmpus da USP será composta por jovens e não poderá atuar em atos que envolvam alunos, professores ou servidores. (Metrópole/Pág. A17)
Doente na Venezuela usa remédio de animal (Internacional/Pág. A14)

D. Odilo P. Scherer
A corrupção cheira mal
Para erradicá-la são necessárias prudência, vigilância constante aliada a fortaleza de caráter, lealdade, transparência e coragem da denúncia. (Espaço Aberto/Pág. A2)

Notas&Informações
Circunstância e essência
Programa levado ao ar mostrou que o PT perdeu completamente a noção de realidade (Pág. A3)


Estado de Minas

Manchete:Racionamento descartado. Mas o alerta continua
Restrição no fornecimento de água está afastada este ano. Nível dos reservatórios, porém, ainda é baixo.
A Grande BH não sofrerá com limitações na distribuição de água em 2015, afastando ameaça que pairava desde o início do ano. A informação é de fontes do governo e será transmitida pela Copasa a seus acionistas segundafeira. Mas a situação das represas de abastecimento, como Rio Manso, Serra Azul e Vargem das Flores, continua crítica e, porisso, as autoridades apelam para que a população continue economizando. A redução de consumo, aliás, de 14,2% em média entre fevereiro e junho (a meta inicial era 30%),foi um dos motivos que tornaram possível não recorrer ao racionamento. Outras razões para o alívio foram as chuvas acima da média nos últimos meses, sobretudo em maio – 96,7 milímetros,recorde desde o início das medições, em 1910 –, e as manobras da Copasa para conter vazamentos e ligações clandestinas (“gatos”) Pág. 13

Passagem de ônibus em BH vai a R$ 3,40
Hoje liminar que impedia o aumento do transporte coletivo por 180 dias é derrubada pelo tribunal de justiça de minas e tarifa fica 9,67% mais cara pág. 14

Sob pressão, Dilma pede respeito ao voto
Com a crise em ebulição, num dia de boatos da saída do vice-presidente Michel Temer(PMDB-SP) da articulação do governo e encontro de ministros próximos a Dilma com o ex-presidente Lula em busca de solução para o caos político, a presidente saiu em defesa de seu mandato. “Ninguém vai tirar a legitimidade que o voto me deu”, disse ela em Boa Vista (RR), onde entregou unidades do Minha casa, minha vida. Pág. 3

Cerveja no independência, dará para beber e ver o jogo
Se no Mineirão o consumo só ocorrerá no anel interno, sem visão do campo, no Horto bebedores poderão ficar de pé no espaço em frente aos bares e banheiros, de onde é possível assistir às partidas. Pág. 15

Irmão de Dirceu recebeu mesada de lobista preso
Luiz Eduardo de Oliveira, irmão do ex-ministro José Dirceu, reconheceu em depoimento à Lava-Jato que ganhou R$ 30 mil mensais entre 2012 e 2013 de acusado de intermediar pagamento de propinas na Petrobras. Pág. 2

Lava-Jato Janot rebate críticas de cunha às investigações pág.2

‘Inconsistências’ divulgação de resultado do FIES é suspensa pela justiça pág.5

Superlotação Estado quer tornozeleiras para presos do semi-aberto página 5


Gazeta do Povo

CONGRESSO
Manchete:“Pauta-bomba” sobre salário de delegados atinge governadores
A aprovação pela Câmara dos Deputados da Proposta de Emenda Constitucional 443, que vincula o teto salarial de delegados, advogados-gerais da União e procuradores de estado ao salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), tinha como endereço a presidente Dilma Rousseff, mas atingiu o governador Beto Richa (PSDB) e os outros 26 governadores. Pelo texto aprovado, delegados da Polícia Civil e procuradores terão seu teto salarial aumentado para cerca de R$ 30,4 mil. O governo do Paraná informou não ter como calcular precisamente o impacto da PEC nos cofres do estado, que passa por dificuldades financeiras. A proposta ainda pode sofrer alteração e terá de passar pelo Senado.

PREÇOS
Inflação de Curitiba é a maior do país em julho
A conta de luz pesou no bolso mais uma vez e fez da inflação de Curitiba e região a mais alta do país em julho. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) curitibano marcou 0,89% no mês, 8,32% no acumulado de 2015 e 10,63% em 12 meses.

HISTÓRIA
A segunda bomba
Após destruir Hiroshima com a bomba “Little Boy”, no dia 6 de agosto de 1945, os EUA arrasaram Nagasaki, com a “Fat Boy”, que matou cerca de 70 mil pessoas.

G IDEIAS
No tempo dos barbeiros
Reportagem visitou cinco locais onde é possível encontrar representantes legítimos de uma espécie em extinção: os barbeiros. Acompanhe esse passeio nas fotos de Daniel Castellano e texto de Sandro Moser.

CRISE POLÍTICA
Dilma defende a legitimidade do voto que recebeu
“Ninguém vai tirar essa legitimidade que o voto me deu”, declarou ontem a presidente Dilma Rousseff sem se referir diretamente aos defensores do seu afastamento. Dilma disse ainda que aguenta pressão, respeita a democracia e que se dedicar para manter a estabilidade.

LAVA JATO
Ex-diretor da Petrobras preso negocia delação
O ex-diretor da área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró começou a negociar acordos de delação premiada para falar sobre a compra da usina de Pasadena, nos Estados Unidos. O ex-diretor não deve citar o nome da presidente Dilma Rousseff.


Zero Hora

Manchete : “Ninguém vai tirar a legitimidade que o voto me deu”, afirma Dilma
Em Roraima, onde entregou chaves do Minha Casa Minha Vida, presidente disse que “aguenta pressão e ameaças”, um dia depois de novo panelaço. Pela manhã, antes de viajar, ela pedalou por Brasília. (Notícias| 8, 9, 17, 19 e 21)

Planalto busca apoio de empresários
Para evitar aprofundamento da crise econômica, eles agiriam como mediadores com o Congresso. (Notícias| 8, 9, 17, 19 e 21)

Inflação se aproxima de 10% em 12 meses
Em quatro regiões, incluindo a de Porto Alegre, alta de preços supera os dois dígitos. (Notícias| 8, 9, 17, 19 e 21)

O pacote de Sartori
Deputados recebem medidas com cautela
Criticados por sindicatos, projetos enviados à Assembleia preveem resultados a médio e longo prazos, sem resolver problema do atraso de salários. (Notícias| 10, 12 e 20)


Folha de S. Paulo

Manchete : ‘Ninguém tira a legitimidade que o voto me deu’, diz Dilma
Temer colocou cargo de coordenador político à disposição da presidente, mas ela rejeitou saída
Em meio ao pior momento da crise política que atinge seu governo, a presidente Dilma Rousseff afirmou em Roraima que aguenta pressões e ameaças. Ela clamou por estabilidade e respeito ao processo eleitoral. “Podem ter certeza de que honrarei o voto que me deram. Ninguém vai tirar essa legitimidade que o voto me deu”, disse durante entrega de casas populares. Dilma defendeu o governo e falou abertamente sobre a crise. No discurso, a presidente voltou a fazer referências ao seu passado de perseguida política durante a ditadura militar, menção que tem sido recorrente. “[O Brasil hoje] é uma democracia que respeita a eleição direta.” Anteontem (6), o vice Michel Temer (PMDB) deixou à disposição de Dilma seu cargo de coordenador político do governo, mas ela rechaçou a saída. Em rede social, o peemedebista confirmou que continua na função. As tensões políticas afetaram o mercado. O Ibovespa desvalorizou 2,87% e a Bolsa teve o menor patamar desde março. Para especialistas, esse cenário deve levar a uma maior desvalorização do real. (Poder a4 e Mercado a20)

Irmão de Dirceu admite ter recebido mesada de lobista
Em depoimento à Lava jato, o irmão do ex-ministro José Dirceu, Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, afirmou ter recebido “cerca de R$ 30 mil” mensais do lobista Milton Pascowitch “a título de ajuda para despesas variadas”. Ele não soube dizer a origem do dinheiro. (Poder a6)

Investigação sobre obra da gestão Aécio deve ser arquivada (Poder A6)

Foto-legenda : Flores em você
O ex-presidente lula distribui flores a militantes em seu instituto, em SP, em ato que teve abraço simbólico à sede e protesto contra “o ódio e a intolerância” após uma bomba ter sido jogada no local na quinta (30) (Poder a4)

Médicos pedem ao governo rapidez na aprovação de pesquisa clínica (B6)

‘Vamos ter de consertar o avião em pleno voo’
ENTREVISTA LUIZ CARLOS TRABUCO
Para superar a crise política que “retarda a retomada” da economia, Luiz Carlos Trabuco, 63, presidente do Bradesco, disse à Folha que Planalto e Congresso têm de se entender. “Vamos ter de consertar o avião em pleno voo. As pessoas precisam ter a grandeza de separar o ego do que é o melhor para o país.” Trabuco elogiou o ministro da Fazenda, ex-funcionário do banco. “[Joaquim] Levy é um homem de Estado, com formação irretocável. Tem objetivos cívicos, patrióticos, de dar sustentabilidade ao país.” Para ele, a retomada ocorrerá em meados de 2016, liderada por investimentos em infraestrutura. (Mercado a17)

WhatsApp é ‘pura pirataria’, afirma presidente da Vivo
Em evento do setor de TV paga, o presidente da Vivo, Amos Genish, classificou de “pirataria pura” o aplicativo WhatsApp, usado para enviar mensagens e para fazer chamadas via internet. Para ele, que cobra mais regulação, o serviço funciona como operadora de telefonia sem licença. Procurado, o WhatsApp não foi localizado para comentar a crítica. (Mercado a21)

Em SP, falhas encarecem e atrasam obra do monotrilho
Apresentado como solução rápida e barata para ligar a Vila Prudente à Cidade Tiradentes, em São Paulo, o monotrilho completa um ano em fase de testes com 2,9 km dos 26,7 km previstos entregues. Falhas tecnológicas e erros de projeto atrasaram e encareceram a obra do governo Geraldo Alckmin (PSDB), que deve demorar pelo menos até 2018 ao custo de R$ 7 bilhões. (Cotidiano B1)

André Singer
Presidente, se for para cair, que seja pelos bons motivos
Um colega diz que a economia só sairá do baixo-astral com medidas anticíclicas. Se for para cair, caia pelos bons motivos, presidente. Não por tentar, de modo inglório, cumprir o programa do adversário, no qual a senhora não acredita. (Opinião a2)

Editoriais
Leia “Vácuo de legitimidade”, sobre situação política da presidente Dilma Rousseff, e “Obscura Venezuela”, a respeito de cenário eleitoral do país. (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, 08 de Agosto de 2015 ás 08:01

Compartilhe nossa Matéria