Manchete dos Jornais nesta quarta-feira, 19 de outubro de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 19th outubro 2016

Proposta de delação de dono da Delta atinge PMDB e PSDB
Aloysio Nunes, Sérgio Cabral e Marconi Perillo foram citados por Fernando Cavendish em tentativa de acordo
O dono da Delta Engenharia, Fernando Cavendish, negocia acordo de delação em que pretende detalhar supostos pagamentos de propina a políticos de PMDB e PSDB relacionados a obras em São Paulo, Rio e Goiás, além de estatais federais como o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes e a Petrobrás. A negociação se dá no âmbito da Operação Saqueador, da qual o empresário foi alvo em junho, informam Fabio Serapião e Beatriz Bulla. Na proposta feita ao Ministério Público Federal do Rio e à Procuradoria- Geral da República, Cavendish cita, ao tratar de São Paulo, pagamentos supostamente feitos ao senador tucano Aloysio Nunes Ferreira. A Delta integrou consórcio responsável por um dos lotes da nova Marginal do Tietê. No anexo sobre o Estado do Rio, o empresário detalha relação com o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) e fala em desvios para conquistar obras como a do Maracanã. Outro anexo relata contratos com o governo do tucano Marconi Perillo…


O Globo

Manchete : Reforma só aliviará estados se incluir juízes e deputados
Déficit com inativos cresceu até 80%
Governadores querem que novas regras de aposentadoria se apliquem a Judiciário, Legislativo e Ministério Público. Executivo muitas vezes assume aposentados de outros órgãos
Os governadores querem que a reforma da Previdência inclua não só o Executivo dos estados, mas também Judiciário, Legislativo, Ministério Público, Tribunal de Contas e Defensoria Pública. A proposta conta com o apoio da equipe econômica do governo Temer. Levantamento do economista Raul Velloso e do consultor Leonardo Rolim mostra que, sem isso, o Orçamento dos estados continuará engessado. No Rio, esses outros órgãos respondem por 16% dos gastos com inativos e pensionistas. O déficit com o pagamento de aposentados do TJ do Rio cresceu 80% desde 2012. (Pág. 25)

As vacas e R$ 1 milhão por fora
Ricardo Pernambuco, acionista da Carioca Engenharia, disse ao MP que comprou 160 cabeças de gado superfaturadas do presidente da Alerj, Jorge Picciani, que lhe devolveu, por fora, R$ 1 milhão, revela CHICO OTAVIO. Segundo o delator da Lava-Jato, o negócio foi proposto por Picciani, que nega. (Pág.8)

‘Mulher tem que ser submissa’
Uma das frases do bispo Edir Macedo, fundador da Universal, compiladas em livro organizado por Marcelo Crivella, sustenta que as mulheres têm que ser submissas aos maridos, revela FERNANDO MOLICA. (Pág.4)

Freixo recua de ideia de aumentar IPTU
O candidato Marcelo Freixo (PSOL) suprimiu do programa de governo propostas que resultariam em aumento de IPTU. O tema foi explorado por Crivella na TV. (Pág. 3)

Ministro: facções preparam guerra
O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, disse que facções criminosas do Rio e de São Paulo, que teriam rompido um acordo, ameaçam fazer uma guerra dentro e fora dos presídios do país. (Pág. 12)

Sonegação até no mundo do forró
A Operação For All, da PF, investiga esquema de sonegação de impostos de R$ 500 milhões que envolve a banda Aviões do Forró, outros grupos do gênero e casas de shows. (Pág. 8)

Policiais de vias expressas têm gasolina de carros racionada
Com menos de um terço do efetivo ideal, o batalhão especial que faz o policiamento de vias expressas vive dias difíceis. Além de contar com apenas 270 PMs, a unidade sofre as consequências da crise e até a gasolina dos carros está sendo racionada. Ontem, mais um arrastão assustou motoristas na Linha Vermelha. (Pág. 13)

Congresso libera verba para Fies
O Congresso aprovou a liberação de R$ 702 milhões para destravar repasses de verbas a universidades e renovar 1,5 milhão de contratos do Fies. (Pág.23)

Colunas e Artigos
Elio Gaspari – De Samuelson para o presidente do Ipea: não tente bajular o governo (Pág. 22)

Roberto DaMatta – Limite de despesas públicas vai contra mordomias típicas do poder à brasileira (Pág. 23)

JOSÉ MÁRCIO CAMARGO E ANDRÉ GAMERMAN – Teto dos gastos é a legislação econômica mais importante desde o Plano Real (Pág. 25)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Proposta de delação de dono da Delta atinge PMDB e PSDB
Aloysio Nunes, Sérgio Cabral e Marconi Perillo foram citados por Fernando Cavendish em tentativa de acordo
O dono da Delta Engenharia, Fernando Cavendish, negocia acordo de delação em que pretende detalhar supostos pagamentos de propina a políticos de PMDB e PSDB relacionados a obras em São Paulo, Rio e Goiás, além de estatais federais como o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes e a Petrobrás. A negociação se dá no âmbito da Operação Saqueador, da qual o empresário foi alvo em junho, informam Fabio Serapião e Beatriz Bulla. Na proposta feita ao Ministério Público Federal do Rio e à Procuradoria- Geral da República, Cavendish cita, ao tratar de São Paulo, pagamentos supostamente feitos ao senador tucano Aloysio Nunes Ferreira. A Delta integrou consórcio responsável por um dos lotes da nova Marginal do Tietê. No anexo sobre o Estado do Rio, o empresário detalha relação com o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) e fala em desvios para conquistar obras como a do Maracanã. Outro anexo relata contratos com o governo do tucano Marconi Perillo. (Política A4)

Citados negam irregularidades
Aloysio Ferreira disse que qualquer menção a seu nome é “mentira”, Sérgio Cabral afirmou que “não há o que comentar” e Marconi Perillo, que as informações não procedem. (A4)

Lula quer afastar desembargador
A defesa do ex-presidente Lula entrou com recurso questionando a parcialidade do desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da Lava Jato no TRF. (A5)

Empreiteira citada na Lava Jato é vendida a sócio por R$ 2

Dois sócios da Engevix, empreiteira investigada na Operação Lava Jato, venderam suas participações ao terceiro acionista por R$ 1 cada. Gerson de Mello Almada e Cristiano Kok também terão despesas com advogados pagas por José Antunes Sobrinho, que passou a ser o único dono da empresa que chegou a faturar R$ 3 bilhões por ano. Negociando acordo de leniência, ele herdará dívida de R$ 2 bilhões a R$ 2,5 bilhões e conta com o tempo para vender negócios e tentar pagar pelo menos parte das dívidas. (Economia B9)

Venda de imóveis volta a crescer no País após 13 meses
O mercado imobiliário nacional registra uma retomada das vendas após 13 meses seguidos de queda. Em agosto, foram negociadas 9,2 mil unidades, um avanço de 1,4% na comparação com o mesmo mês de 2015, segundo pesquisa da Abrainc/Fipe. (Economia B6)

PCC e CV estão em guerra pelo controle do tráfico de droga
O Primeiro Comando da Capital (PCC), de São Paulo, e o Comando Vermelho (CV), do Rio, estão em guerra pelo comando do tráfico de drogas na fronteira do Brasil com Paraguai, Bolívia e Colômbia. A relação das facções, até então pacífica, vem se desgastando também pela disputa em alguns Estados. No fim de semana, 18 presos foram mortos em Boa Vista e Porto Velho. Por segurança, integrantes do PCC no Rio foram transferidos para presídios de inimigos do CV. (Metrópole A13)

Conta de luz fica mais barata em SP
A conta de luz de paulistas do interior e do litoral vai ficar mais barata. A Aneel aprovou corte de preços de 19,51% para residência e comércio. Na indústria, redução é de 28,64%. (Economia B1)

Ficha Limpa é usada para chantagear, diz Gilmar (Política A8)

Bolsa atinge maior patamar em quatro anos (Economia B8)

Foto-legenda : Protesto e pancadaria
Agentes do Metrô e estudantes entram em confronto em protesto contra reforma da educação. Em Brasília, o Congresso aprovou verba extra do Fies. (Metrópole A15)

Dora Kramer
Suas Excelências devem ir devagar com o andor que a paciência do eleitor é de barro. (Política A8)

Mônica De Bolle
O debate para aprimorar a PEC do Teto de Gastos é saudável e deve continuar. (Economia B2)

Notas&Informações
A cínica reforma da reforma – É estranho que depois de mensalão e Lava Jato haja defesa de doação eleitoral por empresas (A3)

No varejo, o resumo da crise – Desocupação, subemprego e inflação desgastaram a renda e afastaram consumidor (A3)


Folha de S. Paulo

Manchete : Recuperação deve ser mais lenta, dizem economistas
Quedas nas vendas do comércio e na produção industrial pioram projeções
O fim da recessão da economia, antes previsto para a segunda metade deste ano, pode ser adiado. Dados recentes da atividade econômica, mais fracos do que o esperado, têm levado economistas a rever projeções. Com a queda verificada na produção industrial e nas vendas do comércio em agosto, diversos analistas preveem que a economia pode repetir, no terceiro trimestre deste ano, o tombo observado nos três meses anteriores. O Bradesco reviu para baixo, pela segunda vez, sua previsão do PIB (soma de serviços e bens produzidos).
Os economistas do banco esperam queda de 0,8% no terceiro trimestre. Para os três meses seguintes, as projeções se deslocaram para o terreno negativo (-0,2%). Segundo o Goldman Sachs, a crise fiscal dos Estados se soma ao contexto negativo para o consumo e pode afetar a melhora da confiança. Mas fatores como o recuo mais recente da inflação e o provável corte de juros, previsto para esta quarta (19), deverão impulsionar a economia em 2017. (Mercado A13)

Queda na renda desacelera a partir do terceiro trimestre, mas desemprego ainda deve aumentar. (A15)

PF apura possível propina em caso do metrô paulista
Documentos obtidos pela Polícia Federal indicam o suposto pagamento de propina a promotor de Justiça de SP para favorecer empreiteiras em investigações no acidente em obra da linha 4-amarela do metrô. O desabamento matou sete pessoas em 2007. A Promotoria disse que pode investigar possíveis condutas ilegais. O consórcio responsável pela obra e o Metrô não comentaram. (Cotidiano B1)

Se governo parar a cada denúncia ficará difícil, diz Temer no Japão (Poder A7)

Foto-legenda : Aquecimento
O prefeito eleito de SP, João Doria, joga bola em campo de terra em Parelheiros (zona sul da cidade); na gestão do tucano, a Secretaria de Subprefeituras deve ter orçamento maior e acumular funções de outras pastas (Cotidiano B5)

Crivella compôs música irônica sobre reação a chute em santa
Senador e candidato a prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB) ironizou, em música de sua autoria, a reação ao episódio em que um bispo da Igreja Universal chutou uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, durante programa de TV em 1995. “Um chute na heresia” foi lançada por Crivella, bispo licenciado, em 1998. Em nota, ele não fez comentários específicos sobre a canção. “Se ofendi alguém, peço desculpas”, disse. (Poder A4)

Marcelo Coelho
Escrachar políticos em locais públicos é um ato covarde, impiedoso e vulgar
De todos os políticos que têm sido escrachados em aeroportos, certamente Eduardo Cunha é quem menos atrai minha simpatia. Mas qualquer cena do tipo é horrível de ver. Há impiedade, linchamento, covardia. Isso não é cristão, judaico, budista, muçulmano, humano. É baixo, é vulgar. Quem faz isso não se sente impotente, injustiçado ou oprimido, mas autorizado a liberar instintos mais baixos, sem reprovação dos iguais (Ilustrada C6)

Painel
Tarso Genro lança Fernando Haddad à presidência do PT (Poder A4)

Editoriais
Leia “Hora de cortar”, sobre redução da taxa Selic, e “Merenda legislativa”, acerca de denúncia de pagamento de propina na Assembleia de São Paulo. (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Quarta-Feira, 19 de Outubro de 2016

Compartilhe nossa Matéria