Manchete dos Jornais nesta quarta-feira, 20 de julho de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 20th julho 2016

Por agenda de Temer, Maia quer adiantar votação sobre Cunha
Presidente da Câmara afirma que decisão pode ocorrer a partir da segunda semana de agosto, após recesso
O novo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou ontem que a votação da cassação do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) poderá ser realizada a partir da segunda semana de agosto. O Planalto deseja uma definição rápida da questão para liberar o plenário da Câmara para votar projetos considerados importantes para a retomada da economia, como o que trata de limites para gastos públicos e o que muda o modelo de exploração do pré- sal. Os deputados estão em recesso até agosto, mas o quorum a partir de então é incerto. Tradicionalmente, o Congresso fica esvaziado nos meses que antecedem as eleições, quando ocorre o chamado “recesso branco”. Maia quer convocar os parlamentares de segunda a quarta-feira em agosto, para que cuidem das eleições nos demais dias da semana. O processo contra Cunha na Câmara teve início em outubro de 2015, mas, desde então, o deputado e seus aliados manobraram para atrasar a tramitação do caso e tentar anulá-lo…


O Globo

Manchete : Combate ao terror reunirá agentes de cem países
Reforço internacional à segurança dos Jogos começa semana que vem
Autoridades estudam até adotar, se necessário, bloqueio de sinal de telefonia celular em áreas com instalações olímpicas. Medida foi testada durante visita de

Barack Obama ao Rio, em 2011
Agentes de serviços de inteligência de cem países se integram semana que vem ao esquema de segurança da Olimpíada do Rio. A colaboração consiste, principalmente, na troca e na análise de informações que evitem ações terroristas. O secretário de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça, Andrei Rodrigues, disse a VERA ARAÚJO que, se necessário, o sinal de telefonia celular poderá ser bloqueado em áreas com instalações olímpicas. Ontem, militares simularam patrulhamento no Flamengo e no Galeão. (Pág. 8)

França desmente ter alerta de atentado
O governo francês negou ontem que um terrorista brasileiro, como publicara o “Libération”, planejasse ataque durante a Rio-2016. (Pág. 8)

Aeroportos vão iniciar serviços mais cedo (Pág. 9)

Bloqueio de WhatsApp cria polêmica
Serviço ficou fora do ar por cinco horas. Juíza do Rio determinou bloqueio após WhatsApp se recusar a desviar mensagens. STF derrubou decisão por entender que violava a garantia da liberdade de expressão. (Págs. 19 e 20)

Pacote contra a corrupção
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, prometeu concluir em dezembro a votação do pacote de medidas contra a corrupção. (Págs. 3)

Colunas
MERVAL PEREIRA – Pacote de combate à corrupção é desafio de Maia (Pág. 4)

MÍRIAM LEITÃO – Invenções na economia são risco para a retomada (Pág. 20)

ELIO GASPARI – Temer estabiliza seu governo com sangue-frio (Pág. 16)

ANCELMO GOIS – Jogos: renda no Rio cresce acima da média nacional (Pág. 12)

ZUENIR VENTURA – Mundo tenta exportar para nós o terrorismo (Pág. 17)


O Estado de S. Paulo

Manchete : WhatsApp sofre 3º bloqueio; governo prepara regulação
STF liberou aplicativo após 4 horas; Ministério da Justiça quer regulamentar acesso a dados de empresas
O bloqueio por quatro horas do WhatsApp por ordem da Justiça do Rio exigiu intervenção do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski. Ele suspendeu decisão de Daniela de Souza, da 2.ª Vara Criminal de Duque de Caxias. A juíza argumentou que o Facebook, dono do WhatsApp, se recusou a fornecer informações para investigação criminal e respondeu em inglês, “em total desprezo às leis nacionais”, tratando o Brasil “como republiqueta”. Em sua liminar, Lewandowski citou a “garantia da liberdade de expressão, comunicação e manifestação de pensamento” e considerou a decisão da juíza “pouco razoável e proporcional”. Após se reunir com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, defendeu regulamentação do fornecimento de informações à Justiça por empresas e disse que o governo prepara projeto sobre o tema. (Metrópole A11 a A13)

Empreiteiras deram R$ 30 mi a empresa ligada a Jucá
Citada em delação de ex-executivo da Andrade Gutierrez como empresa usada para repassar propina ao senador Romero Jucá (PMDB-RR), a Ibatiba recebeu R$ 30 milhões de empreiteiras investigadas na Lava Jato. Segundo o Ministério Público Federal, repasses têm como origem a própria Andrade, a Mendes Júnior e a OAS. Presidente em exercício do PMDB, Jucá é alvo de três inquéritos no STF. (Política A4)

Segurança na Olimpíada
Marinha realizou desembarque de fuzileiros no Aterro do Flamengo; governo francês reconheceu ser falsa a informação sobre possibilidade de atentado terrorista contra sua delegação no Rio. (Esportes A16)

ANP alivia regra de conteúdo local
Em decisão inédita, a ANP disse não haver no País embarcações de apoio que atendam às regras de conteúdo local, um dos pilares petistas no setor de petróleo. (Economia B1)

Temer diz que vai resistir a pressões
Michel Temer diz que enfrentará “todas as resistências” para aprovar as reformas da Previdência e trabalhista. “Mesmo se tiver manifestações, vamos enfrentar.” (Economia B3)

Dora Kramer
Pedra no caminho – Tida como questão de dias, semanas no máximo, a cassação de Eduardo Cunha já não é a mesma fava contada de antes do início do recesso. (Pág. a6)

Notas&Informações
A Fiesp erra o alvo – Não é hora de entidade com enorme responsabilidade política ficar nas meias tintas (A3)

Há lei no País – Ter milhões de usuários deve ser acicate para que o Facebook cumpra exemplarmente a legislação (A3)


Folha de S. Paulo

Manchete : Por agenda de Temer, Maia quer adiantar votação sobre Cunha
Presidente da Câmara afirma que decisão pode ocorrer a partir da segunda semana de agosto, após recesso
O novo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou ontem que a votação da cassação do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) poderá ser realizada a partir da segunda semana de agosto. O Planalto deseja uma definição rápida da questão para liberar o plenário da Câmara para votar projetos considerados importantes para a retomada da economia, como o que trata de limites para gastos públicos e o que muda o modelo de exploração do pré- sal. Os deputados estão em recesso até agosto, mas o quorum a partir de então é incerto. Tradicionalmente, o Congresso fica esvaziado nos meses que antecedem as eleições, quando ocorre o chamado “recesso branco”. Maia quer convocar os parlamentares de segunda a quarta-feira em agosto, para que cuidem das eleições nos demais dias da semana. O processo contra Cunha na Câmara teve início em outubro de 2015, mas, desde então, o deputado e seus aliados manobraram para atrasar a tramitação do caso e tentar anulá-lo. (Poder a4)

Isenção de visto está mais difícil, diz novo embaixador do Brasil nos EUA (Mundo a12)

Foto-legenda : Normandia carioca
Fuzileiros navais desembarcam no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro, em treinamento que simulava protesto violento na região; segundo a Marinha, as vias marítimas foram testadas como opção para o deslocamento de tropas na cidade durante os Jogos Olímpicos (Esporte B7)

STF manda liberar WhatsApp após nova interrupção
Uma juíza do Rio determinou ontem o terceiro bloqueio ao WhatsApp no país. O aplicativo ficou fora do ar por cinco horas, até o presidente do STF, Ricardo Lewandowski, derrubar a decisão. A magistrada diz que o WhatsApp virou ferramenta para criminosos. (Mercado a13)

Mario Andrada e Silva
Já não existe mais aquele Rio sem os Jogos Olímpicos
O Rio é uma cidade olímpica. Nunca mais será a mesma. Parar o bonde, pedir para descer, querer cancelar os Jogos, nada disso existe. A realidade do Rio é um copo cheio de novidades. (Opinião a3)

MARIO ANDRADA E SILVA é diretor executivo de Comunicação do Comitê Organizador da Olimpíada do Rio-2016

Editoriais
Leia “Proteger os Jogos”, a respeito de riscos à segurança na Olimpíada, e “Memória indelével”, acerca de debate sobre o direito ao esquecimento. (Opinião a2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Quarta-Feira, 20 de julho de 2016

Compartilhe nossa Matéria