Manchete dos Jornais nesta Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

266

Deputados rejeitam sistema do distritão para eleição de 2018
Plenário da Câmara derrubou proposta que estava sendo debatida havia meses; 205 deputados foram favoráveis à matéria, mas eram necessários 308 votos
Em votação que encerrou uma discussão de meses, o plenário da Câmara dos Deputados rejeitou, na noite de ontem, a mudança do sistema de eleição para o Legislativo do País. Os parlamentares recusaram a proposta de transição do atual sistema, chamado de proporcional, para o distritão nas eleições de 2018, quando serão eleitos deputados estaduais e federais, e de 2020, para a escolha de vereadores. Em 2022, entraria em vigor o distrital misto. A proposta de emenda à Constituição teve 205 votos favoráveis, mas, por se tratar de uma PEC, eram necessários 308 para sua aprovação. Votaram contra o texto 238 deputados. A matéria foi derrubada em primeiro turno e não pode mais ser discutida no Congresso Nacional neste ano…

—————————————————————

O Globo

Manchete: Trump faz discurso belicoso na ONU e alarma o mundo
Americano ameaça ‘destruir totalmente’ a Coreia do Norte
Ataques a acordo nuclear com Irã e a Cuba também provocam reação até de líderes de países aliados dos EUA; Macron diz que manter tratado com iranianos é ‘essencial para a paz’ e defende multilateralismo
Até líderes de países aliados dos Estados Unidos condenaram o discurso do presidente americano, Donald Trump, na Assembleia Geral da ONU. Em tom agressivo, estranho a um fórum multilateral, Trump ameaçou “destruir totalmente” a Coreia do Norte, país de 25 milhões de habitantes; atacou o acordo nuclear com o Irã, que classificou de “embaraço para os EUA”; e sugeriu que agirá contra o governo do venezuelano Maduro. A reação mais imediata foi do francês Macron, que defendeu “o bom” acordo com o Irã e disse que a França segue acreditando no diálogo com os norte-coreanos. Já o israelense Netanyahu apoiou Trump. (Págs. 27 e 28)

Raquel só mantém dois da Lava-Jato
A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, manteve apenas dois dos dez procuradores da equipe da Lava-Jato. As delações devem ter menos peso a partir de agora. Entre suas diretrizes estão o aprofundamento das investigações, a técnica e a discrição. (Pág. 3)

Temer ignora crise e fala em ‘novo Brasil
Em discurso na ONU, o presidente não mencionou as denúncias e defendeu as reformas. Criticado na área ambiental, citou queda no desmatamento. (Pág. 6)

Lula é réu pela 7ª vez, acusado de vender MP (Pág. 4)

Editorial
“Temer manipula ideia do ‘abuso de autoridade’” (Pág. 18)

Colunistas
MERVAL PEREIRA
STF deve enviar denúncia contra Temer à Câmara. (Pág. 4)

MÍRIAM LEITÃO
Na ONU, fakenews de Temer sobre a Amazônia. (Pág. 22)

JBS ameaça levar o BNDES à Justiça
Após assumir a gestão da JBS, José Batista Sobrinho acusou o presidente do BNDES de causar prejuízos à empresa e ameaçou processar o banco. (Pág. 21)

Mulher é esfaqueada e morta em Icaraí
Bandido morre em tiroteio no estacionamento do RioSul
A aposentada Maria Alcina Gil, de 66 anos, foi morta a facadas ontem ao tentar escapar de assaltantes em Icaraí, Niterói. Em Botafogo, um bandido morreu em troca de tiros com policiais no estacionamento do RioSul. Na Rocinha, traficantes adotaram técnicas de milícia e passaram a cobrar taxas dos moradores. O secretário de Segurança, Roberto Sá, admitiu que a polícia falhou ao não evitar a guerra na comunidade. (Págs. 10 e 11)

Exército vai à rua para reaver pistola
Fora das ruas há um mês, o Exército mobilizou 500 homens e blindados para recuperar, em favela, arma roubada de sargento. (Pág. 12)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Deputados rejeitam sistema do distritão para eleição de 2018
Plenário da Câmara derrubou proposta que estava sendo debatida havia meses; 205 deputados foram favoráveis à matéria, mas eram necessários 308 votos
Em votação que encerrou uma discussão de meses, o plenário da Câmara dos Deputados rejeitou, na noite de ontem, a mudança do sistema de eleição para o Legislativo do País. Os parlamentares recusaram a proposta de transição do atual sistema, chamado de proporcional, para o distritão nas eleições de 2018, quando serão eleitos deputados estaduais e federais, e de 2020, para a escolha de vereadores. Em 2022, entraria em vigor o distrital misto. A proposta de emenda à Constituição teve 205 votos favoráveis, mas, por se tratar de uma PEC, eram necessários 308 para sua aprovação. Votaram contra o texto 238 deputados. A matéria foi derrubada em primeiro turno e não pode mais ser discutida no Congresso Nacional neste ano. (POLÍTICA / PÁG. A4)

Lula vira réu por corrupção na ‘venda’ de MP de 2009
O juiz Vallisney Oliveira, da 10.ª Vara Federal, aceitou denúncia do MPF contra o ex-presidente Lula. O petista é acusado de corrupção passiva na “venda” da MP 471, de 2009, que prorrogou incentivos fiscais para montadoras. Caso foi revelado pelo Estado em 2015. (POLÍTICA / PÁG. A8)

O time de Raquel Dodge
A procuradora-geral Raquel Dodge oficializou a troca da equipe do MPF na Lava Jato. Ela manteve dois auxiliares de Janot no time. (PÁG. A6)

Trump vai à ONU e ameaça ‘destruir’ a Coreia do Norte
O presidente dos EUA, Donald Trump, fez sua estreia na ONU com um discurso nacionalista e belicoso, no qual ameaçou “destruir totalmente” a Coreia do Norte, atacou os governos de Irã, Venezuela e Cuba e fez uma defesa enfática de Estados soberanos fortes. “A Coreia do Norte tem de reconhecer que a desnuclearização é seu único futuro aceitável”, disse Trump, que se referiu ao ditador Kim Jong-un como “homem- foguete em missão suicida”. As palavras “multilateralismo” e “negociação” não foram mencionadas. O presidente Michel Temer também discursou. (INTERNACIONAL / PÁGS. A12 e A13)

Devolver R$ 180 bi afeta concessões, diz BNDES (Economia / Pág. B1 e B2)

Terremoto deixa ao menos 147 mortos no México
Um terremoto de 7,1 graus na escala Richter atingiu o México ontem, 12 dias após o tremor de 8,2 graus registrado no sul do país. O novo abalo deixou pelo menos 147 mortos. Na Cidade do México, a capital do país, 49 prédios desabaram. Numa escola foram encontrados 25 corpos, 21 deles de crianças. O tremor devastou áreas dos Estados de Morelos e de Puebla. Há cerca de 4 milhões de pessoas sem energia. O epicentro foi registrado a 57 quilômetros de profundidade, a oeste de Chiautla de Tapia. O sismo foi sentido em Oaxaca, região afetada no dia 8, quando morreram 98 pessoas. (INTERNACIONAL / PÁG. A10)

Notas & Informações
Quebrou-se o mito
A Constituição não confere poderes absolutos ao Ministério Público, mas, da forma como ele está organizado, sem hierarquia funcional, cada membro da instituição torna-se a própria instituição. (PÁG. A3)

A visão tacanha de Trump
A retórica inflamada de Trump nada tem a ver com o que se espera de um estadista. (PÁG. A3)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete : Novo tremor no México causa morte e destruição
Sismo próximo à capital matou mais de cem; 12 dias antes, 98 morreram
Doze dias após tremor no sul do país, um abalo de magnitude 7,1 atingiu ontem a Cidade do México e mais seis Estados. A tragédia, que deixou ao menos 149 mortos, coincidiu com o dia em que se completaram 32 anos do sismo que matou 10 mil. De acordo com o Itamaraty, não havia registro de brasileiros entre os mortos. O tremor derrubou pontes e passarelas, abriu fenda no acesso a terminal do aeroporto e causou rachadura no teto do estádio Azteca. Na hora do abalo, o presidente Enrique Pena Nieto viajava a Oaxaca, Estado mais afetado no dia 7. (Mundo A12)

Na ONU, Trump ameaça destruir a Coreia do Norte
Em discurso na Assembleia Geral da ONU, o presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou “destruir totalmente” a Coreia do Norte se o ditador Kim Jong-un, que tem promovido testes com mísseis, continuar a ameaçar seu país e aliados. No mesmo evento, o presidente Michel Temer disse que no último ano o Brasil reduziu mais de 20% do desmatamento na Amazônia. Ele não citou a crise política no país. (Mundo A14 e A15)

LUPA
Em 2016, Amazônia perdeu mais área verde que em 2015. (A 5)

STF decide hoje se trava denúncia contra Temer
O ministro Edson Fachin, do STF, rejeitou solicitação de Temer para devolverá Procuradoria-Geral a nova denúncia contra ele, sob o argumento de que julgamento sobre pedido para suspender a tramitação da acusação já começou. O debate na corte será retomado hoje. (Poder A5)

Câmara rejeita distritão e distrital misto, pilares da reforma política (Poder a11)

Lula se torna réu pela sétima vez, sob acusação de corrupção passiva (Poder a8)

Governo edita MP que pode destravar ações em estradas
Medida provisória que beneficia as concessionárias de rodovias com prazo maior para obras (de cinco para 14 anos) deve destravar o setor. A MP também dá espaço para que concessões sejam vendidas. (Mercado A17)

Governo tem duas propostas para Infraero sobreviver sem Congonhas. (A20)

Vinícius Torres Freire
Meirelles segura na mão de Deus e vai, rumo a 2018
Desde junho, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, vai a festas e palestras de evangélicos. Se é uma estratégia de pré-candidatura, faz sentido. Caso consiga difundir seu nome entre esses eleitores, pode ter alguns pontos nas pesquisas. Torna-se, então, presidenciável. (Mercado A20)

Editoriais
Leia “Mr. Trump vai à ONU”, sobre discurso do presidente dos Estados Unidos, e “Ensino laico”, a respeito de aulas de religião nas escolas públicas. (Opinião a2)

————————————————————————————




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *