Manchete dos Jornais nesta quinta-feira, 04 de fevereiro de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 4th fevereiro 2016

Presidente vai à TVe é alvo de novo panelaço
Dilma Rousseff foi alvo de panelaço ontem em São Paulo, Rio e outras capitais. Moradores de vários bairros da capital protestaram durante pronunciamento de seis minutos em cadeia de rádio e TV sobre zika e doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. As manifestações, porém, foram mais fracas que as convocadas no ano passado. Anteontem, a presidente havia sido vaiada no Congresso, mas disse que não ficou “nem um pouco” chateada. Ao lado dela em evento no interior, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) foi vaiado duas vezes. 

Para blindar Lula, Planalto apoia CPIs contra tucanos
O PT, com aval do Planalto, vai tentar blindar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e evitar que as investigações da Lava Jato afetem o governo de Dilma Rousseff. Como resposta ao plano de criação de uma CPI da Bancoop, para apurar a relação da família do ex-presidente com um condomínio no Guarujá, o partido vai propor comissões que têm como alvo governos tucanos, de São Paulo e de Minas…


O Globo

Manchete: Taxa extra na conta de luz será menor
Bandeira vermelha acabará
Em março, custo adicional cairá de R$ 3 para R$ 1,50. Na média, tarifa terá redução de 3%
Em março, o governo substituirá a bandeira vermelha pela amarela nas contas de luz e, com isso, a taxa extra vai cair de R$ 3 para R$ 1,50 a cada cem quilowatts-hora consumidos. O valor da conta ficará, em média, 3% menor. É a quarta medida recentemente adotada para baratear a energia. No total, será um alívio de 10%, após aumentos que superaram 50% no ano passado. (Pág. 17)

Fala de Dilma é alvo de panelaço
O pronunciamento da presidente Dilma sobre a epidemia de zika, em cadeia de rádio e TV, foi alvo de panelaço no Rio, em São Paulo e outras cidades. Ela pediu união contra o mosquito e o vírus. O risco de transmissão sexual do zika está sendo estudado. (Pág. 6)

OAS pagou cozinhas de sítio e tríplex
Notas fiscais mostram que a empreiteira OAS pagou as obras da cozinha do sítio de Atibaia, frequentado pelo ex-presidente Lula no interior de São Paulo. A cozinha do tríplex em Guarujá, que já foi de Lula, também foi paga pela empreiteira. A ligação do ex-presidente com o tríplex e o sítio está sendo investigada pela Lava-Jato e pelo MP de São Paulo. (Pág. 4)

Supremo decidirá se torna Renan réu
Aliado do governo Dilma, o presidente do Senado, Renan Calheiros, pode se tornar réu, caso o STF aceite denúncia de que pagou pensão a uma filha com dinheiro da Mendes Júnior. O senador responde a seis inquéritos na Lava-Jato. (Pág. 3)

Lobista cita Dirceu e Aécio em delação
Depois de reconhecer que mentiu à Justiça, o lobista Fernando Moura acusou José Dirceu (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB) de receberem propina. (Pág. 4)

Pezão faz empréstimo de R$ 1 bi para salários
Servidores estaduais foram às ruas ontem protestar contra o pacote de austeridade fiscal enviado à Assembleia Legislativa pelo governador Luiz Fernando Pezão. Cerca de 4 mil pessoas se concentraram na porta do Palácio Tiradentes, sede do Legislativo. Em meio à pressão do funcionalismo, Pezão obteve empréstimo de R$ 1 bilhão do Banco do Brasil, autorizado pela União, para pagar salários e tentar amenizar a crise no estado, que tem previsão de déficit de R$ 20 bilhões este ano. (Pág. 8)


O Estado de S. Paulo

Manchete: Dilma reduz meta do Minha Casa em 1 milhão de moradias
Presidente admite que não cumprirá promessa de campanha de entregar 3 milhões de imóveis até 2018
A presidente Dilma Rousseff reconheceu oficialmente, pela primeira vez, que não cumprirá a meta de campanha à reeleição de construir 3 milhões de moradias na terceira etapa do Minha Casa Minha Vida até o fim de seu mandato, em 2018. “Nós tivemos de rever os valores. Nós também passamos por dificuldades.O Brasil passa por dificuldades. Nós estamos calculando que iremos fazer em torno de 2 milhões a mais de moradias”, disse ontem. A primeira promessa de Dilma de 3 milhões de moradias foi em julho de 2014, na véspera do começo da campanha eleitoral. De lá para cá, o início da nova fase do programa foi adiado sucessivas vezes. Em outubro, quando o Estado informou que não restaria saída ao governo a não ser rever a meta, o Ministério das Cidades disse que ela continuava de pé. Anteontem, no Congresso, a presidente voltou a prometer a retomada do programa. (Economia/ Pág. B1)

Presidente vai à TVe é alvo de novo panelaço
Dilma Rousseff foi alvo de panelaço ontem em São Paulo, Rio e outras capitais. Moradores de vários bairros da capital protestaram durante pronunciamento de seis minutos em cadeia de rádio e TV sobre zika e doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. As manifestações, porém, foram mais fracas que as convocadas no ano passado. Anteontem, a presidente havia sido vaiada no Congresso, mas disse que não ficou “nem um pouco” chateada. Ao lado dela em evento no interior, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) foi vaiado duas vezes. (Política/ Pág. A10)

Lobista volta a acusar Dirceu e cita Aécio em depoimento
O lobista Fernando Moura voltou a afirmar, ao juiz Sérgio Moro, que o ex-ministro José Dirceu indicou Renato Duque para a Petrobrás. Ele disse que Dirceu confirmou a indicação em 2003. Segundo a Lava Jato, Duque arrecadava propina no esquema de corrupção na empresa. No depoimento anterior Moura não acusou Dirceu. Depois, disse que mentiu por ter se sentido “ameaçado”. Ele ainda citou a participação do senador Aécio Neves (PSDB) nas tratativas para a composição da diretoria de Furnas na gestão de Lula. A assessoria de Aécio negou.(Política/ Pág.A5)

Para blindar Lula, Planalto apoia CPIs contra tucanos
O PT, com aval do Planalto, vai tentar blindar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e evitar que as investigações da Lava Jato afetem o governo de Dilma Rousseff. Como resposta ao plano de criação de uma CPI da Bancoop, para apurar a relação da família do ex-presidente com um condomínio no Guarujá, o partido vai propor comissões que têm como alvo governos tucanos, de São Paulo e de Minas. (Política/ Pág.A4)

MP investiga mudança para sítio
O Ministério Público Federal requereu à Granero Transportes documentos sobre a mudança do ex-presidente Lula de Brasília para São Paulo ao deixar o governo. O objetivo é confirmar se a empresa levou objetos do petista para sítio em Atibaia. (Pág. A4)

Supremo vai julgar denúncia contra Renan
O plenário do Supremo Tribunal Federal decidirá se o presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL),deve se tornar réu e responder a ação penal por peculato, falsidade ideológica e uso de documento falso. O caso remonta a escândalo sob investigação na Corte desde 2007. Anteontem, o relator do processo, Luiz Edson Fachin, liberou para julgamento a decisão sobre recebimento da denúncia. (Política/ Pág.A7)

EUA liberam ação em grupo contra Petrobrás (Economia/ Pág. B5)

Conta de luz deve cair 7% em março com redução de taxa
As contas de luz devem ter queda de 7% com a substituição da bandeira vermelha pela amarela. A taxa extra vai cair de R$ 3 para R$ 1,50 a partir de março. A mudança será possível porque, com a melhora no nível dos reservatórios das hidrelétricas, sete térmicas foram desligadas, o que pode reduzir em R$ 7 bilhões o custo de geração de energia. (Economia/ Pág. B7)

MEC não limitará reajustes do Fies
O Ministério da Educação não limitará mais o reajuste de mensalidade paga com Financiamento Estudantil. A medida foi adotada em 2015 para conter gastos.(Metrópole/ Pág. A18)

Governo perde em votação de ajuste
Na primeira votação da Câmara no ano, o governo saiu derrotado. Deputados aprovaram a MP que eleva tributos sobre ganho de capital, mas reduziram a alíquota.(Economia/ Pág. B3)

Foto-legenda: Zika vírus e microcefalia
Mulher segura bebê com suspeita de microcefalia: Pernambuco confirmou ontem 12 casos da má-formação ligados ao zika. Países latinos combaterão epidemia juntos. (Metrópole/ Págs. A14 e A15)

Eugênio Bucci
Corrupção do passado ao futuro
A escola pátria de promiscuidade está com os dias contados. Seu modo vicioso de se fazer negócio caiu na obsolescência e vai ser aposentado. (Espaço Aberto/ Pág. A2)

Notas & Informações
Discurso vazio
Continuamos sem um governo capaz de nos tirar dessa profunda crise econômica, política e moral. (Pág. A3)

Cunha não decepciona
Presidente da Câmara e sua tropa de choque retomaram seu já conhecido cardápio de artimanhas. (Pág. A3)


capa (12)EPIDEMIA
Exame comprova infecção por zika em 12 bebês com microcefalia em Pernambuco
PESQUISA
USP estuda se alguns bebês têm gene protetor contra microcefalia
AEDES AEGYPTI
América Latina fará compra conjunta de remédio para síndrome ligada à zika
ABRE E FECHA
Abre e fecha: confira horários de bancos, shoppings e serviços públicos em Curitiba no carnaval
MARCO LEGAL DA PRIMEIRA INFÂNCIA
Senado aprova ampliação de licença-paternidade para até 20 dias
AÚDIO NO WHATSAPP
Contra o Uber, taxistas ameaçam incendiar qualquer carro preto em SP
MG E ES
Samarco, Vale e BHP Billiton pedem nova prorrogação para depósito de R$ 2 bilhões
JACAREZINHO
Motoristas conseguem na Justiça isenção de pedágio em praça no Paraná
CÂMARA MUNICIPAL
Câmara de Curitiba começa a discutir aumento de salário para vereadores
ACIDENTE EM CURITIBA
MPF emite parecer pela confirmação da suspensão do júri de Carli Filho
FISCALIZAÇÃO
Receita dobrou apreensão de medicamentos irregulares em 2015
OFENSIVA
300 deputados assinam manifesto contra decisão do STF sobre rito do impeachment
CRISE POLÍTICA
Cunha ameaça paralisar a Câmara enquanto STF não julgar recurso sobre impeachment
LAVA JATO
Delator cita envolvimento de Aécio na divisão de propina de Furnas
LAVA JATO
Delator de Dirceu que admitiu ter mentido em depoimento relata suposta ameaça. Veja o vídeo
JUSTIÇA
TC condena dois vereadores e cinco ex-vereadores a devolver R$ 2,2 milhões
CARNAVAL
Presidente do PT ignora crise e diz que ‘é hora de sambar’
CHOCOLATE
Páscoa terá ovos menores e preços reajustados abaixo da inflação
DÍVIDA
Argentina faz pré-acordo com credores italianos para pagar US$ 900 milhões
ENERGIA
Governo anuncia bandeira amarela na conta de luz em março
E-COMMERCE
Pequenas empresas ignoram potencial de vendas pela internet


Folha de S. Paulo

Manchete: Surto de zika e dengue gera corrida para atrair médicos
Prefeituras recorrem a contratações temporárias e hospitais improvisados
Com o avanço da dengue e o medo da zika, prefeituras recorrem à contratação de médicos temporários e a hospitais de campanha para tratar pacientes infectados pelo mosquito Aedes aegypti, que transmite as doenças. Há prefeituras oferecendo até R$ 1.200 por dia para atrair profissionais temporários. Mas cidades com epidemia ou em estado de emergência enfrentam dificuldade para encontrar médicos. Medidas de emergência foram adotadas em cidades de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná. Especialistas classificam as ações como paliativas e defendem o combate a focos de proliferação do mosquito. Nesta semana, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou emergência mundial devido à suspeita de ligação do vírus da zika com casos de microcefalia. O Brasil já registrou 404 casos confirmados de recém-nascidos com má- formação. Em pronunciamento, a presidente Dilma pediu engajamento de toda a sociedade contra o mosquito e disse que o combate à zika é uma “luta urgente”. (Cotidiano B1)

‘Consórcio’ atuou em imóvel usado por Lula, dizem testemunhas
Segundo testemunhas e depoimentos colhidos pelo Ministério Público, ao menos três empresas participaram de obra em sítio frequentado por Lula em Atibaia (SP). São elas Usina São Bernardo, de José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente, Odebrecht e OAS. Todas são investigadas pela Laja Jato. Instituto Lula, OAS e defesa de Bumlai não comentaram. A Odebrecht disse que não atuou no local. (Poder A4)

Ex-ministro diz ser ‘normal’ empresa pagar obra em sítio
Chefe de gabinete do ex presidente Lula, o ex-ministro Gilberto Carvalho disse à Folha considerar a “coisa mais normal do mundo” a empreiteira Odebrecht ter bancado a reforma de um sítio usado pelo ex- presidente. Ele argumenta que não existe relação de causa e efeito entre a obra e algum eventual benefício público dado à empresa. (Poder A7)
Preso, Delcídio diz ao STF que atuação no mensalão lhe tirou o apoio do PT (Poder A7)

Supremo julgará se Renan será alvo de processo penal
O STF julgará se será aberto processo penal contra Renan Calheiros (PMDB-AL). O presidente do Senado foi denunciado por possível uso de recursos de empreiteira, em 2007, para pagamento de pensão a uma filha que teve fora do casamento. Se o STF acatar a denúncia, Renan se tornará réu. Ele disse ter “interesse no esclarecimento dos fatos”. (Poder A9)

No interior paulista, Alckmin é vaiado, e Dilma, aplaudida
A presidente Dilma (PT) foi aplaudida e o governador de SP, Geraldo Alckmin (PSDB), vaiado em evento de entrega de casas do programa Minha Casa, Minha Vida, em Indaiatuba (SP). Para o Diretório Estadual tucano, petistas orquestraram as vaias a Alckmin. À noite, Dilma foi alvo de panelaço ao falar sobre o vírus zika na TV. (Poder A4 e A8)

TCU veta verba da Lei Rouanet para projetos lucrativos
Por determinação do Tribunal de Contas da União, eventos culturais com “potencial lucrativo” serão proibidos de receber incentivos fiscais via Lei Rouanet. O Rock in Rio é um dos que se enquadram nessa situação. Segundo o Ministério da Cultura, nos últimos quatro anos a renúncia do governo superou R$ 5 bilhões. (Poder A9)

Greve em aeroporto deve ser retomada depois do Carnaval
Depois de uma paralisação que atingiu 12 aeroportos do país das 6h às 8h da quarta (3), causou 20 cancelamentos e 55 atrasos, entre 300 voos programados, aeronautas prometem que não haverá greve durante o Carnaval. Ela pode ser retomada em 12 de fevereiro, segundo sindicato do setor, que pede reajuste de 11%. (Mercado A12)

Editoriais
Leia “A merenda, de novo”, sobre suspeitas de corrupção em SP, e “Embriões alterados”, acerca de modificações genéticas nesses organismos. (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Quinta-Feira, 04 de Fevereiro de 2016

Compartilhe nossa Matéria