Manchete dos Jornais nesta quinta-feira, 10 de março de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 10th março 2016

Boas notícias, só que não
Inflação dá trégua – Em fevereiro, alta de preços ficou em 0,90%, abaixo do 1,27% de janeiro. Mas foi a recessão que segurou os reajustes…
Dólar cai para R$ 3,69 – Perspectiva dos analistas de mercado de que impeachment se tornou mais provável derrubou cotações…
PT pode receber o mesmo ‘não’ que derrubou Collor
O PT chamou a população para defender o ex-presidente Lula nas ruas e agora corre o risco de ouvir como resposta no próximo domingo (13) o mesmo “não” que derrubou o então presidente Fernando Collor em 1992.


O Globo

Manchete : MP de São Paulo denuncia Lula por lavagem e falsidade
Pedido se refere a tríplex de Guarujá e envolve dona Marisa e Lulinha
PF encontra em depósito caixas de mudança do ex-presidente com referências a ‘praia’ e ‘sítio’
O MP de São Paulo denunciou o ex-presidente Lula por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. O pedido de abertura de processo diz respeito ao tríplex de Guarujá reformado para Lula e investigado pela Lava-Jato. Para os promotores, o ex-presidente teria tentado ocultar patrimônio. A mulher de Lula, Marisa Letícia, e um dos filhos, Fabio Luís, o Lulinha, também foram denunciados. A PF achou em depósito caixas de mudança do petista referentes a “praia” e “sítio”. (Pág. 3)

Ex-presidente busca proteção em Brasília
Alvo da Lava-Jato, o ex-presidente Lula recebe abraço do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Ele passou o dia em sucessivas reuniões em Brasília, em busca de blindagem, e recebeu do Planalto oferta para que ocupe um ministério, que teria recusado. Chegou a ser cogitado para a Fazenda, a Casa Civil, as Comunicações ou a Justiça. O posto lhe daria foro privilegiado e o livraria da jurisdição do juiz Sérgio Moro. (Pág. 5)

Ministro da Justiça terá de optar entre cargo e carreira
Uma semana depois de o ministro da Justiça, Wellington César Lima e Silva, tomar posse, o Supremo Tribunal Federal decidiu que ele terá que deixar o cargo em vinte dias, a não ser que peça exoneração do Ministério Público da Bahia. Sem um plano alternativo, o governo corre contra o tempo para encontrar um substituto. A presidente Dilma tenta um nome técnico, enquanto o PT pressiona por um político. (Pág. 6)

STJ autoriza indiciamento de governador de MG (Pág. 7)

Relator pede cassação de Delcídio no Conselho de Ética (Pág. 7)

Funcef abre disputa com OAS
Com o argumento de que a Lava-Jato “mudou o cenário”, a Funcef tenta reaver, numa câmara de arbitragem, R$ 200 milhões aplicados num fundo da OAS, revela DANIELLE NOGUEIRA. Funcionários da Caixa e dos Correios começarão a pagar em maio o rombo nos fundos de pensão. (Pág. 19)

Boas notícias, só que não
Inflação dá trégua – Em fevereiro, alta de preços ficou em 0,90%, abaixo do 1,27% de janeiro. Mas foi a recessão que segurou os reajustes. (Pág. 22)

Dólar cai para R$ 3,69 – Perspectiva dos analistas de mercado de que impeachment se tornou mais provável derrubou cotações. (Pág. 21)

Estado do Rio em crise – Salários, agora, só no 10º dia útil
Com folha salarial de fevereiro atrasada, o governo Pezão anunciou que adiará de novo a data de pagamento, agora para o 10º dia útil do mês. Sindicatos ameaçam ir à Justiça. (Pág. 10)

Microcefalia avança – Em uma semana, aumento de 16%
Os casos de microcefalia ou de distúrbios neurológicos ligados a infecções congênitas subiram 16% em uma semana. Dos 745 registros feitos no país, 88 têm relação com o vírus zika. (Pág. 13)

Colunistas
Merval Pereira – Lula aceitar ministério seria como confissão de culpa (Pág. 4)
Tarso Genro – Deformações graves da ordem jurídica estão em curso (Pág. 18)
Veríssimo – Condução coercitiva foi ilegal e um circo desnecessário (Pág. 17)
Carlos Alberto Sardenberg – Cenário é de crise mais grave com Dilma no governo (Pág. 16)


O Estado de S. Paulo

Manchete: Promotoria de SP denuncia Lula por ‘ocultar’ tríplex do Guarujá
O Ministério Público de São Paulo denunciou criminalmente ontem o ex-presidente Lula no caso do tríplex 164- A, no Condomínio Solaris, no Guarujá. São acusados também a ex-primeira dama Marisa Letícia, o filho mais velho do casal, Fábio Luiz Lula da Silva, o Lulinha, e outros 13 investigados. Na lista estão o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, o empresário Léo Pinheiro, da empreiteira OAS, e ex-dirigentes da Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop). A Promotoria sustenta que o petista cometeu os crimes de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica ao supostamente ocultar a propriedade do imóvel – oficialmente registrado em nome da OAS. A acusação tem base em investigação realizada pelos promotores Cássio Conserino e José Carlos Blat. O promotor afirma ter indícios de que houve tentativa de esconder a identidade do verdadeiro dono do tríplex, o que, segundo ele, caracteriza lavagem de dinheiro. A investigação mostrou que a OAS bancou uma reforma sofisticada do apartamento, ao custo de R$ 777 mil. Os trabalhos foram realizados entre abril e setembro de 2014. (Política/ Pág. A4)

Bastidores
Ricardo Galhardo
Moro preocupa mais O PT e o entorno de Lula receberam com naturalidade a denúncia do MP, que pode ser usada na estratégia de vitimização do ex-presidente. Preocupação maior é com a Operação Lava Jato e o com Sérgio Moro. (Pág. A4)

Relator recomenda cassação de Delcídio
O colegiado do Conselho de Ética passou a sustentar a tese de afastamento do senador Delcídio Amaral – até a semana passada a tendência era de alongamento do processo. O relator Telmário Mota (PDT-RR) admitiu, na tarde de ontem, a representação contra o parlamentar. Segundo ele, há indícios de quebra de decoro na conduta do Delcídio durante possível negociação para fuga do ex- diretor da Petrobrás Nestor Cerveró. (Pág. A10)

Defesa questiona competência do MP
O Instituto Lula questionou a competência legal e a imparcialidade do promotor Cássio Conserino, do Ministério Público de São Paulo, autor da denúncia criminal contra o ex-presidente no caso do tríplex. (Pág. A4)

Planalto atua para blindar ex-presidente
Diante do agravamento da crise, a presidente Dilma Rousseff ofereceu a Lula o ministério que cuida da articulação política. O objetivo é barrar o impeachment e blindar o ex-presidente, que recusou o convite. (Pág. A5)

Citado em delação, Aécio contesta acusações
Citado em delação premiada de Delcídio Amaral (PT-MS), o senador Aécio Neves(PSDB-MG)disse, em vídeo publicado em redes sociais e em discurso no plenário do Senado, que as acusações são uma tentativa de ligar o nome da cúpula do PMDB e o dele, em especial, à Operação Lava Jato. (Pág. A10)

STF barra indicado para ministério
O Supremo determinou que o novo ministro da Justiça, Wellington César Lima e Silva, terá de deixar o cargo de procurador na Bahia se quiser seguir na pasta para a qual foi nomeado por Dilma Rousseff. (Pág. A6)

STJ autoriza PF a indiciar Pimentel
O Superior Tribunal de Justiça autorizou a Polícia Federal a indiciar o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), por corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro na Operação Acrônimo. (Pág .A13)

Governo abate dívidas estaduais por apoio à CPMF
Em busca de apoio político, o governo deve dar um desconto de 40% nas prestações das dívidas dos Estados com o Tesouro pelo prazo de um ano, segundo fontes da área econômica. Em contrapartida ao socorro, o governo quer apoio à volta da CPMF. (Economia/ Pág. B1)
Dólar atinge o menor valor em seis meses (Economia/ Pág. B4)

Celso Ming
A inflação perde fôlego
É prematuro concluir que essa redução define tendência firme de baixa. A inflação continua alta demais e, sobretudo, espalhada demais. (Economia/ Pág. B2)

Notas & Informações
A responsabilidade de Lula

É o caso de exigir dele manifestação pública no sentido de evitar confrontos no domingo. (Pág. A3)

Imposto maior, saída errada
A solução mais simples pode ser a pior, mas poucas autoridades têm dado atenção a esse detalhe. (Pág. A3)


Folha de S. Paulo

Manchete: Promotoria de SP denuncia Lula por tríplex em Guarujá
Ex-presidente é acusado de ocultar patrimônio e falsidade ideológica; defesa vê parcialidade no caso
O Ministério Público de São Paulo denunciou à Justiça o ex-presidente Lula, 70. Ele é acusado de ocultação de patrimônio e de falsidade ideológica no caso do apartamento tríplex em Guarujá, no litoral paulista. Também foram denunciados Marisa Letícia, mulher do petista, e Fábio Luis, um dos filhos do casal, sob acusação de lavagem de dinheiro. No total, são 15 os acusados, entre os quais executivos e funcionários da OAS. O imóvel em Guarujá foi reformado pela empreiteira. A OAS gastou cerca de R$ 1 milhão com obras cujos beneficiários seriam Lula e sua família. Para os investigadores, ele é o verdadeiro dono do tríplex. O petista nega. Caso a denúncia seja aceita, o ex-presidente, a mulher e o filho se tornam réus no processo. A defesa de Lula criticou os promotores do caso e disse que a ação “confirma a parcialidade com que o assunto é conduzido”. Afirmou ainda que Ministério Público de SP e Federal no Paraná investigam os mesmos fatos, o que caracterizaria abuso. (Poder A4)

Procurador é vetado pelo STF para assumir pasta da Justiça
A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal votou para proibir que o procurador Wellington César Lima e Silva acumule o cargo de ministro da Justiça. Para 10 dos 11 membros do tribunal, é inconstitucional um membro do Ministério Público ocupar função no Executivo. Ele terá 20 dias para decidir se renuncia ao cargo de procurador, vitalício, ou se aposenta para continuar à frente do ministério. O Planalto já procura substituto para o posto. (Poder A6)
Conselho investiga assinatura falsa em processo de Cunha (Poder A9)

Demanda menor começa a refrear alta da inflação
A menor demanda de consumidores no país começa a retardar a alta de preços de bens e serviços. Sinais foram percebidos em fevereiro em itens como alimentação fora de casa, passagens aéreas e gastos médicos. No mês, o índice oficial de inflação atingiu 0,90%,abaixo do mesmo período em 2015 (1,22%). (Mercado A15)
Liminar cai, e telefônicas têm de pagar contribuição ao audiovisual (C3)

Bernardo Mello Franco
Se fizer de Lula ministro, Dilma assumirá de vez o papel de rainha da Inglaterra. (Opinião A2)

Rogério Gentile
PT pode receber o mesmo ‘não’ que derrubou Collor
O PT chamou a população para defender o ex-presidente Lula nas ruas e agora corre o risco de ouvir como resposta no próximo domingo (13) o mesmo “não” que derrubou o então presidente Fernando Collor em 1992. (Opinião A2)

Editoriais
Leia “Sem golpe de cúpulas”, sobre proposta para instituir o “semipresidencialismo”, e “Lusco-fusco na Turquia”, acerca de escalada autoritária no país. (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Quinta-Feira 10 de Março de 2016

Compartilhe nossa Matéria