Manchete dos Jornais nesta quinta-feira, 15 de setembro de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 15th setembro 2016

MPF diz que Lula era o ‘comandante máximo da organização criminosa’
Ex-presidente é denunciado à Justiça por força-tarefa da Lava Jato – É a primeira vez que petista é acusado formalmente de se beneficiar de esquema na Petrobrás – Parte dos R$ 3,7 milhões que investigadores dizem que Lula recebeu em propina se refere a triplex no Guarujá
A Procuradoria da República no Paraná denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sua mulher, Marisa Letícia, e mais seis pessoas por corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro em investigação relacionada à Operação Lava Jato. É a primeira vez que o ex-presidente é acusado formalmente de se beneficiar de desvios da Petrobrás. Para o Ministério Público Federal, Lula é o “comandante máximo do esquema de corrupção”. As acusações se referem ao recebimento de vantagens ilícitas da OAS por meio de um triplex no Guarujá e armazenamento de bens do acervo presidencial, de 2011 a 2016. Segundo a denúncia, o ex-presidente recebeu R$ 3,7 milhões de propina da empreiteira. Parte do valor está relacionada ao apartamento: R$ 1,1 milhão para a aquisição do imóvel, R$ 926 mil em reformas, R$ 342 mil para cozinha e móveis, além de R$ 8 mil para eletrodomésticos. O armazenamento dos bens custou R$ 1,3 milhão. “Chegamos ao topo da hierarquia da organização criminosa”, disse o procurador Deltan Dallagnol….


O Globo

Manchete: Lava-Jato: Lula era ‘comandante máximo’ de esquema criminoso
Petista, dona Marisa e mais 6 são denunciados no caso do tríplex
Defesa do ex-presidente diz que acusação é ‘deplorável espetáculo’
Em sua manifestação mais dura, a Lava-Jato denunciou à Justiça o ex-presidente Lula sob a acusação de ser o “comandante máximo” do esquema de corrupção na Petrobras e, em troca, receber R$ 3,7 milhões da OAS em “propinas dissimuladas” por meio das obras no tríplex de Guarujá e da armazenagem de bens. O procurador Deltan Dallagnol disse que Lula era “o grande general” do que chamou de “propinocracia”, instalada, segundo ele, com o objetivo de manter a governabilidade, perpetuar o PT no poder e enriquecer agentes públicos. Para o procurador, Lula, chamado também de “maestro da orquestra criminosa”, é o elo entre personagens do escândalo atual e do mensalão. O ex-presidente reagiu com veemência e, por meio de seu advogado, acusou a Lava-Jato de fazer um “deplorável espetáculo de verborragia” e “truque de ilusionismo” com o objetivo de tirá-lo do jogo eleitoral. Também foram denunciados a ex-primeira-dama Marisa Letícia, o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, e cinco ex-executivos da OAS. Se as denúncias forem aceitas por Sérgio Moro, os investigados passam a réus. (Págs. 3 a 7)

Ibope: Crivella sobe e vai a 31%
Cinco candidatos disputam o segundo lugar no Rio; Pedro Paulo cresce e agora está empatado com Freixo
A primeira pesquisa Ibope após o início da propaganda na TV mostra que Marcelo Crivella cresceu quatro pontos e continua liderando a disputa pela prefeitura do Rio, com 31% das intenções de voto. Cinco candidatos estão empatados tecnicamente em segundo. Pedro Paulo subiu três pontos e aparece com 9%, o mesmo percentual de Marcelo Freixo, que perdeu três. Jandira (8%) e Indio (7%) também oscilaram positivamente. Flávio Bolsonaro caiu e tem 8%. Segundo o Ibope, Pedro Paulo é rejeitado por 36%, seguido por Jandira (35%), Bolsonaro (29%) e Crivella (24%). (Pág. 11 e Renata Loprete)

Molon apoia parceria privada
O candidato da Rede a prefeito do Rio, Alessandro Molon, declarou-se como o mais moderado representante da esquerda e defendeu parcerias privadas. Ele negou traição ao PT e lamentou falta de doadores. (Pág. 12)

Marta e Doria: empate técnico
O Ibope mostrou que, em São Paulo, o líder Celso Russomanno caiu e que Marta Suplicy e João Doria agora estão em empate técnico. (Pág. 11)

Colunistas
MERVAL PEREIRA
O conjunto da obra não é nada favorável àquele que já foi o maior líder político deste país. (Pág. 4)

MÍRIAM LEITÃO
Para se defender bem, Lula terá que ir além da teoria da conspiração e da perseguição política. (Pág. 24)

RICARDO NOBLAT
Se o juiz Moro condenar Lula, e a condenação for confirmada, ele não poderá ser candidato à Presidência em 2018. (Pág. 7)

Mais 10 aeroportos serão privatizados
Além dos quatro terminais já previstos, outros dez serão vendidos em “combos”: aeroportos lucrativos serão ofertados junto com outros deficitários. (Pág. 23)

Michel Temer
O poder público não pode fazer tudo. Precisamos da iniciativa privada como agente indutor do desenvolvimento. (Pág. 21)


O Estado de S. Paulo

Manchete: MPF diz que Lula era o ‘comandante máximo da organização criminosa’
Ex-presidente é denunciado à Justiça por força-tarefa da Lava Jato – É a primeira vez que petista é acusado formalmente de se beneficiar de esquema na Petrobrás – Parte dos R$ 3,7 milhões que investigadores dizem que Lula recebeu em propina se refere a triplex no Guarujá
A Procuradoria da República no Paraná denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sua mulher, Marisa Letícia, e mais seis pessoas por corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro em investigação relacionada à Operação Lava Jato. É a primeira vez que o ex-presidente é acusado formalmente de se beneficiar de desvios da Petrobrás. Para o Ministério Público Federal, Lula é o “comandante máximo do esquema de corrupção”. As acusações se referem ao recebimento de vantagens ilícitas da OAS por meio de um triplex no Guarujá e armazenamento de bens do acervo presidencial, de 2011 a 2016. Segundo a denúncia, o ex-presidente recebeu R$ 3,7 milhões de propina da empreiteira. Parte do valor está relacionada ao apartamento: R$ 1,1 milhão para a aquisição do imóvel, R$ 926 mil em reformas, R$ 342 mil para cozinha e móveis, além de R$ 8 mil para eletrodomésticos. O armazenamento dos bens custou R$ 1,3 milhão. “Chegamos ao topo da hierarquia da organização criminosa”, disse o procurador Deltan Dallagnol. (Política/Págs. A4 a A7)

Ex-presidente vê ‘truque de ilusionismo’ em denúncia
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva escreveu numa rede social que a denúncia do Ministério Público Federal é “truque de ilusionismo” e a coletiva de imprensa dos procuradores, um “espetáculo deplorável”. Para seus advogados, o desdobramento da operação revela “perseguição” para tentar tirá-lo do cenário político de 2018. “O MPF elegeu Lula como maestro de uma organização criminosa, mas esqueceu do principal: a apresentação de provas”, disse o advogado Cristiano Martins. “Não foi apresentado um único ato praticado por Lula, ao menos uma prova. Desde o início da Operação Lava Jato, houve uma devassa na vida do ex-presidente. Nada encontraram.” (Pág. A6)

Marta e Doria se aproximam do líder Russomanno, mostra Ibope
Pesquisa Ibope também mostra Fernando Haddad estacionado na quarta posição
A primeira pesquisa Ibope/Estado/ TV Globo sobre a sucessão paulistana após o início da propaganda eleitoral no rádio e na TV mostra que Marta Suplicy (PMDB) e João Doria (PSDB) se aproximaram do líder, Celso Russomanno (PRB). A peemedebista foi de 17% para 20%, e o tucano subiu de 9% para 17%. Os dois estão tecnicamente empatados. Russomanno foi de 33% para 30% na estimulada (quando o pesquisador mostra os nomes dos candidatos). A disputa pelas duas vagas no segundo turno se concentrou nos três primeiros colocados. O prefeito Fernando Haddad (PT) continua com os 9% que tinha antes e está agora a 11 pontos de uma vaga no segundo turno. Com apenas 10 segundos de propaganda, Luiza Erundina (PSOL) caiu de 9% para 5% das intenções de voto e foi para o quinto lugar. Os que manifestaram intenção de anular ou votar em branco permanecem em 13% e os eleitores que não souberam responder oscilaram de 4% para 3%. (Política/Pág. A8)

Temer nega mudanças em direitos trabalhistas (Economia/Pág. B4)

CPI da Merenda tem tumulto e agressões (Metrópole/Pág. A15)

Colunistas
Eloísa Machado de Almeida
O retorno do mensalão
Parte das acusações seria elucubrações. Caberá ao Judiciário analisar. Por enquanto, são denúncias. (Pág. A4)

Eliane Cantanhêde
‘Propinocracia’ e ‘cleptocracia’
Os procuradores não apresentaram nenhum fato novo, mas jogaram Lula no centro da “propinocracia”. (Pág. A6)

Vera Magalhães
Petardo triplo
Denúncia faz desmoronar o discurso do golpe, as chances eleitorais do PT e a esperança de Lula em 2018. (Pág. A7)

Notas & Informações
Realismo nas concessões
A importância do programa de infraestrutura é recompor condições para a atividade produtiva. (Pág. A3)

Luta suja em solo devastado
Para a democracia se consolidar, falta uma oposição disposta ao diálogo para a reconstrução sobre as ruínas. (Pág. A3)


Folha de S. Paulo

Manchete: Lula era comandante máximo de propinocracia, diz Lava Jato
Ex-presidente é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro; petista nega ter cometido crimes
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi denunciado pela força-tarefa da Operação Lava Jato sob acusação de ser o “comandante máximo” do esquema de corrupção na Petrobras. Segundo os investigadores, o governo do petista era uma propinocracia, que distribuiu cargos entre aliados do PT, PMDB e PP para arrecadar propinas, obter a governabilidade e perpetuar seu partido no poder. Lula, porém, foi denunciado sob acusação de corrupção passiva e lavagem de dinheiro especificamente no caso do tríplex em Guarujá. O imóvel teria sido comprado e reformado pela construtora OAS para beneficiar o ex-presidente e familiares. As benesses somam R$ 2,4 milhões, diz a Procuradoria. Marisa Letícia, mulher do petista, e outras seis pessoas foram alvos da denúncia. A peça não quer dizer que Lula é culpado. Se ela for aceita pelo juiz Sergio Moro, passará à condição de réu pela primeira vez em Curitiba — a acusação de tentar obstruir a Lava Jato foi admitida pela Justiça em Brasília. O petista é alvo de outros dois inquéritos na operação. (Poder A4)

Caso é ilusionismo e carece de provas, critica advogado
A defesa do ex-presidente Lula classificou a acusação da Lava Jato de “truque de ilusionismo” que carece de provas.“Não foi apresentado um único ato praticado por Lula, muito menos uma prova”, disse o advogado Cristiano Zanin Martins. Lula e a mulher, Marisa Letícia, repudiaram a denúncia. (Poder A5)

Temer afirma não ser idiota de retirar direitos do trabalhador
Irritado com críticas a seu projeto de reforma das leis trabalhistas, o presidente Michel Temer (PMDB) disse nesta quarta (14) que a sua gestão não é idiota de retirar direitos de trabalhadores. Para evitar mais desgaste, o governo decidiu se concentrar na aprovação da proposta de teto dos gastos públicos e da reforma da Previdência, deixando mudanças nas regras trabalhistas para o próximo ano. (Mercado A20)

Câmara quer votar flexibilização da lei de repatriação
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ),afirmou que colocará em votação no mês que vem projetos que flexibilizam as regras para regularização de recursos mantidos ilegalmente no exterior. O objetivo é ampliar a adesão ao programa e atingir a arrecadação esperada. Um dos pontos que podem mudar é o saldo sobre o qual incidirá o tributo. (Mercado A19)

Foto-legenda: CPI da Merenda
Cinegrafista cai durante tumulto na assembleia de SP; sessão com depoimento de Fernando Capez (PSDB) teve confusão entre PMs e estudantes (Poder A12)

Análise – Fabio Zanini
Impedimento para 2018 ganha chance concreta
Há possibilidade concreta de Lula estar condenado em segunda instância em 2018. No mínimo, cairia na Lei da Ficha Limpa e seria impedido de concorrer à Presidência e salvar o PT. A Lava Jato,porém, não trouxe prova substancial de que Lula liderou o esquema criminoso. (Poder A6)

Apesar de pobreza, escolas da Grande SP chegam ao topo
Mesmo atendendo estudantes de baixa renda, sete escolas públicas na Grande São Paulo conseguiram avançar no Ideb (índice nacional de educação) de 2015, batendo a meta de 2021 no ensino fundamental. Além da aproximação com as famílias, o acompanhamento intensivo do desempenho dos alunos e a fixação de professores são algumas receitas desses colégios para a nota. (Cotidiano B1)

Editoriais
Leia “Comandante máximo”, sobre denúncia do Ministério Público Federal contra Lula, e “Trégua temporária”, acerca das tentativas de paz na Síria.


Edição: Equipe Fenatracoop, Quinta-Feira, 15 de Setembro de 2016

Compartilhe nossa Matéria