Manchete dos Jornais nesta quinta-feira, 21 de janeiro de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 21st janeiro 2016

Casos de microcefalia vão a 3.893
Registros de microcefalia cresceram 10% em uma semana e chegaram a 3.893. Ocorreram em 764 municípios, de 20 Estados e do Distrito Federal. Para Rodrigo Stabeli, da Fiocruz, o total de casos pode atingir 16 mil e a epidemia de zika já é uma das mais graves do País.

Lula: ‘Não tem mais honesto que eu’
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que está “muito tranquilo” em relação às investigações de corrupção no governo. “Não tem uma viva alma mais
honesta do que eu”, afirmou.


O Globo

Manchete – Temor de recessão leva BC a manter juros em 14,25%
Em dia de queda global das bolsas, comunicado cita ‘incertezas externas’
Petróleo cai mais de 6%,levando o dólar comercial a R$ 4,104, alta de 1,20%. Bovespa recua 1,08%
O Comitê de Política Monetária (Copom) surpreendeu o mercado ao deixar a taxa de juros inalterada, um dia após o presidente do BC ter divulgado nota sobre a projeção do FMI, de recessão de 3,5% para o Brasil este ano. Analistas admitem que uma nova alta nos juros poderia agravar a situação econômica, mas criticaram a comunicação do BC, apreensivos com a possibilidade de pressão política do Planalto. (Págs. 15 e 17)

Casos de microcefalia crescem 19,4% no Rio
Em uma semana, número de registros no estado subiu de 139 para 166. Em todo o país, já são 3.893
O número de casos de microcefalia no Estado do Rio subiu 19,4% em uma semana, passando de 139 para 166, segundo dados divulgados ontem pela Secretaria estadual de Saúde. No país, o número de notificações aumentou 10%, de 3.530 para 3.893, entre 12 de janeiro e ontem, de acordo com o Ministério da Saúde. Análises da Fiocruz no Paraná confirmaram que o vírus zika pode ultrapassar a placenta e infectar o bebê. Nas redes sociais, cresce a percepção de que o Brasil é responsável pela propagação do vírus para outros países, revela pesquisa. (Pág.6)

Presidente da Samarco é afastado
A Samarco, dona da represa que se rompeu em Mariana, afastou ontem o presidente da empresa, Ricardo Vescovi, e o diretor de Operações, Kleber Terra. Eles haviam sido indiciados pela Polícia Federal por crimes ambientais causados pelo desastre, que matou 17 pessoas há dois meses. (Pág. 5)

OAS tentou interferir no TCU
Mensagens de celular do ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, mostram tentativa de influenciar voto no TCU em julgamento sobre concessão de aeroportos. (Pág. 3)

Papo com Lula
‘Não tem alma mais honesta do que eu’
Em entrevista a blogueiros, ex-presidente Lula disse que não teme a Lava Jato. Ele pediu solidariedade a Dirceu e Vaccari, petistas presos. (Pág. 4)


O Estado de S. Paulo

Manchete : BC mantém juro e reforça incertezas sobre a inflação
Decisão do Copom alimenta avaliação de falta de autonomia frente às pressões do governo e do PT
O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central manteve a taxa de juros em 14,25% ao ano. O argumento foi o de não aumentar a recessão, apesar do risco de a inflação fechar 2016 acima do teto da meta após bater 10,67% em 2015. A decisão – não unânime – de manter a Selic pela quarta vez consecutiva marca reviravolta na estratégia do BC, que até segunda-feira sinalizava aumento da taxa. O cenário mudou na terça, quando comunicado do presidente do banco, Alexandre Tombini, alertou para piora de previsões do FMI. O informe foi interpretado no mercado como sinal de rendição à pressão da presidente Dilma Rousseff. A percepção aumentou ontem com declarações do ex-presidente Lula minimizando o risco de inflação e defendendo manutenção dos juros. A alta da Selic é combatida por PT e economistas mais conservadores. A mudança do Copom, porém, alimentou avaliação de falta de autonomia do BC. O Planalto recebeu a decisão como ajuda para retomar o crescimento. (Economia B1 a B4)

Celso Ming
Atuação errática – Atuação errática do BC coloca em dúvida sua capacidade de conter a inflação. Isso pode aumentar a incerteza em relação à política econômica (B2)

José Paulo Kupfer
Virada surpreendente – A surpresa desta quarta reforçou suspeitas de que o BC cedeu a pressões do governo, jogando no chão a credibilidade da atual diretoria (B3)

Com queda do petróleo, bolsas caem e dólar sobe
A queda do preço do petróleo voltou a derrubar os mercados financeiros internacionais. O brasileiro ainda foi influenciado pela indefinição sobre a taxa de juro. O Ibovespa terminou o dia em baixa de 1,08%. Ações preferenciais da Petrobrás recuaram 4,94% e caíram para R$ 4,43. Já o dólar subiu 1%, para R$ 4,099. (B7)

Barbosa defende mais crédito

O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, reafirmou ontem no Fórum Econômico Mundial, em Davos, o plano de adotar medidas para incentivar novos financiamentos. Segundo ele, a economia brasileira pode voltar a crescer no segundo semestre deste ano. (B5)

Casos de microcefalia vão a 3.893

Registros de microcefalia cresceram 10% em uma semana e chegaram a 3.893. Ocorreram em 764 municípios, de 20 Estados e do Distrito Federal. Para Rodrigo Stabeli, da Fiocruz, o total de casos pode atingir 16 mil e a epidemia de zika já é uma das mais graves do País. (Metrópole/A14)

Justiça autoriza depoimento de Dilma sobre compra de MPs

A Justiça Federal em Brasília autorizou que a presidente Dilma Rousseff seja ouvida como testemunha de defesa de Eduardo Gonçalves Valadão, um dos acusados de “comprar” medidas provisórias no governo federal, caso investigado na Operação Zelotes. Ela terá de explicar sua participação no processo para editar e aprovar as normas, que concederam incentivos fiscais a montadoras. (Política/A4)

Temer aconselha petista a ‘ouvir mais’
Na primeira reunião do ano com a presidente Dilma Rousseff, o vice Michel Temer a aconselhou a “ouvir mais do que falar” no Conselho de Desenvolvimento
Econômico e Social. (A4)

Lula: ‘Não tem mais honesto que eu’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que está “muito tranquilo” em relação às investigações de corrupção no governo. “Não tem uma viva alma mais
honesta do que eu”, afirmou. (A6)

Eugênio Bucci
Ora, sejamos marxistas – As megaconstrutoras de ultradireita, viciadas em dinheiro público, e o partido nascido à esquerda já foram antípodas. Agora cantam em dueto. (Espaço Aberto/A2)

Notas&Informações
O asceta de Garanhuns – É notável o atrevimento com que Lula se apresenta como monopolista das mais prístinas virtudes (A3)

Fórum Social chapa-branca – O problema é o princípio da coisa: dinheiro público não deveria sustentar um evento partidário (A3)


capaMG
Indiciados pela PF, presidente e diretor da Samarco pedem afastamento de suas funções
VIROU ROTINA
Empresas de ônibus de Curitiba e RMC atrasam mais uma vez o pagamento do vale dos trabalhadores
CURITIBA
Curitiba já tem dois protestos marcados contra o possível aumento da tarifa de ônibus
AEDES AEGYPTI
Estudo do Paraná confirma que vírus zika consegue ultrapassar placenta durante gestação
CASO CARLI FILHO
Christiane Yared espera que imagem de multa dê novo fôlego às investigações
FOI ATIRADA DE UM PRÉDIO
Caso Renata Muggiatti: namorado vira réu no processo por morte da fisiculturista
INVESTIGAÇÃO
PM detém suspeito de matar policial em Colombo; autoria ainda não foi confirmada
TRAGÉDIA
Avião agrícola colide com Kombi e deixa cinco mortos em Londrina
INVESTIGAÇÕES
Comunicação e área externa da Petrobras viram foco da Lava Jato
LAVA JATO
Defesa vai pedir nulidade de prova contra Delcídio Amaral
LAVA JATO
Barusco confirma que recebia propina da Petrobras desde 1997
ELEIÇÕES 2016
Metrô é saída irreal para Curitiba, diz Ney Leprevost
OPERAÇÃO ZELOTES
Justiça autoriza depoimento de Dilma sobre ‘compra’ de medidas provisórias
COMBUSTÍVEIS
Queda do preço do petróleo não chega ao consumidor
INOVAÇÃO
Paranaenses passam pelo Vale do Silício para aprimorar negócios
POLÍTICA MONETÁRIA
Taxa básica de juros é mantida em 14,25%
E-COMMERCE
Confaz vai discutir mudanças no ICMS, diz presidente do Sebrae
LOGÍSTICA
Porto de Paranaguá divulga recorde de exportação em 2015
INSS
Governo quer apresentar reforma da Previdência ainda neste ano
VIZINHO
Cientistas podem ter descoberto novo planeta no Sistema Solar
TEMPERATURAS
O ano de 2015 foi o mais quente já registrado no planeta
FOTO
Estado Islâmico presta “tributo” a terroristas de Paris
TERRORISMO
Ataque talibã contra universidade mata 21 pessoas no Paquistão


Folha de S. Paulo

Manchete – BC culpa crise externa e mantém juros em 14,25%
Instituição confirmamudança de rota parapolíticamais alinhada ao Planalto
O Banco Central confirmou ontem (20) a mudança de rota e manteve os juros básicos do país, a chamada taxa Selic, em14,25% ao ano. A decisão sinaliza a adoção de uma política mais alinhada com o Palácio do Planalto, que prefere manter os juros inalterados para evitar mais recessão econômica.
Na terça (19), véspera do anúncio, o presidente da instituição, Alexandre Tombini, já havia alterado a expectativa de que a instituição subiria a taxa. Em nota, ele considerou “significativas” as novas projeções do FMI (Fundo Monetário Internacional) que indicavam piora na economia brasileira.
O pronunciamento incomum surpreendeu o mercado, que previa aumento de até 0,50 ponto percentual na taxa em razão da alta nas expectativas de inflação. A justificativa para manter a Selic, já no maior patamar em nove anos, foi “a elevação das incertezas domésticas e, principalmente, externas”. O Banco Central vinha afirmando que precisa manter os juros altos para que o aumento da inflação causado pelo dólar e pelo reajuste de tarifas e preços controlados não se espalhe por toda a economia. (Mercado A17)

‘Não tem alma viva que seja mais honesta que eu’, diz Lula
“Se tem uma coisa de que me orgulho é que não tem uma viva alma mais honesta do que eu.”Com essas palavras, o ex-presidente Lula voltou anegar, em conversa ontem com blogueiros simpáticos ao PT, envolvimento em esquemas de corrupção. Para Lula, há um estímulo da Lava Jato para que delatores o citem nos depoimentos.” Não existe ação penal contra mim. O [juiz Sergio] Moro já disse que não sou investigado”. (Poder A4)

Juiz federal autoriza intimação de Dilma como testemunha
A Justiça Federal autorizou a intimação da presidente Dilma e de outros oito políticos para deporem como testemunhas de defesa em processo que apura suposto esquema envolvendo uma medida provisória em 2009. A ação é um desdobramento da Operação Zelotes. (Poder A5)

Choca a diferença entre versões sobre Marcelo Odebrecht : Janio de Freitas

É chocante a diferença entre a transcrição da fala de um delator da Lava Jato e o original, entre “não ter tratado diretamente com Marcelo Odebrecht” e “nem põe o nome dele aí porque ele, não, ele não participava disso”. (Poder A6)

Petróleo e China derrubam Bolsas; dólar vai a R$ 4,12
A queda de quase 28%no preço no petróleo em 2016 e a preocupação com a desaceleração chinesa motivaram uma venda generalizada de ações ontem. As Bolsas globais chegaram a cair mais de 3%. No Brasil, o Ibovespa recuou 1,08% e o dólar à vista subiu a R$ 4,12. (Mercado A26)

Chanceler iraniano afirma que país está aberto para o Brasil
O chanceler do Irã disse em Davos (Suíça) que seu país “está aberto para o Brasil”, tanto na cooperação econômica como na industrial. A afirmação, feita ao enviado Clóvis Rossi, ocorreu quatro dias após a revogação de sanções internacionais aos iranianos. (Mundo A12)

Advogados criticam investigação sobre morte de Campos
Os advogados das famílias dos pilotos criticaram a conclusão da Aeronáutica de que houve falha humana na queda do avião que matou o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos em 2014. Eles, que fizeram apuração paralela, afirmam que o laudo oficial ignorou problemas comuns do modelo da aeronave. (Poder A9)

Chefe da Samarco deixa o cargo a fim de preparar defesa
O presidente da mineradora Samarco, Ricardo Vescovi, deixou o cargo para preparar sua defesa —ele foi indiciado pela Polícia Federal sob acusação de crime ambiental no rompimento da barragem em Mariana (MG). Além de causar danos à fauna e à flora, a tragédia em novembro passado deixou 19 mortos. (Cotidiano B3)


Edição: Equipe Fenatracoop, Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2016

Compartilhe nossa Matéria