Manchete dos Jornais nesta segunda-feira, 07 de dezembro de 2015
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 7th dezembro 2015

Velocidade do Impeachment é primeira batalha
Ainda sem votos suficientes para cassar o mandato da petista – pelos cálculos que circulam entre os gabinetes -, a oposição quer contar com a pressão nas ruas. “A manifestação é importante para sensibilizar os parlamentares”, disse o deputado pelo Paraná Rubens Bueno, líder da bancada do PPS…


O Globo

Manchete: Dilma busca respaldo em juristas e governadores
Planalto articula ações para derrubar impeachment e conter grupo de Temer
Governo aposta na divisão do PMDB e reúne líderes para fechar tropa de choque na comissão especial que vai analisar pedido
Para enfrentar o processo de impeachment e o grupo que se articula em torno do vice-presidente Michel Temer, o governo monta uma ofensiva política, jurídica e social. No campo político, o ministro Ricardo Berzoini se reúne hoje com líderes da base aliada para formar uma tropa de choque na comissão especial. A presidente, por sua vez, recebe governadores amanhã em busca de apoio. No front legal, 30 juristas contrários ao impeachment estarão hoje com Dilma para apresentar estratégias de defesa. E no setor social, o governo conta com a militância petista. No PMDB dividido, o líder na Câmara, Leonardo Piciani, disse que indicará os nomes à comissão especial sem consultar Planalto ou a cúpula da legenda. (Pág. 3)

Ricardo Noblat
Comissão do impeachment no Congresso definirá futuro de Michel Temer. (Pág. 2)

Observadores da oposição barrados na Venezuela
Com boa participação popular e clima de muita tensão, venezuelanos foram ontem às urnas eleger os 167 deputados que vão compor a próxima Assembleia Nacional. Num pleito em que o chavismo pode perder pela primeira vez o controle do Legislativo, o Conselho Nacional Eleitoral revogou as credenciais de ex-presidentes latino-americanos que acompanhavam a eleição a convite da oposição. (Pág. 25)

Aperto na saúde: Remédios até 20% mais caros
Exclusivo: Devido à alta do dólar este ano, os fabricantes de medicamentos estão cortando os descontos normalmente oferecidos às farmácias, que repassam esse custo maior ao consumidor. Em remédios de marca, as reduções de preço caíram de 60% para 40%, revela João Sorima Neto. Em genéricos, recuaram de 80% para 50%. (Pág. 19)

Delator cita Paulinho: Pagamento para evitar protesto
O dono da UTC, Ricardo Pessoa, delator na Lava-Jato, disse que doou R$ 1,6 milhão ao deputado Paulinho da Força (SD-SP) para que ele evitasse protesto de trabalhadores. (Pág. 9)

Dengue e zika: ‘Aedes’ infectado para frear surto
A Fiocruz planeja soltar, em município fluminense, nova leva de mosquitos Aedes aegypti infectados com bactéria que impede transmissão de dengue e, possivelmente, zika. (Pág. 24)


Gazeta do Povo

Manchete: Velocidade do Impeachment é primeira batalha
Ainda sem votos suficientes para cassar o mandato da petista – pelos cálculos que circulam entre os gabinetes -, a oposição quer contar com a pressão nas ruas. “A manifestação é importante para sensibilizar os parlamentares”, disse o deputado pelo Paraná Rubens Bueno, líder da bancada do PPS.

GUERRA DO ÔNIBUS
Fruet: “Chegamos ao limite no transporte coletivo em Curitiba”
EXECUTIVO
Servidores estaduais ganham recesso de final de ano
ELEIÇÕES 2016
Sem urna eletrônica, país teria retrocesso e risco de fraudes
PDT
Carlos Lupi diz que Ciro Gomes será candidato em 2018
PESQUISA
64% dos jovens infratores do Paraná não estudavam antes de serem apreendidos
POLÍTICAS PÚBLICAS
OMS quer incentivar cidades saudáveis
IMPEACHMENT
Só 10% da bancada do Paraná defende Dilma
LAVA JATO
Dirceu depõe e pode perder direito de prisão domiciliar
RECESSÃO
Crise ganha ares de depressão econômica
FINANÇAS
Mercado de cartões pré-pagos cresce e apresenta novidades
INFRAESTRUTURA
Governo faz primeiro leilão em portos e terá receita de R$ 1 bilhão
SETOR AUTOMOTIVO
Vendas de veículos leves têm pequena alta em novembro
PREÇO
Farmácias diminuem descontos nos remédios
REFINANCIAMENTO
Hipoteca é opção para quem precisa de crédito
INCERTEZA
Mercados vivem “calma desconfortável” à espera de alta de juros nos Estados Unidos
CELULAR
Lenovo lança primeiro smartphone no Brasil


Folha de S. Paulo

Manchete: ‘Dilma nunca confiou em mim’, afirma Temer
No sábado, presidente disse esperar “integral confiança” por parte do vice
Um dia depois de a presidente Dilma Rousseff (PT) dizer que espera “integral confiança” de seu vice durante a tramitação do impeachment, Michel Temer (PMDB) respondeu: “Ela nunca confiou em mim”.
A declaração surgiu em conversa com amigos. Desde que foi aberto o processo pelo afastamento da petista, Temer evitou se manifestar publicamente em defesa de Dilma, o que gerou reclamações do governo federal.
Temer disse a aliados que não cabe a ele fazer oposição à presidente nem liderar movimentos para tirá-la do Palácio do Planalto, mas não demonstrou nenhuma disposição para responder aos apelos de Dilma.
O governo vê um lado positivo na atitude de Temer e de parte do PMDB: pode gerar uma rede de solidariedade à presidente. (Poder, pág. A4)

Entre os 27 governadores, pelo menos 15 são contrários ao impeachment, e 9 não se manifestaram. (Pág. A6)

Entrevista da 2ª – José Serra
Ninguém crê que petista recupere país
Considerado estratégico para consolidar base de apoio a eventual governo Temer, o senador José Serra (PSDB-SP) diz que ninguém mais acredita que Dilma tenha condições de recuperar o país.
Afirma, porém, que o vice-presidente poderia fazê-lo. “Temer estará à altura.” Serra admite colaborar com eventual gestão do peemedebista. “Vou fazer o possível para ajudar.” (Pág. A14)

Entrevista da 2ª – Ricardo Berzoini
A afirmação do governo virá pelo voto
O ministro Ricardo Berzoini disse que, se não conseguir os 171 votos para derrubar pedido de impeachment na Câmara, “o governo não tem base política para se manter como governo”.
Na avaliação do Planalto, segundo o petista, o processo tem de ser liquidado “o mais rápido possível” para reduzir incertezas. Para ele, é preciso mostrar que Dilma está com “as razões justas”. (Pág. A13)

Eleições na Venezuela são marcadas por irregularidades
A eleição parlamentar na Venezuela foi marcada por irregularidades, informa Samy Adghimi, em Caracas.
O abuso mais significativo foi a cobertura da TV estatal em favor dos candidatos chavistas. Ela violou lei que proíbe propaganda após fim da campanha.
Também houve relatos de infrações por parte da oposição. O horário de votação foi prorrogado em pelo menos duas horas. (Mundo, pág. A8)

Celso de Barros: Impeachment seria reforço de velhos padrões
O impeachment não seria a renovação da política brasileira, seria o reforço de nossos velhos padrões: a esquerda economicamente irresponsável, a direita incapaz de se adequar à democracia moderna, e o PMDB com o controle do Orçamento. (Poder, pág. A7)

Valdo Cruz: Um time quer ganhar, nem que de meio a zero
O grande jogo da final vai começar. Dilma entra em campo sem confiar até nos seus pretensos aliados e quer encerrar o jogo rápido.
A oposição quer esticar a partida à espera de fatos novos que possam dar legalidade a uma vitória. (Opinião, pág. A2)

Greve e falta de larvicida no NE pioram surto de microcefalia
O Nordeste, região mais afetada pelo surto de microcefalia no Brasil, enfrenta greve de servidores, corte nas equipes e falta de larvicida para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus zika.
O Ministério da Saúde disse que já enviou 20 toneladas de larvicida aos Estados e que, em janeiro, repassará o dobro. (Cotidiano, pág. B4)

BTG quer vender R$ 22 bilhões em créditos, diz agência
O BTG Pactual quer vender até R$ 22 bilhões em carteiras de crédito (empréstimos feitos pelo banco) para aumentar o caixa em meio à crise que vive após a prisão de seu ex-controlador, André Esteves, disse a agência Bloomberg. Procurado, o BTG não se pronunciou sobre o assunto.(Folhainvest, pág. A15)

Editoriais
Leia “Sem recesso”, sobre primeiros movimentos em torno do impeachment, e “Novas jogadas”, acerca de investigações no escândalo de corrupção da Fifa. (Opinião, pág. A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, 07 de Dezembro de 2015

Compartilhe nossa Matéria