Manchete dos Jornais nesta sexta-feira, 01 de julho de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 1st julho 2016

Renan desengaveta projeto que pode dificultar Lava Jato
Proposta prevê punição para ações que têm sido alvo de queixas de parlamentares
Na mira da Lava Jato, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), resolveu desengavetar e acelerar a tramitação de projeto de 2009 que prevê punições a abuso de autoridade de agentes da administração pública e membros de Judiciário, Ministério Público e Legislativo. Muitos itens da proposta lembram reclamações de parlamentares contra ações da Polícia Federal e da força-tarefa da Lava Jato. Um deles, por exemplo, prevê punição para cumprimento de mandados de busca e apreensão de forma vexatória. Outro prevê pena a quem negar, sem justa causa, acesso da defesa à investigação. Há ainda o que determina detenção de 1 a 4 anos para diligência policial em desacordo legal. A proposta está na lista de prioridades de Renan e passará pela Comissão de Regulamentação da Constituição, presidida por Romero Jucá (PMDB-RR), outro alvo da operação. “Não há ligação com a Lava Jato”, disse Renan. “Delação premiada precisa ter regras porque senão compensa o crime.”…


O Globo

Manchete: Temer sanciona a lei que dificulta indicações políticas
Dirigentes de partidos e sindicatos não poderão ocupar diretorias
Presidente veta, porém, restrição para que diretores participem de conselho de administração
O presidente interino, Michel Temer, sancionou ontem a lei que moderniza a gestão das estatais e dificulta nomeações políticas. Apesar da pressão de políticos, sindicalistas e entidades empresariais, Temer manteve os principais pontos da lei. Dirigentes de partidos e sindicatos terão de deixar o cargo e cumprir quarentena de três anos antes de ocupar diretorias de estatais. O mesmo vale para quem atuar em campanhas eleitorais. (Pág. 20)

Operação contra Cavendish investiga políticos
Ex-dono da Delta, que está no exterior, é acusado de desviar R$ 370 milhões
A Operação Saqueador, braço da Lava-Jato, ordenou a prisão de Fernando Cavendish, exdono da empreiteira Delta, que está na Grécia. A operação prendeu o bicheiro Carlinhos Cachoeira e o empresário Adir Assad sob a acusação de lavarem R$ 370 milhões desviados de obras públicas da Delta. A empresa participou da reforma do Maracanã, que, segundo delatores, resultou em propina para o ex-governador Sérgio Cabral. O dinheiro desviado foi sacado na boca do caixa e era destinado a políticos do Rio e do Centro-Oeste. (Págs. 3 a 5)

Fuzileiros ocuparão toda a orla
Três mil homens atuarão com outras forças de segurança
O esquema de segurança para a Olimpíada prevê, só da Marinha, o uso de 3.000 fuzileiros para ocupar a área Copacabana dos Jogos, que abrange a orla do Caju a São Conrado. A Secretaria estadual de Transportes informou ontem que a Linha 4 do metrô será inaugurada em 1º de agosto. (Págs. 8 e 9)

Dólar tem maior queda desde 2003
O dólar fechou o mês de junho a R$ 3,21, em queda de 11%, no maior recuo mensal desde 2003. O BC anunciou que vai atuar no câmbio hoje. (PÁG. 17)

Cristina sofre dupla ofensiva
A Justiça argentina ordenou buscas em 11 imóveis ligados à ex-presidente Cristina Kirchner e sua investigação por supostos contratos irregulares. (PÁG. 23)


O Estado de S. Paulo

Manchete: Renan desengaveta projeto que pode dificultar Lava Jato
Proposta prevê punição para ações que têm sido alvo de queixas de parlamentares
Na mira da Lava Jato, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), resolveu desengavetar e acelerar a tramitação de projeto de 2009 que prevê punições a abuso de autoridade de agentes da administração pública e membros de Judiciário, Ministério Público e Legislativo. Muitos itens da proposta lembram reclamações de parlamentares contra ações da Polícia Federal e da força-tarefa da Lava Jato. Um deles, por exemplo, prevê punição para cumprimento de mandados de busca e apreensão de forma vexatória. Outro prevê pena a quem negar, sem justa causa, acesso da defesa à investigação. Há ainda o que determina detenção de 1 a 4 anos para diligência policial em desacordo legal. A proposta está na lista de prioridades de Renan e passará pela Comissão de Regulamentação da Constituição, presidida por Romero Jucá (PMDB-RR), outro alvo da operação. “Não há ligação com a Lava Jato”, disse Renan. “Delação premiada precisa ter regras porque senão compensa o crime.” (POLÍTICA / PÁG. A4)

Coluna do Estadão
Pronta para ser votada em comissão da Câmara, a proposta que libera jogos de azar no País tem itens polêmicos. Como o que anistia bicheiros e operadores de bingo e cassino clandestino. (PÁG. A4)

PF prende Cachoeira e apura desvio de R$ 370 mi
A Operação Saqueador, da PF, prendeu Carlinhos Cachoeira (foto) e outros três suspeitos de envolvimento na lavagem de R$ 370,4 milhões que seriam destinados a obras de 2007 a 2012. Apontado como chefe da quadrilha, Fernando Cavendish, dono da Delta Construções, é considerado foragido. A empreiteira é acusada de fazer parte do esquema de lavagem de dinheiro. (POLÍTICA / PÁG. A6)

Governadores de Norte e Nordeste pedem R$ 8 bi
Contrariados com acordo de União e Estados, 15 governadores do Norte e Nordeste enviaram carta a Michel Temer e Henrique Meirelles reivindicando R$ 8 bilhões ainda neste ano. Movimento pode emperrar votação da dívida de Estados no Congresso. (ECONOMIA / PÁG. B1)

Estudo investiga vírus de gado em bebês com microcefalia
O surto de microcefalia registrado no Nordeste pode ter outras causas além da contaminação pelo zika durante a gestação. Pesquisadores brasileiros encontraram em amostras de feto traços de um outro vírus, o BVDV, agente que até hoje se imaginava afetar rebanhos animais, como bovinos, informa Lígia Formenti. Os indícios, embora ainda tenham de ser comprovados com testes mais específicos, foram considerados relevantes. O Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde foram comunicados. (METRÓPOLE / PÁG. A12)

Governo cita ‘precaução’
O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Alexandre Santos, disse que as medidas adotadas sobre o vírus BVDV são “precaução”. (PÁG. A12)

Dólar cai 11% em junho; BC vai intervir
Quedas seguidas do dólar fizeram o Banco Central anunciar intervenção hoje no mercado. Ontem, a moeda fechou a R$ 3,210. Em junho, caiu 11%. (PÁG. B9)
Temer sanciona com vetos a Lei das Estatais (POLÍTICA / PÁG. A5)

Sede do PT em São Paulo é alvo de dois ataques (POLÍTICA / PÁG. A8)

Fernando Gabeira
Uma visão tropical A conclusão pode ser singela, porém o desenrolar do processo europeu mostra como é errada, no Brasil, a tática do quanto pior, melhor. (ESPAÇO ABERTO / PÁG. A2)

Notas & Informações
Bondade versus confiança
De modo geral as bondades complicam o conserto das contas públicas. (PÁG. A3)

De costas para a realidade
Dilma Rousseff é página virada da História, como o Senado deve confirmar, mas finge não saber. (PÁG. A3)


Folha de S. Paulo

Manchete : PF aponta desvio de R$ 370 mi em obras viárias e do Pan-07
A empreiteira Delta e seu dono, Fernando Cavendish, foram alvos de operação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal envolvendo os empresários Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, e Adir Assad.
Segundo investigadores, o esquema desviou R$ 370 milhões de obras públicas para empresas de fachada criadas por Assad e Cachoeira. A Delta teria recebido verba pública para fazer obras de infraestrutura que não saíram do papel e cometido fraudes na construção do parque aquático Maria Lenk, usado no Pan-Americano de 2007 e uma das arenas dos Jogos Olímpicos do Rio-2016.
As irregularidades, segundo a investigação, ocorreram de 2007 a 2012, nos governos Lula e Dilma Rousseff (PT). O dinheiro, disse um procurador, servia para propina a agentes públicos — os seus nomes não foram revelados. Cachoeira e Assad foram presos. Seus advogados disseram não ver fundamento para que fossem detidos. Cavendish, que também teve a prisão decretada, está fora do país. Sua defesa afirmou que recorrerá à Justiça contra a decisão. (Poder A4)

Dólar cai 23,4% no 1° semestre, e Banco Central voltará a atuar
O dólar à vista terminou o primeiro semestre com perda de 23,4% frente ao real, na casa dos R$ 3,18. O real teve a maior valorização global em relação à moeda dos EUA neste ano. Em junho, o dólar caiu 12,4%, a maior queda desde abril de 2003. Para conter a queda do dólar, o Banco Central voltará a intervir no câmbio nesta sexta-feira (1°). (Mercado A13)

Empresário omite propina de R$ 103 mi em delação
O empresário Augusto Mendonça omitiu em delação premiada na Lava Jato um pagamento de US$ 32 milhões (equivalente hoje a R$ 103 milhões) na construção de duas plataformas de petróleo. O dinheiro teria sido pago ao ex-diretor da Petrobras Renato Duque, indicado ao cargo pelo PT, e ao lobista Zwi Skornicki. O empresário pode ser chamado a completar lacunas na delação ou ter o seu acordo rompido. (Poder A6)

Perícia mostra que Dilma é inocente, diz seu advogado
Advogado de Dilma Rousseff, o ex-ministro José Eduardo Cardozo disse que a perícia feita a pedido da comissão do impeachment do Senado prova que não houve “culpa nem dolo” da presidente afastada na liberação de créditos suplementares ou nas pedaladas fiscais, que embasam a ação no Congresso. Para ele, o caso é de “absolvição sumária”. (Poder A7)

Renato Andrade
Parte da vala fiscal não foi cavada pela presidente afastada (Opinião A2)

BOPE DO ABC
São Caetano, na Grande São Paulo, mantém nas ruas guardas civis com status não oficial de Polícia Militar. Moradores relatam que é comum que eles atuem na capital. Foi em uma dessas incursões que guardas participaram da ação que matou estudante de 24 anos, enterrado nesta quinta. (Cotidiano B4)

Hélio Schwartsman
Bolsonaro tem direito de divulgar ideias bizarras
A tarefa é inglória, mas vou defender odeputado Jair Bolsonaro. A Primeira Turma do STF, que decidiu torná-lo réu por ter dito asneiras envolvendo o delito de estupro, se apoiou num fóssil jurídico parafazer populismo. Precisamos que as péssimas ideias circulem para que as boas possam confrontá-las e, assim, triunfar. (opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Sexta-Feira, 01 de Julho de 2016

Compartilhe nossa Matéria