Manchete dos Jornais nesta sexta-feira, 13 de novembro de 2015
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 13th novembro 2015

 

Justiça quebra sigilo telefônico da sede do PT
A pedido do Ministério Público, o juiz Sérgio Moro decretou a quebra do sigilo telefônico do PT e de pelo menos seis números que seriam usados pelo ex-tesoureiro do partido João Vaccari. A abertura de dados alcança um período de quase cinco anos, 2010 a 2014. A decisão faz parte das investigações de corrupção na Petrobras…

Onda do menos é mais chega ao consumo
A redução do consumo tem feito a cabeça de muita gente. Trata-se do movimento batizado lowsumerism.


 

O Globo

Manchete : Procuração mostra que Cunha geria conta suíça
Documentos contradizem versão do presidente da Câmara
Deputado tinha amplos poderes para fazer aplicações e investimentos
Documentos do MP da Suíça mostram que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, podia aplicar e fazer investimentos com recursos de conta no banco Merrill Lynch naquele país. Investigado no Conselho de Ética, Cunha sustenta que não era dono de contas no exterior e que não podia movimentá-las. O MP suíço identificou procuração da trust Orion, em nome de quem está a conta, para o deputado. (Pág. 3)

CPI convoca amigo de Lula
A CPI do BNDES convocou José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula, para depor. Firma de Bumlai recebeu R$ 459 milhões do BNDES em 2008 e 2009. (Pág. 4)

STF proíbe doação oculta a candidatos
Por unanimidade, os ministros do Supremo Tribunal Federal proibiram ontem a doação oculta nas campanhas eleitorais, que tinha sido aprovada na reforma eleitoral feita este ano pelo Congresso. Com isso, os candidatos ficarão obrigados a declara r a origem dos re cursos que receberão via partidos já na eleição de 2016. (Pág. 5)

Petrobras tem prejuízo de R$ 3,8 bi
Com o dólar alto e a queda do preço do petróleo, a Petrobras teve prejuízo de R$ 3,8 bilhões no 3º trimestre. A dívida subiu 43% no ano, a R$ 402 bilhões, e é a maior fragilidade da estatal, dizem analistas. Investimentos caíram 11%. (Pág. 21)

Levy evita corte em meta fiscal
Ministro da Fazenda convenceu Comissão do Orçamento a manter meta fiscal de 2016 sem prever abatimento. Levy voltou a ser atacado por Lula. (Pág. 24)

Dilma sanciona nova legislação
A presidente Dilma sancionou a lei sobre direito de resposta na imprensa. Ela vetou item que permitia ao ofendido se defender pessoalmente. (Pág. 6)

Dilma: mineradora terá multa de R$ 250 milhões
Após sobrevoar áreas atingidas pelo desastre ambiental em Minas, a presidente Dilma disse que a mineradora será multada em R$ 250 milhões e ainda terá de pagar indenizações a estados e municípios e às vítimas. (Pág. 9 e Míriam Leitão)

Moro quebra sigilo telefônico da sede do PT
O juiz Sérgio Moro, da Lava Jato, autorizou a quebra do sigilo telefônico do PT na ação que investiga o ex-tesoureiro João Vaccari. (Pág. 6)

Surto de microcefalia – Nordeste teve pelo menos 250 casos (Pág. 25)

Foto-legenda : A ameaça da seca
Leito seco do Rio São Francisco em Remanso, na Bahia. Represas desapareceram com a seca no Nordeste. Nível de água nas hidrelétricas da região está em 6,6%, o menor já registrado, o que deve encarecer energia (Pág. 23)

Pedro Paulo agrediu mulher duas vezes
O pré-candidato a prefeito Pedro Paulo agrediu a hoje ex- mulher duas vezes, segundo registros. Eles alegaram que eram brigas de casal. (Pág. 6)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Dólar pressiona e Petrobras tem prejuízo de R$ 3,76 bi
Balanço do terceiro trimestre da estatal foi pior do que o previsto pelo mercado; mesmo assim, diretor financeiro se disse ‘muito satisfeito’ com os resultados
Com um resultado pior que o esperado pelo mercado, a Petrobrás teve prejuízo de R$ 3,76 bilhões no terceiro trimestre. Segundo balanço divulgado ontem, a estatal foi fortemente afetada pela desvalorização do real, que elevou seu endividamento e os custos operacionais. É o terceiro prejuízo da companhia nos últimos cinco trimestres, o que indica dificuldade em solucionar a crise financeira. Apesar do prejuízo, o diretor financeiro da Petrobrás, Ivan Monteiro, se disse “muito satisfeito” com os resultados e ressaltou que a recuperação da estatal não se dará com “uma varinha mágica”. “Tudo que fazemos é para que a companhia melhore estruturalmente, não seja algo pontual. Estamos muito satisfeitos com o resultado alcançado até agora, mas estamos vigilantes”, disse ele, que substituiu o presidente Aldemir Bendine no comando da entrevista coletiva sobre os resultados. (Economia / Págs. B1 e B3)

STF contraria o Congresso e veta doações ocultas
Os 11 ministros do STF entenderam que doações eleitorais de pessoas físicas feitas a partidos e repassadas a candidatos precisam ser identificadas. Em decisão liminar, eles suspenderam trecho da lei de minirreforma eleitoral, aprovada pelo Congresso, que permitia doações ocultas, sem a demonstração da origem dos recursos. A lei foi sancionada em setembro pela presidente Dilma Rousseff. (Política / Pág. A4)

CPI do BNDES convoca amigo de Lula para depor
A CPI que apura irregularidades no BNDES aprovou a convocação do empresário e pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula e também investigado no esquema de corrupção na Petrobrás. Pegos de surpresa, os governistas agora vão tentar retardar ao máximo o depoimento. O principal objetivo é trabalhar contra a prorrogação da CPI, cujo término está marcado para dezembro. O PT já apresentou recurso. (Política / Pág. A6)

Moro quebra sigilo do PT
O juiz Sérgio Moro mandou quebrar o sigilo telefônico do PT e de pelo menos seis números que teriam sido usados pelo ex-tesoureiro do partido João Vaccari Neto entre 2010 e 2014. (Pág. A4)

Delator diz que Renan recebeu ‘repasse’ de lobista
O lobista Fernando Soares, o Fernando Baiano, disse à Polícia Federal que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), recebeu “repasses” por meio do também lobista Jorge Luz, investigado na Operação Lava Jato. Os valores seriam oriundos de contratos da Petrobrás. (Política / Pág. A8)

Samarco é multada em R$ 250 milhões por lama em MG
A presidente Dilma Rousseff anunciou multa de R$ 250 milhões à Samarco por violar a legislação ambiental. Após sobrevoar a região atingida pela lama, Dilma disse estar diante do “maior desastre ambiental” do País. O governo prometeu ampliar a fiscalização de barragens em MG. (Metrópole / Págs. A14 e A15)

Por água, vítimas ameaçam parar ferrovia
Moradores prometem bloquear o tráfego de minério de ferro caso a Vale, uma das donas da Samarco, não resolva crise hídrica causada pela lama. (Pág. Al5)

Dilma sanciona lei do direito de resposta
A presidente Dilma Rousseff sancionou, com um veto, lei que regulamenta direito de resposta na imprensa. Segundo o texto, pessoa ou empresa ofendida terá 60 dias para pedir retratação ou retificação. Entidades questionam prazos definidos na lei. (Política/ Pág. A9)

‘Não engravidem agora’, diz governo
Diretor do Departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Cláudio Maierovitch aconselha mulheres de Estados do Nordeste a adiar planos de gravidez até que haja clareza sobre casos de microcefalia em bebês, informa Lígia Formenti: “Não engravidem agora. Esse é o conselho mais sóbrio que pode ser dado”. (Metrópole / Pág. A16)

Volkswagen é autuada em R$ 50 mi pelo Ibama (Economia/Pág. B16)

SP já tem cinco escolas ocupadas por alunos (Metrópóle/Pág. A17)

EUA indiciam por tráfico parentes de Nicolás Maduro
Presos no Haiti e levados a Nova York, dois sobrinhos da primeira-dama da Venezuela, Cilia Flores, foram acusados ontem de conspirar para enviar cocaína aos EUA, crime que tem como pena máxima a prisão perpétua. (Internacional / Pág. A10)

Eliane Cantanhêde
Novo partido – Dissidentes querem abandonar a tese de “refundação do PT” e criar uma sigla que possa resgatar o discurso de esquerda (Política/Pág. A6)

Notas&Informações
Protagonismo tardio – Os tucanos, que desceram do muro no caso Eduardo Cunha, não podem se queixar da sorte (Pág. A3)

A LDO, Levy e a força de Lula – Henrique Meirelles contraria o discurso petista e posições defendidas pela presidente (Pàg. A3)


Gazeta do Povo

TRANSPORTE COLETIVO
Manchete: TC mantém retirada de itens da planilha de custos do transporte
O Tribunal de Contas do Paraná (TC) rejeitou recursos contra a retirada de itens da planilha de custos da tarifa do transporte coletivo de Curitiba. A contestação havia sido feita pela Urbs, pelo Sindicato das Empresas de Ônibus e pelo Sindicato dos Motoristas e Cobradores. Com a rejeição, a Urbs tem prazo de 30 dias para implementar as medidas. O TC estabeleceu ainda que a Urbs passe a controlar o consumo de combustíveis e adote o preço mínimo divulgado pelo site da Agência Nacional de Petróleo como parâmetro de custo na planilha tarifária. Também deve controlar os gastos com lubrificantes, rodagem, peças, acessórios e serviços de terceiros para manutenção e custo com pessoal.

ACIDENTE EM MG
Mineradora receberá multa de R$ 250 milhões
O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) deve aplicar multa de R$ 250 milhões à mineradora Samarco por danos causados pelo rompimento de duas barragens em Marina (MG). A presidente Dilma Rousseff sobrevoou a região afetada e disse que a empresa descumpriu “várias legislações” .

3º FÓRUM DE AGRICULTURA
Consumo limitado preocupa agronegócio
A crise no Brasil e a demanda global por proteína foram temas de abertura do Fórum de Agricultura da América do Sul, promovido pela Gazeta do Povo.

PETROLEIRA
Petrobras tem prejuízo de R$ 3,76 bilhões
O balanço da Petrobras confirmou a expectativa do mercado financeiro. A estatal registrou prejuízo de R$ 3,76 bilhões no terceiro trimestre de 2015, o pior resultado nos últimos cinco trimestres. Entre janeiro e setembro deste ano, a empresa ainda tem número positivo, com lucro de R$ 2,102 bilhões.

LAVA JATO
Justiça quebra sigilo telefônico da sede do PT
A pedido do Ministério Público, o juiz Sérgio Moro decretou a quebra do sigilo telefônico do PT e de pelo menos seis números que seriam usados pelo ex-tesoureiro do partido João Vaccari. A abertura de dados alcança um período de quase cinco anos, 2010 a 2014. A decisão faz parte das investigações de corrupção na Petrobras.

CONSUMIDOR
Onda do menos é mais chega ao consumo
A redução do consumo tem feito a cabeça de muita gente. Trata-se do movimento batizado lowsumerism.

G FIM DE SEMANA
Diretor português usa falsidade para adaptar “Os Maias”
Diretor usa falsidade para adaptar Os Maias, de Eça de Queiroz.


Zero Hora

Manchete : Câmbio aumenta perda da Petrobras
Alta do dólar elevou custos da empresa no terceiro trimestre. Diretor financeiro da estatal anunciou intenção de renegociar dívida, hoje de R$ 507 bilhões, para 2016. (Notícias | 16 e 18)

R$ 250 milhões, a multa pela lama
Dilma sobrevoou região atingida por rompimento de barragem em Mariana (MG) e anunciou punição à mineradora Samarco. Resíduos já atingem Rio Doce em Governador Valadares, próximo ao Espírito Santo. (Notícias | 12)


Folha de S. Paulo

Manchete : Levy pressiona, e Dilma recua em corte da meta
Petista desiste de desconto de R$ 20 bi no superavit primário de 2016
Na semana em que se viu pressionada a tirar Joaquim Levy da Fazenda, a presidente Dilma cedeu ao ministro e autorizou aliados no Congresso a reforçar a meta fiscal prevista para 2016. Com a decisão, a comissão de Orçamento abandonou proposta de permitir descontos no superavit primário (poupança para reduzir a dívida pública) e aprovou manter a meta do setor público em R$ 43,8 bilhões. A presidente, após ideia do Planejamento, concordara em aprovar um desconto de R$ 20 bilhões na meta do governo. Levy foi contra, argumentando que o Planalto não poderia passar nova mensagem de descrédito. Dilma, então, recuou, fortalecendo o ministro. O ex-presidente Lula, porém, voltou a defender Henrique Meirelles, ex-chefe do Banco Central, na Fazenda. Para ele, o “prazo de validade” de Levy venceu. (Poder a4 e a5)

Vinicius Torres Freire – Figuras graúdas do mercado já dão como certa a queda de Levy. (Mercado a24)

Petrobras teve prejuízo no 3º trimestre de R$ 3,8 bilhões
A Petrobras registrou prejuízo de R$ 3,8 bilhões no terceiro trimestre de 2015. O balanço da estatal traz fortes impactos da desvalorização cambial, da queda do preço do petróleo e do pagamento de dívidas fiscais. A receita caiu 6,9% em relação ao mesmo período de 2014, de R$ 88,4 bilhões para R$ 82,2 bilhões. (Mercado a19)

Em MG, vizinhos de barragens temem novos vazamentos
O temor de rompimentos tem tirado o sono de moradores próximos a barragens em Minas. Em sobrevôo a locais atingidos pela lama que vazou na quinta (5), a presidente Dilma culpou mineradora por danos. (Cotidiano b4)

Alunos invadem 5 escolas, e Justiça ordena retirada
O movimento de estudantes contra mudanças na rede estadual de São Paulo se espalhou e totaliza cinco escolas invadidas. A Justiça determinou a reintegração de uma delas, tomada na terça (10). (Cotidiano b1)

Foto-legenda : Revolta
Na av. Paulista, centenas de mulheres protestam contra projeto de lei de Eduardo Cunha que dificulta aborto legal; deputado articula para atrasar processo de cassação (Poder a8)

Na fila do emprego
“A crise faz com que todo mundo aceite qualquer coisa.” A fala de Rafael dos Santos, 25, resume a frustração de profissionais que buscam uma vaga em época de desemprego em alta. Há seis meses sem trabalho, ele é uma das milhares de pessoas que, desde segunda (9), fazem fila no vale do Anhangabaú, em São Paulo, para encontro com empresas e recrutadores. A Folha reuniu algumas dessas histórias. (mercado a25)

Folha errou em texto sobre mortes causadas por PMs
A Folha errou ao afirmar que a gestão Alckmin (PSDB) manobrou dados para reduzir o número de homicídios. O texto, publicado na segunda (9), dizia que mortes causadas por PMs de folga deixaram de ser contabilizadas como homicídios, distorcendo comparações. (Cotidiano b3)

Editoriais
Leia “Aula de cinismo”, acerca da cartilha do PT com críticas à Lava Jato, e “Lição mal feita”, sobre a ineficiência dos gastos do país em saúde e educação (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, 13 de Novembro de 2015

Compartilhe nossa Matéria