Manchete dos Jornais nesta sexta-feira, 15 de julho de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 15th julho 2016

2 km de terror
Atentado com caminhão em Nice mata pelo menos 80 Veículo avançou contra multidão durante comemoração de data nacional em Nice
Tunisiano que vivia na cidade, motorista foi morto após descer atirando Há mais de 50 feridos, entre eles um brasileiro. Nenhum grupo assumiu o ataque até a 0h30 de hoje
Pelo menos 80 pessoas morreram num atentado em Nice, no sul da França, por volta das 22h30 de ontem (17h30 de Brasília). Outras 50 ficaram feridas, incluindo um brasileiro que vive na cidade. As vítimas viam a queima de fogos do 14 de Julho, dia da festa nacional do país, quando foram atropeladas por um caminhão na avenida beira-mar. O motorista deixou um rastro de mortos e feridos por 2 km, depois desceu do veículo atirando e acabou morto pela polícia. Ele seria um tunisiano de 31 anos, morador de Nice. No caminhão, foi achada grande quantidade de armas, munição e granadas. Corpos ficaram espalhados pela Promenade des Anglais. Pânico e correria tomaram a região. Autoridades orientaram a população a ficar em casa. Até a 0h30, nenhum grupo terrorista havia reivindicado o atentado. Em 2014, o Estado Islâmico convocou combatentes a atropelar pessoas….


O Globo

Manchete : Terror mata 80 na Riviera Francesa
Caminhão atingiu multidão que celebrava Dia da Bastilha
Veículo atropelou pessoas por quase dois quilômetros em Nice; havia explosivos e armas a bordo, e motorista foi morto
Oito meses após o maior ataque terrorista na França, em Paris, o país voltou a sofrer, ontem, um atentado de grandes proporções quando um caminhão em alta velocidade atingiu a multidão que comemorava a festa nacional em Nice, na Riviera Francesa. Pelo menos 80 pessoas morreram, entre elas sete crianças, e cerca de cem ficaram feridas quando esperavam o show de queima de fogos. O presidente François Hollande, que estava em Avignon, voltou a Paris e foi para o centro de crises. Mais cedo, ele tinha anunciado para o dia 26 a suspensão do estado de emergência que vigora em todo o país desde os ataques que deixaram 130 mortos em Paris, em novembro passado. Nenhum grupo reivindicou ainda a autoria do ataque. (Págs. 28 e 29)

Maia: teto para gastos e previdência são prioridades
Eleito por maioria ampla, o novo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), elegeu como prioridade de sua gestão a agenda econômica do país. Em entrevista ao GLOBO, cita a renegociação das dívidas dos estados, o teto para gastos e a reforma da Previdência como os projetos mais urgentes. Afirma ainda que o aumento de impostos não pode ser solução para o Brasil. (Pág. 3, Merval Pereira e Míriam Leitão)
Cunha perde, e cassação vai a plenário (Págs. 6 e 7)

Moro critica governo e Congresso (Pág. 8)

Rio 2016 – Pista aberta para a insegurança
Enquanto a Força Aérea divulgava seu esquema de segurança para os Jogos, um incidente deu um susto no Aeroporto Santos Dumont. Um grupo, que seria de militares em treinamento, se aproximou da pista, e um avião pronto para pousar teve de arremeter e outro não pôde decolar. (Pág. 14)


O Estado de S. Paulo

Manchete : 2 km de terror
Atentado com caminhão em Nice mata pelo menos 80
Veículo avançou contra multidão durante comemoração de data nacional em Nice
Tunisiano que vivia na cidade, motorista foi morto após descer atirando
Há mais de 50 feridos, entre eles um brasileiro
Nenhum grupo assumiu o ataque até a 0h30 de hoje
Pelo menos 80 pessoas morreram num atentado em Nice, no sul da França, por volta das 22h30 de ontem (17h30 de Brasília). Outras 50 ficaram feridas, incluindo um brasileiro que vive na cidade. As vítimas viam a queima de fogos do 14 de Julho, dia da festa nacional do país, quando foram atropeladas por um caminhão na avenida beira-mar. O motorista deixou um rastro de mortos e feridos por 2 km, depois desceu do veículo atirando e acabou morto pela polícia. Ele seria um tunisiano de 31 anos, morador de Nice. No caminhão, foi achada grande quantidade de armas, munição e granadas. Corpos ficaram espalhados pela Promenade des Anglais. Pânico e correria tomaram a região. Autoridades orientaram a população a ficar em casa. Até a 0h30, nenhum grupo terrorista havia reivindicado o atentado. Em 2014, o Estado Islâmico convocou combatentes a atropelar pessoas. (Internacional A14 a A16)

Hollande prolonga emergência
O presidente da França, François Hollande, anunciou que vai prolongar por três meses o regime de emergência no país, em vigor desde os atentados que mataram 130 pessoas em novembro, manter 10 mil militares nas ruas e convocar reservistas. (A15)

‘Quero desidratar o Centrão’, diz Temer
O presidente em exercício, Michel Temer, disse confiar no recesso para que “pequenas ranhuras” deixadas na disputa pelo comando da Câmara sejam cicatrizadas e falou em atuar pela “inclusão política” da base. “Quero desidratar essa coisa de Centrão e de outro grupo. É preciso unificar isso. Quero que seja tudo situação”, afirmou a Tânia Monteiro, Vera Rosa e Marcelo Beraba. O Centrão abriga partidos médios. O “outro grupo”, PSDB, DEM e PPS. Sobre economia, Temer disse que a situação é “dificílima” e que virão “medidas amargas”. (Política A4 e A5)

Cunha perde e cassação será votada em agosto (Política A9)

Fernando Gabeira
Para onde foi a esperança – As eleições de 2018 abrem o caminho da renovação ou da aventura. Tudo vai depender da sociedade (Espaço Aberto A2)

Notas&Informações
Uma chance para os políticos – Em seu mandato-tampão, Rodrigo Maia poderá dar passo decisivo para a recuperação do papel institucional da Câmara. (A3)

O ajuste e os quebra-galhos – Um ajuste duradouro das contas públicas só pode ter como base medidas de longo alcance (A3)


Folha de S. Paulo

Manchete : Atentado em feriado nacional mata dezenas no sul da França
Caminhão avançou sobre multidão na cidade de Nice durante celebração da Queda da Bastilha
Um caminhão avançou sobre uma multidão que se reunia para os festejos da Queda da Bastilha, em Nice (sul da França), e matou dezenas de pessoas ontem à noite, no horário local. Segundo o jornal “Le Figaro”, 73 pessoas morreram. Autoridades locais anunciaram ao menos 60 mortes e definiram a ação como atentado terrorista. A Presidência da França não confirmou. O caminhão entrou em área fechada de avenida litorânea, pouco antes da queima de fogos que marca o mais importante feriado francês. Nenhum grupo reivindicou a autoria do ato. Segundo a imprensa francesa, um dos ocupantes do caminhão foi morto e outro estava foragido. Foi informado também que armas e granadas foram encontradas no interior do veículo. O presidente François Hollande reuniu seu gabinete de crise. A França está em estado de emergência desde novembro de 2015, quando atentados terroristas em Paris mataram 130. (Mundo a10)

Cunha perde mais uma e afirma que recorrerá ao STF
A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara rejeitou recurso de Eduardo Cunha contra sua cassação, aprovada pela Comissão de Ética. O peemedebista vê irregularidades no processo e recorrerá ao STF. (Poder a7)

Temer pede ao novo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que refaça pontes com derrotados. (a8)

Russomanno lidera em SP; Haddad tem a maior rejeição
A um mês do início da campanha, Celso Russomanno (PRB) é o líder isolado na disputa pela Prefeitura de São Paulo e bateria qualquer adversário no segundo turno, revela o Datafolha. A seguir vêm Marta Suplicy (PMDB), Erundina (PSOL) e prefeito Fernando Haddad (PT), que perderia de todos no segundo turno. (Poder a4)

Espaço aéreo de áreas olímpicas ficará fechado por 30 dias (B7)

Painel
Marqueteiro João Santana vai fazer delação
João Santana, ex-marqueteiro do PT, entrou em negociações para fazer delação premiada. Ele e a mulher, Mônica Moura, que já negociava acordo, estão presos desde fevereiro. (Poder a4)

Editoriais
Leia “Depois da vitória”, sobre a eleição do presidente da Câmara, e “O trem antes dos trilhos”, acerca de problemas no metrô de São Paulo. (Opinião a2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Sexta-Feira, 15 de Julho de 2016

Compartilhe nossa Matéria