Manchete dos Jornais nesta terça-feira, 01 de dezembro de 2015
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 1st dezembro 2015

Smartphones aceleram a inclusão no mundo digita
Ampliação da internet móvel no Brasil cria oportunidades de negócios…
Diagnóstico sombrio – Brasileiros percebem que nenhuma prioridade será séria enquanto energia estiver na corrupção…
STF : corte pode afetar eleição
O STF e tribunais superiores alertaram que o corte de verbas poderá inviabilizar o uso de urnas eletrônicas nas eleições de 2016.  Por falta de verba, voto poderá ser em papel.
Com o contingenciamento imposto à Justiça Eleitoral, eleições municipais de 2016 deverão ser realizadas sem urnas eletrônicas em diversas cidades.


O Globo

Manchete : Microcefalia se espalha, e Rio já tem 21 casos
No país, registros da doença saltaram de 739 para 1.248 em 1 semana
Rápido aumento do número de bebês com a malformação atinge principalmente o Nordeste, mas, segundo o Ministério da Saúde, ocorrências já foram registradas em 13 estados e no Distrito Federal
O número de recém-nascidos com microcefalia no Estado do Rio já chega a 21, sendo que 15 dos casos ocorreram a partir de julho, cerca de três meses depois dos primeiros registros de zika. O Ministério da Saúde confirmou a relação entre o vírus e a epidemia da malformação cerebral. No país, os casos de microcefalia saltaram de 739 para 1.248 em apenas uma semana. A epidemia se espalha pelo país, atingindo 13 estados e o Distrito Federal, embora a maior concentração ocorra em Pernambuco, com pelo menos 646 crianças nascidas com a doença contra 487 na semana passada. Os números são preocupantes, mas o balanço divulgado pelo Ministério da Saúde pode ser pior, pois algumas secretarias estaduais, como a de Mato Grosso, ainda não repassaram seus dados. Lá, até ontem, havia 58 recém-nascidos com microcefalia. (Pág. 25)

Dilma sobre Delcídio : ‘Perplexa’
A presidente Dilma disse ontem em Paris ter ficado “extremamente perplexa” com a prisão do senador Delcídio Amaral (PT), líder de seu governo no Senado. Na cadeia, Delcídio afirmou a um auxiliar que o seu partido o tratou com “covardia atroz”, revela FERNANDA KRAKOVICS. (Pág. 3)

Pedido para afastar Cunha é avaliado
Estimulada pela reação do STF no caso do senador Delcídio, a Lava-Jato estuda pedir que Eduardo Cunha seja afastado da presidência da Câmara. (Pág. 5)

Inquérito pode juntar senador e Renan
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a abertura de inquérito sigiloso contra os senadores Delcídio e Renan Calheiros. (Pág. 4)

Empenho por acordo em Paris
A Conferência do Clima (COP-21) começou ontem em Paris com a presença de 150 chefes de Estado, que pediram empenho e ousadia em busca de um acordo sobre o financiamento do combate às mudanças climáticas e a responsabilidade de cada país. Em discurso, a presidente Dilma prometeu punir os responsáveis pelo desastre em Mariana. (Pág. 2)

Miriam Leitão – Há chance de acordo, mas mundo terá que fazer mais para evitar o desastre (Pág. 20)

Governo parado – Contas de aluguel e luz ameaçadas
A paralisia na máquina pública pode levar o governo a “pedalar” contas de luz, telefone e aluguel. Se a meta fiscal não for aprovada, as contas serão pagas só em 2016. (Págs. 19 e 20)

STF : corte pode afetar eleição
O STF e tribunais superiores alertaram que o corte de verbas poderá inviabilizar o uso de urnas eletrônicas nas eleições de 2016. (Pág. 9)

Rio vai parcelar salários
Estado só pagará integralmente até R$ 2 mil líquidos (Pág. 13)

Brasil não vai agir contra Maduro
A presidente Dilma descartou a exclusão da Venezuela do Mercosul, como defendeu o presidente eleito da Argentina, Maurício Macri. (Pág. 25)

Lei Maria da Penha – Pedro Paulo deve ser investigado (Pág. 6)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Janot pede inquéritos para investigar Delcídio e Renan
Decisão caberá ao Supremo; senador Jader Barbalho e deputado Aníbal Gomes também devem ser alvo
A Procuradoria-Geral da República pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) abertura de mais dois inquéritos na Operação Lava Jato. Em um deles, o procurador-geral, Rodrigo Janot, quer investigar os senadores Delcídio Amaral (PT-MS), preso na semana passada, Renan Calheiros (PMDB-AL) e Jader Barbalho (PMDB-PA). No outro, Renan, Jader e o deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE). Parlamentares devem ser investigados por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. As peças são mantidas em segredo de justiça. Em Paris, a presidente Dilma Rousseff declarou ter ficado “perplexa” com a prisão de Delcídio. Ela voltou a afirmar que não indicou Nestor Cerveró para a Petrobrás e “não sabia de tudo” sobre a Refinaria de Pasadena. (Política/Págs. A4 e A5)

Esteves venderá parte no banco
Sócios do BTG devem comprar fatia de André Esteves. (Economia/Págs. B10 e B11)

Cunha vincula impeachment a voto do PT
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), avisou ao Planalto que, se os três petistas do Conselho de Ética da Casa votarem contra ele no processo de quebra de decoro, dará prosseguimento a pedidos de impeachment de Dilma Rousseff. Diante disso, o governo intensificou a pressão sobre Valmir Prascidelli (SP), Zé Geraldo (PA) e Léo de Brito (AC) e os três já admitem rediscutir sua posição. “Está nas mãos deles. Tudo depende do comportamento do PT”, teria dito Cunha. Hoje, o Conselho de Ética se reúne para abrir ou não processo contra ele. (Pág. A6)

MPF denuncia 16 por compra de medidas provisórias
O Ministério Público Federal denunciou, por corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, extorsão e organização criminosa, 16 pessoas envolvidas em esquema de compra de medidas provisórias revelado pelo Estado. Só uma das MPs, a 471/2009, causou rombo de R$ 879,5 milhões aos cofres públicos – montante que, segundo os procuradores, tem de ser ressarcido. A denúncia faz parte da Operação Zelotes, iniciada em 2013. (Política/Pág. A6)

Com corte, governo pode atrasar água, luz e terceirizados
O governo editou decreto com corte de R$ 11,2 bilhões – R$ 10,7 bilhões do Orçamento do Executivo e R$ 500 milhões em emendas parlamentares. Contas de luz, água e telefone de dezembro, além de salários de funcionários terceirizados, não poderão ser pagos até que o Congresso aprove a nova meta fiscal de 2015. Há recomendação para que o Legislativo e o Judiciário cortem R$ 1,7 bilhão. (Economia/Pág. B1)

Por falta de verba, voto poderá ser em papel
Com o contingenciamento imposto à Justiça Eleitoral, eleições municipais de 2016 deverão ser realizadas sem urnas eletrônicas em diversas cidades. (Pág. A7)

Brasil defende metas obrigatórias em reunião do clima
A abertura da 21.ª Conferência do Clima (COP-21) das Nações Unidas, ontem, em Paris, foi marcada de um lado pelo consenso de que é preciso lutar contra o aquecimento global e, de outro, por divergências quanto à obrigatoriedade das metas traçadas. A presidente Dilma Rousseff defendeu acordo legalmente vinculante. “Não pode ser um simples resumo das melhores intenções.” (Metrópole/Pág. A14)

Dilma rejeita plano de excluir Venezuela
A presidente Dilma Rousseff se mostrou contrária ontem à proposta do presidente eleito argentino, Mauricio Macri, de excluir a Venezuela do Mercosul. (Internacional/Pág. A8)

Microcefalia já tem 1,2 mil casos no País
O número de casos suspeitos de microcefalia passou de 739 para 1.248 em menos de uma semana. Há notificações em 311 municípios de 13 Estados e no DF. (Metrópole/Pág. A16)

Casamento gay aumenta 31% em um ano; SP lidera (Metrópole/Pág. A18)

Ilan Goldfajn
2015, o ano que não terminou – As contas fiscais não estão fechadas, nem a recessão acabou. A esperança de recuperação, em todos os sentidos, fica para um futuro menos próximo. (Espaço Aberto/Pág. A2)

Notas&Informações
Diagnóstico sombrio – Brasileiros percebem que nenhuma prioridade será séria enquanto energia estiver na corrupção (Pág. A3)

Virada de ano sem perspectiva – Dezembro começa com o governo quase paralisado e com verbas federais congeladas (Pág. A3)


Gazeta do povo

Manchete: Smartphones aceleram a inclusão no mundo digita
Ampliação da internet móvel no Brasil cria oportunidades de negócios

ECONOMIA DIGITAL
Ampliação da internet móvel no Brasil cria oportunidades de negócios
SETOR AÉREO
Brasileira é a nova presidente da Aerolíneas Argentinas no governo Macri
TELECOMUNICAÇÕES
Governo adia primeiro desligamento do sinal analógico de TV
CONTAS PÚBLICOS
Setor público tem déficit inédito em outubro, e rombo cresce 73% no ano


Folha de S. Paulo

Manchete : Cunha ameaça o PT, que reavalia apoio à cassação
Deputado fala em deflagrar processo de impeachment de Dilma
Pressionado pela ameaça de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) de deflagrar processo de impeachment contra Dilma Rousseff, o PT considera a chance de enterrar a ação que pode cassar o mandato do presidente da Câmara. O Conselho de Ética vota hoje o relatório preliminar, de Fausto Pinato (PRB-SP), pela continuidade do processo. São 21 votos, e o placar tende a ser apertado. O PT vota com três deputados, que devem fazer a diferença. O Planalto age para convencer os três a não entrar em conflito com Cunha. Há receio de que a instabilidade política no Congresso impeça a votação da meta fiscal de 2015 e contribua para o avanço do impeachment. Cunha é acusado de participar do esquema de corrupção na Petrobras e de esconder contas na Suíça. Ele nega as acusações. (Poder a4)

Dilma se diz “perplexa” com ações de Delcídio e afirma não temer possível delação do senador do PT. (a6)

Governo corta R$ 11,2 bi do Orçamento, e dólar dispara
O governo publicou no “Diário Oficial” decreto que corta R$ 11,2 bilhões nas despesas orçamentárias de 2015. A decisão visa a evitar que o Tribunal de Contas da União faça nova contestação das contas. Programas sociais, obras e gastos administrativos serão afetados. A medida contribuiu para o dólar subir e fechar cotado a quase R$ 3,90. (Poder a8 e a9)

Microcefalia se expandee já atinge 14 Estados do país
O Brasil já registra 1.248 casos suspeitos de recém-nascidos com microcefalia, má-formação do cérebro que pode limitar o desenvolvimento da criança. O avanço está ligado à infecção de gestantes pelo vírus zika. Os registros ocorrem em14 Estados. Antes concentrados no Nordeste, aparecem agora também no Norte, Sudeste e Centro-Oeste. (Cotidiano c1)

Conferência sobre o clima começa com impasse
No primeiro dia da Conferência do Clima da ONU, em Paris, foi mantido o impasse em relação à obrigatoriedade dos países de cumprirem metas. O presidente dos EUA, Barack Obama, falou em “momento da virada”, porém não assumiu compromissos. (Mundo a10)

Dono da Cyrela fará doação de R$ 2,3bi para causas sociais (Mercado a23)

Depois da tragédia
A carreira de Ricardo Vescovi, presidente da Samarco, mudou completamente desde o rompimento da barragem em Mariana (MG). Antes, sua trajetória, de estagiário a chefe, era tida como brilhante. (cotidiano b4)

Foto-legenda : Protesto em SP
Policiais retiram cadeiras usadas em protesto que fechou a av. Faria Lima, na zona oeste paulistana, na manhã desta segunda (30) contra a reorganização de escolas proposta pelo governo Alckmin (PSDB); decreto que oficializa a mudança na rede será publicado nesta terça-feira (1º) (cotidiano b4)

Foto-legenda : Protesto no Rio
Com uma bandeira furada representando tiros, parentes de jovens mortos no domingo (29) fizeram manifestação; o comandante dos PMs que dispararam contra o carro em que estavam os cinco rapazes foi exonerado (Cotidiano b3)

FMI dá status de moeda global para divisa chinesa (Mercado A15)

Gustavo Patu
Ajuste serviu só para refrear nova explosão de gastos
A despeito do novo corte, a despesa do governo neste ano será semelhante ao recorde de 2014. Todo o ajuste realizado e propagandeado apenas conteve uma nova disparada de gastos. (Poder a8)

Mônica Bergamo
Aposentadoria de funcionários deve mudar para 75 anos (pág. c2)
Editorial
Leia “Desalento e esperança”, a respeito de pesquisa Datafolha, e “Regras mais claras”, sobre condições para o investimento em infraestrutura (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, 01 de Dezembro de 2015

Compartilhe nossa Matéria