Manchete dos Jornais nesta terça-feira, 02 de fevereiro de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 2nd fevereiro 2016

Plano é acelerar pesquisas
Recomendações da entidade não restringem viagens ao Brasil
A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou microcefalia e doenças neurológicas em áreas com zika vírus como emergência internacional. A entidade vai tentar acelerar pesquisas sobre casos de má-formação de bebês, mas não adotou restrição de viagem a locais afetados, entre eles o Brasil. Uma das preocupações foi evitar a adoção de medidas extremas por outros países, como a de sugerir a cidadãos não comparecer aos Jogos Olímpicos do Rio. A OMS aconselha, porém, que viajantes sejam informados sobre riscos e que governos lancem campanhas de alerta e controle do Aedes aegypti. A entidade busca evitar críticas por não tomar providências, como as que recebeu no surto de ebola. Até hoje, H1N1, pólio e o próprio ebola haviam sido declarados emergência. A presidente Dilma Rousseff gravou pronunciamento para pedir mobilização. O ministro Jaques Wagner admitiu que a decisão pode afetar o turismo no curto prazo.


O Globo

Manchete : OMS declara emergência mundial por microcefalia
‘Estamos em absoluta perplexidade’, admite ministro da Casa Civil após reunião
Alerta, emitido em casos extremos, ajuda a mobilizar recursos para o combate ao vírus
O crescimento do número de casos de microcefalia e sua relação com o vírus zika, especialmente no Brasil, levaram a Organização Mundial de Saúde (OMS) a decretar emergência internacional de saúde pública. O alerta é emitido em casos extremos, como ocorreu com o vírus ebola, e ajuda a mobilizar recursos para o combate à doença. A presidente Dilma fez reunião de emergência para discutir medidas. “Estamos em absoluta perplexidade”, disse o ministro Jaques Wagner após a reunião, admitindo que pode haver redução de visitas de estrangeiros ao Brasil a curto prazo. Foi autorizada a entrada forçada de agentes de saúde em imóveis públicos e privados abandonados. (Pág. 3)

Míriam Leitão – Sem trégua
Brasil precisa usar todas as armas e combater em todas as frentes o vírus zika. (Pág. 18)

Reforma da Previdência – Regra igual para mulher e homem
A proposta de reforma da Previdência em discussão no governo prevê unificar as regras de aposentadoria para homens e mulheres, além de fixar idade mínima. A equipe econômica avalia que só assim será possível conter a alta de gastos na Previdência. Hoje, as mulheres podem se aposentar antes dos homens. (Pág. 19)

Dilma vai hoje ao Congresso
Como sugeriu o ex-ministro Delfim Netto, a presidente Dilma vai hoje ao Congresso e defenderá reformas. (Pág. 8)

Lula fez 111 viagens ao sítio de Atibaia
Seguranças do Planalto receberam total de 968 diárias por 283 pernoites
O ex-presidente Lula e família fizeram, de 2012 a este ano, 111 viagens ao sítio de Atibaia cuja reforma teria sido paga pela Odebrecht. Seguranças receberam diárias do Planalto por 283 pernoites no sítio, segundo o site da “Época”, inclusive em dias em que Lula estava no exterior. A família dele não tem direito a segurança. (Pág. 4)

Em cerimônia, Janot ignora Cunha (Pág. 8)

Zelada é condenado a 12 anos de prisão (Pág. 6)

Dirceu a Moro: ‘R$ 120 mil por mês é irrisório’
Ao juiz Sérgio Moro, o ex-ministro José Dirceu disse que emprestava seu prestígio às empresas ao fazer consultoria. E que o valor cobrado era baixo: “Sem falsa modéstia, R$ 120 mil (por mês) é irrisório.” (Pág. 6)

Petrobras planeja unir refinarias
A Petrobras estuda unir em uma holding o Comperj, a Reduc e a Refinaria Gabriel Passos, de Minas, para tentar atrair um sócio e concluir as obras do complexo de Itaboraí, revela RAMONA ORDOÑEZ. (Pág. 17)


capa (10)FISCO PARANAENSE
Beto Richa será investigado pela Operação Publicano
OPERAÇÃO QUADRO NEGRO
Richa autorizou aditivos de R$ 5,9 mi em 7 contratos da Valor para obras em escolas
INVESTIGAÇÕES
Sumido desde o mensalão, ‘Silvinho Land Rover’ aparece na Lava Jato
IMPEACHMENT
“Os fatos e a história não podem ser manipulados”, critica Cunha em recurso ao STF
EPIDEMIA
OMS declara microcefalia e outras desordens ligadas à zika emergência mundial
EFEITOS PRÁTICOS
Especialistas apoiam alerta da OMS sobre microcefalia, mas cobram pesquisa
SAÚDE
Reino Unido concede primeira licença para manipulação de embriões humanos
ONDA DE ASSASSINATOS
Ataques triplicam índice de homicídios e levam medo a Londrina
TRANSPORTE PÚBLICO
Motoristas e cobradores de Curitiba e RMC rejeitam proposta salarial e ameaçam greve por atraso
MITOS INDÍGENAS
RPG permite incorporar Tupinambás e Guaianás
HISTÓRIA
Mitologia ajuda a tirar ensino indígena do papel
“CASO VIRGÍNIA”
MP questiona perícia sobre as mortes na UTI do Hospital Evangélico
PLANALTO
Relação estremecida com o PT fez Dilma pensar em se licenciar do partido
NEGÓCIO
Pequenos produtores apostam em delivery de alimentos orgânicos
NEGÓCIOS
Grupo dono da Luigi Bertolli e que opera a GAP no Brasil pede recuperação
ENERGIA
Início da operação da Usina Baixo Iguaçu é adiado de 2016 para 2018
COMÉRCIO EXTERIOR
Superávit comercial de janeiro é o melhor desde 2007
BANCOS
Cade vai aprofundar análise sobre venda do HSBC para o Bradesco
PREÇOS
Aumento do ônibus vai adicionar 0,2% à inflação de Curitiba em fevereiro


O Estado de S. Paulo

Manchete : Microcefalia em área com zika é declarada emergência mundial
Decisão da OMS inclui também doenças neurológicas

Plano é acelerar pesquisas
Recomendações da entidade não restringem viagens ao Brasil
A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou microcefalia e doenças neurológicas em áreas com zika vírus como emergência internacional. A entidade vai tentar acelerar pesquisas sobre casos de má-formação de bebês, mas não adotou restrição de viagem a locais afetados, entre eles o Brasil. Uma das preocupações foi evitar a adoção de medidas extremas por outros países, como a de sugerir a cidadãos não comparecer aos Jogos Olímpicos do Rio. A OMS aconselha, porém, que viajantes sejam informados sobre riscos e que governos lancem campanhas de alerta e controle do Aedes aegypti. A entidade busca evitar críticas por não tomar providências, como as que recebeu no surto de ebola. Até hoje, H1N1, pólio e o próprio ebola haviam sido declarados emergência. A presidente Dilma Rousseff gravou pronunciamento para pedir mobilização. O ministro Jaques Wagner admitiu que a decisão pode afetar o turismo no curto prazo. (metrópole/A11 a A13)

Bastidores – Brasil foi o centro da reunião
A proliferação de casos no Brasil e a necessidade de uma resposta da OMS e de um alerta geral para mobilizar a população foram decisivos para o anúncio de ontem, após quatro horas de debate de cientistas e governos. A situação no País atraiu a atenção de todos e determinou a recomendação global. (Pág. A11)

Especialistas pedem ações práticas
Para especialistas, a rapidez de proliferação do zika e a explosão de casos de microcefalia justificam a decretação de emergência pela Organização Mundial da Saúde. Mas, para ter impacto sobre o problema, a medida deve vir acompanhada de ações práticas, como investimentos em pesquisas. (A12)

Foto-legenda : Combate ao mosquito
Agentes de saúde e soldados visitam casas em São Paulo em busca de focos do Aedes aegypti. Desde ontem, a Medida Provisória 712 autoriza ingresso à força em imóveis abandonados públicos e particulares. (Pág. A12)

PT vai à TV tentar conter corrosão eleitoral de Lula
Inserções do partido priorizam defesa do ex-presidente; relatórios indicam 111 viagens a sítio em Atibaia
O PT inicia hoje campanha para conter o processo de corrosão eleitoral de Luiz Inácio Lula da Silva. O partido fará defesa enfática do ex- presidente em suas inserções em rede nacional de rádio e TV. Líderes petistas avaliam que o estrago político de suspeitas levantadas por investigações está se tornando praticamente irreversível no médio prazo e o PT pode chegar sem um nome eleitoralmente viável às eleições de 2018. Pesquisas mostram Lula perdendo pontos em quase todos os cenários nos quais é testado como candidato. Relatórios do Palácio do Planalto obtidos pela revista Época indicam que seguranças do ex-presidente foram 111 vezes para Atibaia, entre 2012 e 11 de janeiro deste ano. Na cidade fica um sítio, alvo da Lava Jato, frequentado por Lula. A assessoria do ex-presidente disse que ele vai ao local “em dias de descanso”. (Política A4)

‘Eu emprestava meu prestígio’, afirma Dirceu
O ex-ministro José Dirceu disse ao juiz Sérgio Moro que atuava para abrir mercados a empreiteiras. “Emprestava meu nome, meu prestígio.” Questionado sobre R$ 120 mil mensais pagos pela Engevix, afirmou: “Esse preço é irrisório, doutor Moro, sem falsa modéstia” (Política A6)

Com renda de R$ 700 mil, Collor gasta R$ 16,4 mi
O senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) gastou R$ 16,4 milhões entre 2011 e 2014 com despesas de consumo, segundo laudo da PF para a Operação Politeia, que investiga esquema de corrupção na BR Distribuidora. No mesmo período, ele declarou rendimentos de R$ 700 mil. (Política A7)

Foto-legenda : Acusador e acusado
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ficaram lado a lado na cerimônia de abertura do Ano Judiciário, no Supremo Tribunal Federal, mas não cruzaram olhares. Janot exaltou a Lava Jato e, ao cumprimentar as autoridades, não citou Cunha – réu na operação. (Política A8)

Governo eleva imposto de cigarro, sorvete e chocolate
O governo vai elevar a tributação de sorvetes, chocolates, cigarros e rações a partir de maio. Decreto publicado ontem altera cobrança do IPI sobre esses produtos. O plano é aumentar a arrecadação em R$ 641 milhões neste ano e R$ 1,07 bilhão em 2017. (Economia B1)

Brasil ‘perde’ 22,9 mi de linhas de celulares (Economia B14)

Vereadores receberam R$ 5 mi, diz delator (Metrópole A15)

Ilan Goldfajn
Muito além do PIB – Administrar a escassez de arrecadação vai ser um desafio e tanto. Mais um motivo para acelerar as medidas de contenção de gastos obrigatórios. (Espaço Aberto A2)

Notas&Informações
A farsa desmontada – Lula se permitiu expor publicamente uma relação promíscua comum empresário desonesto. (A3)

Pessimismo já atinge 2017 – Este ano está perdido. O panorama do próximo já reflete o humor cada vez mais sombrio dos analistas. (A3)


Folha de S. Paulo

Manchete : Planalto quer unificar regras de aposentadoria
Plano prevê padronização “gradual” de homens e mulheres e setores urbano e rural
A proposta de reforma da Previdência que o governo federal planeja prevê a unificação, no longo prazo, de todos os regimes de Previdência no país, informam Valdo Cruz e Julianna Sofia. Esse processo, segundo assessores, seria concretizada de forma “lenta e gradual” em 20 ou 30 anos. O objetivo do plano a ser enviado ao Congresso é submeter às mesmas regras os setores público e privado, homens e mulheres e trabalhadores urbanos e rurais. Assessores do governo dizem que a proposta preserva direitos adquiridos e não muda a regra para quem está perto de se aposentar. Um dos efeitos da padronização de regras seria a fixação, na prática, de idade mínima de aposentadoria. Hoje, no caso dos servidores públicos, essa exigência é, em geral, de 55 anos para mulheres e 60 para homens. O governo quer inclusive elevá-la por considerá-la abaixo dos padrões mundiais. A proposta de unificação das regras da Previdência urbana com as da rural deve provocar forte reação de entidades ligadas aos trabalhadores do campo. Em 2015, enquanto a primeira apresentou um superavit de R$ 5,1 bilhões, a segunda registrou um deficit de R$ 91 bilhões. (Mercado A11)

Defesa de Lula responsabiliza ‘coxinhas’ por ‘maledicência’
Advogado de Lula, Nilo Batista afirmou que o ex-presidente é vítima de “maledicência”. “O combustível nesse processo de achincalhamento é os ‘coxinhas’ não admitirem que um operário possa comprar um tríplex.” Ele ressaltou que Lula não adquiriu o imóvel em Guarujá (litoral paulista). Sobre obra em Atibaia (SP), disse ser “um puxado”. (Poder A4)
Mario Sergio Conti – Fora do poder, o ditador Geisel foi mais republicano que democratas que o sucederam. (A6)

Câmara volta à ativa com foco no impeachment
No dia da retomada de suas atividades, a Câmara dos Deputados, presidida por Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pediu ao STF que reveja as decisões a respeito do rito de impeachment de Dilma. Alega que o tribunal interveio no funcionamento da Casa, restringindo direitos dos parlamentares. (Poder A6)

Não aceito minha prisão, diz Dirceu a juiz da Lava Jato (Poder A5)

Foto-legenda : Lado a lado
O Procurador-geral da República, Rodrigo Janot , que fez discurso duro defendendo a Lava Jato na abertura do ano Judiciário do Supremo e ignorou Eduardo Cunha (PMDB-RJ), um dos investigados na operação; a OAB vai pedir a saída do deputado da presidência da Câmara (Poder A6)

OMS declara emergência por zika, mas não veta viagens
A OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou emergência global de saúde pública por causa do zika. A decisão, que não veta viagens a locais atingidos, deve ajudar a acelerar ações internacionais e de pesquisa. Com mais de 1,5 milhão de contágios desde abril, o Brasil é o país mais afetado pelo vírus. (Cotidiano B1)

Sem reajuste, professores de SP já estudam greve
Com pouca chance de reajuste, professores de SP já estudam greve para “março ou abril”, diz o sindicato do setor, com 220,7 mil docentes. Sobre a negociação, o secretário José Nalini (Educação) disse que “mostraria dados da economia”. (Cotidiano B3)

Justiça condena 13 policiais por morte de Amarildo no RJ
A Justiça do Rio condenou 13 policiais pela morte de Amarildo de Souza, que sumiu em 2013 após ser detido por membros da UPP da Rocinha. Cabe recurso. Eles foram acusados de tortura seguida de morte, ocultação de cadáver e fraude processual. As defesas negam. (Cotidiano B3)

Carlos Heitor Cony
Crise atual leva o país para baixo e para o ridículo
O desemprego começa a lembrar os dias de fome da crise de 1929, nos EUA. Demissões são feitas às toneladas. A violência continua com índices alarmantes. Poucas vezes tivemos crise como esta, que leva o país para baixo e para o ridículo. (Opinião A2)

Editoriais
Leia “Emergência zika”, acerca de falhas do governo no combate à doença, e “A vez do social”, sobre declarações do novo ministro do Planejamento. (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Terça-Feira, 02 de Fevereiro de 2016

Compartilhe nossa Matéria