Manchete dos Jornais nesta terça-feira, 12 de julho de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 12th julho 2016

Governo quer criar estatal para aposta esportiva on-line
Para reduzir o rombo das contas públicas, o governo Temer estuda criar uma estatal para apostas esportivas on-line e privatizá-la junto com a loteria instantânea da Caixa. A venda pode gerar mais de R$ 8 bilhões ao caixa da União…

Mensagem sugere lobby de Cunha por empreiteiras
A Polícia Federal achou nos celulares de Otávio Marques de Azevedo, ex-presidente da Andrade Gutierrez, vários diálogos com o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Em um deles, de 1.º de abril de 2014, Cunha confirma a Otávio que atendeu a uma demanda da CNO (sigla para Construtora Norberto Odebrecht) para modificar trecho de um projeto de lei “em segredo”.


O Globo

Manchete : Exportação reage, e mercado já prevê alta de 2% do PIB
Após dois anos de recessão, indústria e investimentos devem avançar
Setores como têxtil, de calçados, agronegócio e automobilístico ampliam vendas ao exterior
Com a melhora nas exportações e a expectativa de reação da indústria, analistas já preveem que a economia brasileira poderá crescer 2% no ano que vem. As vendas de produtos têxteis ao exterior cresceram até 146% este ano. No setor calçadista, as exportações para a Argentina avançaram 85% e, para os EUA, 24% no primeiro semestre. Os investimentos, que caíram 30% nos últimos três anos, também devem reagir. (Pág. 17 e Míriam Leitão)

Base de Temer longe do consenso
Disputa pela sucessão de Cunha divide aliados
Longe do consenso esperado pelo governo na disputa pela presidência da Câmara, os dois mais fortes grupos de aliados do Planalto aumentaram ontem o tom dos ataques. Na mesma proporção cresceu o temor de racha na base após a eleição, marcada para amanhã à noite. Os deputados Rogério Rosso (PSD-DF) e Rodrigo Maia (DEM-RJ) dividem a base: um é chamado de “candidato de Cunha” e o outro, de “candidato do PT”. (Págs. 3 e 4)

Paes: ‘Olimpíada é uma oportunidade perdida para o Brasil’
Paes culpa crise e ‘exageros’ da imprensa
A menos de um mês para os Jogos, o prefeito Eduardo Paes disse ao britânico “The Guardian” que a Olimpíada “é uma oportunidade perdida para o Brasil”. Ele lamentou a crise política e econômica do país, e acusou a imprensa de exagerar os problemas do Rio: “Parece que tudo aqui é zika e pessoas atirando uma nas outras.” Paes já causara polêmica ao dizer que a situação da segurança no estado está “horrível”. (Pág. 10)

Folhetos turísticos distribuídos no Rio dão informações erradas (Pág. 9)

Da Odebrecht para o Instituto Lula
Documentos mostram que a Odebrecht usou outra empresa para comprar sede, depois descartada, para o Instituto Lula. (Pág. 6)

MP flagra trens de SP parados
O Ministério Público flagrou 26 trens do Metrô parados há dois anos em São Paulo e, por isso, denunciou por improbidade o secretário de Transportes da gestão Alckmin (PSDB), Clodoaldo Pelissioni, e oito agentes públicos. Pelo custo dos trens, já obsoletos, o MP cobra dos acusados R$ 799 milhões. (Pág. 8)

Serra ignorou pareceres
Ao renovar o passaporte diplomático para o pastor Samuel Ferreira, investigado na Lava-Jato, o ministro José Serra ignorou três pareceres de áreas técnicas contrários à concessão, relata VINICIUS SASSINE. O Itamaraty disse que o chanceler seguiu um quarto parecer. (Pág. 8)

Nova Dama de Ferro no Brexit
A desistência da rival deixou caminho livre para a ministra do Interior, Theresa May, que assume amanhã o governo do Reino Unido. Ela disse que não haverá novo referendo. (Pág. 21)

Editorial
‘Cunha tem de ser cassado já’ (Pág. 14)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Congresso quer R$ 2,4 bi para aprovar meta fiscal
Parecer de relator aumenta em R$ 1,6 bilhão os gastos com emendas e libera R$ 800 milhões para Estados
Em troca da aprovação da meta fiscal de 2017, o Congresso quer mais R$ 2,4 bilhões do governo. Em parecer apresentado ontem, o relator-geral da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2017, senador Wellington Fagundes (PR-MT), elevou a previsão de recursos para duas rubricas orçamentárias. Na primeira, aumentou em cerca de R$ 1,6 bilhão as despesas previstas com as chamadas emendas parlamentares impositivas, cujos recursos o governo não pode bloquear. Na segunda, pediu R$ 800 milhões extras para compensar Estados pela desoneração do ICMS nas exportações. Fagundes admite que os aditivos são importantes para que a Comissão Mista de Orçamento e o plenário apoiem a nova meta fiscal, que propõe déficit de R$ 139 bilhões. Para retribuir, o senador deixou a porta aberta para que o governo possa recriar a CPMF no ano que vem e aumentar a arrecadação. (Economia B4)

Governo deve R$ 1,2 bi à Caixa
Banco cobra R$ 1,2 bilhão em tarifas pela gestão de 12 programas sociais, entre eles o Bolsa Família. Para receber, a Caixa recorreu à AGU. O acordo não foi suficiente e o caso foi parar na Justiça. (Economia B1)

Mensagem sugere lobby de Cunha por empreiteiras
A Polícia Federal achou nos celulares de Otávio Marques de Azevedo, ex-presidente da Andrade Gutierrez, vários diálogos com o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Em um deles, de 1.º de abril de 2014, Cunha confirma a Otávio que atendeu a uma demanda da CNO (sigla para Construtora Norberto Odebrecht) para modificar trecho de um projeto de lei “em segredo”. (Política A6)

Dia de santinhos e conchavos na Câmara
Governo desiste de tentar nome de consenso na disputa pela sucessão de Eduardo Cunha e eleição pode ter 17 candidatos. (Política A4 e A5)

Bolt estará na Rio-2016; Paes fala em oportunidade perdida
O velocista Usain Bolt voltou a treinar e a Associação Olímpica da Jamaica anunciou a lista de representantes do país com o nome do campeão olímpico e mundial nas provas dos 100 m, dos 200 m e do revezamento 4 x 100 m. O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), afirmou ao jornal britânico The Guardian que, diante das crises, a Olimpíada será uma “oportunidade desperdiçada” pelo País para se mostrar ao mundo. (A15 e A16)

Haddad quer reforma na previdência de SP (Metrópole A12)

MPE denuncia 9 por abandono de trens (Metrópole A12)

Volkswagen estuda corte de 34% da folha (Economia B7)

Reportagem Especial : Terra Bruta – Milícia legalizada
Empresas autorizadas pela Polícia Federal fazem segurança de fazendeiros e grileiros no Pará. Estado visita fazenda que é foco de tensão e ainda exibe marcas do último tiroteio. (Política A7)

Celso Ming
A confiança e seus limites – Há razoável recuperação da confiança. Mas a confirmação desses indícios depende de condições que, se forem frustradas, não garantem nada. (Economia B2)

Arnaldo Jabor
Nosso atraso ficou atrasado – O Brasil se descobre por subtração, não por soma. Chegaremos a uma vida social mais civilizada quando as ilusões chegarem ao ponto zero. (Caderno2)

Notas&Informações
A crise de representatividade – Nove candidatos ao comando da Câmara têm o rabo preso com investigações criminais. (A3)

Combater a corrupção – O Congresso não pode ser indiferente ao clamor da sociedade pela moralização da vida pública. (A3)


Folha de S. Paulo

Manchete : Crise e cortes no Fies elevam inadimplência em faculdades
Programa de crédito estudantil do governo teve forte restrição em 2015
A taxa de inadimplência no ensino superior cresceu em 2015 e chegou ao pior resultado desde 2010. As mensalidades com mais de 90 dias de atraso atingiram 8,8% das matrículas. Crise econômica e desemprego estão entre os principais fatores que colaboraram para o resultado, segundo o Semesp (Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior), que faz a pesquisa anualmente. Restrições no Fies (programa de Financiamento Estudantil do governo federal) a partir de 2015 também ajudam a explicar o quadro. Para as faculdades, alunos se matricularam na expectativa de conseguir esse tipo de crédito mas não tiveram sucesso, ficando sem condições de pagar. A inadimplência das pessoas físicas em 2015 foi de 6,2%, menor que a vista no ensino superior. (Cotidiano B1)

Base de Temer se divide entre 2 nomes para chefiar Câmara
Às vésperas da eleição que definirá, amanhã, o novo presidente da Câmara dos Deputados, a base de sustentação do presidente interino, Michel Temer (PMDB), está dividida entre dois nomes. O PSDB se inclina a apoiar Rodrigo Maia (DEM-RJ), e a maioria do “centrão”, composto por partidos médios e nanicos, prefere Rogério Rosso (PSD-DF). (Poder a4)

Gestão Alckmin é denunciada devido a trens parados
O Ministério Público de São Paulo denunciou nove dirigentes e ex-dirigentes do Metrô na gestão Geraldo Alckmin (PSDB) acusados de improbidade administrativa pela compra de 26 trens que nunca foram utilizados na linha 5-lilás. O Metrô diz que eles passam por testes e nega gasto extra. (Cotidiano B3)

Governo quer criar estatal para aposta esportiva on-line
Para reduzir o rombo das contas públicas, o governo Temer estuda criar uma estatal para apostas esportivas on-line e privatizá-la junto com a loteria instantânea da Caixa. A venda pode gerar mais de R$ 8 bilhões ao caixa da União. (Mercado a14)

Temer privatiza porque não sabe governar, afirma Lula (Poder a7)

Jogos Olímpicos são chance perdida para o país, afirma prefeito do Rio (B8)

Editoriais
Leia “Voo privatista”, sobre planos de concessão de aeroportos, e “Impasse no Mercosul”, a respeito de divergências em torno da presidência do bloco (Opinião a2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Terça-Feira, 12 de Julho de 2016

Compartilhe nossa Matéria