Manchete dos Jornais nesta terça-feira, 15 de dezembro de 2015
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 15th dezembro 2015

Gestão Temer seria ruim para quase 1/3 dos manifestantes
Pesquisa Datafolha com manifestantes anti-Dilma na avenida Paulista, no domingo (13), mostra que 72% acham que o vice Michel Temer seria um presidente melhor do que a titular no caso de um impeachment dela. Porém, só 19% acreditam que esse eventual governo Temer seria bom ou ótimo. Para quase um terço (28 %), a gestão do peemedebista seria ruim ou péssima. Foram ouvidas 1.351 pessoas das 40,3 mil presentes…


O Globo

Manchete : Paes defende Dilma e ataca PMDB ligado a Temer
Prefeito expõe racha e afirma que partido tem de tentar chegar ao poder pelo voto
Ao menos dez diretórios estaduais querem antecipar para fevereiro, após o recesso, a convenção em que os peemedebistas vão decidir se rompem ou não com o governo da petista
Num gesto que expôs ainda mais a divisão no PMDB, o prefeito Eduardo Paes condenou a ação da ala do partido que trabalha pelo impeachment da presidente Dilma e é ligada ao vice-presidente Michel Temer. Além de assinar manifesto de 14 prefeitos de capitais de apoio a ela, Paes disse que o PMDB tem de chegar ao poder pelo voto e que vencer “na mão grande” é vergonhoso, referindo-se à troca do líder na Câmara. Pelo menos dez diretórios do PMDB querem antecipar a convenção para decidir sobre o rompimento com Dilma. (Pág. 3)

Supremo deve levar dois dias para julgar rito de impeachment
O julgamento, pelo Supremo Tribunal Federal, da ação que definirá o rito de impeachment deve demorar dois dias. Os ministros começam amanhã a analisar o caso. (Pág. 5)

Lula atribui a Cunha a queda de público nos protestos de domingo
O ex-presidente Lula atribuiu à impopularidade do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, o baixo número de manifestantes pelo impeachment. (Pág. 6)

Bumlai e mais dez são denunciados por corrupção
O Ministério Público Federal denunciou o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e mais nove pessoas por corrupção. Segundo a Lava-Jato, Bumlai participou de desvio de R$ 18 milhões da Petrobras, envolvendo o Banco Schahim, para favorecer o PT. (Pág. 8)

Estaleiros ampliam demissões
Com a crise na Petrobras, o setor naval demitiu 14 mil no Estado do Rio este ano, reduzindo à metade seu número de empregados. Ontem, o estaleiro Eisa, na Ilha do Governador, dispensou 3 mil operários e, agora, deve entrar com pedido de recuperação judicial. (Pág. 21)

Presidente deve contrariar Levy
Mesmo contrariando o ministro Levy, a presidente Dilma deve propor meta fiscal menor para 2016, de superávit de 0,5% e não de 0,7% do PIB, para evitar corte no Bolsa Família. (Pág. 23)

Avanço do zika – Cientista alerta para mais 2 vírus
Cientista que ligou o zika à microcefalia, Pedro Fernando Vasconcelos alerta para o risco de propagação de outros dois vírus através do Aedes. (Pág. 10)

Nomeação mexe com a Saúde Mental
Profissionais protestam contra indicação de ex-diretor de hospital fechado após denúncias
A nomeação de Valencius Wurch Duarte Filho para a co ordenação de Saúde Mental e outras Drogas do Ministério da Saúde provoca polêmica em todo o país. Ele é ex-diretor do Doutor Eiras, um hospital em Paracambi fechado após denúncias de maus-tratos a pacientes. Ontem houve protestos contra a indicação em diversas cidades. (Pág. 9)

IBGE – Cultura enfrenta a crise
Levantamento do instituto aponta melhora na maioria dos indicadores culturais entre 2006 e 2014 no Brasil. (Segundo Caderno)

Histórias do Moreno
INTERESSES SUSPEITOS – Por que é o presidente do STF que preside, no Senado, o impeachment. (Pág. 5)

Colunas
Ancelmo Gois – Odebrecht vai devolver Maracanã ao estado em fevereiro (Pág. 14)
Míriam Leitão – Metas climáticas vão estimular a economia global (Pág. 22)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Bumlai é denunciado e confirma empréstimo ao PT
Amigo de Lula diz que aceitou negócio para fazer ‘uma gentileza’ e apontou Delúbio e Vaccari como intermediários
O Ministério Público Federal denunciou ontem o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula, e outros dez investigados na Operação Lava Jato por corrupção, lavagem de dinheiro e gestão fraudulenta. Os denunciados são suspeitos de participar de esquema de propinas na contratação da Schahin Engenharia para operar o navio-sonda Vitória 10.000, da Petrobrás. Segundo a Procuradoria, a assinatura do contrato foi condicionada à quitação de empréstimo de R$ 12 milhões do Banco Schahin a Bumlai em 2004. Em depoimento ontem à Polícia Federal, o pecuarista confirmou que o dinheiro foi para o PT, apontou os ex-tesoureiros do partido Delúbio Soares e João Vaccari Neto como intermediários da transação e negou ter usado o nome de Lula nas conversas. Segundo Bumlai, quem lhe sugeriu o negócio foi o presidente do banco, Sandro Tordin, e ele aceitou porque “não tinha havido mensalão ainda”, o PT “estava com grande popularidade” e ele quis fazer “um favor, uma gentileza, para quem estava no poder”. Para o pecuarista, o gesto de simpatia “se transformou numa grande bobagem”. (Política/A4)

Denúncia inclui cúpula da Schahin
A denúncia do MPF também envolveu Milton, Salim e Fernando Schahin, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e os ex-diretores da Petrobrás Nestor Cerveró e Jorge Zelada. (Pág. 4)

Diretório pede que PMDB deixe governo, diz deputado
Com a anuência da cúpula do PMDB, deputados da ala pró-impeachment do partido decidiram dar um ultimato para que o Planalto pare de interferir na indicação para liderança da legenda na Câmara. Ontem, os deputados Osmar Terra (PMDB-RS) e Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) anunciaram que pelo menos 10 dos 27 diretórios regionais da legenda assinaram documento pedindo a antecipação da convenção nacional do partido, prevista para março. A ideia seria antecipar a convenção para janeiro. No evento, a sigla pode aprovar o desembarque do governo Dilma Rousseff. (Política/A9)

Moro condena dono da Engevix a 19 anos por corrupção

O juiz Sérgio Moro condenou o empresário Gerson de Mello Almada, dono da Engevix Engenharia, a 19 anos de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Segundo denúncia do Ministério Público Federal, a empreiteira simulou contratos com empresas do doleiro Alberto Youssef e pagou R$ 15,2 milhões em propinas. (A5)

UTC aponta caixa 2 para campanha de Lula
O empreiteiro Ricardo Pessoa disse em delação premiada que Queiroz Galvão, Iesa e Camargo Corrêa aceitaram pagar, coma UTC, R$2,4 milhões a caixa 2 da campanha à reeleição de Luiz Inácio Lula da Silva em 2006. (A4)

Fiesp anuncia apoio ao impeachment
A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo anunciou ontem apoio formal ao pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. A medida, inédita na história da entidade, foi aprovada por unanimidade. (Política/A8)

Bolsa Família faz Dilma admitir meta fiscal de 0,5% do PIB
A presidente Dilma Rousseff admite reduzir a meta fiscal de 2016 para 0,5% do PIB para preservar o Bolsa Família. O governo discute com parlamentares “sacrificar” o superávit primário de 0,7%no ano que vem para impedir corte de R$10 bilhões no programa. A avaliação do Planalto e de parte da equipe econômica é de que cortar 35% do Bolsa Família poderia fazer Dilma perder o que lhe resta de apoio popular. O ministro Joaquim Levy (Fazenda) é contra a redução. (Economia/B1)

Argentina elimina barreira para importação
O governo argentino anunciou medidas para estimular o comércio exterior. Em 2016, será extinta a ferramenta que controla a entrada de importados, o que agrada a empresários brasileiros. Impostos sobre exportações foram eliminados. (Economia/ B7)

Notificação de zika poderá ser feita sem exame de laboratório
Médicos poderão notificar casos de zika para autoridades de saúde com base no diagnóstico clínico, independentemente da confirmação de exame laboratorial. Em frente de combate à microcefalia, o governo prevê patrocinar até 10 milhões de testes rápidos de gravidez. (Metrópole/A16)

Fies vai priorizar Saúde e Engenharia (Metrópole/A21)

Colômbia e Farc acertam reparação
Pacto que deixa conflito armado mais perto do fim inclui acesso à verdade, garantias de reparação às vítimas e instauração de sistema judicial transitório. (Internacional/A12)

José Paulo Kupfer
Meta fiscal em disputa – Mais cedo ou mais tarde, será inevitável fazer uma profunda reforma fiscal, incluindo uma revisão das regras de controle das contas públicas (Economia/B5)

Notas&Informações
Confusão de Poderes – Cabe somente ao Legislativo decidir o que lhe é próprio, a começar pelo modo como realiza votações (Pág. 3)

Acordo histórico em Paris – A COP21 indica um esperançoso consenso sobre a importância do meio ambiente (Pág. 3)


Gazeta do Povo

Manchete: Ás vésperas do recesso, Alep vota pacotão de “benesses”

SAÚDE
Hospital do Trabalhador terá centro para atender mulher vítima de violência
DESENVOLVIMENTO HUMANO
Brasil cai em ranking de IDH e fica atrás de Sri Lanka
ENSINO SUPERIOR
70% das vagas de Fies 2016 serão para saúde, engenharia e formação docente
GREVE
Atrasos salariais provocam paralisação da Codapar e fornecimento de merenda escolar pode ser afetado
IMPEACHMENT
Fiesp oficializa apoio ao impeachment da presidente Dilma Rousseff
RECEITA ESTADUAL
Cinco meses depois, deputados aprovam projeto de Richa que pune “maus fiscais”
CONTAS PÚBLICAS
Relator do Orçamento, Ricardo Barros confirma corte de R$ 10 bi no Bolsa Família
SETOR ELÉTRICO
Copel terá metas de qualidade mais “brandas” em 2016 e 2017
COMÉRCIO EXTERIOR
Governo argentino anuncia fim de barreira à importação


Zero Hora

Manchete : Agropecuária deve encolher 5,37% em 2016
Apó o PIB agropecuário crescer 9,4% neste ano, 2016 será de retração, estima Farsul


Folha de S. Paulo

Manchete : Amigo de Lula é denunciado sob suspeita de corrupção
Segundo a Lava Jato, pecuarista José Carlos Bumlai e mais dez integravam esquema fraudulento
O pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula preso pela Operação Lava Jato, foi denunciado ontem (14) sob acusação de corrupção, lavagem de dinheiro e gestão fraudulenta. Ele é acusado de integrar esquema de corrupção na Petrobras e de ter repassado ao PT R$ 12 milhões, obtidos com o banco Schahin graças à intervenção do ex-tesoureiro petista Delúbio Soares e do ex-ministro José Dirceu. Segundo os procuradores, um acordo entre Bumlai e o grupo Schahin garantiu que a dívida fosse perdoada em troca de um contrato de US$ 1,6 bilhão com a Petrobras, para operar um navio-sonda. Além do pecuarista, foram denunciadas outras dez pessoas, entre elas, o filho e a nora de Bumlai, três executivos do grupo Schahin, ex-diretores e gerentes da Petrobras, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e o lobista Fernando Soares, o Baiano. Os procuradores cobram na ação o ressarcimento de R$ 53,5 milhões à Petrobras. Bumlai tem negado irregularidades. A defesa do filho e da nora dele só se manifestará quando tiver acesso formal à denúncia. A assessoria do Schahin não quis comentar. A Folha não conseguiu contato com a defesa dos outros denunciados. (Pág. A4)

Gestão Temer seria ruim para quase 1/3 dos manifestantes
Pesquisa Datafolha com manifestantes anti-Dilma na avenida Paulista, no domingo (13), mostra que 72% acham que o vice Michel Temer seria um presidente melhor do que a titular no caso de um impeachment dela. Porém, só 19% acreditam que esse eventual governo Temer seria bom ou ótimo. Para quase um terço (28 %), a gestão do peemedebista seria ruim ou péssima. Foram ouvidas 1.351 pessoas das 40,3 mil presentes. (Poder A7)

Parabéns pra quem?
Dilma Rousseff, 68, não gosta de comemorar o dia 14 de dezembro. Auxiliares deram presentes e até ensaiaram cantar o “Parabéns a Você”, mas ela se apressou em barrar a cantoria. (Poder A6)

Painel – Algoz do impeachment, Cunha enviou cartão de felicitações. (a4)

Argentina vai pôr fim a barreira que afeta a indústria de exportação do Brasil (Mercado A15)

Associação de jornais move ação contra nova Lei do Direito de Resposta (Poder A11)

Sob surto, bebê com microcefalia terá estímulo imediato
Crianças com microcefalia deverão receber atendimento e estimulação precoce até os três anos. A ação, em meio a surto que pode estar relacionado ao vírus zika, faz parte de orientações a profissionais de saúde que incluem testes de gravidez para detecção da má-formação e coleta de sangue da placenta após o parto. (Cotidiano B1)

Plano da Samarco ignorou impacto de lama no rio Doce

Em análise sobre possível ruptura de barragem, a mineradora Samarco, controlada por Vale e BHP Billiton, não previu a chegada e o impacto da lama no rio Doce e em duas comunidades de Minas. Procurada, a empresa não comentou. (Cotidiano B3)

Mônica Bergamo
TCU pode aplacar a culpa de Dilma nas pedaladas
O TCU pode livrar Dilma de responsabilidade direta pelas pedaladas fiscais, dando punições ao ex-ministro da Fazenda Guido Mantega e ao ex-secretário do Tesouro Arno Augustin, que teriam tomado as decisões. (Ilustrada C2)

Editoriais
Leia “Sem empolgação”, sobre manifestações contra Dilma Rousseff, e “Olhos no IDH”, acerca de queda do Brasil em ranking de desenvolvimento. (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Terça-Feira, 15 de Dezembro de 2015

Compartilhe nossa Matéria