Manchete dos Jornais nesta terça-feira, 23 de agosto de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 23rd agosto 2016

Comissão quer dar recompensa a quem denunciar corrupção
O deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), relator da Comissão Especial da Câmara que estabelece medidas de combate à corrupção, vai incluir em seu parecer proposta batizada de “informante do bem”, que visa a recompensar quem denuncia casos de corrupção. Segundo o texto original do parlamentar, prêmio poderia chegar a até 10% do valor recuperado…


O Globo

Manchete: Estado do Rio decide privatizar saneamento
Governo estadual pediu ao BNDES a inclusão no programa de concessões
O Estado do Rio enviou carta ao BNDES solicitando sua inclusão nas privatizações do setor de saneamento, informou o secretário executivo do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) do governo federal, Moreira Franco. O modelo proposto pelo BNDES prevê a divisão do Rio em quatro áreas de concessão. Os próximos estados a participarem das privatizações em saneamento devem ser Bahia e Espírito Santo, acrescentou Moreira. (Pág. 15)

Michel Temer
O Brasil fez uma extraordinária Olimpíada, e essa obra é toda do povo brasileiro. (Caderno Especial)

Míriam Leitão
Trabalhos continuam para reforçar o legado e o sucesso dos Jogos. (Pág.16)

Paralimpíada tem alta na venda de bilhetes
Reta final dos Jogos alavanca a busca ainda tímida pelo evento paralímpico, que superou ontem os 400 mil (17%) ingressos vendidos. (Caderno Especial)


O Estado de S. Paulo

Manchete: Após críticas, Temer recua e adia reajuste de servidor
Governo manobra com aliados para segurar projetos que aumentam salário do funcionalismo e ameaçam ajuste
O governo Michel Temer recuou e defendeu ontem publicamente segurar no Senado a votação de aumentos de salário do funcionalismo público, já aprovados na Câmara. “Agora é momento de segurar um pouco essa questão de reajuste”, afirmou o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB), após almoço com aliados. Entre os reajustes que aguardam votação está o dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que tem efeito cascata sobre carreiras do Judiciário nos Estados e foi tema de parecer contrário do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) na Comissão de Assuntos Econômicos. A decisão do governo veio após críticas de lideranças de partidos como o PSDB. A avaliação é de que a concessão dos aumentos enfraquece o discurso do governo sobre a necessidade de medidas “amargas” para que as contas públicas voltem a registrar superávit. (Economia/Pág. B1)

Serra chama documento da OEA de ‘besta’ e ‘malfeito’
O ministro das Relações Exteriores, José Serra, chamou de “besta” e “malfeito” o pedido de explicações sobre o impeachment feito pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos. “A OEA mandou um documento besta, malfeito, e quem tem que responder a respeito de impeachment é o Congresso. Impeachment não tem nada a ver com o Executivo.” Para o tucano, é “bobagem” dizer que impeachment é golpe. “É um processo constitucional, levado pelo Congresso, supervisionado pelo Judiciário.” (Política/Pág. A6)

Comissão quer dar recompensa a quem denunciar corrupção
O deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), relator da Comissão Especial da Câmara que estabelece medidas de combate à corrupção, vai incluir em seu parecer proposta batizada de “informante do bem”, que visa a recompensar quem denuncia casos de corrupção. Segundo o texto original do parlamentar, prêmio poderia chegar a até 10% do valor recuperado. (Política/Pág. A8)

Foto-legenda: No 1º debate, todos contra Haddad
Candidatos à Prefeitura de SP, Fernando Haddad (PT), Celso Russomanno (PRB), Major Olímpio (SD), João Doria (PSDB) e Marta Suplicy (PMDB), com o mediador Boris Casoy ao centro, fizeram o 1º debate da campanha, na TV Bandeirantes. Haddad e bandeiras de sua gestão, como redução de velocidade no trânsito, foram alvo. (Política/Pág. A4)

Paralimpíada terá efetivo 30% menor (Direto da Fonte/Pág. C2)

Suspensa delação de ex-presidente da OAS (Política/Pág. A7)

Eliane Cantanhêde
Nem tudo é desgraça
Olimpíadas não resolvem os males nacionais, mas ajudam a sacudir positivamente a autoestima do país e a mostrar que “yes, we can”. (Política/Pág. A6)

Notas & Informações
indústria e a lição dos erros

A política de estímulos fiscais e financeiros a setores resultou em desastrosa sangria do Tesouro. (Pág. A3)

Os juízes e o ajuste fiscal
Os altos vencimentos da magistratura decorrem de pressões e artimanhas para contornar o teto. (Pág. A3)


Folha de S.Paulo

Manchete: Sob pressão do STF, Janot rompe acordo de delação com OAS
Ministros sugerem que vazamento de citação a Dias Toffoli foi feito por investigadores; Procuradoria não comenta o caso. Segundo Mendes, há sinais de retaliação de investigadores a decisões do STF.

Temer pede suspensão de reajustes e quer barrar aumento no Supremo

Força Sindical é condenada a devolver verba de R$ 1,6 milhão de projeto

Volks corta jornada de funcionário na Alemanha por crise com fornecedor

Residentes médicos paralisam atividades na Santa Casa de SP

3 em cada 10 planos de saúde não pagam nem 1% da dívida com SUS
Planos de saúde atribuem a falta de pagamento a discordância sobre; procedimentos e sobre o processo de ressarcimento.


Edição: Equipe Fenatracoop, Terça-Feira, 23 de Agosto de 2016

Compartilhe nossa Matéria