Manchete dos Jornais nesta terça-feira, 27 de setembro de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 27th setembro 2016

A cada 3 dias, País tem um sequestro internacional de criança
O Brasil registra um caso de sequestro internacional de criança a cada três dias. Dos 287 nos últimos dois anos e meio, 56% foram pedidos de devolução feitos por outros países. Os demais são casos de brasileiros que tentam recuperar o filho no exterior. Segundo a Secretaria Especial de Direitos Humanos, de janeiro de 2014 a agosto deste ano, 55 crianças voltaram a seus países e 25, ao Brasil. …


O Globo

Manchete : PF acusa Palocci de gerir propina da Odebrecht para PT
Suspeito de antecipar prisão, ministro de Temer terá de se explicar
Para os investigadores, ex-ministro de Lula e Dilma intermediou o pagamento de R$ 128 milhões da empreiteira em troca de contratos com o governo federal entre os anos de 2008 e 2013
Ministro dos governos Lula e Dilma, Antonio Palocci foi preso sob a acusação de intermediar o repasse de propina da Odebrecht para o PT. Com base em planilhas apreendidas e em e-mails de Marcelo Odebrecht, a Lava-Jato suspeita que a empreiteira pagou R$ 128 milhões em troca de contratos com o governo. Irritado com a suspeita de vazamento da operação, o presidente Michel Temer convocou o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, para explicar as declarações de que haveria operação da Lava- Jato esta semana. (Págs. 3 e 4)

Crivella chega a 35%, e Pedro Paulo vai a 11%
Pesquisa Ibope divulgada ontem pela Rede Globo mostra que o candidato do PRB a prefeito do Rio, Marcelo Crivella, subiu quatro pontos e chegou a 35% das intenções de voto. Pedro Paulo (PMDB), que passou a ter o apoio mais explícito do prefeito Eduardo Paes nas ruas e na TV, foi de 9% para 11% e agora está numericamente em segundo lugar, embora empatado na margem de erro com dois adversários. A pesquisa foi realizada de sexta a domingo passados. Freixo (PSOL) se manteve com 9%, e Indio (PSD) foi de 7% para 8%. Já Jandira (PCdoB), que fez caminhada e comício com a ex-presidente Dilma, perdeu dois pontos e está agora em quinto, com 6%, num empate com Bolsonaro (PSC). Jandira é a mais rejeitada: 37% afirmam que não votarão nela. (Pág. 6)

Em São Paulo, Doria cresce e atinge 28%; Marta cai e está em terceiro, com 15%
Segundo o Ibope, João Doria (PSDB) lidera em SP, com 28%, quatro pontos à frente de Russomanno (PRB). Marta Suplicy (PMDB) caiu 5 e tem 15%. Haddad (PT) está com 12%. (Pág. 7)

Com dólar fraco, BC revê déficit
A melhora no PIB e a queda do dólar frearam o avanço das exportações. O BC revisou sua projeção para o déficit externo do país de US$ 15 bilhões para US$ 18 bilhões. (Pág. 21)

Ancelmo Gois – Banco Mundial pode punir o Rio
O Banco Mundial e o BID podem cortar financiamentos para o Estado do Rio. O motivo? O arresto, pela Justiça, de recursos de projetos para o pagamento de pessoal. (Pág. 14)

Colômbia e Farc selam fim da guerra
Após 52 anos e 260 mil mortos, o presidente Juan Manuel Santos e o líder guerrilheiro Rodrigo Londoño, o Timochenko, assinaram o histórico acordo de paz entre a Colômbia e as Farc. Diante de 15 chefes de Estado, eles apertaram as mãos pela primeira vez em solo colombiano. “Chega de guerra”, disse Santos. Timochenko pediu perdão às vítimas. O acordo vai a referendo. (Págs. 26 e 27)

Colunistas
Merval Pereira – PT perde fôlego eleitoral enquanto cresce envolvimento do partido na Lava-Jato (Pág.4)

José Casado – Lava-Jato avança rumo a Camex e Secretaria de Assuntos Internacionais da Fazenda (Pág.19)

Míriam Leitão – Prisões mostram que o PT usou a Fazenda para arrecadar bem mais do que impostos (Pág.27)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Palocci é preso acusado de ser elo de empreiteira e PT
Ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil é investigado como operador de propinas da Odebrecht
Juiz Sérgio Moro manda bloquear R$ 128 milhões de acusados

Defesa compara prisão a ação da ditadura
Ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil, Antonio Palocci foi preso ontem na 35.ª fase da Lava Jato. Ele é suspeito de operar propinas da Odebrecht para o PT entre 2008 e 2013. Segundo investigadores da operação Omertà, o montante movimentado chegou a R$ 128 milhões. O juiz Sérgio Moro também mandou prender dois assessores de Palocci, Branislav Kontic e Juscelino Dourado, e bloquear bens de investigados. Para a força-tarefa, o ex-ministro de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff atuou em negócios de interesse da Odebrecht com o governo. Em uma mensagem, Marcelo Odebrecht, presidente afastado da empreiteira, afirma que Palocci iria “compensar” um revés sofrido em lobby de uma MP, em 2009. “Ele mesmo pediu, além dos argumentos para a sanção/veto parcial, que levássemos alternativas para nos compensar. Sejamos criativos!” Palocci também teria atuado na licitação da Petrobrás para compra de 28 navios- sonda, no desenvolvimento de um submarino e no financiamento do BNDES para obras em Angola. Defensor de Palocci, José Roberto Batochio comparou a prisão a uma “operação secreta, no melhor estilo da ditadura militar”. (Política A4 a A7)

Eliane Cantanhêde – Prefeito bem-sucedido e ás do diálogo e da composição, Palocci poderia ter sido candidato à sucessão de Lula em 2010. Mas, em vez de eternizar o PT no poder, ajuda a exterminar o partido e vira troféu da Lava Jato. (A6)

Temer se reunirá com Moraes
Após convocar o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, para explicar declarações antecipando nova etapa da Lava Jato, o presidente Michel Temer decidiu amenizar “a bronca” para tentar afastar a crise do Planalto. Falhas de comunicação devem ser tema de reunião ministerial. (A8)

Doria abre 4 pontos sobre Russomanno; Marta cai
Pesquisa Ibope/Estado/TV Globo mostra que João Doria (PSDB) subiu 11 pontos em 12 dias, passou Celso Russomanno (PRB) e abriu quatro pontos de vantagem na disputa pela Prefeitura de SP. Embora a diferença esteja dentro da margem de erro de três pontos, o tucano, com 28%, está em ascensão, e o rival, que caiu de 30% para 24%, em queda. Fernando Haddad (PT) diminuiu de dez para três pontos sua desvantagem em relação a Marta Suplicy (PMDB) e, com 12%, está tecnicamente empatado com a ex-prefeita, que tem 15%. (Política A9)

A cada 3 dias, País tem um sequestro internacional de criança
O Brasil registra um caso de sequestro internacional de criança a cada três dias. Dos 287 nos últimos dois anos e meio, 56% foram pedidos de devolução feitos por outros países. Os demais são casos de brasileiros que tentam recuperar o filho no exterior. Segundo a Secretaria Especial de Direitos Humanos, de janeiro de 2014 a agosto deste ano, 55 crianças voltaram a seus países e 25, ao Brasil. (Metrópole A15)

Venda no varejo tem 1ª alta desde abril de 2015 (Economia B1)

Colômbia e Farc assinam acordo de paz histórico
Após três tentativas de negociações com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e diante de representantes de vários países, o governo colombiano assinou acordo de paz que pôs fim a 52 anos de guerra com a maior guerrilha da América Latina. (Internacional A13)

Colunistas
José Paulo Kupfer
As forças deflacionárias formam agora o principal vetor da marcha dos preços (Economia B5)

Arnaldo Jabor
Estou pronto para renegar minhas dúvidas pequeno-burguesas e gritar “Fora, Temer”. (CADERNO2 C8)

Notas&Informações
Uma medida indispensável – Cláusula de desempenho é essencial para acabar com a disfuncional fragmentação partidária (A3)

Bandidagem nos mananciais (A3)


Folha de S. Paulo

Manchete : Doria vira líder isolado em SP; Russomanno para e Marta cai
Tucano vai a 30% e, nas simulações de 2° turno, supera numericamente todos os concorrentes
O tucano João Doria subiu cinco pontos percentuais na preferência do eleitorado e assumiu a liderança entre os candidatos à Prefeitura de São Paulo, com 30%, segundo pesquisa Datafolha. O deputado federal Celso Russomanno (PRB) se manteve estável, com 22%. A senadora licenciada Marta Suplicy (PMDB) caiu cinco pontos (20% para 15%) em relação ao levantamento de quarta (21) e está tecnicamente empatada com o prefeito Fernando Haddad (PT), que oscilou de 10% para 11%. A deputada Luiza Erundina, do PSOL, repetiu os 5% que detinha cinco dias atrás.
O desempenho do empresário Doria, afilhado político do governador Geraldo Alckmin, disparou entre os eleitores menos escolarizados, passando de 13% para 23%. Nas simulações de segundo turno, ele lidera em todos os cenários, mas na disputa com Russomanno há um empate técnico (42% a 37%).Haddad continua como o candidato mais rejeitado pela população: 43% afirmam que não votariam nele. O Datafolha entrevistou 1510 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais. (Eleições 2016 pág. 1)

Painel – Promotoria pede cassação da candidatura de tucano (Poder A4)

Ex-ministro de Lula e Dilma, Palocci é preso na Lava Jato
Ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil nos governos Lula e Dilma, Antonio Palocci foi preso temporariamente nesta segunda em nova fase da Operação Lava Jato. O petista é acusado de ter coordenado o repasse de ao menos R$ 128 milhões em propinas da empreiteira Odebrecht para o PT. Em troca, diz a PF, ele atuava em prol da empreiteira. O ex-ministro teria recebido, pessoalmente, ao menos R$ 6 milhões em propina. O juiz Sergio Moro decretou o bloqueio de bens de Palocci. O magistrado justificou a prisão alegando “risco à aplicação da lei penal” e “risco à ordem pública”. O advogado de Palocci disse que o cliente nega as acusações e que a PF não exibiu provas, só “presunções”. Na véspera da operação, o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, antecipou a militantes que haveria nova etapa da Lava Jato nesta semana. Para a oposição, o governo controla a operação. Temer foi aconselhado a demitir o ministro, mas decidiu mantê-lo. (Poder A4)

MARIO SERGIO CONTI – Alexandre de Moraes faz atuação soberba na comédia protagonizada por Temer. (A6)

Colômbia e Farc selam paz após 52 anos de confrontos
O governo colombiano e as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) assinaram nesta segunda (26) um histórico acordo de paz, informa Sylvia Colombo, enviada a Cartagena. A praça diante do centro de convenções da cidade, onde foi firmado o acordo que celebra o fim do conflito de 52 anos, estava tomada. As pessoas vestiam branco e respeitaram um minuto de silêncio, em homenagem às mais de 250 mil vítimas. Algumas choraram. (Mundo A7)

Editoriais
Leia “Exibição infeliz”, a respeito de declaração do ministro da Justiça sobre a Lava Jato, e “Congresso perdulário”, acerca de gastos com comunicação. (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Terça-Feira, 27 de Setembro de 2016

Compartilhe nossa Matéria