Manchete dos Jornais neste domingo, 06 de março de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 6th março 2016

Moro repudia ‘incitação à violência’; PT convoca atos
Em rara manifestação fora dos autos, juiz afirma ainda que convocação de Lula não significa ‘antecipação de culpa’
Um dia depois de ter autorizado a condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para prestar depoimento na Operação Lava Jato, o juiz federal Sérgio Moro afirmou ontem, em nota, que “repudia, sem prejuízo da liberdade de expressão e de manifestação política, atos de violência de qualquer natureza, origem e direcionamento, bem como a incitação à prática de violência, ofensas ou ameaças a quem quer que seja”. O magistrado afirmou ainda que a convocação de Lula não significa “antecipação de culpa” do ex-presidente. A declaração de Moro fora dos autos é uma reação aos protestos de sexta-feira contra a decisão dele de obrigar o petista a depor.Também em nota,o Ministério Público Federal classificou de “cortina de fumaça” a controvérsia gerada com a medida…


O Globo

Manchete: Lava-Jato desmente versão de Lula sobre tríplex
Ministério Público diz que explicação ‘não corresponde à realidade’
Dilma vai a São Paulo para demonstrar solidariedade ao ex-presidente; Moro defende condução coercitiva, alegando que medida não é antecipação de culpa, e repudia incitação à violência
A força-tarefa da Lava-Jato, em documento da 24ª fase da operação, diz que a explicação do ex-presidente Lula ao negar a propriedade do tríplex em Guarujá “não corresponde à realidade”. Segundo o Ministério Público, a OAS informou que todos os apartamentos do prédio estão vendidos desde agosto de 2011, relata CLEIDE CARVALHO. Assim, a alegação de que Marisa Letícia, mulher de Lula, seria dona de uma cota do empreendimento, sem ter adquirido uma unidade, “não faz sentido”. Ontem, a presidente Dilma foi a São Paulo visitar Lula. O juiz Sérgio Moro disse que a condução coercitiva não significa antecipação de culpa e visou a preservar a ordem pública. (Pág. 3)

Lauro Jardim
Em sua delação, Delcídio volta a implicar André Esteves. (Pág. 2)
Elio Gaspari
Ao determinar condução coercitiva, Moro deu a Lula papel de vítima. (Pág. 7)
Ancelmo Gois
Crise econômica de Dilma pode afetar legado de Lula. (Pág. 14)
Míriam Leitão
Um governante se sustenta em apoios, e a presidente Dilma não os tem mais. (Pág. 30)
Fernando Gabeira
Afastar Dilma e Cunha aumentará as chances de superar crise econômica. (Segundo Caderno)
José Padilha
Qual o motivo de tanta insistência da esquerda em negar a realidade? (Pág. 4)

Editorial
‘Em 13 anos de escândalos’ (Pág. 18)

Fogo atinge refinaria de Pasadena
A explosão de um gerador provocou um incêndio na refinaria da Petrobras em Pasadena (EUA), investigada na Lava-Jato. Um trabalhador ficou ferido. A Petrobras negou a informação de um jornal local, de que a licença da refinaria estaria vencida. (Pág. 32)

MP apura luxo de Cunha em viagens
Na Europa e nos EUA com a família, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, fez gastos incompatíveis com seu salário, segundo o Ministério Público, frequentando lojas de grife e restaurantes luxuosos. (Pág. 10)

Zika: No Rio, o 1º raio X da microcefalia
Uma pesquisa da Fiocruz e da Universidade da Califórnia sobre microcefalia no Rio indica má-formação em 29% dos fetos analisados. (Págs. 12 a 14)

Cresce risco de calote de empresas
Dez companhias, com dívidas de R$ 100 bi, podem não conseguir honrar pagamentos. (Pág. 29)

10% – O número que assusta o Brasil
São quase 10% de desemprego, 10% de inflação e pouco mais de 10% de déficit fiscal. O número dá a medida da desorganização da economia. (Pág. 31)


O Estado de S. Paulo

Manchete: Moro repudia ‘incitação à violência’; PT convoca atos
Em rara manifestação fora dos autos, juiz afirma ainda que convocação de Lula não significa ‘antecipação de culpa’
Um dia depois de ter autorizado a condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para prestar depoimento na Operação Lava Jato, o juiz federal Sérgio Moro afirmou ontem, em nota, que “repudia, sem prejuízo da liberdade de expressão e de manifestação política, atos de violência de qualquer natureza, origem e direcionamento, bem como a incitação à prática de violência, ofensas ou ameaças a quem quer que seja”. O magistrado afirmou ainda que a convocação de Lula não significa “antecipação de culpa” do ex-presidente. A declaração de Moro fora dos autos é uma reação aos protestos de sexta-feira contra a decisão dele de obrigar o petista a depor.Também em nota,o Ministério Público Federal classificou de “cortina de fumaça” a controvérsia gerada com a medida. O PT avalia que a comoção em torno do ex-presidente vai fortalecer o partido na disputa pelas ruas com os grupos em favor do impeachment de Dilma Rousseff, que têm manifestação marcada para o dia 13. (Política/ Pág. A4)

Solidariedade
A presidente Dilma Rousseff esteve ontem em São Paulo para se encontrar com Lula, seu padrinho político, no apartamento dele em São Bernardo. (PÁG. A5)

‘Não imaginava o PT abraçado com o Maluf’
Entrevista: Olívio Dutra
Petista histórico e um dos fundadores do partido, em 1980, o ex-governador do Rio Grande do Sul Olívio Dutra disse a Luiz Maklouf Carvalho que “Lula abriu um guarda-chuva enorme”e “agora cabe a ele explicar” as situações criadas por “amigos”. “Quem mudou não foram os adversários. Nós é que mudamos”, disse. “Eu nunca podia imaginar que um dia estivéssemos de braços dados com o (Paulo) Maluf.” (Política/ Pág. A10)

Ajuste pode requerer R$ 360 bi
Em 2015, o governo anunciou a meta de cortar R$ 70 bilhões e fazer um superávit primário de 1,2% do PIB. Como algumas instituições já projetam que a dívida bruta pode ir a 90% do PIB em 2018, o País terá de economizar R$ 360 bilhões, calcula o economista Mansueto Almeida: “É uma meta simplesmente impossível de ser cumprida”.(Economia/ Págs. B6 a B8)

Legislativos gastam 42% mais
Sem limite para verbas extras, os 27 legislativos estaduais gastam atualmente mais do que as 5,6 mil câmaras municipais juntas. (Pág. B8)

Com grávidas infectadas, Colômbia teme microcefalia
A Colômbia acompanha 7 mil grávidas com suspeita de zika para coletar informações que possam indicar o elo do vírus com a microcefalia, informa Lígia Formenti. Na cidade de Cúcuta, campeã de casos, a doença já foi confirmada em 119 grávidas. O país descartou 10 de 11 casos da má-formação relacionados à zika. (Metrópole/ Pág. A18)

Fernando Henrique
Cartas na mesa
Não sairemos da encalacrada sem um esforço coletivo e uma mudança nas regras do jogo. A questão não é só econômica. (Espaço aberto/ Pág. A2)

Notas & Informações
O chefe do bando
O ex-presidente entra nessa história na condição de poderoso e não de fraco e oprimido. (Pág. A3)

A crise não poupa ninguém
A deterioração do mercado de trabalho já corrói o emprego de trabalhadores com mais qualificação. (Pág. A3)


Folha de S. Paulo

Manchete: Nova investida da Lava Jato reaproxima Dilma de Lula
Presidente visita antecessor em SP; emnota, Moro se defende e repudia violência
Ao fim de uma semana em que se agravaram denúncias contra ambos na Operação Lava Jato,a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula tiveram no sábado um encontro de reaproximação. A visita de Dilma a Lula restaurou elos entre os dois, que vinham se distanciando. Segundo auxiliares da presidente, o encontro serviu para unir forças e enfrentar o agravamento da crise. Antes e depois da reunião, os dois foram saudados por militantes que fizeram vigília em frente ao apartamento de Lula em São Bernardo do Campo, na Grande SP. Também ontem,o juiz Sergio Moro, responsável pelas ações da Lava Jato, divulgou nota defendendo sua decisão de forçar Lula a depor. Segundo ele, as medidas contra o petista “não significam antecipação de culpa”. Moro repudiou a violência que se seguiu à decisão. Atitude rara do magistrado, que costuma se manifestar nos autos, a nota foi uma resposta a críticas que ele recebeu por autorizar o depoimento forçado de Lula. Após a operação contra o ex-presidente,a oposição decidiu centrar no governo Dilma sua ofensiva. (Poder)

Empresários antes neutros agora querem presidente fora
A tolerância do empresariado com o governo Dilma reduziu-se. Os recentes desdobramentos da Lava Jato fizeram uma parcela antes neutra passar a defender a renúncia ou o impeachment da presidente para evitar que a crise se agrave mais. Em 2015, o PIB registrou retração de 3,8%. Há receio de que,sem mudança de governo e consequente rearranjo político, a queda seja maior neste ano. (Mercado A21)

Justiça ameaça dez presidentes e ex-líderes da América Latina (Mundo A14)

‘Prima da dengue’ deixa rastro de doentes crônicos
Conhecida como “prima da dengue”, a febre chikungunya, presente em 13 Estados brasileiros, tem deixado uma série de doentes crônicos. Em Feira de Santana (BA), pacientes convivem com dores, dificuldades de movimento e deformações em articulações. (Cotidiano B7)

Editorial
Leia “Está no preço”, sobre agravamento da recessão pela impotência do governo. (Opinião A2)

Elio Gaspari
Juiz deu o papel de coitadinho ao ex-presidente
A condução coercitiva deu à operação contra Lula uma teatralidade desnecessária. O ex-presidente foi presenteado como papel de vítima, que desempenha há 40 anos com maestria. Ele alterna a condição de coitadinho com a de poderoso.Um é perseguido pela elite. O outro defende as empreiteiras. (Poder A8)

Vinicius Torres Freire
Petista de vítima fará PMDB esperar para ver como fica
Lula na delegacia e o tumulto decorrente vão fazer o PMDB ficar quieto, por ora. Antes de tomar um rumo, até o do impeachment, a ideia é continuar o programa de pacificação interna e esperar o que “será das ruas”: avaliar a força de Lula e o tamanho do protesto do dia 13 contra Dilma. (Mercado A24)

 


Edição: Equipe Fenatracoop, Domingo 06 de Março de 2016

Compartilhe nossa Matéria