Manchete dos Jornais neste domingo, 17 de julho de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 17th julho 2016

Tentativa de golpe militar na Turquia deixa 265 mortos
O governo da Turquia declarou o fracasso da tentativa de golpe e prepara a repressão aos que apoiaram o movimento. Mais de 3 mil militares foram presos e 265 pessoas morreram em confrontos, incluindo 160 civis. Oposicionistas acusaram o presidente Recep Tayyip Erdogan de usar o caso para ampliar seus poderes. O primeiro-ministro diz que pode propor a pena de morte aos acusados…

Estado Islâmico assume ataque
O Estado Islâmico reivindicou o atentado em que um caminhão atropelou a multidão em Nice, na França, deixando 84 mortos e 202 feridos na quinta-feira. O governo disse haver sinais de que o autor, um tunisiano, radicalizou-se rapidamente. Uma brasileira ferida está desaparecida…

Execução de políticos alarma Baixada
Em oito meses, dois vereadores e quatro pré-candidatos foram mortos a tiros na Baixada por motivações políticas. A milícia e o tráfico são suspeitos de estarem por trás dos crimes, que fizeram o MP pedir a presença das Forças Armadas na campanha…


O Globo

Manchete : Turquia sufoca golpe após 265 mortes
Governo prende 2.800 militares e destitui 2.700 juízes
Fortalecido, presidente Erdogan culpa clérigo por ofensiva e pede aos EUA sua extradição. Obama cobra respeito ao estado de direito
Após madrugada de tensão e confrontos, que deixaram 265 mortos e 1.400 feridos, o governo turco sufocou a tentativa de golpe. E saiu à caça dos rebelados, anunciando a prisão de 2.800 militares e a destituição de 2.700 juízes, que estariam presos. Fortalecido, o presidente Recep Tayyip Erdogan pediu aos EUA a extradição do clérigo Fethullah Gülen, a quem acusou pela ofensiva. Nos EUA, o presidente Barack Obama pediu que o estado de direito seja respeitado. (Pág. 34 e 35)

Estado Islâmico assume ataque
O Estado Islâmico reivindicou o atentado em que um caminhão atropelou a multidão em Nice, na França, deixando 84 mortos e 202 feridos na quinta-feira. O governo disse haver sinais de que o autor, um tunisiano, radicalizou-se rapidamente. Uma brasileira ferida está desaparecida. (Págs. 36 e 37)

Rioprevidência corta 11 mil pensões
Após pente-fino em redes sociais e recadastramento nos últimos 4 anos, o Rioprevidência, fundo de aposentados e pensionistas do Estado do Rio, cancelou 11 mil pensões indevidas. A ação economizou R$ 1 bilhão, revela MARCELLO CORRÊA. (Pág. 29)

Execução de políticos alarma Baixada
Em oito meses, dois vereadores e quatro pré-candidatos foram mortos a tiros na Baixada por motivações políticas. A milícia e o tráfico são suspeitos de estarem por trás dos crimes, que fizeram o MP pedir a presença das Forças Armadas na campanha. (Pág. 3)

Colunas
MERVAL PEREIRA – Olimpíada terá centro de inteligência internacional (Pág. 4)

ELIO GASPARI – Carta de um stalinista ao petista preso que não fala (Pág. 8)

LAURO JARDIM – Alckmin aparece na delação da Odebrecht (Pág. 2)

ANCELMO GOIS – Encontro de chefes de Estado no Rio preocupa (Pág. 14)

MÍRIAM LEITÃO – Mundo virá para a Olimpíada do Rio com os nervos à flor da pele (Pág. 30)

FERNANDO GABEIRA – Com o país tão queimado, resta apelar para a contenção de danos nos Jogos (Segundo Caderno)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Humor com Brasil melhora e investidor volta a apostar no País
Economistas dizem que reação completa só virá com aprovação de reformas
Depois de três anos de crise, grandes investidores começam a reavaliar o mau humor em relação ao Brasil e a apostar as primeiras fichas na retomada do crescimento. Nos últimos meses, o real se valorizou em mais de 20% e a Bovespa acumulou ganho de 28%, com perspectiva de manutenção da alta. Uma das medidas mais usadas para avaliar o risco de inadimplência dos países, a taxa do CDS, caiu quase à metade do fim do ano passado para cá. Como consequência, fundos de investimento já avaliam a possibilidade de desembolsar cerca de US$ 50 bilhões no País, neste ano e no próximo. O economista Affonso Celso Pastore concorda que o clima mudou, mas lembra que a virada completa só virá quando o governo aprovar medidas capazes de reduzir os gastos e, principalmente, frear o crescimento da dívida. “A dívida é o indicador que mais preocupa os investidores”, diz. (Economia B1 e B3)

Brookfield vai às compras
Com US$ 17 bilhões em ativos no País, gestora canadense negocia divisão de gasoduto da Petrobrás e busca operações em infraestrutura. (B3)

Tentativa de golpe militar na Turquia deixa 265 mortos
O governo da Turquia declarou o fracasso da tentativa de golpe e prepara a repressão aos que apoiaram o movimento. Mais de 3 mil militares foram presos e 265 pessoas morreram em confrontos, incluindo 160 civis. Oposicionistas acusaram o presidente Recep Tayyip Erdogan de usar o caso para ampliar seus poderes. O primeiro-ministro diz que pode propor a pena de morte aos acusados. (Internacional A12 e A13)

EI reivindica ataque em Nice
EI reivindica ataque em Nice O grupo jihadista Estado Islâmico chamou de “soldado” o tunisiano Mohamed Bouhlel, autor do atentado que deixou 84 mortos no sul da França. (A14)

Delação na Lava Jato tira 326 anos da pena dos réus
Quinze acordos de delação premiada que já foram tornados públicos reduziram em 326 anos as penas dos réus da Operação Lava Jato. O corte equivale a 81% do tempo total das condenações. São mais beneficiados os que receberam penas pesadas e deram mais detalhes do esquema de corrupção. Para o procurador da República Paulo Roberto Galvão, integrante da Lava Jato, as colaborações são o “coração pulsante” da operação. (Política A4)

Novo teste das ruas
Os movimentos “Fica Temer” e “Fora Temer” escolheram o dia 31 de julho para voltar às ruas. Os atos servirão de termômetro para medir o humor em relação ao governo. Sobre a queda da participação popular nos últimos meses, lideranças dos dois lados veem um “movimento natural e estratégico”. (Política A6)

Minha casa abandonada
Conjunto de 3 mil casas em Imperatriz (MA) com obras paradas por falta de recursos. Segundo o governo, há 50,1 mil moradias do Minha Casa nessa situação, o que agrava o déficit habitacional do País. (Economia B8 e B9)

Las Vegas quer cassinos em SP
A proposta de liberação de jogos de azar no Brasil levou empresários de Las Vegas a procurar lugares para instalar cassinos de luxo em São Paulo, incluindo o Anhembi. (Metrópole A19)

Produtividade é a pior desde 1950 (Economia B10)

Notas&Informações
A recuperação da confiança – Se bem-sucedido, diálogo estabelecerá relacionamento mais sadio de Executivo e Legislativo (A3)

A crise nos municípios – As prefeituras pouco fizeram para alcançar o ajuste financeiro indispensável (A3)


Folha de S. Paulo

Manchete : Presidente turco faz expurgo após golpe frustrado no país
Erdogan prende milhares de militares e juízes e acusa líder religioso; ao menos 265 morreram
A tentativa de golpe na Turquia, feita por parte das Forças Armadas anteontem em Istambul e na capital, Ancara, deixou ao menos 265 mortos e mais de mil feridos, segundo o governo. Cerca de 2.800 militares suspeitos de envolvimento foram presos. Horas após o ocorrido, o premiê Binali Yildirim disse que a situação estava “sob controle”. O presidente Recep Tayyip Erdogan prometeu punição aos golpistas. Erdogan acusou o religioso Fethullah Gülen, líder de um movimento contrário ao atual regime e exilado nos EUA, de armar o golpe e pediu ao governo americano sua extradição. Gülen negou participação no caso. De acordo com a agência de notícias estatal, após retomar o poder, o governo expurgou cerca de 2.700 integrantes do Judiciário. Foram expedidos ainda dezenas de pedidos de prisão contra membros da corte administrativa e de cortes de apelação. (Mundo A12)

Cresce otimismo com a economia, diz Datafolha
A expectativa dos brasileiros em relação à economia e à sua própria situação melhorou e atingiu o maior patamar desde dezembro de 2014, mostra pesquisa Datafolha. A população se diz mais confiante sobre queda da inflação, risco de desemprego e aumento do poder de compra. Na política, 50% defendem manter o presidente interino, Michel Temer, e 32% preferem a volta de Dilma Rousseff. O ex-presidente Lula lidera a disputa para 2018, mas em segundo turno empata com Aécio e com Alckmin e perde de Marina e de Serra. (Poder A4)

Crise provoca fuga de talentos para o exterior
A crise econômica impulsionou o fluxo de saída de profissionais do Brasil. Vistos de imigração para os EUA subiram 55% em 2015. O volume de permissões de trabalho no Reino Unido foi o mais elevado desde 2006. O efeito imediato, a perda de talentos, prejudica a economia brasileira. (Mercado A19)

Editoriais
Leia “Algo melhor”, comentando pesquisa Datafolha e conjuntura no país, e “Otimismo cauteloso”, a respeito da recuperação da economia nacional. (Opinião a2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Domingo 17 de Julho de 2016

Compartilhe nossa Matéria