Manchete dos Jornais neste sábado, 10 de outubro de 2015
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 10th outubro 2015

Justiça decreta sigilo de ação sobre a Receita
O desembargador Luiz Sérgio de Lima Vieira, do Tribunal de Justiça, decretou sigilo da ação penal referente à Operação Publicano 2, que investiga corrupção na Receita Estadual…
Impeachment não é golpe quando se parou de governar
Não faltam razões para o impeachment de Dilma. Não é golpe. É a solução institucional prevista quando o presidente, além dos malfeitos, perde, pelo isolamento popular e congressual, condições de governar.


O Globo

Manchete : Contas na Suíça pagaram gastos da mulher de Cunha
Documentos revelam que parte do dinheiro foi desviada da Petrobras
Partidos já discutem a sucessão do presidente da Câmara ; ministro do STF homologa delação premiada de Fernando Baiano, operador do PMDB

Documentos enviados pela Suíça e que estão em poder da Procuradoria-Geral da República revelam que as contas naquele país do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, foram abastecidas com dinheiro desviado da Petrobras e financiaram gastos pessoais de sua família no exterior . Entre os pagamentos, há US$ 59,9 mil para a academia de tênis de Nick Bollettieri, em Palm Beach (EU A), que treinou atletas como André Agassi. O dinheiro, transferido para a mulher de Cunha, a jornalista Cláudia Cruz, também pagou cartões de crédito e um curso de MBA para uma filha do deputado. A documentação mostra que 1,3 milhão de francos suíços (o equivalente a R$ 5,1 milhões) foi transferido a Cunha pelo lobista João Henriques, delator da Lava-Jato. Cunha nega ser dono das contas. O ministro Teori Zavascki, do STF, homologou a delação premiada de Fernando Baiano, operador do PMDB no esquema e apontado como sócio de Cunha. Partidos já discutem a sucessão do peemedebista . (Págs. 3 a 6)

Empresas do Brasil abrem fábricas no Paraguai
Atrás de mão de obra barata, incentivos fiscais e menos burocracia, companhias como a Guararapes, dona da rede Riachuelo, e a Buddemeyer estão abrindo fábricas no Paraguai para, inclusive, exportar para o Brasil, revelam ANA PAULA MACHADO e RONALDO D´ERCOLE. (Pág. 2)

Raspadinha será privatizada
A Caixa Econômica venderá ao setor privado a raspadinha, informa GERALDA DOCA. O governo espera obter até R$ 4 bilhões com o negócio. (Pág. 23)

Educação – ‘É preciso pensar em eficiência
De novo ministro da Educação, Mercadante critica greves e diz que Ciência sem Fronteiras só volta com parceria. (Pág. 25)

Justiça libera Uber no Rio
Lei que proíbe Uber é suspensa no Rio pela Justiça. Autoridades que impedirem motoristas de prestar o serviço receberão multas de R$ 50 mil. (Pág. 11)

Editorial
‘Estreita-se o espaço de manobra de Eduardo Cunha’ (Pág. 18)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Contrato da Petrobras na África irrigou conta de Cunha
Suíça diz que mulher do presidente da Câmara usou dinheiro para pagar de cursos a academia de tênis
Documentos enviados pelo Ministério Público da Suíça provam que um negócio de US$ 34,5 milhões da Petrobrás no Benin, na África, irrigou quatro contas que têm como beneficiários o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e sua mulher, Cláudia Cordeiro Cruz. O caminho do dinheiro começa no pagamento da estatal à Compagnie Béninoise des Hydrocarbures Sarl. A conta da empresa tem como titular Idalécio de Oliveira, que repassou US$ 31 milhões à Lusitania Petroleum, que destinou US$ 10 milhões ao empresário João Henriques. Apontado como lobista do PMDB na Petrobrás, ele disse à Operação Lava Jato que transferiu dinheiro a um político por contrato de aquisição de campo de exploração no Benin. Dados suíços mostram cinco repasses de Henriques para conta de offshore que tem Cunha como beneficiário. Também revelam que Cláudia usou dinheiro para pagar de cursos a academia de tênis. (Política / Pág. A4)

Propina pode chegar a R$ 10 bi
O procurador Deltan Dallagnol, que atua na Lava Jato, estima que o total de propinas recebidas por envolvidos no esquema supera R$ 10 bilhões. Considerando sobrepreço em obras, o rombo chega a R$ 20 bilhões. (Pág. A5)

Dilma manda distribuir cargos no 2° e 3° escalões
Convencida de que só conseguirá garantir a governabilidade se distribuir cargos também no segundo e terceiro escalões, a presidente Dilma Rousseff determinou aos ministros responsáveis pela articulação política que entreguem os cargos a partidos aliados, ainda que isso implique mais sacrifício ao PT, que já perdeu espaço nos ministérios. O objetivo do governo é que todos os aliados tenham certeza de que os compromissos assumidos durante a negociação da reforma ministerial serão cumpridos. (Política / Pág. A6)

Vetos ficam para novembro
O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), avisou aliados de que só deve convocar sessão para votar vetos presidenciais em novembro. O governo queria que as sessões ocorressem na próxima semana. (Pág. A6)

Brasil faz pacto comercial com Colômbia
Brasil e Colômbia firmaram ontem acordo para incentivar o comércio de veículos entre os dois países. A partir de 2016, uma cota de automóveis poderá ser exportada com tarifa zero. Inicialmente, será de 12 mil veículos, subindo para 25 mil em 2017 e 50 mil em 2018. O pacto foi fechado durante visita de Dilma Rousseff. (Economia / Pág. B1)

‘Não dava para ver rombo no Fies’, diz Mercadante
Novamente à frente do Ministério da Educação, Aloizio Mercadante diz que o governo não teve como perceber antes os problemas com o Financiamento Estudantil (Fies), que passou por restrições neste ano. (Metrópole/Pág. A18)

Notas&Informações
Soberba, autoritarismo, incompetência – Dilma quis voo próprio, mas apenas mostrou sua incompetência. (Pág. A3)
Subsídio nas alturas – Tudo indica que Fernando Haddad vai enveredar novamente no erro do congelamento da tarifa de ônibus (Pág. A3)


Estado de Minas

Manchete:Cunha pagou até aulas de tênis com dinheiro da Suíça
Só em cartões de crédito internacionais, mulher do presidente da Câmara gastou mais de US$ 1 milhão. Documentos do Ministério Público da Suíça entregues à Procuradoria-Geral da República (PGR) mostram que, de apenas uma das contas do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) naquele país, em nome da mulher dele, a jornalista Cláudia Cordeiro Cruz,foram gastos pelo menos US$ 1,082 milhão em cartões internacionais. Entre as despesas, estão academias de tênis nos EUA, escolas de inglês e transferências para bancos da Inglaterra e da Espanha. Só a conta Kopek, de Cláudia, pagou US$ 525 mil para o cartão Corner Card entre 2013 e 2015. Para a academia de tênis do professor Nick Bollettieri, que dá aulas para famosos e milionários, foram pagos US$ 52 mil de agosto de 2008 a abril de 2009. As informações da PGR sobre as contas de Cunha aumentaram a pressão, inclusive no PSDB, para afastá-lo do comando da Câmara. Na terça-feira, partidos da oposição vão se reunir para se posicionar sobre a questão. Pág. 3

Dilma provoca incidente diplomático com o Paraguai
Ao afirmar que sofre pressão por “golpe à paraguaia”, presidente desagradou ao país vizinho, que emitiu nota repudiando a referência ao impeachment de Fernando Lugo, em 2012. Pág. 4

Celular ganha um número em Minas
Medida entra em vigor amanhã e as linhas passam a ter nove dígitos, com o 9 antes dos oito atuais. Operadoras vão disponibilizar aplicativos de atualização de agenda para smartphones. Veja tudo sobre a mudança. Pág. 9

Greve cancela viagens e gera tumulto
Paralisação de motoristas de duas empresas de transporte provocou confusão na saída do feriadão. Cerca de 800 passageiros que viajariam para cidades no litoral do Espírito Santo e para Brasília ficaram sem ônibus por causa do protesto. Houve tumulto nos guichês e um deles teve o vidro depredado. Pág. 18


Gazeta do Povo

INVESTIGAÇÃO
Manchete: Mulher de Cunha usou conta secreta para pagar academia, revela Suíça
Um dossiê do Ministério Público suíço entregue à Procuradoria-Geral da República do Brasil revela que o dinheiro que saiu de uma conta secreta na Suíça atribuída à jornalista Claudia Cruz, mulher do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), pagou despesas com dois cartões de crédito e até uma famosa academia de tênis na Flórida (EUA). Segundo o documento, o dinheiro é fruto de propina da Petrobras, mais especificamente de um contrato de US$ 34,5 milhões da estatal em Benin, na África. Por meio de assessoria, Cunha disse que “desconhece o teor dos fatos veiculados”.

HISTÓRIA
A memória da rede ferroviária 

MERCADO DE TRABALHO
Crise elimina vagas de trabalho para o Natal
Levantamento da Federação do Comércio revela que 72,7% dos comerciantes paranaenses não pretendem contratar funcionários temporários para o período de fim de ano.

TRIBUNAL ELEITORAL
TSE tem autoridade para cassar Dilma, diz Toffoli
O presidente do TSE, Dias Toffoli, considerou “equivocado” o parecer do jurista Dalmo Dallari, segundo o qual a Corte não pode cassar o mandato da presidente da República.

JUDICIÁRIO
Justiça decreta sigilo de ação sobre a Receita
O desembargador Luiz Sérgio de Lima Vieira, do Tribunal de Justiça, decretou sigilo da ação penal referente à Operação Publicano 2, que investiga corrupção na Receita Estadual.

ESPORTIVA
Petraglia é incógnita em eleição
Presidente do Atlético ainda não decidiu se será candidato


Zero Hora

Manchete: Contas secretas de Cunha pagavam até aula de tênis (Notícias | 9)

As lições do ex-ministro
Demitido da equipe de Dilma, Renato Janine Ribeiro fala sobre sua passagem pela Educação (Notícias | 10 e 11)


Folha de S. Paulo

Manchete : Dinheiro do petrolão irrigou contas de Cunha, aponta investigação suíça
Mulher do presidente da Câmara cobriu gastos até com academia de tênis; deputado não comenta
Dinheiro pago pela Petrobras para viabilizar um negócio de US$ 34,5 milhões no Benin (África) em 2011 abasteceu contas secretas atribuídas ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e à mulher dele, a jornalista Claudia Cruz. É o que mostra dossiê entregue pelo Ministério Público suíço à Procuradoria-Geral da República do Brasil. Segundo a investigação, Claudia pagou despesas de dois cartões de crédito e de uma academia de tênis nos EUA. Em um dos cartões foram gastos US$ 525 mil em dois anos. No outro, US$ 317 mil em quatro anos. A renomada academia de Nick Bollettieri, que revelou entre outros Andre Agassie as irmãs Serena e Venus Williams, recebeu US$ 59,7 mil. Os documentos também revelam que outras três contas são ligadas ao parlamentar. Somadas, todas as quatro contas tiveram entradas de R$ 31,2 milhões e saídas de R$ 15,8 milhões, em valores atualizados. Cunha disse desconhecer “o teor dos fatos veiculados” e que só os comentará após ter acesso “ao conteúdo real do que vem sendo divulgado”. Ele negou à CPI da Petrobras, em março, ter contas no exterior. (Poder a4)

Dólar perde força e termina semana cotado a R$ 3,76
Com a expectativa do adiamento da elevação da taxa de juros nos EUA, o dólar fechou em queda ontem, a R$ 3,76. Na semana, houve desvalorização de 5,4 %. Os juros futuros, porém, continuam a subir, resultado das preocupações com a crise interna. (Mercado a19)

Brasil lidera fuga de capital entre países emergentes
O Brasil amargou no terceiro trimestre deste ano a maior queda no estoque de investimentos estrangeiros em mercados emergentes desde a crise mundial de 2008. Segundo relatório do Instituto de Finanças Internacionais, a perda de cerca de 30% ocorreu principalmente em grandes fundos de pensão e de investidores institucionais. (Mercado a17)

Luís F. Carvalho Filho
Impeachment não é golpe quando se parou de governar
Não faltam razões para o impeachment de Dilma. Não é golpe. É a solução institucional prevista quando o presidente, além dos malfeitos, perde, pelo isolamento popular e congressual, condições de governar. (Cotidiano b2)

Editoriais
Leia “Uma breve história síria”, sobre guerra que arrasa o país, e “Uber do B”, a respeito de nova regulamentação para o serviço de táxis em São Paulo (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, 10 de outubro de 2015, 08:

Compartilhe nossa Matéria