Manchete dos Jornais neste sábado, 12 de março de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 12th março 2016

Chuva longa e intensa deixa 18 mortos em SP
Sabesp precisou abrir comportas para evitar rompimento de uma represa
Ao menos 18 pessoas morreram em decorrência da intensa e prolongada chuva na Grande SP e algumas cidades do interior do Estado entre a noite de quinta (10) e a madrugada de sexta (11). O volume de água provocou enxurradas e deslizamentos de terra. A causa da maioria das mortes foi soterramento. Eram seis os desaparecidos até ontem à noite. Na região metropolitana, Francisco Morato teve oito mortos, e Mairiporã, quatro. Houve duas mortes por afogamento no interior (Itatiba). Ninguém morreu na capital, onde as chuvas corresponderam a 46% da média de março. A tempestade, porém, gerou transtornos.


O Globo

Manchete : Dilma diz que não renuncia e quer Lula no Ministério
Presidente considera uma ‘ofensa’ a ideia de deixar o cargo
A ida do ex-presidente para o governo seria motivo de orgulho, disse ela
Em tom de desabafo e às vésperas das manifestações contra seu governo, a presidente Dilma Rousseff afirmou ontem que nunca passou por sua cabeça a renúncia ao cargo. Ela tomou a iniciativa de tocar no assunto ao falar para reitores de universidades federais. E prosseguiu no tema em seguida, numa entrevista, quando novamente negou com veemência a possibilidade de renunciar, ideia que classificou de “ofensa”. Dilma afirmou ainda que seria um orgulho ter o ex-presidente Lula em seu Ministério. (Pág. 3)

Cunha retoma impeachment
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, retomará o processo de impeachment na quinta-feira. O PMDB adiará por um mês a decisão sobre sua saída do governo. (Pág. 4)

Em Brasília, risco de confronto
O PT de Brasília ignorou veto da Secretaria de Segurança e marcou um ato pró- Dilma a 1,5k m da manifestação em favor do impeachment, amanhã. (Pág. 6)

PF encontra cofre com presentes de Lula (Pág. 5)

STJ autoriza inquérito sobre Beto Richa (Pág. 6)

UFRJ investiga reincidência de zika
Um surto atípico de zika em moradores de Olinda, em Nilópolis, é estudado por pesquisadores da UFRJ. Além de sintomas pouco comuns os casos suscitam a suspeita de que é possível a mesma pessoa contrair o vírus duas vezes. Um rapaz, que teria tido reincidência da doença em janeiro, ainda apresenta o vírus ativo na urina. De 15 testes feitos no bairro, só um não deu positivo para zika, revela ANA LÚCIA AZEVEDO. (Pág. 8)

Chuva mata 18 pessoas em São Paulo
Pelo menos 18 pessoas morreram em São Paulo depois das fortes chuvas que caíram na madrugada de ontem no estado. Entre as vítimas, uma criança de quatro anos. Até a noite de ontem, havia seis desaparecidos. (Pág. 6)

Grandes do varejo em crise
A recessão tem levado grandes varejistas a pedirem recuperação judicial. Barred’s e GEP, com mais de cem lojas de roupa, e BMart, de brinquedos, são algumas vítimas. (Pág. 17)

Escolas podem ficar sem água
Sem receber há um ano, concessionária de Friburgo ameaça cortar o fornecimento de água às escolas estaduais na cidade. A dívida do governo já soma R$ 600 mil. (Pág. 9)

Corte de verbas afeta creches
Principal fonte de recursos para a construção de creches, a verba do Programa de Aceleração do Crescimento dirigida ao MEC caiu 81% este ano. No Rio, há 42 mil crianças esperando vagas. (Pág. 24)

Colunistas
Merval Pereira – Decisão do PMDB é “aviso prévio” para presidente (Pág. 4)
Jorge Bastos Moreno – Dilma já aceita os riscos de ter Lula no governo (Pág. 3)
Luiz Antonio Novaes – Brasília com Dilma ou rua com PT, o dilema de Lula (Pág. 2)
Zuenir Ventura – Pedido de prisão vai contra apelo por sensatez (Pág. 16)
Guilherme Fiuza – O “filho do Brasil” tomou posse de tudo (Pág. 14)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Delcídio aponta propina de Belo Monte em eleição de Dilma
Em delação premiada, senador revelou esquema de desvio encabeçado por três ex-ministros, segundo a revista ‘IstoÉ’
Em delação premiada firmada com o MPF na Operação Lava Jato, o senador Delcídio Amaral (PT-MS) revelou um esquema de desvio de dinheiro das obras da Usina de Belo Monte. Segundo ele, o esquema era encabeçado pelos ex-ministros Erenice Guerra (Casa Civil), Antônio Palocci (Fazenda) e Silas Rondeau ( Minas e Energia). Juntos, os três teriam movimentado cerca de R$25 bilhões, e desviado R$ 45 milhões para as campanhas eleitorais do PT e do PMDB em 2010 e 2014. Os partidos estavam coligados na chapa que elegeu Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB). As informações foram divulgadas no site da revista IstoÉ. De acordo com Delcídio, o grupo desviou recursos, por meio de superfaturamento, tanto de contratos para a realização das obras civis – que teriam custado R$ 19 bilhões – como nos acordos para compra de equipamentos para a usina, no valor de R$ 4,5 bilhões. Palocci nega as acusações. A defesa de Erenice Guerra não quis comentar o caso porque não teve acesso à delação. Edinho Silva, tesoureiro da campanha de Dilma em 2014, disse que “a afirmação é uma mentira escandalosa”. (Política A4)

Caso do tríplex em segredo
A juíza Maria Priscilla Ernandes, da 4ª Vara Criminal da Capital, decretou segredo de Justiça do processo em que o ex-presidente Lula é acusado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica no caso do tríplex no Guarujá (SP). (Pág. A7)

Cofre no BB guardava presentes
A PF achou uma sala-cofre em uma agência do Banco do Brasil em São Paulo que guarda bens de Lula. Em23 caixas estão 133 peças, incluindo joias e obras de arte recebidas pelo ex-presidente de chefes de Estado. (Pág. A6)

Dilma afirma não ter ‘cara de quem vai renunciar’
A presidente Dilma Rousseff afirmou ontem que não renunciará porque essa atitude não condiz com sua biografia. Sem citar nomes, ela disse que aqueles que pedem sua renúncia reconhecem que o processo de impeachment não tem base para prosperar. “Pelo menos testemunhem que eu não tenho cara de quem vai renunciar”, pediu Dilma aos jornalistas. (Pág. A5)

Temer está pronto para assumir, diz líder do PMDB
O senador Eunício Oliveira (CE), líder do PMDB na casa, disse que o vice Michel Temer está pronto para assumir o governo. “Se os fatos avançarem e levarem à condição de o vice-presidente Michel Temer ter de assumir, obviamente ele está preparado e o partido está preparado”, disse a Ricardo Brito. Na convenção do PMDB, hoje, Temer será reconduzido à presidência do partido. Eunício continuará como tesoureiro. (Política A4)

Chuva mata 18 e deixa 6 desaparecidos em SP
Municípios da Região Metropolitana foram os mais atingidos; na capital choveu 54% do esperado para o mês
Pelo menos 18 pessoas morreram, 19 ficaram feridas e 6 estão desaparecidas no Estado de São Paulo por causa da chuva que caiu entre a noite de anteontem e a madrugada de ontem. O número de mortos é o maior desde o verão 2009/2010, segundo a Defesa Civil Estadual. Francisco Morato, Mairiporã, Franco da Rocha, Itapevi, Cajamar, Caieiras, Guarulhos e a capital, na Grande São Paulo, além de Itatiba, no interior, foram os municípios mais atingidos. Na capital, choveu o equivalente a 54% do esperado para o mês e o Rio Tietê transbordou , o que não ocorria desde 2011. O Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, ficou fechado das 23h50 às 6h06. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) liberou R$ 680 mil para a Grande São Paulo. (Metrópole A19 a A21)

Entidades chamam associados para ato na Paulista
Entidades como a Associação Comercial de São Paulo e a Fiesp estão convocando associados para o ato de amanhã contra o governo Dilma Rousseff, na Avenida Paulista. Lojas de São Paulo, Rio e Curitiba foram decoradas com as cores verde e amarela e planejam distribuir cartazes. (Política A10)

Dólar registra a menor cotação em sete meses (Economia B1)

STJ abre inquérito contra Richa por fraude (Política A13)

Direto da Fonte
A Odebrecht negocia acordo de leniência na CGU. E ele pode incluir colaboração de Marcelo Odebrecht, relata Sonia Racy. (Caderno2 C2)

D. Odilo P. Scherer
A respeito do bem e do mal – Esta situação é resultado de uma longa crise moral. Não é mais possível ir adiante com esquemas corruptos na política e na administração pública (Espaço Aberto A2)

Notas&Informações
Política, Justiça e bom senso – Não era o melhor momento para pedir a prisão de Lula. Só pode haver Justiça onde há bom senso (A3)

A força do PMDB e PSDB – Tal aproximação é motivo de otimismo. Juntos, partidos podem dar passos para tirar o Brasil da crise (A3)


Folha de S. Paulo

Manchete : Chuva longa e intensa deixa 18 mortos em SP
Sabesp precisou abrir comportas para evitar rompimento de uma represa
Ao menos 18 pessoas morreram em decorrência da intensa e prolongada chuva na Grande SP e algumas cidades do interior do Estado entre a noite de quinta (10) e a madrugada de sexta (11). O volume de água provocou enxurradas e deslizamentos de terra. A causa da maioria das mortes foi soterramento. Eram seis os desaparecidos até ontem à noite. Na região metropolitana, Francisco Morato teve oito mortos, e Mairiporã, quatro. Houve duas mortes por afogamento no interior (Itatiba). Ninguém morreu na capital, onde as chuvas corresponderam a 46% da média de março. A tempestade, porém, gerou transtornos. O trânsito de manhã, com 177 km de lentidão, foi recorde no ano. Os rios Pinheiros e Tietê transbordaram, o que não aconteciam ao mesmo tempo havia 11 anos. Voos precisaram ser cancelados. Para evitar o rompimento de uma represa, a Sabesp abriu as comportas, ampliando a cheia na Grande SP. Especialista diz que fenômeno climatológico raro causou a longa tempestade. (Cotidiano B1)

Dilma afirma que ‘não tem cara de quem vai renunciar’
A presidente Dilma afirmou que “não tem cara de quem vai renunciar” e negou que esteja “resignada” com a possibilidade de seu governo acabar antes de 2018, em resposta a reportagem publicada na Folha nesta sexta. Ela também repudiou o pedido de prisão do ex-presidente Lula e afirmou que os investigadores passaram “de todos os limites”. (Poder a4)

Odebrecht cedeu 16 funcionários para reformas em sítio
A Odebrecht forneceu 15 funcionários, além do engenheiro Frederico Barbosa, para obra no sítio em Atibaia (SP) frequentado por Lula. Trabalhos começaram em 2010, quando era presidente. Barbosa disse à Lava Jato, que investiga o caso, que houve orientação de assessor especial de Lula sobre a reforma da propriedade. A defesa do ex-presidente nega. (Poder a7)

Ações e títulos do país ficam ‘baratos’ e voltam a atrair investidores de fora (Mercado A21)

Ministro faz elogios a alunos com ‘crânio normal’ ao falar em escola sobre a zika (Cotidiano B6)

Editoriais
Leia “Trio de horrores”, sobre pedido de prisão preventiva do ex-presidente Lula, e “Alívio na inflação”, acerca de desaceleração de alta dos preços (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Sábado 12 de Março de 2016

Compartilhe nossa Matéria