Manchete dos Jornais neste sábado, 19 de março de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 19th março 2016

SP tem 900 grávidas com suspeita de zika
Pelo menos 900 gestantes do Estado de São Paulo já receberam diagnóstico de suspeita de zika, segundo a Secretaria Estadual da Saúde. Até agora, nenhum dos fetos desenvolveu microcefalia, mas as mulheres são monitoradas. Ainda este ano uma vacina antizika deve ser testada em macacos…


O Globo

Manchete : Aliados de Dilma e Lula fazem manifestação em todos os estados
PT reúne 275 mil, 7% do público das manifestações pelo impeachment
Cinco dias após o maior protesto da História, que reuniu pelo menos 3,6 milhões nas ruas do país pedindo o impeachment da presidente Dilma, ontem CUT, sindicatos, movimentos sociais e o PT conseguiram mobilizar manifestantes pró-Dilma e Lula em todos os estados. Segundo estimativas oficiais, 275 mil pessoas participaram dos atos de ontem, ou 7% do público de domingo. Na Avenida Paulista, os manifestantes ocuparam 11 quarteirões, 12 a menos que nas manifestações anti-Dilma. Os protestos em favor do governo tiveram shows e foram realizados num dia de semana, após o expediente. O anterior, no domingo. Ameaçado de prisão e sob pressão por grampos da Lava-Jato, Lula foi à Paulista e reencarnou a versão “paz e amor”. As críticas dos manifestantes se concentraram no juiz Sérgio Moro. (Pág. 3 e 4)

Gilmar Mendes suspende nomeação de Lula e devolve inquérito a Moro
O ministro do STF Gilmar Mendes suspendeu a posse de Lula na Casa Civil e devolveu o inquérito sobre o ex-presidente ao juiz Sérgio Moro, que julgará pedido de prisão do petista. Gilmar deu a liminar em ação proposta pelo PPS, e o caso deverá ser levado ao plenário da Corte. O ministro Teori Zavascki, relator da Lava-Jato no STF, criticou indiretamente Moro ao dizer que juízes têm de resolver conflitos e não criá-los. (Pág. 7)

Por 26 a 2, OAB apoia impeachment

Autora do pedido de impeachment de Fernando Collor em 1992, a OAB aprovou ontem, por 26 a 2, apoio ao processo contra Dilma. Na Câmara, que fez sessão ontem, o prazo para a defesa já começou a contar. A votação no plenário deve ocorrer no fim de abril. (Pág. 11)


O Estado de S. Paulo

Manchete : STF suspende posse de Lula e mantém investigação com Moro
Ministro Gilmar Mendes fala em ‘risco de fraude à Constituição’ e acata pedido de mandado de segurança do PSDB e do PPS
O ministro Gilmar Mendes, do STF, suspendeu ontem a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o ministro-chefe da Casa Civil e decidiu que a investigação do petista deve ficar com o juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato. Mendes se manifestou a favor do pedido do mandado de segurança de dois partidos da oposição, PSDB e PPS, que alegavam que Lula havia tomado posse para ganhar foro privilegiado e ser julgado pelo Supremo. Em sua decisão, Mendes fala em risco de “fraude à Constituição”. O governo deve recorrer da decisão e levar o caso para a análise do plenário da Corte. Ontem à tarde, Lula chegou a ser considerado ministro por cerca de duas horas, mas uma terceira liminar de um juiz de primeira instância de Assis (SP) havia suspendido a posse. A Polícia Federal analisa conversa gravada entre o presidente do PT, Rui Falcão, e o ex-ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, em que discutem a nomeação de Lula para protegê-lo. (Política A6 e A7)

Janot diz que gravação de conversa é legal
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse que a gravação de conversa telefônica entre o ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff não afronta garantias constitucionais da Presidência. (Pág. A4)

Juiz não deve buscar ‘holofote’, afirma Teori
Relator da Lava Jato no STF, o ministro Teori Zavascki afirmou, sem citar nomes, que “o papel do juiz é o de resolver conflitos, não criar conflitos”. A afirmação foi vista como crítica indireta ao juiz Sérgio Moro. (Pág. A5)

OAB decide apoiar impeachment no Congresso
O Conselho Federal da OAB aprovou o apoio da entidade ao pedido de impeachment de Dilma Rousseff no Congresso. A Câmara realizou sessão ontem. Com isso, o prazo de apresentação da defesa da presidente começou a ser contado. (Pág. A12)

Manifestações reúnem 204 mil pessoas em todo o País, diz PM
As manifestações a favor do governo de Dilma Rousseff reuniram 204 mil pessoas em todo o País, segundo a Polícia Militar, e 866 mil, nas contas dos organizadores. Em São Paulo, 80 mil manifestantes se reuniram na Avenida Paulista, de acordo com a PM. Os números da PM não incluem o público do Rio, onde militantes lotaram a Praça XV, no centro. No domingo passado, o País teve a maior manifestação política da história, com os protestos contra Dilma. (Política A7)

Foto-legenda : A volta de Lula ‘paz e amor
Lula subiu em carro de som em manifestação na Avenida Paulista antes do anúncio da decisão de Gilmar Mendes de suspender sua nomeação para a Casa Civil. Em discurso, o ex-presidente afirmou que vai para o governo ‘para ajudar e não para brigar’. Embora tenha dito que a partir de agora voltará a ser o ‘Lulinha paz e amor’, o petista entrou no clima do evento e gritou ‘não vai ter golpe’. (Política A10)

TCU quer banir ministro de funções públicas
Auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) propõe banir de funções públicas o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, o ex-titular da pasta Guido Mantega e mais três integrantes da equipe econômica de Dilma Rousseff por irregularidades referentes às “pedaladas fiscais”, informa Fabio Fabrini. (Economia B7)

Matarazzo deixa PSDB e critica governador
O vereador Andrea Matarazzo anunciou sua desfiliação do PSDB. Ele disputaria o segundo turno das prévias do partido para definir o candidato à Prefeitura de São Paulo. Matarazzo acusou Geraldo Alckmin de favorecer o empresário João Doria Jr., que será o único candidato na votação de domingo. (Política A14)

SP tem 900 grávidas com suspeita de zika
Pelo menos 900 gestantes do Estado de São Paulo já receberam diagnóstico de suspeita de zika, segundo a Secretaria Estadual da Saúde. Até agora, nenhum dos fetos desenvolveu microcefalia, mas as mulheres são monitoradas. Ainda este ano uma vacina antizika deve ser testada em macacos. (Metrópole A23)

Notas&Informações
433 a 1 – O placar da votação da comissão do impeachment reflete o humor carregado dos parlamentares. (A3)


Folha de S. Paulo

Manchete : Ato pró-governo reúne 95 mil em SP; Lula adota discurso conciliador
Foi a maior manifestação anti-impeachment, segundo Datafolha; no domingo (13), 500 mil protestaram na cidade contra Dilma
O maior ato pró-governo Dilma Rousseff (PT) reuniu 95 mil na avenida Paulista, segundo o Datafolha —em dezembro, 55 mil foram ao local em apoio à presidente. No domingo (13), 500 mil manifestantes pediram o impeachment da petista. Nesta sexta (18),movimentos ligados ao governo realizaram atos em todo o país, em apoio ao ex-presidente Lula e com críticas ao juiz Sergio Moro, da Lava Jato. Na avenida Paulista, Lula adotou tom conciliador. Afirmou ter voltado a ser ‘Lulinha Paz e Amor’, pediu a opositores que “não nos tratem como inimigos” e disse que não vai ter golpe. Ele declarou ter aceitado a chefia da Casa Civil para ajudar Dilma, em resposta à acusação de que buscava obter o foro privilegiado. Nova divulgação de gravação telefônica, autorizada por Sergio Moro, mostra que o presidente do PT, Rui Falcão, pressionou o ministro Jaques Wagner para colocar Lula no governo federal. Em evento na Bahia, Dilma disse que, em outros países, aqueles que grampeiam presidente sem autorização da Suprema Corte são presos. O PRB entregou o Ministério do Esporte, primeira baixa no alto escalão desde a abertura do processo de impeachment. (Poder a4)

‘Equipe da PF será trocada se houver cheiro de vazamento’
entrevista – Eugênio Aragão, ministro da Justiça
O novo ministro da Justiça, Eugênio Aragão, 56, mandou um recado à Polícia Federal: trocará a equipe inteira de uma investigação se houver vazamento de informações. “Cheirou vazamento por agente nosso, a equipe será trocada, toda. Não preciso ter prova”, declarou ele em entrevista a Leandro Colon. O ministro negou ter a intenção de influenciar a Lava Jato, da qual a PF é parte central. José Eduardo Cardozo, seu antecessor na pasta, era criticado pelo PT por não “controlar a Polícia Federal”. Aragão classificou de “extorsão” o método de negociação das delações premiadas na Lava Jato. (Poder a10)

Posse de petista em ministério é suspensa por ministro do STF
Atendendo a pedido do PPS, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu na noite desta sexta (18) a posse do ex-presidente Lula como ministro- chefe da Casa Civil, agendada para terça (22). Duas liminares já haviam suspendido a nomeação de Lula, mas foram derrubadas em instâncias superiores ao longo da sexta. No Supremo, há 13 ações tentando impedir a posse. (Poder a5)

Rodrigo Janot deu aval para a divulgação de gravações
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deu aval para a divulgação das conversas telefônicas do ex-presidente Lula horas antes do pedido do fim do sigilo sobre a investigação do petista, na quarta-feira (16). Janot foi avisado que, nos grampos, havia pessoas com foro, além de menções a ele. Pediu que fosse seguido o padrão da Lava Jato — fim do sigilo após diligência. (Poder a8)

OAB decide pelo apoio ao impeachment da presidente
A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) apoiará o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). A decisão foi tomada nesta sexta-feira (18) pelo conselho da entidade e foi apoiada por 26 bancadas, contra duas contrárias. Os conselheiros aprovaram parecer da comissão que analisa o pedido de afastamento e que aponta suposto cometimento de crimes de responsabilidade. (Poder a11)

A dois dias de prévia, Andrea Matarazzo se desfilia do PSDB (Poder A15)

Demétrio Magnoli
Paralelo que ação petista tece com Berlusconi é falso
Berlusconi é o fantasminha camarada inventado para insuflar uma campanha contra Moro. Ele não resultou da Mãos Limpas, mas da interrupção dela. Nisso, precisamente, encontra-se uma lição para o Brasil. (Poder a15)

Oscar Vilhena Vieira
Não há cortes tão expostas a testes como o Supremo (Cotidiano B2)
Editoriais
Leia “Desastre de receita”, acerca de queda na arrecadação de impostos, e “Corrigir a tempo”, a respeito de estudo sobre a saúde dos adolescentes. (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Sábado 19 de Março de 2016

Compartilhe nossa Matéria