Manchete dos Jornais neste sábado, 23 de janeiro de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 23rd janeiro 2016

PF apura relação entre caças e pagamento a filho de Lula
Ex-presidente considera hipótese ‘absurda’ e diz que não sabia que Luís Cláudio havia sido contratado por lobista
A Polícia Federal suspeita que pagamentos a Luís Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, tenham relação com a compra dos caças suecos Gripen, da Saab, pela Força Aérea Brasileira.Em depoimento na Operação Zelotes, antecipado pelo estadão.com.br., Lula disse ser absurda a hipótese de que repasses ao filho foram “contraprestação por serviços prestados” por ele “à Saab para que essa viesse a vencer a concorrência” dos aviões.


O Globo

Manchete – Procurador acusa governo de tentar proteger corruptos
MP da Leniência e projeto de repatriação beneficiam criminosos, diz
Carlos Fernando dos Santos Lima, da força-tarefa da Lava-Jato em Curitiba, contesta a crítica da presidente Dilma Rousseff de que há ‘pontos fora da curva’ a serem corrigidos na operação
O procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, integrante da Operação Lava-Jato, disse identificar “o dedo do governo” na proteção a corruptos. Em entrevista a RENATO ONOFRE E THIAGO HERDY, ele citou a edição da medida provisória que permite ao governo negociar acordos de leniência com empresas acusadas de corrupção e o projeto que autorizou a repatriação de recursos ilegais.
O procurador também contestou a crítica da presidente Dilma Rousseff de que há “pontos fora da curva” na Lava-Jato, como vazamentos seletivos e interrogatórios com base no “diz que me diz”. “Há pontos fora da curva porque no Brasil não se pune”, rebateu o procurador. (Pág. 3)

Dilma volta a chamar oposição de golpista
Após manifestar intenção de conversar com políticos da oposição, a presidente Dilma voltou a chamar os adversários de golpistas. Em reunião do PDT, ela comparou sua situação com a de Getúlio Vargas e afirmou: “Não há base para o impeachment, e eles sabem disso, mas não ligam. Não gostam de ser chamados de golpistas, mas são.” (Pág. 6 e Merval Pereira)

Negociar MP ‘é coisa de bandido’, diz Lula à PF
Em depoimento à PF na Operação Zelotes, o ex-presidente Lula negou ter negociado medidas provisórias com empresários do setor automobilístico e afirmou que esse tipo de prática “é coisa de bandido”.
Disse ainda que seu filho Luis Cláudio não o informou que receberia R$ 2,5 milhões do lobista Mauro Marcondes. A PF quis saber de Lula se o pagamento tem relação com a compra de caças para a FAB, o que ele considerou um absurdo. (Pág. 4)

FMI: Brasil põe América Latina em recessão
A América Latina completará, em 2016, dois anos de recessão devido à forte retração da economia brasileira, previu o FMI, para o qual a região repete os anos 1980, a década perdida. Analistas, porém, destacam que as verdadeiras “ovelhas negras” são Brasil, Venezuela e Equador. A Argentina ensaia recuperação, e Peru, México e Chile têm perspectivas de crescimento. (Pág. 19 e Míriam Leitão)

Assembleia rejeita decreto de Maduro
Agora dominado pela oposição, o Legislativo da Venezuela rejeitou o decreto do presidente Nicolás Maduro que instaurava a emergência econômica no país. (Pág. 25)

Clã envolvido em fraude em Magé
Quatro membros da família Cozzolino, que há 30 anos domina a política em Magé, na Baixada Fluminense, foram denunciados por desvio de R$ 22 milhões do município. Ex-prefeito aliado da família já foi preso. (Pág. 8)

Personalidades – Prêmio aos destaques de 2015
A ministra Cármen Lúcia, do STF, é a Personalidade de 2015 do Prêmio Faz Diferença. Ela foi a relatora da ação que levou a mais alta Corte do Judiciário a derrubar a exigência de autorização prévia para a publicação de biografias no Brasil. “Cala a boca já morreu”, argumentou a ministra, na sessão histórica, contra a censura prévia. A premiação chega à 13ª edição e homenageia os destaques em 17 áreas. (CADERNO ESPECIAL)


O Estado de S. Paulo

Manchete – PF apura relação entre caças e pagamento a filho de Lula
Ex-presidente considera hipótese ‘absurda’ e diz que não sabia que Luís Cláudio havia sido contratado por lobista
A Polícia Federal suspeita que pagamentos a Luís Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, tenham relação com a compra dos caças suecos Gripen, da Saab, pela Força Aérea Brasileira.Em depoimento na Operação Zelotes, antecipado pelo estadão.com.br., Lula disse ser absurda a hipótese de que repasses ao filho foram “contraprestação por serviços prestados” por ele “à Saab para que essa viesse a vencer a concorrência” dos aviões.
A LFT Marketing Esportivo, de Luís Cláudio, recebeu R$ 2,5 milhões da Marcondes e Mautoni Empreendimentos, que tem como sócios os lobistas Mauro Marcondes Machado e sua mulher, Cristina Mautoni. O casal está preso, acusado de operar esquema de lobby e corrupção em favor do setor automobilístico que teria envolvido compra de medidas provisórias no governo federal. Marcondes também foi representante do grupo que controla a Saab.
No depoimento do dia 6 à PF, Lula disse não ter falado com o filho sobre o contrato dele com o lobista e afirmou que não ocorreu “combinação” com empresários de MPs e, se tivesse ocorrido, seria “coisa de bandido”. O ex-presidente ainda negou qualquer tipo de lobby por parte dele ou dos parentes. (Política pág. A4)

Empresário diz na Lava Jato ter pago propina ao PT
O empresário Fernando de Moura, réu da Operação Lava Jato, afirmou em depoimento à Justiça que pagou propina para o PT e que os repasses eram intermediados pelo ex-secretário-geral do partido Silvio Pereira e o ex-diretor de Serviços da Petrobrás Renato Duque, preso desde abril em Curitiba.
Moura apontou dez contratos da Petrobrás em que diz ter feito acertos envolvendo Pereira e Duque. Ele afirmou ainda que foi do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu “a palavra final” da nomeação de Duque para a empresa. (Política / Pág.A9)

Governo quer usar multa do FGTS para consignado
O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, informou em Davos, na Suíça, que o governo estuda permitir que, em caso de demissão do trabalhador, parte da multa do FGTS seja usada para pagar o crédito consignado. A informação foi antecipada pela colunista Sonia Racy. A operação mira trabalhadores do setor privado. Economia / Pág. B1)

Ex-presidente do TJ, Nalini será secretário da Educação
Depois de 48 dias de indefinição, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou ontem que o ex-presidente do Tribunal de Justiça José Renato Nalini, de 70 anos, será o novo secretário estadual de Educação. Nalini prometeu “transparência” e “diálogo”. (Metrópole / Pág. A14)

Assembleia veta decreto de Maduro
A Assembleia Nacional da Venezuela rejeitou o decreto que dava poderes especiais para o presidente Nicolás Maduro lidar com a crise econômica do país. (Internacional / Pág. A10)

Notas & Informações
Lula cá, Dilma lá
Palavras de Lula delineiam com clareza a estratégia de se descolar da sucessora. (Pág.A3)

O emprego de Tombini
Estranha que um presidente do BC não tenha pudor de explicitar direta interferência na instituição. (Pág. A3)


capa (2)TRANSPORTE COLETIVO
Sem metrô, Curitiba não tem alternativa de transporte no eixo Norte-Sul
ENSINO SUPERIOR
Com novas regras, 500 mil pessoas devem ficar de fora do Fies em 2016
ENSINO SUPERIOR
Começa o prazo de matrícula para os aprovados no Sisu 2016
PARANÁ
Repasses federais não darão “para o ano todo” em 2016, diz secretário da Saúde
SAÚDE
Estudo do Paraná é a 1.ª etapa para entender como o vírus zika age no organismo da gestante
PELO MUNDO
Curitibano desbrava países que não existem
70 ANOS DO AEROPORTO
Construção do Afonso Pena teve know-how do Exército dos EUA
CARAVANA
Temer inicia em Curitiba ‘tour’ pela união do PMDB
OPOSIÇÃO
Líderes de movimentos pró-impeachment decidem se filiar a partidos e vão se candidatar este ano
DISPUTA INTERNA
PT busca líder na Câmara mais atuante para barrar o impeachment
FINANÇAS
Governo quer FGTS como garantia do crédito consignado
TRIBUTOS
Sem correção na tabela, brasileiro vai pagar mais Imposto de Renda
TRIBUTOS
Imposto sobre lucro renderia R$ 43 bilhões
GADGET
Curitibanos lançam óculos de realidade virtual de baixo custo
PREÇOS
Prévia da inflação tem maior taxa para janeiro desde 2003
MACROEONOMIA
“O ajuste fiscal será dolorido, inevitável e necessário”
ESTELIONATO
Receita Federal alerta para golpe da falsa remessa internacional
INVESTIMENTO
Corretoras sentem o baque da crise
NICHO DE MERCADO
“Bolo da vó” vira opção de negócio
PRODUÇÃO
Indústria terminou o ano com ociosidade recorde
SURPRESA?
Dilma diz ter ficado “estarrecida” com relatório do FMI sobre a crise
TECNOLOGIA
Microsoft lança versão educativa do Minecraft para escolas
PREÇOS
Prévia da inflação fica em 0,92%, maior taxa para janeiro desde 2003


Folha de S. Paulo

Manchete – Dilma critica delações sem prova na Lava Jato
Presidente nega interferência em decisão do BC sobre a taxa de juros do país
A presidente Dilma Rousseff disse, em entrevista a Natuza Nery, defender a apuração de desvios na Petrobras pela Lava Jato (“O Brasil precisa dessa investigação”). Ela, no entanto, criticou “pontos fora da curva” na operação, como delações aceitas sem provas.
Para a petista, é”impossível” alguém ser questionado em interrogatórios com base no “diz que me diz”. “O mínimo que agente espera é, quando falarem uma coisa que forem perguntar para uma pessoa, que provem. Pois depois não é verdade e tá lascado, né?”, disse.
Um grupo de 104 advogados divulgou manifesto com críticas à condução da Lava Jato, apontando desrespeito a garantias fundamentais. Questionada sobre o texto, Dilma disse que falha relacionada ao direito de defesa poderia comprometer processos na Justiça.
A petista negou ter pressionado o Banco Central a manter a taxa de juros inalterada e fez graça com a acusação de controlar o Ministério Público Federal. “Então sou uma incompetente na arte do controle.” (Poder a4 e a6)

Dilma gargalha ao ver meme no qual fala sobre a estocagem do vento. (a6)
Lula diz à PF que filho não falou sobre repasse de lobista suspeito
Em depoimento à Polícia Federal no dia 6, o ex-presidente Lula disse que seu filho caçula, Luis Cláudio, não fez qualquer contato com ele antes de receber R$ 2,5 milhões de lobista suspeito de intermediar a compra de medidas provisórias para favorecer empresas automotivas. O caso é investigado na Operação Zelotes. Ontem, a Justiça dispensou Lula de depor de novo no dia 25. (Podera8)

Multa do FGTS pode se tornar garantia para empréstimos
O governo federal estuda permitir que parte da multa do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) em caso de demissão seja usada como garantia em empréstimos consignados. O plano foi anunciado pelo ministro Nelson Barbosa (Fazenda) no Fórum Econômico Mundial, em Davos. (Mercado a21)

Legislativo da Venezuela barra decreto de emergência
Sob maioria opositora, a Assembleia Nacional da Venezuela reprovou o decreto de emergência econômica anunciado pelo presidente Nicolás Maduro no dia 15. A medida abriria brecha para o confisco de bens de empresas privadas e já havia sido avalizada pela Suprema Corte. O texto foi rejeitado por 107 de 163 deputados. Para analistas, Maduro pode agir mesmo sem aval do Congresso. (Mundo a10)

Ex-presidente do TJ assume Secretaria da Educação de SP

Após 48 dias de indefinição, o governo Alckmin (PSDB) anunciou José Renato Nalini como secretário da Educação de São Paulo. Ex-presidente do Tribunal de Justiça, ele diz que vai promover o diálogo sobre a reforma de ensino suspensa após protestos. (cotidiano b1)

71% dos registros de microcefalia por zika são graves, diz estudo (Saúde B7)

Editoriais
Leia “Chutes na lama”, acerca dos custos do desastre ambiental de Mariana, e “Terra de gigantes”, a respeito da concentração bancária no Brasil. (Opinião A2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Sábado, 23 de Janeiro de 2016

Compartilhe nossa Matéria