Brasil registra um roubo ou furto de veículo por minuto
O Brasil teve média de um roubo ou furto de veículo por minuto em 2016, segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Proporcionalmente à frota de cada Estado, o Rio ê o campeão de ocorrências —seu governo credita o fato à crise econômica, que afetou o combate à criminalidade.
Voto 171, dado por um presidiário, salvou o presidente
Piada pronta: “O voto 171 que salvou o Temer foi dado pelo deputado-presidiário que cumpre e semiaberto por estelionato, 171”. O Temer foi salvo por um presidiário! E o bafo da semana: o peru do Temei! Agora ele tem dois crimes: obstrução da Justiça e obstrução urinária!

————————————————————-

O Globo

Manchete: Governo planeja liberar FGTS para quitar consignado
Saque poderá ser feito mesmo quando empregado pedir demissão
Medida provisória vai autorizar o uso de até 10% do saldo para pagar empréstimos também em caso de dispensa por justa causa; integrantes do Conselho Curador temem grande perda de recursos no Fundo
Para estimular o consumo, o governo tem pronta medida provisória que vai autorizar o trabalhador que pedir demissão a sacar o dinheiro do FGTS para pagar empréstimos consignados, informa GERALDA DOCA. Pela minuta da MP, o saque será limitado a 10% do saldo da conta vinculada do trabalhador, nas operações em que o FGTS tiver sido dado como garantia do consignado. O saque também será permitido ao trabalhador demitido por justa causa e nas demissões por acordo entre patrão e empregado, previstas na reforma trabalhista. Integrantes do Conselho Curador temem uma sangria nos recursos do FGTS. (Pág. 23)

Idade menor no PIS
A idade para sacar o PIS/Pasep pode ser reduzida de novo, para 55 anos. A medida liberaria R$ 14 bilhões na economia. (Pág. 23)

Leilão do pré-sal rende R$ 6,15 bi
O governo arrecadou menos que o previsto no leilão de petróleo no pré-sal. Seis dos oito blocos foram arrematados, rendendo R$ 6,15 bilhões aos cofres públicos, abaixo da previsão de R$ 7,75 bilhões. Mas o governo comemorou a disputa acirrada em alguns blocos, com as empresas oferecendo até 80% do lucro à União. Para o ministro de Minas e Energia, Fernado Coelho Filho, foi um “sucesso estrondoso”. (Págs. 24 e 25 e Míriam Leitão)

Foto-legenda: A tropa em luto
PMs e a viúva do coronel Luiz Teixeira, morto em um arrastão, se emocionam no sepultamento do oficial. Suspeito do crime deixou a prisão há menos de cinco meses. Ontem, mais um policial foi assassinado no estado: já são 113 este ano. (Pág. 12)

Reformas devem ficar para 2018
O calendário imposto pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, será curto para a votação das reformas, o que deverá empurrá-la para 2018. Maia iniciou tour de 9 dias no exterior, com diárias de US$ 550. (Pág. 3)

Planalto pune infiéis
O governo Temer exonerou seis funcionários indicados por deputados que votaram contra o presidente. (Pág. 3)

Divulgada lista do trabalho escravo
Após a polêmica sobre as regras de fiscalização, o Ministério do Trabalho divulgou ontem, por determinação da Justiça, a lista suja do trabalho escravo, com 131 empregadores. (Pág. 26)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Espanha destitui governo da Catalunha e convoca eleições
A crise política e territorial na Espanha atingiu o ápice ontem com a declaração de independência pelo Parlamento da Catalunha seguida de intervenção do primeiro-ministro espanhol. Com o aval do Senado, Mariano Rajoy anunciou a deposição do governador independentista, Carles Puigdemont, a dissolução da Câmara regional e a tutela do governo local até novas eleições, em 21 de dezembro. Apesar das medidas, que entraram em vigor de forma imediata, o dia foi de tensão e incerteza. Nunca antes aplicado, o artigo 155 não prevê a forma como o governo deve proceder. O choque frontal de posições de líderes políticos de Barcelona e Madri aconteceu 27 dias após o pico anterior de tensão, em 1.º de outubro, data do plebiscito promovido pelo governo da Catalunha sem a autorização do governo central. Desde então, Puigdemont hesitava em declarar a independência catalã. Ontem, pressionados pela sessão do Senado que confirmaria a intervenção, os independentistas agiram e uma multidão foi às ruas. (INTERNACIONAL / PÁGS. A16 e A18)

Pré-sal arrecada menos, mas União garante receita futura
Com duas das oito áreas sem interessados, o leilão do pré-sal arrecadou ontem R$ 6,15 bilhões, valor abaixo dos R$ 7,7 bilhões previstos. O resultado, porém, foi considerado positivo, porque o ágio médio conseguido na disputa foi de mais de 200%. No sistema de partilha, usado ontem, o pagamento pelo direito de explorar as áreas é fixo: ganha quem se compromete a repassar à União fatia maior do petróleo produzido. (ECONOMIA / PÁGS. B1, B3 e B4)

As mais ativas
Sozinhas ou em parceria, Shell e Petrobrás arremataram por R$ 3,15 bilhões três das oito áreas oferecidas ontem no leilão do pré-sal. (PÁG. B4)

Cármen Lúcia evita pautas polêmicas no fim de ano
A presidente do STF optou por apresentar pautas de repercussão social e ambiental, sem relação com a Lava Jato, para novembro. Cármen Lúcia deixa de fora da agenda da Corte a discussão sobre foro privilegiado, que pode influenciar no cenário eleitoral de 2018, e a que trata da possibilidade de a PF fechar acordos de delação. A agenda foi divulgada no dia em que ministros bateram boca durante sessão. (POLÍTICA / PÁG. A4)

Sedes de Ibama e ICMBio no AM são queimadas
As sedes do Ibama e do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) – órgãos do Ministério do Meio Ambiente – em Humaitá (AM) foram queimadas. Ontem não havia informações sobre feridos ou a causa dos incêndios. O episódio ocorre em meio a ação do Ibama e do ICMBio de combate ao garimpo no Rio Madeira. (METRÓPOLE / PÁG. A28)

Inadimplência de micros e pequenas é recorde (Economia / Pág. B5)

Colunistas
João Domingos
Instituições como o Supremo têm por obrigação zelar por sua credibilidade. (POLÍTICA / PÁG. A8)

Adriana Fernandes
Congresso acredita que, com receitas extras, pacote de maldades pode esperar. (ECONOMIA / PÁG. B5)

Notas & Informações
Juros, crescimento e riscos

Mais uma ajuda à reativação da economia foi dada pelo BC com o novo corte dos juros básicos, desta vez de 8,25% ao ano para 7,5% ao ano. (PÁG. A3)

A impenitência dos partidos
Políticos admitem que caixa 2 deverá continuar existindo. (PÁG. A3)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: Leilões do pré-sal rendem R$ 6 bilhões ao governo
Valor é aquém do esperado, mas ministro comemora com base em ganhos futuros
O governo Temer conseguiu arrecadar R$ 6,15 bilhões, 20% abaixo do valor esperado, nos primeiros leilões do pré-sal no país desde 2013.0 dinheiro será depositado em dezembro, o que contribuirá para a redução do déficit fiscal de 2017. Mesmo com ganho aquém do previsto, o ministro Fernando Coelho Filho (Minas e Energia) considerou o resultado um sucesso e comemorou os altos percentuais de petróleo que terão de ser entregues à União na fase de produção das reservas. Seis das oito áreas ofertadas foram vendidas. A Petrobras teve participação decisiva, liderando consórcios que ofereceram os três maiores ágios em relação ao percentual mínimo de petróleo, o item que definia os vencedores de cada concorrência. Arrematada pela estatal e por Shell e Repsol Sinopec, a área de Entorno de Sapinhoá teve o maior ágio: 674%. Para ganhar Peroba e Alto de Cabo Frio Central, os consórcios liderados pela Petrobras ofereceram ágios de 454% e de 255%. (Mercado pág. 1)

FGV aponta que recessão acabou no fím de 2016
A recessão vivida pelo Brasil a partir do segundo trimestre de 2014 terminou no Natal do ano passado, afirma o Comitê de Datação de Ciclos Econômicos da FGV. Segundo o grupo, a crise durou 11 trimestres e poderá vir a ser considerada a mais severa no país desde o início dos anos 1980. (Mercado pág. 6)

Temer passa por cirurgia na próstata no Sírio-Libanês
O presidente Michel Temer passou por cirurgia de raspagem da próstata na noite de ontem, no hospital Sírio-Libanês, em SP. Segundo a Presidência, ele dá continuidade ao tratamento iniciado em Brasília, e O diagnóstico ê de retenção urinária por aumento benigno da próstata. Não há previsão de alta. (Poder A5)

José Simão
Voto 171, dado por um presidiário, salvou o presidente
Piada pronta: “O voto 171 que salvou o Temer foi dado pelo deputado-presidiário que cumpre e semiaberto por estelionato, 171”. O Temer foi salvo por um presidiário! E o bafo da semana: o peru do Temei! Agora ele tem dois crimes: obstrução da Justiça e obstrução urinária! (Ilustrada C8)

Barroso diz que quase ultrapassou a linha com Gilmar
O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, disse durante aula que “quase ultrapassou a linha” na discussão com Gilmar Mendes na sessão de quinta (26). Em palestra, Gilmar criticou posições de Barroso sem citar o nome do colega. Já o ministro Marco Aurélio afirmou que o episódio ê lastimável. (Poder A12)

‘É desrespeito’, diz Benito di Paula sobre paródia feita por deputado (A5)s

Brasil registra um roubo ou furto de veículo por minuto
O Brasil teve média de um roubo ou furto de veículo por minuto em 2016, segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Proporcionalmente à frota de cada Estado, o Rio ê o campeão de ocorrências —seu governo credita o fato à crise econômica, que afetou o combate à criminalidade. (Cotidiano B1)

Governo federal cria norma para multar ciclistas e pedestres (Cotidiano B4)

USP escolhe novo reitor em meio a crise duradoura
A USP vai eleger na segunda (30) seu novo reitor em meio a uma crise financeira que dura quatro anos e causou a interrupção de obras e contratações e a implantação de planos de demissão voluntária. Quatro chapas estão na disputa para gerir um orçamento anual de R$ 5 bilhões. (Cotidiano B6)

Editoriais
Leia “Quem merece crédito”, sobre mudança proposta no cadastro positivo de devedores, e “Esperando o trem”, acerca de panes no metrô paulistano. (Opinião A2)

————————————————————————————

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.