Manchete nos Jornais desta quarta-feira, 13 de maio de 2015

92

O ajuste está no começo
O temido e criticado ajuste que o governo está promovendo na economia está apenas no começo. O pior ainda está por vir e o ajustamento deve ser longo e doloroso. Custará a trabalhadores e empresas a redução da renda. Se não for feito por bem, o será por mal. Em outras palavras: se não for conduzido pelas autoridades de forma organizada, o será pelo mercado, por meio de violenta desvalorização do real e conseqüente surto inflacionário…
FHC vê risco de Brasil perder o que conquistou
Homenageado nos Estados Unidos, ex-presidente tucano critica políticas econômica e externa de Dilma…Míriam Leitão: Ajuste contínuo
Os melhores economistas do Brasil na área fiscal, alguns com experiências no governo, debateram durante uma manhã inteira o problema das contas públicas do país. O resultado do encontro assusta. Eles acham que o ajuste fiscal que está sendo feito agora é apenas para atacar o problema imediato. Há outras reformas a serem feitas para garantir o equilíbrio fiscal de longo prazo.

————————————————————————————

O Globo

Manchete : Ata de abril revela falhas no controle da Petrobras
Na última reunião do conselho, PwC aponta brechas em ações contra desvios
Ambiente é pouco favorável a denúncias de funcionários, afirma auditoria que dá aval aos balanços da estatal

A PwC, auditoria externa responsável por dar aval aos balanços da Petrobras, advertiu na última reunião do Conselho de Administração da estatal, em 22 de abril, que ainda há brechas nos controles adotados para evitar novos casos de corrupção. “Algumas dessas ações não operam de maneira efetiva”, disse o representante da PwC. O áudio da reunião mostra que o ambiente na Petrobras é pouco favorável a denúncias e que, de 1.219 medidas de controle, 131 tinham deficiência, informam VINICIUS SASSINE e JAILTON DE CARVALHO. (Pág. 23)
Soltou a voz na CPI – Sobre euros e amantes
Ao falar de sua relação com o doleiro Youssef, a doleira Nelma Kodama, condenada e presa, surpreendeu a CPI da Petrobras ao cantar “Amada amante”, de Roberto e Erasmo Carlos. E deu detalhe s de como carregou 200 mil euros: ela se levantou e mostrou os bolsos da calça. (Pág. 7)
Renan adia votação sobre Fachin
O jurista Luiz Edson Fachin enfrentou mais de dez horas de sabatina na CCJ do Senado. Indicado pela presidente Dilma para o STF, respondeu sobre aborto, poligamia e sua antiga ligação com o PT e o MST. O presidente do Senado, Renan Calheiros, deixou para o dia 19 a votação no plenário. (Pág. 3)
Acordo tenta votar ajuste
Governo e oposição fizeram acordo para votar hoje medida provisória que torna mais rígidas regras para a concessão de pensão. Por pressão da oposição, todas as votações serão nominais. (Pág. 4)
PT cobra de volta mandato de Marta (Pág. 6)
Em busca do DNA africano
Passados 127 anos da abolição, uma série de cinco documentários busca resgatar laços interrompidos pela escravidão ao revelar a origem africana de 150 brasileiros, informa DANDARA TINOCO. Eles se submeteram a exames de DNA realizados nos Estados Unidos. (Pág. 14 e Flávia Oliveira)
UFF fecha bandejão
MEC nega atraso em repasses a federais, mas admite que 178 mil ficaram de fora do Fies (Pág. 29)
Três hospitais estaduais do Rio enfrentam penúria devido a dívidas de R$ 350 milhões na área de saúde (Pág. 10)
Ilimar Franco: O distritão vem aí
Os pequenos e médios partidos, com o apoio do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, vão derrubar do projeto de reforma política o fim das coligações e a criação da cláusula de desempenho. Ambas são desnecessárias com o distritão, proposto no relatório da reforma. Esses não são os únicos reparos. O Senado não aceita mandato igual ao dos deputados (5 anos). Há oposição ao mandato de 2 anos para prefeitos e vereadores eleitos em 2016. (Pág. 2)
Merval Pereira: Não vale o que está escrito
De duas, uma. Ou a presidente Dilma está arrependida de ter indicado o jurista Luiz Edson Fachin para a vaga aberta no Supremo Tribunal Federal ou está dando gargalhadas diante das respostas dele na sabatina na Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Porque o Fachin que esteve ontem a responder aos senadores não é o mesmo que escreveu textos que colocavam em dúvida o direito à propriedade ou questionavam a família tradicionalmente formada. (Pág. 4)
Míriam Leitão: Ajuste contínuo
Os melhores economistas do Brasil na área fiscal, alguns com experiências no governo, debateram durante uma manhã inteira o problema das contas públicas do país. O resultado do encontro assusta. Eles acham que o ajuste fiscal que está sendo feito agora é apenas para atacar o problema imediato. Há outras reformas a serem feitas para garantir o equilíbrio fiscal de longo prazo. (Pág. 24)
Editoriais
Desemprego não justifica recuos em ajuste
Seria trágico se a presidente recuasse no ajuste diante de sinais previsíveis num processo de reequilíbrio das contas públicas, sem o qual o crescimento não voltará (Pág. 20)
Ações integradas contra a crise da segurança
Episódios no Rio evidenciam que é preciso ir além de intervenções tópicas, com uma política integrada contra deficiências e equívocos em todas as áreas (Pág. 20)

————————————————————————————

 O Estado de S.Paulo

Manchete: Comissão do Senado aprova Fachin após 11h de sabatina
Comissão do Senado aprova indicação de Fachin para o Supremo
Por 20 votos a 7, indicado de Dilma foi aprovado na CCJ; votação no plenário está marcada para o dia 19
Perguntas e respostas: Veja o que Fachin falou a senadores
Indicado de Dilma para vaga no Supremo participou de sabatina que durou 11 horas
Lula: Dilma errou ao usar MP para mudar benefício
Para ex-presidente, sucessora deveria ter feito acordo com sindicatos antes de alterar seguro-desemprego. Em seu Facebook, Lula critica acusações de Youssef na Lava Jato: ‘É uma pena que parte da imprensa brasileira venha tratando bandidos como heróis, quando tais pessoas se prestam a acusar, sem provas, os alvos escolhidos pela oposição’, diz o texto…
FMI elogia Brasil, mas sugere meta fiscal acima do previsto
Em relatório, fundo recomenda elevação em 0,5 ponto porcentual no superávit primário de 2016. Petrobrás deve reduzir investimentos, aponta relatório do FMI. Queda no preço do petróleo é agravante para plano de negócios; Fundo destaca “efeito dominó” da Operação Lava Jato sobre as maiores construtoras do País…
FHC vê risco de Brasil perder o que conquistou
Homenageado nos Estados Unidos, ex-presidente tucano critica políticas econômica e externa de Dilma
Renan submeterá o nome de Fachin ao plenário do Senado na próxima terça
A decisão contraria a vontade do governo, que queria ver o assunto liquidado ainda nesta semana; aliados cogitaram pedir urgência na votação da indicação
Em ato com sindicalistas, Lula critica Dilma por condução do ajuste fiscal
A sindicalistas, ex-presidente classifica como ‘um erro’ a restrição do acesso ao seguro-desemprego ter sido feita por medida provisória
Collor entra com 4 representações contra Janot no Senado
Alvo da Lava Jato suspeito de ter recebido depósitos de dinheiro do doleiro Alberto Youssef, senador acusa procurador-geral de agir ‘sem critério’ nas investigações
GM decide paralisar produção de veículos em Gravataí, no sul do País
Montadora não chegou a acordo sobre o valor do frete; companhia também estuda extinguir o terceiro turno da fábrica no Rio Grande do Sul, de acordo com sindicato
GM demite 150 em São Caetano e metalúrgicos podem entrar em greve
De acordo com o sindicato, o motivo dos cortes seria a queda nas vendas de veículos novos, que acumulam recuo de 19,2% nos 4 primeiros meses do ano
Petrobrás calcula em US$ 13 bi as captações em 2015 e mira a Ásia
Segundo o diretor financeiro da companhia, o momento é de ‘escolher captações criativas’; Petrobrás pretende tirar um pouco o peso dos EUA nos investimentos
Petrobrás prepara oferta de títulos no mercado doméstico, dizem fontes
Companhia busca arrecadar pelo menos R$ 3 bi com a transação, segundo a fonte; se o lote suplementar for colocado, a oferta poderia atingir até R$ 4 bilhões
Após forte alta na última sessão, dólar segue exterior e volta a cair
Moeda encerrou sessão cotada a R$ 3,024 e seguiu o movimento dos mercados internacionais; investidores aproveitaram momento para realizar lucros; Ibovespa fechou em queda puxado por Vale e bancos
BM&FBovespa fecha parceria com S&P Dow Jones e lança 5 índices de ações
Segundo a Bolsa, os indicadores irão estimular o surgimento de novos produtos, como ETFs; acordo também prevê criação de índices de inflação e de renda fixa
Safra de grãos do Nordeste supera a do Sudeste pela 1ª vez em 41 anos
Segundo dados do IBGE, o aumento na produção de soja, milho e feijão neste ano puxou o avanço da agricultura na região, principalmente na Bahia, Piauí e Maranhão
Revisão do IBGE na produção de milho, trigo e soja eleva a estimativa de safra
IBGE projetou safra de 201 milhões de toneladas para este ano, o que representa um avanço de 4,2% em relação a 2014; já a Conab vê aumento de 4,4%

————————————————————————————

Gazeta do Povo

Manchete: Renan marca votação da indicação de Fachin ao STF para terça-feira
Está nas mãos do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o rumo da decisão final sobre a indicação do paranaense Luiz Edson Fachin para o Supremo Tribunal Federal (STF). Ontem, Renan confirmou a votação em plenário para a próxima terça-feira. A condução da sessão é fundamental para o destino do jurista, sabatinado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) – a reunião não havia acabado até o fechamento desta edição. A aprovação depende do aval da maioria absoluta dos 81 senadores, isto é, Fachin precisa de no mínimo 41 votos.
MEMÓRIA
Símbolos da cultura negra em Curitiba
A escultura Água pro Morro, de 1944, do paranaense Erbo Stenzel (1911-1980), instalada na Fonte Maria Lata D´Água, ao lado do Paço da Liberdade, é um dos símbolos da presença de negros em Curitiba. Para resgatar esse passado, a Fundação Cultural estuda criar um museu de percurso da história negra.
ENSINO SUPERIOR
MEC não terá de reabrir novas vagas do Fies
O Ministério da Educação (MEC) derrubou na Justiça decisões liminares que obrigavam o governo federal a prorrogar o prazo de inscrições para novos contratos do Financiamento Estudantil (Fies). Neste ano, 252 mil estudantes conseguiram o empréstimo, pouco mais da metade do ano passado. O governo diz que não tem mais recursos.
HABITAÇÃO
Caixa cria “fila de espera” para compra de imóvel
Cada agência ou regional da Caixa Econômica tem uma cota de dinheiro para o crédito imobiliário. Aquelas que já emprestaram todos os recursos devem orientar os clientes a procurarem outra unidade ou a aguardarem atendimento. O banco nega que tenha suspendido a concessão, mas não há previsão para a liberação de novos financiamentos.

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete : Governo do Estado – Servidores devem ficar sem aumento em 2016
Proposta do Piratini com as diretrizes para o orçamento do próximo ano vai para a Assembleia na sexta-feira e não prevê reajuste salarial para o funcionalismo. (Rosane de Oliveira | 8)
Após 13 horas de sabatina, comissão aprova Fachin (Notícias | 10)

————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: Petrobrás perde vendas, mas dá lucro no trimestre
Analistas da Petrobrás esperam forte queda no resultado da estatal no primeiro trimestre. A média das projeções de cinco bancos de investimento consultados pelo Valor aponta para um lucro líquido de R$ 2,72 bilhões, 49,5% menor que o dos três primeiros meses do ano passado.  Estimam também uma redução média de 4,7% no faturamento da estatal, para R$ 77,73 bilhões, e um crescimento de 23% no Ebitda, para R$ 17,64 bilhões…
Já há sinais de substituição de importações
Mesmo sem crescimento da demanda devido ao cenário de recessão, empresas de diferente segmentos de bens de consumo ouvidas pelo Valor prevêem recuperar parte do mercado doméstico neste ano porque, com o dólar perto de R$ 3, seus preços ficam mais competitivos em relação ao dos concorrentes importados. Câmbio já amplia a substituição de importados. Empresas de diferentes setores já buscam na produção locam opção para itens antes comprados lá fora…
EUA ampliam rebanho e cai o preço do boi
Pela primeira vez em quase dez anos, os criadores da principal região pecuarista dos Estados Unidos, o Texas, estão ampliando rebanhos, apostando no fim do período seco, O momento empurra para baixo os preços do gado, que neste ano já caíram 9% no mercado futuro…
A persistente Conta Aberta ganha o seu acesso ao Siafi
Nos mais de 20 anos em que se dedica a investigar para onde vai o dinheiro dos contribuintes que sai dos cofres públicos, é a primeira vez que Gil Castelo Branco, sócio-fundador da ONG Contas Abertas, recebe sua própria senha de acesso ao Siafi, sistema em que são registradas as despesas e receitas da União. Ele é sócio-fundador da ONG Contas Abertas, que acompanha e fiscaliza os gastos públicos. Sem contar com recursos públicos, a ONG tem orçamento mensal de R$ 50 mil e se mantém realizando consultorias e cursos para entidades como Fiesp, CNI, Banco Mundial e Unicef…
O ajuste está no começo
O temido e criticado ajuste que o governo está promovendo na economia está apenas no começo. O pior ainda está por vir e o ajustamento deve ser longo e doloroso. Custará a trabalhadores e empresas a redução da renda. Se não for feito por bem, o será por mal. Em outras palavras: se não for conduzido pelas autoridades de forma organizada, o será pelo mercado, por meio de violenta desvalorização do real e conseqüente surto inflacionário…
Clima da economia atinge o pior nível em 26 anos, aponta pesquisa
Incertezas em relação à condução da política econômica, emperrada por problemas de articulação política no Congresso, levaram o clima da economia brasileira a atingir o nível mais baixo em 26 anos. O Índice de Clima Econômico (ICE) do Brasil, feito em parceria do instituto alemão Ifo com a Fundação Getulio Vargas, passou de 57 pontos para 49 pontos de janeiro a abril – recuo de 14% e o pior patamar do indicador, cuja série teve início em janeiro de 1989…
Controle aumenta sobre grandes contribuintes
Em tempos de magra arrecadação, a Receita Federal editou duas medidas com foco em grande contribuintes, Não há como estimar quanto deve entrar no caixa de forma imediata, mas segundo o subsecretário de arrecadação e atendimento da Receita Federal, Carlos Roberto Occaso, as ações buscam maior controle e “obviamente maior recuperação de dívidas tributárias. A esperança é que dleve a um incremento de arrecadação”, disse…
Adendo à MP propõe fim da taxação a subvenções
Empresários reclamam de um a “garfada” da Receita Federal sobre os incentivos fiscais que eles recebem dos governos estaduais para investimento.
Embaixadas e consulados decidem entrar em greve
Servidores do Ministério das Relações Exteriores iniciaram uma greve no Brasil e no exterior. Eles  têm como principais reivindicações pagamento em dia do auxilia-moradia no exterior e os reajustes salariais de assistentes de chancelaria, diplomatas e oficiais de chancelaria. Embaixadas e consulados no exterior com fuso horário à frente do brasileiro, na África, Ásia, Europa e Oceania já iniciaram a paralisação…

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete : Patrimonialismo é o mal maior do Brasil, diz Levy
Ausente na abertura do 27º Fórum Nacional, o ministro Joaquim Levy gravou mensagem na qual atribuiu ao patrimonialismo o atraso em projetos e a ineficiência, que freiam “a realização de todo o potencial da nossa população”. Para ele, o país tenta acomodar velhos vícios com programas que o orçamento público não consegue suportar. (Pág. 5)
Massacre em pílulas
Após ser submetido à mais longa sabatina de um candidato a ministro do Supremo na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, o jurista Luiz Edson Fachin ainda terá que passar pela votação do plenário da Casa, marcada para o dia 19. (Pág. 3)
Dilma entrega novas casas no Rio de Janeiro
Presidenta falou até de sua dieta alimentar e dos exercícios, que a fizeram perder 15 quilos (Pág. 6)
Alta na arrecadação do Simples supera receita
Universalização do acesso ao Simples para o setor de serviços impulsiona desempenho no 1º trimestre. Cerca de 319 mil empresas foram incluídas, representando aumento de 156% (Pág. 8)
IBGE confirma safra recorde de grãos e cereais para este ano
Soja, arroz e milho concentram mais de 90% da produção de 201 milhões de toneladas: 4,2% acima de 2014 (Pág. 11)
Olhar do Planalto
José Negreiros: COMO INVESTIR EM PLENA CRISE
Termina em julho a série de oficinas realizadas pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para elaborar o Plano Plurianual de Investimentos (PPA), uma exigência da lei que impõe sua aprovação por parte do Congresso. (Pág. 2)
O mercado como ele é…
Luiz Sérgio Guimarães: FARRA DA LIQUIDEZ CONTINUA
Os US$ 179 milhões pagos por um colecionador anônimo pelo quadro “Les femmes d”Alger (version O)”, de Picasso, em leilão realizado pela Christie”s na segunda-feira, provam que a grande farra da liquidez global está longe de terminar. (Pág. 23)
Ponto Final
Octávio Costa: NIVELADO POR BAIXO
O depoimento da doleira Nelma Kodama ontem de manhã na CPI da Petrobras provocou risadas dos deputados e na plateia. Mas deveria servir, sim, para uma reflexão profunda sobre o pouco caso que a doleira fez dos senhores engravatados que a interrogaram. (Pág. 32)
————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete : Indicado ao STF se diz apto para julgar qualquer partido
Luiz Fachin, que apoiou Dilma na eleição de 2010, afirma em sabatina no Senado que atuará com independênciaIndicado por Dilma Rousseff ao Supremo Tribunal Federal, o advogado Luiz Fachin disse em sabatina no Senado estar pronto para julgar “qualquer partido político” com independência. Ele pediu votos para a petista na campanha de 2010, O jurista citou Joaquim Barbosa, lembrando que o ex-ministro do STF declarou ter votado no PT, mas agiu com autonomia no julgamento do mensalão. Fachin, 57, adotou um discurso para agradar a senadores das bancadas evangélicas e do agronegócio ao tratar de temas polêmicos. Afirmou ser contra o aborto e “contra qualquer violência”, sugerindo que não defende invasões de terras. Também indicou ser contra a redução da maioridade penal, defendeu-se das acusações de apoiar a poligamia e afirmou ser contrário ao controle social da mídia. No começo da sabatina, Fachin definiu-se como um “sobrevivente” ao comentar as críticas que vêm recebendo desde que foi indicado ao Supremo, no mês passado. Para assumir a vaga, ele precisa ter o nome aprovado pelo plenário do Senado. O presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), marcou a votação para a próxima terça (19), contrariando o governo, que gostaria de mais celeridade. (Poder a4)
Caixa cria fila de espera para novos créditos imobiliários
A Caixa Econômica Federal criou uma espécie de fila de espera para atender a novos pedidos de empréstimo imobiliário que usam dinheiro da poupança, principal fonte de crédito e que vem perdendo recursos. Segundo gerentes, cada agência tem uma cota, e a fila pode durar até um mês. O banco admite que fez ajustes nas cotas de recursos. (Mercado a13)
Petrobras quer vender até R$ 4 bi em títulos no país
Pela primeira vez em 15 anos, a Petrobras tentará vender títulos de dívida no Brasil. O plano é levantar de R$ 3 bilhões a R$ 4 bilhões para reforçar o caixa e bancar investimentos. A estatal, que costuma captar no exterior, mudou a estratégia devido à rejeição de investidores por causa da Lava Jato. (Mercado a11)
PT irá reivindicar mandato de Marta após saída da sigla
O PT paulista decidiu requerer na Justiça Eleitoral o mandato da senadora Marta Suplicy. Em nota, o partido atribui a desfiliação dela em abril a “interesses eleitorais e desmedido personalismo”. Marta, que disputará a prefeitura de São Paulo pelo PSB, disse que lutará com “todas as forças” pelo mandato. (Poder a7)
Honda convoca recall de 423 mil veículos no Brasil
A montadora japonesa Honda anunciou um recall de 423 mil veículos no país dos modelos Fit, City, Civic e CR-V. Carros fabricados a partir de 2011 podem apresentar defeito na marcação do nível de combustível, causando pane seca. Os clientes devem marcar a troca para a partir do dia 1°. (Mercado a1)
Marcelo Coelho
Fachin aproveitou para reduzir aura de esquerdismo (Poder A5)
Marcelo Leite
Uso de petróleo do Oceano Ártico deve piorar efeito estufa
Ambientalistas são contra a atividade petrolífera no Ártico, autorizada pelos EUA, não só pelos riscos, mas porque ela garantiria décadas de sobrevida à indústria do petróleo e à contínua emissão de gás carbônico, que agrava o efeito estufa. (Mundo a10)
Editoriais
Leia “Meta anticorrupção”, sobre julgamento de desvios de recursos públicos, e “Pôr no rótulo”, acerca de destaque de alérgenos em embalagens (Opinião A2)

 

EBC



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *