Manchete nos Jornais desta Segunda-Feira, 04 de Março de 2013

57

Adicional de transferência; Entendimento do Tribunal Superior do Trabalho é de que o empregado transferido de cidade só tem direito a adicional se o período de estadia não superar dois anos. Caso contrário, a transferência é considerada definitiva…- Terceirização irregular na Ford; A Ford e a Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência (Avape) foram condenadas em ação civil pública pela Justiça do Trabalho ao pagamento de R$ 400 milhões por terceirização irregular e dumping social… – Médicos dos EUA curam bebê infectado com Aids; Hoje com 2 anos e meio, a criança não tem sinais da doença e não é medicada
desde os 18 meses…

O Globo

Manchete: Cardeais pressionam para ler dossiê secreto

Conteúdo do documento pode ser decisivo na escolha de perfil do pontífice
Ainda sob o choque do mais dramático gesto da História recente da Igreja, a renúncia do Papa, os cardeais começam a chegar a Roma dispostos a cobrar mais transparência nas discussões pré-conclave
O presidente da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Raymundo Damasceno, disse que cardeais do mundo todo já começam a pressionar para conhecer o conteúdo do dossiê secreto entregue ao Papa Bento XVI, pouco antes da renúncia. Damasceno e o cardeal Geraldo Majella já chegaram a Roma. Ontem foi um dia atípico: é o primeiro domingo sem missa em oito anos. E também véspera do início da reunião que começa hoje para a escolha do próximo Pontífice. Circulam rumores de que os três cardeais que escreveram o documento estariam preparando um resumo para apresentar nas discussões, segundo informaram os enviados especiais Deborah Berlinck e Fernando Eichenberg. Também se especula que eles passariam discretamente informações a alguns cardeais. A reunião vai decidir também uma data importante: o início do conclave. A aposta em Roma é de que ele comece em torno dos dias 10 e 11. Só que para tomar essa decisão, todos os 115 cardeais com direito a voto precisam estar presentes. (Págs. 1 e 20)

Combate ao tráfico: Já são 500 mil em áreas pacificadas

A polícia ocupou ontem favelas do Caju e a Barreira do Vasco para a implantação de uma UPP. Na ação, não foi disparado um único tiro. Desde ontem, já é meio milhão de pessoas que vive nas áreas pacificadas. (Págs. 1, 6 e 7)

Balança comercial: Déficit dobra no setor de serviços

Após o déficit da balança comercial de serviços subir 150%, para US$ 41 bi em 2012, o governo criou força-tarefa para ajudar empresas do setor a exportar mais, incluindo construção e turismo. (Págs. 1 e 15)

Confronto agrário: Disputa por terra mata mais no país

O número de assassinatos causados por disputas de terra passou de 29, em 2011, para 32, em 2012, um aumento de 10%. Desde 2000, foram ao menos 458 mortes por questões agrárias. (Págs. 1 e 3)

Bebê é curado de Aids nos Estados Unidos

O anúncio surpreendente da cura de um bebê infectado com HIV pode mudar a trajetória da doença e reduzir drasticamente o número de crianças vivendo com o vírus no mundo. A criança tem dois anos e meio e foi curada por médicos do Centro da Criança Johns Hopkins, de Baltimore, nos Estados Unidos. Se o relatório da doutora Deborah Persaud for confirmado, o bebê, que não teve nome nem sexo revelados, seria o segundo caso de cura no mundo. O primeiro foi Timothy Brown, homem de meia-idade, que ficou conhecido como “paciente de Berlim”. O anúncio foi feito ontem, mas a criança vive há um ano sem os remédios e sem sinal de vírus ativo. Nascido de uma mãe infectada, especialistas, que não estiverem envolvidos diretamente na pesquisa, questionam se a criança tinha realmente contraído a doença. (Págs. 1 e 22)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Após dois anos, Dilma busca apoio de sindicatos

Presidente segue conselho de Lula e recebe a CUT e a UGT; Eduardo Campos reúne-se com a Força Sindical
A presidente Dilma Rousseff, virtual candidata à reeleição, decidiu seguir o conselho do ex-presidente Lula e tentar se reaproximar das centrais sindicais. Nos últimos dois anos, ela delegou os contatos ao secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, e os sindicatos se queixavam de falta de espaço no governo. Na semana passada, Dilma recebeu os presidentes da CUT e da UGT. Ela também determinou aos ministros que analisem as reivindicações dos trabalhadores e verifiquem quais podem ser atendidas a curto prazo. Outro possível candidato à Presidência em 2014, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), também tenta se aproximar dos sindicatos. Hoje, ele deve receber a direção da Força Sindical. (Págs. 1 e Nacional A4)

Preço da terra agrícola sobe mais do que o ouro

Com a alta das cotações de milho e da soja, o preço da terra para a agricultura mais que triplicou nos últimos dez anos. Em cinco anos, o valor subiu em ritmo mais rápido e superou as principais aplicações financeiras, incluindo o ouro. A disparada das cotações levou a um freio nos negócios em regiões como Cascavel, Paraná, onde o hectare chegou a R$ 36 mil. (Págs. 1 e Economia B1)

Polícia ocupa o Complexo do Caju

Tomada das 13 comunidades ocorreu sem resistência do tráfico; 16 foram presos
Sem resistência do tráfico e em apenas 25 minutos, forças policiais ocuparam as 13 favelas no Complexo do Caju, onde moram 20 mil pessoas, na zona portuária do Rio, ontem. Cerca de 1.300 policiais militares, 200 civis e 300 fuzileiros participaram da ação. Pelo menos 16 pessoas foram presas. Ali será instalada a 31ª Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da cidade, ainda sem data definida. A operação nas favelas do Caju é considerada o último passo antes da ocupação do vizinho Complexo da Maré, que tem 15 comunidades e 75 mil moradores. (Págs. 1 e Cidades C5)

Cardeis do Brasil farão pressão por acesso a dossiê

Os cinco brasileiros que votarão no conclave para eleger o novo papa farão pressão para que todos os cardeais tenham acesso ao dossiê sobre escândalos da Igreja, informam os enviados especiais José Maria Mayrink e Andrei Netto. Hoje os cardeais se reúnem para debater temas da Igreja, no primeiro encontro antes do conclave. (Págs. 1 e Vida A12)

Em alta

A cimenteira da Camargo Corrêa já virou o foco principal do grupo e vai receber mais R$ 1,2 bi ao ano. (Págs. 1 e Negócios)

Sem-teto ocupam área contaminada por metano (Págs. 1 e Cidades C1)

Limite do FGTS para casa própria pode subir (Págs. 1 e Economia B3)

Halil M. Karavelli

Turquia, o aliado inútil
Os EUA confiam na Turquia para buscar uma solução pluralista para a Síria. Mas a Turquia usa seu poder em prol da Irmandade Muçulmana. (Págs. 1 e Visão Global A10)

Alfredo Sirkis

Uma outra revolução
A de 1948, na Costa Rica, obteve avanços em educação e saúde e garantiu padrão de vida superior ao cubano, sem sacrificar liberdades. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Notas & Informações

O suspense americano
A economia americana cresceu 14 trimestres consecutivos, mas desempenho no futuro é incerto. (Págs. 1 e A3)

Médicos dos EUA curam bebê infectado com Aids

Médicos americanos anunciaram ontem a cura de um bebê infectado com o vírus da Aids ao nascer. O tratamento começou 30 horas depois do parto e optou-se por uma terapia mais agressiva do que a convencional, pois a mãe não havia sido medicada na gravidez. Hoje com 2 anos e meio, a criança não tem sinais da doença e não é medicada desde os 18 meses. (Págs 1 e Vida A12)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: R$ 40 milhões para irrigar a corrupção

Sobre as ruínas de um sistema de irrigação em Três Barras, no município de Cristalina (GO), construído com recursos federal e estadual, e que nunca foi usado, o governo de Goiás anunciou novo projeto para atender os produtores rurais da região a um custo estimado de R$ 66 milhões. O esqueleto milionário foi o que sobrou de um escândalo de superfaturamento, inconsistências no projeto e inviabilidade técnica. O presidente da Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Três Barras, Paulo Antônio Alves, alerta: “Vão fazer besteira de novo, querendo enfiar a (nova) proposta goela abaixo dos produtores”. (Págs. 1, 2 e 3)

Cardeal faz mea culpa por conduta sexual

Às vésperas da escolha do novo papa, o escocês Keith O’Brien confessou: “Houve momentos em que minha conduta sexual desceu abaixo dos padrões esperados de mim enquanto padre, arcebispo e cardeal”. (Págs. 1 e 12 a 14)

Brasil ignora perguntas da ONU sobre violações (Págs. 1 e 6)

Seu bolso: Só parcele o cartão se não houver jeito

Os juros da fatura do cartão de crédito chegam a 60% ao ano. Os do crédito rotativo, 213%. Por isso, a alternativa só vale para quem não tem como quitar o débito. (Págs. 1 e 7)

Violência: Roubar, matar ou morrer ainda jovem

Número de adolescentes envolvidos em delitos aumentou 25,5% em 2012, segundo levantamento da Promotoria de Defesa da Infância e da Juventude. (Págs. 1 e 19)

Fotolegenda: A bola que embala o sonho

Dezenove jovens participaram de uma seleção para serem gandulas na Copa das Confederações. Os escolhidos atuarão no jogo Brasil x Japão, no Mané Garrincha. A festa, ontem, teve a participação da mascote Fuleco. (Págs. 1 e Super Esportes, 10)

Americanos anunciam cura da Aids em criança

Um bebê tratado 30 horas após o nascimento com antirretrovirais apresentou “cura funcional”. Isso significa que a presença do vírus ficou tão mínima que não é detectada em exames convencionais. (Págs. 1 e 15)

————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: Empresas veem riscos em nova concessão de ferrovias

Grupos nascidos na construção pesada iniciaram conversas com empresas especializadas em administração de ferrovias à procura de parceiros para as novas concessões do setor. Apesar do interesse na formação de consórcios, a iniciativa privada tem dúvidas sobre o modelo proposto pelo governo e vê riscos nos aportes bilionários demandados pelo programa de concessões.
Para as empresas, a maior insegurança reside no fato de a Valec ser a responsável por remunerar o investimento. No novo desenho, a estatal comprará do concessionário, ano a ano, a capacidade total de movimentação na ferrovia. O modelo elimina o risco de demanda, mas cria um “risco governo”. (Págs. 1 e B8)

País precisa de mais R$ 40 bi para projetos

O Brasil terá de adicionar R$ 40 bilhões ao ano aos investimentos de infraestrutura e, desses, o governo espera que os bancos privados compareçam com até 40%, segundo o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, após participar, em Londres, do Fórum Brasileiro de Infraestrutura 2013, organizado pelo Valor.
Hoje, o país investe cerca de US$ 45 bilhões por ano no setor, disse Coutinho, e terá que elevar esse valor para algo entre R$ 85 bilhões e US$ 90 bilhões se pretende crescer de forma sustentável. Tarefa a ser compartilhada entre os bancos públicos e pelo sistema privado. O BNDES, único financiador de projetos de longo prazo no momento, está chegando ao “limite”, admitiu Coutinho. (Págs. 1 e A14)

México quer reduzir o poder de Slim

Partidos políticos estão se unindo para enfrentar os três empresários mais poderosos do México, incluindo o homem mais rico do mundo, Carlos Slim, ao negociar um conjunto de reformas constitucionais para ampliar a concorrência nos mercados de telefonia e TV do país. Articuladores dos três maiores partidos políticos estão negociando mudanças que vão fortalecer reguladores governamentais, leiloar duas novas redes nacionais de televisão e suspender as restrições de investimento estrangeiro em telefonia fixa. A meta é aumentar a concorrência em dois mercados críticos. A América Móvil SAB, de Slim, controla 75% da telefonia fixa e 70% da telefonia móvel e da banda larga. No setor de televisão, o Grupo Televisa SAB e a TV Azteca SAB formam um duopólio. (Págs. 1 e B5)

Fotolegenda: Cultura em alta

O empresário Luiz Calainho, da holding L21, que atua nos segmentos de teatro, arte, cinema, música e mídia e cujo faturamento foi de R$ 120 milhões em 2012, diz que o risco no setor de cultura é muito baixo, próximo de zero, por causa dos investimentos dos patrocinadores. (Págs. 1 e D4)

Brizola Neto planeja coibir rotatividade no trabalho

Para reduzir a despesa elevada com o seguro-desemprego, o governo federal pretende exigir do trabalhador que solicitar o benefício duas vezes no prazo de dez anos a realização de um curso de qualificação. Desde o ano passado, essa exigência tem sido feita no terceiro pedido, o que levou a um recuo de 5% no volume de benefícios concedidos, afirmou o ministro do Trabalho e Emprego, Brizola Neto, como publicou com exclusividade o Valor PRO, serviço de informações em tempo real do Valor.
Outra iniciativa defendida pelo ministro é a regulamentação de um artigo da Constituição que prevê uma alíquota adicional de contribuição ao FAT para empresas com rotatividade maior que a média apurada em seu setor. (Págs. 1 e A3)

BC pode barrar dividendo de banco

O Banco Central ganhou poderes para impedir a distribuição de dividendos por bancos que não se adaptarem às novas regras sobre capital mínimo, anunciadas na sexta-feira para ajustar o arcabouço regulatório brasileiro ao novo acordo internacional de Basileia. O governo editou medida provisória condicionando a distribuição de dividendos ao cumprimento dos novos requisitos prudenciais aprovados pelo CMN.
O BC poderá proibir que sejam pagos, total ou parcialmente, inclusive dividendos mínimos obrigatórios determinados pela Lei das Sociedades Anônimas (25% do lucro), explicou ao Valor o chefe do Departamento de Normas da autarquia, Sérgio Odilon dos Anjos. (Págs. 1 e C14)

Jaguar procura onde instalar fábrica no país

A Jaguar Land Rover começou a buscar um local para instalar fábrica no Brasil. Estão sendo avaliadas oito cidades em quatro Estados. De acordo com o presidente da montadora no país, Flavio Padovan, as negociações estão sendo conduzidas com os governos estaduais. A companhias ainda não procurou as prefeituras e nem visitou terrenos. O projeto ganhou força com a publicação, em outubro, do novo regime automotivo, que concede vantagens às montadoras que produzem no país. (Págs. 1 e B1)

A Suíça vai impedir salários “exorbitantes” para diretores de empresas (Págs. 1 e A10)

Demissões na Gol e na Latam podem chegar a 1.350 pessoas (Págs. 1 e B3)

Importação de bens de capital cresce e afeta a indústria nacional, diz Aubert, da Abimaq (Págs. 1 e A3)

Polêmica na Câmara

Intenção do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), de apreciação de projetos no plenário mesmo sem consenso dos líderes de partidos é criticada pelo PT. (Págs. 1 e A8)

Geração eólica bate recorde

A geração de energia eólica no Brasil atingiu um índice recorde de produtividade no ano passado, segundo a associação do setor. Os parques mais modernos, construídos a partir de 2009, usaram cerca de 50% da capacidade. A média mundial é de 40% a 45%. (Págs. 1 e B9)

Arxo amplia o portfólio

Tradiconal fabricante de tanques para postos de gasolina, a catarinense Arxo diversifica sua atuação e passa a produzir também caminhões-tanque para o setor aeroportuário. (Págs. 1 e B10)

Provale vai produzir cimento branco

A capixaba Provale, que acaba de ter parte de seu capital negociado ao fundo americano de “private equity” Resource Capital Funds, vai construir uma fábrica de cimento branco em Cachoeiro do Itepemirim (SC). A produção deve ter início em 2015. (Págs. 1 e B10)

Mais ações na previdência privada

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) deve propor ao Conselho Monetário Nacional que os fundos de previdência privada aberta possam alocar a totalidade de seus recursos em ações. (Págs. 1 e C1)

Terceirização irregular na Ford

A Ford e a Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência (Avape) foram condenadas em ação civil pública pela Justiça do Trabalho ao pagamento de R$ 400 milhões por terceirização irregular e dumping social. (Págs. 1 e E1)

Adicional de transferência

Entendimento do Tribunal Superior do Trabalho é de que o empregado transferido de cidade só tem direito a adicional se o período de estadia não superar dois anos. Caso contrário, a transferência é considerada definitiva. (Págs. 1 e E1)

Ideias

André Nassif e Carmem Feijó
No momento, Brasil precisa urgentemente de soluções keynesianas de curto prazo para retomar o crescimento sustentável. (Págs. 1 e A12)
Gustavo Loyola
O repasse de recursos do Tesouro para os bancos públicos deve cessar, antes que a situação fiscal atinja um ponto crítico. (Págs. 1 e A13)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Partidos cobram dízimo de servidores

Pelo menos 17 legendas contrariam TSE e recebem dinheiro de filiados
A contribuição é definida em estatutos e recai sobre quem tem cargos comissionados no Legislativo e Executivo. A taxa varia de 3% a 10% dos salários. É descontada do contracheque ou cobrada por meio de boleto bancário. O repasse nem sempre é espontâneo e quem não o fizer pode até ser punido. Servidores se calam com medo de perder o emprego. Para o promotor Edson Resende, do Centro de Apoio Eleitoral, a prática é proibida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e pode caracterizar abuso de autoridade e improbidade administrativa. Em Belo Horizonte, PT e PSL arrecadam parte de salários de ocupantes de cargos de confiança na Câmara que nem sequer são filiados. (Págs. 1 e 3)

Caso Bruno: Acusação tem fortes trunfos contra goleiro

Bruno Fernandes, de 28 anos, começa a ser julgado hoje pela morte de Eliza Samudio diante de novos e decisivos fatos. Um deles, a confissão de Macarrão, já condenado pelo assassinato, incriminando o jogador. O outro, a denúncia do envolvimento de mais dois policiais no caso. Dayanne Rodrigues, de 25, também estará no banco dos réus, acusada de sequestro e cárcere privado do filho de Eliza e do goleiro. (Págs. 1, 17 e 18)

Imposto de Renda: Bancos abrem crédito de olho nas restituições

Os contribuintes mal deram a largada para acertar as contas com o leão e os bancos já começam a anunciar adiantamento de até 100% do valor a ser devolvido pela Receita Federal. Os juros, mais baixos do que os cobrados em outras modalidades de empréstimo, oscilam entre 1,89% e 2,99%. Mas especialistas pedem cautela. (Págs. 1 e 10)

Agropecuário: Bife de cavalo para estrangeiro

A carne de equino não frequenta com assiduidade a cozinha brasileira, mas há em Minas frigorífico que a produz e exporta para os europeus. (Págs. 1 e Capa 3 a 5)

Vaticano: Cardeal confessa ‘conduta imprópria’

Mesmo em um domingo sem a bênção papal, fiéis lotaram a Praça São Pedro, enquanto os cardeais chegavam para o conclave que vai eleger o substituto de Bento XVI. O Vaticano foi surpreendido pela nota de confissão do cardeal britânico Keith O’Brien, ex-chefe da Igreja Católica na Escócia, que renunciou na semana passada. Ele admitiu “conduta sexual imprópria”e pediu perdão “àqueles a quem ofendi”. (Págs. 1 e 14)

Descoberta: Médicos anunciam cura de bebê infectado pelo HIV

A criança, da zona rural do Mississippi (EUA), foi tratada com medicamentos antirretrovirais. O procedimento começou em torno de 30 horas depois do nascimento. (Págs. 1 e 15)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Mais confrontos entre torcedores (Págs. 1 e Esportes 1 a 3)

Representantes do Brasil querem ver relatório (Págs. 1 e 10)

Criança é curada da aids nos Estados Unidos (Págs. 1 e 6)

Governador se articula contra MP dos Portos (Págs. 1 e 9)

Começa hoje o julgamento de Bruno (Págs. 1 e 11)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Sucesso na safra fará o RS crescer 6% em 2013

Estimativa da Farsul, baseada na projeção de 27 milhões de toneladas colhidas, anima o setor reunido em Não-Me-Toque, na Expodireto. (Págs. 1 e Campo e Lavoura 4 e 5)

Novo papa: Dom Odilo, nome em alta no Vaticano

Imprensa italiana diz que o estilo comedido credencia o gaúcho de Cerro Largo na disputa pelo cargo. (Págs. 1 e 22)

Em breve no Estado: Cadeias em que a chave fica nas mãos dos presos

Região Metropolitana deve sediar a primeira unidade gaúcha do modelo de prisão sem guardas. (Págs. 1 e 35)

Avanço na medicina: Bebê teria sido curado de infecção por HIV nos EUA

Paciente recebeu drogas conhecidas nas primeiras 30 horas de vida. Esta seria a segunda cura comprovada. (Págs. 1 e 24)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Governo aposta na alta da taxa de investimento para alavancar o PIB

Em 2012, a formação de capital caiu 4% e o investimento ficou em 18% do PIB, contribuindo para o baixo desempenho da economia. Para o ministro Guido Mantega, já houve melhora no quarto trimestre, o que garante o crescimento este ano. (Págs. 1 e 8)

“Qualidade é maratona”, diz presidente da Claro

Em entrevista ao BRASIL ECONÔMICO, Carlos Zenteno, há dois anos e sete meses à frente da operadora, explica que o aprimoramento dos serviços exige um trabalho de longo prazo. (Págs. 1 e 4)

EUA sem acordo sobre cortes

Presidente Barak Obama se reúne com parlamentares, mas não consegue apoio para limitar redução nos gastos públicos. (Págs. 1 e 36)

Ibovespa descola do Dow Jones

Com 56.883 pontos, índice está 29,24% abaixo do recorde de 73.516 pontos. O Dow Jones, com 14.089, fica só 0,53% distante da máxima. (Págs. 1 e 30)

Cresce interesse francês pelo país

No ano passado, os pedidos de informação à Câmara de Comércio França-Brasil subiram 22%, com ênfase no setor de serviços. (Págs. 1 e 9)

A disputa pelo cliente classe C

Empresas como Nestlé e Kimberly-Clark unem qualidade com preço baixo dos produtos para fidelizar os consumidores emergentes. (Págs. 1 e 16)

Trem de alta velocidade

Ação do Ministério Público Federal contra a licitação do TAV em Brasília gera polêmica no meio jurídico. (Págs. 1 e 10)

Personagem da Semana

Wagner Pinheiro, presidente dos Correios, foi o mais votado pelos leitores do BRASIL ECONÔMICO. (Págs. 1 e 27)

Clipping Radiobrás

Edição: Equpe Fenatracoop



Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *