GRAVE ERRO HISTÓRICO

Não basta ser conservador, é preciso mostrar-se conservador, sobretudo aquele que não é conservador de berço. Na ânsia de sustentar uma aparência austera, capaz de repelir de uma vez por todas as suspeitas do mercado de que a conversão de Dilma Rousseff não é genuína nem definitiva, o governo corre o risco de exagerar nas medidas fiscais e monetárias contracionistas.

O Globo

Manchete : TCU impede Caixa de usar empresa paralela

Tribunal suspende contrato sem licitação de R$ 1,2 bi negociado pelo banco

Instituição criou empresa com IBM, virou sócia do empreendimento e depois contratou companhia

A criação de empresas paralelas para driblar licitações e facilitar o fechamento de contratos bilionários não é exclusividade da Petrobras. A Caixa Econômica Federal estruturou um empreendimento privado que tem como sócia majoritária a IBM Brasil e depois contratou, por R$ 1,2 bilhão, a empresa criada, para a prestação de serviços de tecnologia da informação. O Tribunal de Contas da União constatou irregularidades no negócio, e o contrato está suspenso há dois anos. Ontem, a Petrobras reconheceu que um plano elaborado por seu ex-diretor Paulo Roberto Costa, investigado por corrupção, elevou os custos da refinaria Abreu e Lima. (Pág. 3)

Pedágio vai ser pago por trecho usado

Com a instalação de chips de identificação nos veículos, prevista para começar em 30 de junho, as rodovias federais privatizadas poderão cobrar o pedágio proporcional ao trecho rodado. O estado de São Paulo já testa sistema semelhante no interior e estima que a tarifa poderá ser reduzida em 30%. Neste semestre, o governo federal quer retomar a concessão de rodovias. (Págs. 17 e 18)

Governo tentará salvar brasileiro

Embora tenha chamado o embaixador em Jacarta após a execução de Marco Archer, o governo não fechará o diálogo com a Indonésia para tentar obter clemência para Rodrigo Gularte, outro brasileiro no corredor da morte. (Págs. 5 e 6)

Sisu tem recorde de 205 mil vagas

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu), porta de entrada para 128 universidades e institutos federais, oferece de hoje a quinta-feira um número recorde de 205 mil vagas. Os estudantes devem usar a nota do Enem 2014. (Pág. 22)

Ricardo Noblat

Pela liberdade

Quem disse sobre o assassinato, em Paris, no último dia 7, dos jornalistas do semanário satírico “Charlie Hebdo”: “Esses ataques que vocês chamam de terrorista são uma resposta a tanta barbaridade que acontece contra os muçulmanos. Nossa religião não incentiva violência, jamais incentiva derramamento de sangue, só que, infelizmente, essa é a resposta à crueldade. Vocês podem esperar coisa pior”?

Maha Abdelaziz, professora
do Centro Islâmico de Brasília, em entrevista ao repórter
Gabriel Garcia

Editorial

À maneira do avestruz

A anistia embutida na MP 656 vai de encontro ao bom senso, ao aliviar dívidas sem exigir contrapartida (Pág. 14)

————————————————————————————

O Estado de S.Paulo

Manchete: Petrobrás culpa delator por custo de Abreu e Lima

Procuradores da Lava Jato negam “acórdão” a empresas

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete : R$ 121 milhões gastos em pista que não será ampliada

Projeto de engenharia, construção de terminal de cargas e remoção de famílias receberam verbas públicas para obra que não deve ser finalizada no Salgado Filho, segundo o ministro da Aviação Civil. (Notícias | 6 a 8)

Execução na Ásia, debate no Brasil

Fuzilamento de brasileiro por tráfico de drogas reabre discussão sobre pena de morte e diplomacia. (Notícias | 14 a 16 e 26)

————————————————————————————

Valor

Manchete: Sete Brasil quer importar sondas para a Petrobras

‘Deus está conspirando contra o país

“Você tem Deus conspirando contra o Brasil: não dá água, não tem energia, os preços das commodities estão caindo, o governo aperta em 2% do PIB… mas vamos estar mega otimista porque  2016 vai ser melhor”. A frase resume o estado de espírito de Luís Stuhlberger, gestor do mais conhecido fundo multimercado brasileiro, o fundo Verde, para ilustrar as provações pelas quais o investidor deve passar neste ano.

Kátia deseja aumentar renda rural

Governador comunista abre diálogo

TCU vê dívida de R$ 40 bi em “pedaladas”

Imóveis encalham em Santos

Brasil Econômico

Manchete : “O caso Petrobras pode arejar a estrutura produtiva”

O economista David Kupfer acredita que a desconcentração do capital produtivo pode ser um benefício indireto do escândalo de corrupção que tem prejudicado o país. “Enfrentamos uma espécie de superconcentração empresarial. Há quatro bancos, cinco empreiteiras, alguns grupos industriais”, diz ele. Professor da UFRJ e assessor da presidência do BNDES, Kupfer espera que o aguardado ajuste fiscal livre o Brasil da “armadilha da estabilização” e seu mix de juros altos e câmbio baixo. (Págs. 4 a 5)

Brasil repudia execução na Indonésia

O Ministério das Relações Exteriores entregou ao embaixador da Indonésia nota de repúdio pela execução do brasileiro Marco Archer, preso por tráfico de droga e fuzilado no sábado. (Pág. 10)

Oposição no Senado prepara candidatura contra Renan

Nome mais cotado para disputar a presidência da casa contra a base do governo é o de Ricardo Ferraço (PMDB-ES), que já conversou com Aécio Neves. Candidato oposicionista terá que ser da bancada governista. (Pág. 3)

CNI: retomada poderá vir no segundo semestre

Câmbio depreciado e ajuste fiscal devem criar novo ambiente favorável ao crescimento. (Pág. 8)

Eleição na Câmara complica a relação do PT com o PMDB

Governo torce pela vitória de Arlindo Chinaglia, mas não se empenha na campanha para preservar a aliança. (Pág. 32)

Mosaico Político

Gilberto nascimento

VACCAREZZA APOIA MARTA

Integrante do abortado movimento “Volta Lula”, o deputado federal petista Cândido Vaccarezza (SP) pretende apoiar a candidatura da senadora Marta Suplicy à prefeitura de São Paulo, em 2016, por um partido adversário do PT. (Pág. 2)

O mercado como ele é…

Luiz Sergio Guimarães

GRAVE ERRO HISTÓRICO

Não basta ser conservador, é preciso mostrar-se conservador, sobretudo aquele que não é conservador de berço. Na ânsia de sustentar uma aparência austera, capaz de repelir de uma vez por todas as suspeitas do mercado de que a conversão de Dilma Rousseff não é genuína nem definitiva, o governo corre o risco de exagerar nas medidas fiscais e monetárias contracionistas. (Pág. 19)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete : Ajuste fiscal gera impasse com setor de ensino privado

Escolas particulares pressionam governo por revisão em regras que endurecem o financiamento estudantil

O ajuste fiscal do governo Dilma provoca reação do mercado de ensino superior privado, cuja expansão foi uma das marcas do primeiro mandato da presidente. Com ações despencando na Bolsa, empresas do setor pressionam o Ministério da Educação a rever portaria editada no fim de 2014 para endurecer as regras do financiamento a estudantes. Sem anúncio prévio ou justificativa oficial, a medida impôs uma pontuação mínima no Enem aos interessados em tomar recursos públicos para bancar mensalidades da rede privada. Também reduziu o fluxo de pagamentos do governo às empresas mantenedoras. Na primeira quinzena de 2015, houve empresa que perdeu 40,5% de seu valor. Nos últimos anos, alunos e receitas das instituições tinham se multiplicado com a ajuda da expansão dos gastos do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). Para a federação das escolas particulares, as novas regras terão implicação no orçamento das empresas. O MEC diz que o objetivo delas foi aprimorar a qualidade do ensino superior. (Mercado B1)

Em metade dos planos, 90% dos partos são cesarianos

Metade das 826 empresas de planos de saúde que atendem gestantes no país tem percentuais de cesárea acima de 90%, segundo balanço da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Só 15 operadoras têm taxa inferior a 45%, dentro de meta da ANS para calcular o desempenho de planos. Para a diretora-presidente interina da ANS, Martha Oliveira, os dados revelam um “problema generalizado”. A partir de julho, as empresas serão obrigadas a divulgar essas taxas. Associações que reúnem operadoras de planos afirmam apoiar medidas que incentivam o parto normal. (Cotidiano d3)

Defesa pretende evitar execução de brasileiro com internação

Defesa e parentes de Rodrigo Muxfeldt Gularte, 42, tentam interná-lo em um hospital psiquiátrico para que o brasileiro não seja fuzilado na Indonésia, como ocorreu no sábado com Marco Archer Cardoso Moreira, cujo corpo foi cremado. Condenado por tráfico de droga e preso desde 2004, sua execução foi marcada para fevereiro. Diagnosticado com esquizofrenia, ele recusa a internação. (Cotidiano d1)

SP deve mirar curto prazo na luta contra a crise da água

ENTREVISTA DA 2ª NEWSHA AJAMI

Pesquisadora universitária e diretora de programa que desenvolve soluções para problemas de abastecimento de água no oeste dos EUA, Newsha Ajami critica a gestão do Estado de SP no combate à crise hídrica. Em vez de prever grandes obras, diz, a prioridade deveriam ser medidas de curto prazo, como consertar vazamentos e reutilizar água pluvial. Para ela, reduzir a pressão da água pode favorecer a contaminação. (Pág. a12)

Petrobras culpa ex-diretor ao citar caso de refinaria

Depois de a Folha publicar que a Petrobras terá prejuízo de US$ 3,2 bilhões com a refinaria de Abreu e Lima, a estatal divulgou nota em que responsabiliza o ex-diretor Paulo Roberto Costa pela explosão de custos na obra. O advogado de Costa não foi localizado. (Poder a5)

PF amplia investigação para o segundo escalão da Petrobras (Poder A4)
Igrejas brasileiras são destruídas no Níger em protesto contra o ‘Charlie’ (Mundo A8)
Carlos V.T. Corrêa Lima

Maioria da classe médica não tolera máfia de próteses

O comércio de próteses, ilícito, prosperou com a participação de quadrilhas que causaram danos como risco de morte e sequelas graves. Mas a maioria dos médicos não tolera marginais. (opinião a3)

Edioriais

Leia “Choque de realidade”, a respeito de problemas no setor elétrico nacional, e  “Reclassificação sensata”, sobre mudança de status do canabidiol. (Opinião A2)

Fonte: EBC

 

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.