Meritocracia está fora de planos de candidatos

Concorrentes ao Piratini evitam se comprometer com o sistema que prevê pagamento de salários extras a professores em troca de melhora de resultados na sala de aula…

Cantareira tem pior nível mesmo com voluma morto

O sistema Cantareira registrou o pior nível da história, com 8,1% de sua capacidade total, mesmo considerando o volume morto. A Sabesp tenta obter autorização para retirar parcela adicional de água da reserva técnica, para o caso de a cota atual terminar.

Ensino falho deixa 1,3 milhão sem renda

MAS A PRESIDENTE DIZ:

Presidente classifica como ‘banal’ erro do IBGE

Dois dias depois de o IBGE ter corrigido os dados de sua principal pesquisa, a Pnad, a presidente Dilma Rousseff afirmou ontem que o erro do instituto foi “banal, de fácil detecção”. Ela negou que haja sucateamento do órgão ou interferência política…

O Globo

Manchete : Ensino falho deixa 1,3 milhão sem renda

MADUROS E À MARGEM

Cerca de 8% dos homens de 50 a 69 anos não têm emprego ou pensão

Em 20 anos, a população masculina que depende da mulher ou dos pais para sobreviver quadruplicou no Brasil

Estudo inédito do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostrou que a parcela da população masculina que não trabalha, não procura emprego nem recebe aposentadoria saltou de 4,2% para 7,9% em 20 anos, passando de 330 mil para 1,3 milhão de homens. Esse grupo é chamado de “nem nem maduros”, em referência a jovens que não estudam ou trabalham. A maior ia deles tem baixa escolaridade e não consegue mais se encaixar no mercado de trabalho. Cerca de 9,1% vivem da aposentadoria dos pais. Outros 13,1% são sustentados pela mulher; em 1992 eles eram apenas 1,1%. (Pág. 15)

Presidente classifica como ‘banal’ erro do IBGE

Dois dias depois de o IBGE ter corrigido os dados de sua principal pesquisa, a Pnad, a presidente Dilma Rousseff afirmou ontem que o erro do instituto foi “banal, de fácil detecção”. Ela negou que haja sucateamento do órgão ou interferência política. E não descartou que a presidente do IBGE, Wasmália Bivar, tenha que deixar o cargo. (Pág. 17)

PSDB irá ao TSE contra uso do Alvorada

Após o presidente do TSE, Dias Toffoli, ter dito que o uso do Alvorada para entrevistas configura “vantagem indevida ” para Dilma Rousseff (PT), o PSDB anunciou que pedirá a proibição. A presidente diz que seus antecessores usaram a residência oficial em eleições. (Pág. 5)

Candidatos falam de planos para a cultura

Garotinho, Pezão, Crivella e Lindbergh respondem a perguntas de integrantes da cena cultural fluminense sobre o setor. (Segundo Caderno)

Resposta de militares frustrou comissões

O ofício do Ministério da Defesa reconhecendo a responsabilidade do Estado na violação de direitos humanos no regime militar frustrou integrantes das comissões da Verdade e da Anistia. A avaliação é que a resposta das Forças Armadas contribui pouco para as investigações dos crimes cometidos na ditadura e não ajudará a esclarecer as autorias nem as circunstâncias das torturas e mortes. (Pág. 3)

Ricardo Noblat

Para derrotar Marina

Quem disse: “A Petrobras nunca foi, não é e nunca será uma empresa bandida”. Ou: “Pode-se fazer auditoria por 50 anos que não se vai achar nada de ilegal na Petrobras”. Ou ainda: “A compra da refinaria de Pasadena foi um bom negócio”. E por fim: “Não existe homem-bomba”. Quem disse foi Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, preso como uma das cabeças da roubalheira na empresa. (Pág. 2)

Ancelmo Gois

Pnad mostra que desigualdade racial piorou: diferença na renda de pretos e pardos para brancos cresceu um ponto percentual. (Pág. 8)

————————————————————————————

Zero Hora

Meritocracia está fora de planos de candidatos

Concorrentes ao Piratini evitam se comprometer com o sistema que prevê pagamento de salários extras a professores em troca de melhora de resultados na sala de aula. (Notícias | 6 e 7)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete : “Dilma tem que mostrar que vai fazer mais e melhor”

Diante do provável segundo turno entre Dilma Rousseff e Marina Silva, o cientista político Murillo de Aragão, da Arko Advice, afirma que a presidente atrai os eleitores que desejam “mudança com segurança”. Para ele, Dilma se beneficia das realizações dos governos do PT nos últimos 12 anos, “mas tem que mostrar que vai fazer mais e melhor”. Impressionado com a resistência da candidata do PSB, Aragão diz que Marina precisará administrar uma situação complexa: “Ela vai querer os votos do PSDB, mas não o abraço dos tucanos”. (Págs. 4 a 7)

Oportunidades que vêm do fundo do mar

Indústria de equipamentos submarinos para produção de petróleo expande capacidade e prepara-se para exportar. Com o pré-sal, Brasil concentra 25% das encomendas globais no segmento. (Pág. 12)

Marina evita entrar em confronto com Lula

Candidata do PSB diz que os adversários são Dilma e Aécio e prefere debater com eles. (Pág. 3)

Dilma diz que notícia sobre Correios não passa de ‘factóide’

Jornal paulista noticiou que estatal autorizou envio de panfletos sem comprovar pagamento. (Pág. 3)

‘Decisão é técnica, não política’

Alckmin diz que evitou racionamento de água para evitar “estouro” do sistema, quando abastecimento voltar. (Pág. 8)

Mosaico Político

Gilberto Nascimento

ÍNDIOS SE UNEM NAS URNAS

A PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 215, que passa o poder de fazer demarcações de terras para o Congresso Nacional, provocou uma mobilização entre os líderes indígenas para tentar eleger representantes nas eleições deste ano. Ao todo, serão 85 candidatos. (Pág. 2)

Olhar do Planalto

Sonia Filgueiras

BOLSA OTIMISTA, MERCADO PESSIMISTA

Estudo recente realizado pelo economista-chefe da Consultoria LCA, Bráulio Borges, mostra uma situação curiosa sobre o que esperam os mercados financeiro e acionário para o crescimento de 2015. (Pág. 9)

O mercado como ele é…

Luiz Sérgio Guimarães

MERCADO JÁ “PRECIFICA” DILMA

Contando com o de hoje, os mercados financeiros têm pela frente dez aflitivos pregões até o primeiro turno das eleições. A pesquisa Datafolha divulgada na sexta-feira consolidou a liderança de Dilma Rousseff no dia 5. (Pág. 19)

Informe New York

Heloisa Villela

INDEPENDÊNCIA PARA QUEM?

“Independência de que ou de quem?”, costuma perguntar o Nobel de Economia Joseph Stiglitz quando é questionado a respeito do projeto, ainda defendido aqui e ali, de dar mais independência aos bancos centrais. (Pág. 29)

Ponto Final

Octávio Costa

O BC JÁ É AUTÔNOMO?

Um dos mais famosos filmes do diretor japonês Akira Kurosawa é “Kagemusha, a sombra do samurai”. Senhor feudal dos mais temidos, Shingen Takeda ou Kagemusha adotava uma tática imbatível: sempre esperava os adversários atacarem. “A montanha não se move”, ensinava ele a seus oficiais. Curiosamente, essa tem sido a atitude da diretoria do Banco Central do Brasil, nestes dias de acalorado debate político. (Pág. 32)

————————————————————————————

Valor

Bancos aumentam juros e recuperam margens

A manutenção da Selic em patamar elevado e uma concorrência menos acirrada por parte dos bancos estatais criaram condições para os bancos privados aumentarem os juros das operações de crédito. Mais recentemente, o próprio governo decidiu ordenar moderação na concessão de crédito

Celulose tem 1ª alta no ano e ações sobem

O anúncio recente do fechamento de duas fábricas de celulose no exterior, nos Estados Unidos e na Espanha, abriu espaço para o primeiro reajuste do ano no preço da celulose branqueada de eucalipto pelas duas maiores produtoras mundiais, as brasileiras Fibria e Suzano Papel e Celulose

Em Rondônia, boi já ganha da madeira

Com condições climáticas favoráveis à criação, terra mais acessível e declarada livre de aftosa, com vacinação desde 2003, Rondônia consolidou-se na última década como um novo polo de investimento do setor de carne. Quase 40% do PIB de Rondônia depende hoje da pecuária.

Para Dilma, erro do IBGE foi banal; para ministros, só deslize técnico

Um dia após a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, ter dito que a presidente Dilma Rousseff tinha ficado “absolutamente perplexa” com as falhas do IBGE nas contas do Pnad, a própria Dilma disse ontem que o erro foi “banal”. Quatro ministros tentaram reduzir os erros a deslize técnico…

Brasil atrasa acordo contra evasão fiscal

O Brasil avisou ao G-20 que só implementará em 2018 o novo padrão global de troca automática de informação dos bancos. Isso atrasará em pelo menos dois anos o recebimento de informações de contas de brasileiros em bancos no exterior e a taxação sobre o dinheiro até então não declarado…

Em SP, fábricas buscam saídas para sobreviver no mercado

Empresários que sobreviveram à concorrência dos importados agora enfrentam desaceleração da demanda interna, diz José Augusto de Castro, da AEB…

Disputa no Amazonas ameaça floresta

Eventual eleição de Marina Silva desponta como entrave ao avanço de propostas que transformam floresta amazônica em canteiro de obras…

Folha de S. Paulo

Manchete : USP gasta mais com funcionário que com professor

Após quatro meses em greve, docentes e funcionários da universidade retomam trabalho nesta segunda (22)

Dados obtidos pela Folha mostram que a USP gasta mais com salários de funcionários técnicos do que com professores. Nos últimos anos, além disso, a fatia do orçamento destinada aos docentes tem diminuído. Em 2013, os técnicos consumiram 62% da folha de pagamento da universidade, e os professores, 38%. Em 2009, as parcelas representavam, respectivamente, 55% e 45%. (Cotidiano C1)

Na reta final, PT dirá que Marina não tem preparo para dirigir país

A duas semanas da eleição, a campanha de Dilma Rousseff (PT) atacará Marina Silva (PSB) dizendo que a candidata não tem preparo para dirigir o país. A equipe da ex-senadora pretende explorar o que seriam erros da gestão petista. O PSDB reconhece que está com a tarefa mais difícil, mas aposta em pesquisas internas, que mostrariam subida de Aécio Neves. (Poder A4)

Cantareira tem pior nível mesmo com voluma morto

O sistema Cantareira registrou o pior nível da história, com 8,1% de sua capacidade total, mesmo considerando o volume morto. A Sabesp tenta obter autorização para retirar parcela adicional de água da reserva técnica, para o caso de a cota atual terminar. (Cotidiano C1)

Pessebista critica hipervalorização de líderes partidários

Entrevista da 2a. – João P. Capobianco

Braço direito de Marina Silva (PSB), João Paulo Capobianco diz que há “hipervalorização dos líderes dos partidos e interlocução do governo é feita exclusivamente com eles”. Para o assessor, “eles não controlam suas bases, mas vendem uma liderança caríssima”, o que “é patético”. (Pág. A14)

Aquecimento global ajuda a restaurar a camada de ozônio, segundo estudo (Ciência C5)

Luiz Fernando Vianna

Falta a Aécio a fome que têm Dilma e Marina (Opinião A2)

Raquel Rolnik

Prédio no centro não pode ficar vazio por anos

Por acaso terrenos e imóveis podem ficar vazios em pleno centro da cidade durante anos, às vezes décadas? Não, não podem. É vergonhoso que o Judiciário feche os olhos para esta situação, ignorando todos os textos legais. (Cotidiano C2)

Editoriais

Leia “A vez das ciclovias”, acerca de apoio dos paulistanos às vias exclusivas para bicicletas, e “Santa Casa sob exame”, sobre crise da entidade. (Opinião A2)

O Estado de S.Paulo

– Empresas de energia terão conta extra de R$ 7 bi em 2015.

– “Palanque” estadual não puxa voto.

– Rodoanel atrai só 35% do previsto.

– Dilma diz que erro do IBGE foi “banal”.

– Ghani é declarado presidente afegão.

EBC

Edição: Equipe Fenatracoop

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.