De escravo a trabalhador desempregado; Resgatados em maio de uma fazenda em Sacramento, Alto Paranaíba, na qual eram submetidos a serviço degradante em carvoaria, Luís Eva e outros oito trabalhadores enfrentam agora a dificuldade de conseguir emprego e sustentar as famílias…- Déficit de leitos cresce em hospitais; O déficit de leitos foi agravado pelo fechamento de 286 hospitais particulares nos últimos cinco anos. A maior parte deles atendia o Sistema Único de Saúde, além dos planos de saúde. Eram hospitais pequenos, normalmente localizados no interior ou periferias…

 

O Globo

Manchete: Jornada Mundial da Juventude – No adeus ao Rio, Papa defende reforma profunda na Igreja

Pontífice prega diálogo com o mundo atual e pede que missionários ocupem as periferias Na missa de despedida em Copacabana para cerca de três milhões de pessoas, o maior público já reunido num evento no Rio, Francisco diz que os jovens precisam sair em busca de discípulos. Antes de embarcar para Roma, admite já sentir saudades Em discurso para bispos da América Latina, o Papa Francisco defendeu ontem uma grande reforma na Igreja capaz de ampliar o diálogo com as novas gerações e, assim, renovar uma base de fiéis que encolhe em todo o continente. O Pontífice convocou os religiosos a amar a pobreza e a austeridade, e disse que a Igreja deve sair do centro e caminhar para as periferias. Condenou a postura reativa dos padres e pediu que eles abandonem a “psicologia de príncipes” saindo das sacristias para a rua. O Papa pediu uma Igreja menos ideológica, que evite “desde o liberalismo de mercado até a categorização marxista” Na manhã de ontem, durante a Missa de Envio, que reuniu em Copacabana três milhões de pessoas — um evento que concentrou o maior público em toda a História da cidade —, o Papa Francisco convocou os jovens a espalhar as palavras do Evangelho pelo mundo. Cracóvia, na Polônia, é a cidade que receberá a próxima Jornada Mundial da Juventude, em 2016. Ao se despedir do Brasil, agradeceu a hospitalidade dos cariocas, disse já começar a sentir saudades e afirmou: “Rezem por mim e até breve”. (Págs. 1 e Caderno Especial) Artigos “O Papa Francisco quer que você medite sobre esse tesouro inesgotável que é a tradição cristã.” Luiz Paulo Horta é jornalista e membro da Academia Brasileira de Letras “Bem-vindo à opção pelos pobres, à denúncia da corrupção dentro e fora da Igreja, e da ‘globalização da indiferença.” Frei Betto é escritor Campus Fidei, em Guaratiba, será desapropriado para projeto. (Págs. 1 e Caderno Especial)

Novas regras para leilão de Galeão e Confins

O governo recuou e decidiu permitir que fundos de pensão de estatais participem do leilão de concessão dos aeroportos de Galeão e Confins (Belo Horizonte), no limite de até 15%, em grupos ou isolados. Além disso, no novo edital, que sai no dia 15, retirou a proibição de que vencedores de leilões anteriores disputem a segunda rodada. (Págs. 1 e Economia 17)

Palestinos e Israel voltam a negociar

Após três anos emperradas, as negociações de paz entre israelenses e palestinos serão retomadas hoje em Washington, sob patrocínio dos EUA. Ontem, o governo de Israel aprovou, sob protestos nas ruas, a libertação de 104 dos 118 presos palestinos encarcerados há mais de 20 anos, uma antiga exigência da Autoridade Nacional Palestina. (Págs. 1 e 23)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Tesouro bancará R$ 6,7 bi do desconto da conta de luz

Parte dos recursos de fundo criado pelo governo para reembolsar empresas do setor cobriu outras despesas O governo não tem mais recursos em fundos setoriais para indenizações que terá de pagar às empresas do setor elétrico que aderiram ao pacote de renovação antecipada das concessões, informam os repórteres Anne Warth e João Villaverde. A medida bancou o desconto médio de 20% na conta de luz para os consumidores, anunciado pela presidente Dilma Rousseff em cadeia de rádio e TV. O Tesouro Nacional terá de desembolsar pelo menos RS 6,7 bilhões em quatro anos para reembolsar as companhias. Parte do dinheiro do fundo criado para indenizar as concessionárias cobriu outra despesa. Em maio, R$ 2,5 bilhões foram para a Conta de Desenvolvimento Energético, que financia gasto com usinas térmicas, programas para a população de baixa renda, Luz para Todos e alguns subsídios. A operação, apurada pelo Estado, vem sendo mantida sob sigilo pelo governo. (Págs. 1 e Economia B1) Reserva em baixa R$ 9,1 bi É o quanto falta ser pago em indenizações a empresas do setor

Papa diz que Igreja tem estruturas ‘caducas’

Ao deixar o Brasil, o papa fez uma autocrítica; a Igreja está “atrasada” e tem “estruturas caducas”. Para ele, a instituição precisa se modernizar e deixar de viver de tradições ou de vender esperanças, mas sem perder dogmas e valores. A cardeais latino-americanos, no Rio, Francisco atacou o abuso de poder na Igreja, a inclusão de ideologias sociais no Evangelho, o carreirismo e a distância em relação aos fiéis. Na missa de encerramento da Jornada Mundial da Juventude, o papa apontou os jovens como os atores principais do fortalecimento da igreja. (Págs. 1 e Metrópole A12 a A18) Fotolegenda: Na 1ª fila As presidentes DiLma e Cristina na missa de encerramento. Povo na rua O encerramento da Jornada da Juventude reuniu ontem 3,2 milhões de pessoas em Copacabana. Em 2016, o encontro será na Polônia. (Págs. 1 e A13 a A16)

Israel libertará 104 palestinos e negociação é retomada

Os EUA anunciaram a retomada das negociações de paz no Oriente Médio depois de o governo de Israel aceitar libertar 104 palestinos presos há mais de 20 anos. A decisão israelense não garante acordo com palestinos, mas é o primeiro resultado da pressão do secretário de Estado americano, John Kerry. A última tentativa do governo Obama para avançar nas tratativas fracassou no fim de 2010. (Págs. 1 e Internacional A8)

Negócios: Gigantes da publicidade anunciam fusão

Duas das maiores empresas de publicidade, Omnicom Group e Publicis Groupe, anunciaram ontem sua fusão. Com isso, será criada a maior família de agências do mundo, com valor de mercado de US$ 35,1 bilhões e 130 mil funcionários, superando a atual líder, WFF, de Londres. A nova companhia se chamará Publicis Omnicom Group. (Págs. 1 e B9)

Diretórios do PSD dão apoio a Dilma

Levantamento do Estado mostra que, apesar da queda da presidente Dilma Rousseff nas pesquisas, a maioria dos diretórios estaduais do PSD tende a apoiar a reeleição. (Págs. 1 e Políticas A4)

Brasil negocia uso de Alcântara com EUA (Págs. 1 e Política A6)

José Roberto de Toledo

Governo sem marca Para dois terços dos entrevistados em pesquisa do Ibope, o governo não tem marca, não se distingue por nada especial. Isso deve preocupar Dilma. (Págs. 1 e Política A6)

Thomas Friedman

As três revoluções dos egípcios A primeira teve como objetivo retirar o país da inépcia; a segunda, livrá-lo dos incompetentes; e a terceira, fugir de um beco sem saída. (Págs. 1 e Visão Global A10)

Notas & Informações

Internet e democracia direta Essa conquista deve ser colocada a serviço dos procedimentos eleitorais, mas é preciso cuidado. (Págs. 1 e A3) ————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: A revolução de Francisco está nas ruas

Após reunir 3,5 milhões de fiéis em sua despedida do Brasil, o papa volta para o Vaticano ainda mais fortalecido para reformar a Igreja Católica e aproximá-la dos mais pobres. O recado aos bispos foi claro. Ele também criticou segmentos que tentam agregar ideologias à mensagem evangélica: desde o liberalismo até o marxismo. Aos jovens, disse palavras de esperança: “Sejam revolucionários. Peço para vocês irem contra a corrente (…) Tenham coragem de ser felizes”. E reforçou em entrevista: “O jovem que não protesta não me agrada”. Enquanto isso, deputados se divertem… Apesar de o recesso branco ser inconstitucional, parlamentares curtem a folga e postam fotos de viagem em redes sociais. (Págs. 1, 2 a 5 e 20)

Israel volta a negociar paz com palestinos

Depois de três anos, o primeiro sinal de diálogo será a libertação de 104 militantes presos em território israelense. As conversações recomeçam hoje em Washington. (Págs. 1 e 13)

————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: Investimento brasileiro no exterior aumenta 60%

De janeiro a junho, as empresas com sede no Brasil fizeram investimentos diretos no exterior de US$ 11,3 bilhões. Esse valor, que representa um aumento de 60% em relação ao mesmo período do ano passado, mostra que as companhias brasileiras retomaram o processo de internacionalização que, após uma onda em 2010 e 2011, havia perdido fôlego ao longo de 2012. A expansão dos negócios brasileiros no exterior decorre, em parte, do cenário interno mais morno, que desestimula investimentos, e de problemas de competitividade no país, como a inflação e os custos. O Brasil passou a ser neste ano uma importante fonte de investimentos feitos por montadoras de veículos e fabricantes de autopeças no exterior. Só no primeiro semestre, quase US$ 1 bilhão saíram do país com essa finalidade, valor recorde, mas ainda inferior às remessas de lucros às matrizes no período, de US$ 1,5 bilhão. São recursos direcionados a aportes de capital adicionais em subsidiárias, aquisições ou criação de novos negócios. Esses investimentos do setor foram os maiores da indústria de transformação no semestre e se aproximam dos realizados pela indústria petroleira, a que mais investe fora do país, com US$ 1,1 bilhão. (Págs. 1, A4 e B1)

Déficit de leitos cresce em hospitais

O número de leitos nos hospitais não é suficiente para abrigar os pacientes e as projeções até 2016 indicam que o problema vai aumentar. Hospitais privados têm planos de expansão, mas a demanda cresce à frente da oferta. Levantamento da Associação Nacional dos Hospitais Privados mostra que, se o número de pessoas com plano de saúde crescer 2,1% ao ano, os hospitais precisarão ter até 2016 mais 13,7 mil leitos, o que exigirá investimento de R$ 4,3 bilhões. Vinte grupos hospitalares consultados pelo Valor planejam abrir nesse período 4,3 mil novos leitos. O déficit de leitos foi agravado pelo fechamento de 286 hospitais particulares nos últimos cinco anos. A maior parte deles atendia o Sistema Único de Saúde, além dos planos de saúde. Eram hospitais pequenos, normalmente localizados no interior ou periferias. (Págs. 1 e B3)

Salários de servidores já superam teto

Os governos estaduais estão gastando uma parcela cada vez maior das receitas para pagar o salário dos servidores. Paraíba, Alagoas e Tocantins, por exemplo, já ultrapassaram o limite permitido pela a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que é de 49% da receita corrente líquida – outros quatro Estados estão perto de romper esse teto e mais sete já chegaram a um percentual de alerta. Com o descumprimento da exigência legal, o Estado fica sujeito a sanções, como a impossibilidade de receber transferências voluntárias da União ou contratar operações de crédito. O prazo para trazer a despesa com pessoal de volta ao limite máximo é de oito meses. (Págs. 1 e A4)

Mega-agência será líder no país

A nova gigante da publicidade mundial surgida ontem com a fusão entre o grupo americano Omnicom e o francês Publicis vai liderar o mercado publicitário brasileiro. No âmbito global, a agência também será lider em faturamento, com receita conjunta de US$ 22,7 bilhões – o segundo colocado, o britânico WPP, faturou US$ 15,6 bilhões no ano passado. O valor de mercado da nova agência, com 130 mil empregados, atinge US$ 35,1 bilhões. O Publicis Omnicom Group controla 10 das 30 maiores agências de publicidade no Brasil. Juntas, elas faturaram no primeiro semestre R$ 7,7 bilhões. Entre as maiores agências que comporão o novo grupo estão Almap BBDO, DM9DDB e Lew Lara TBWA, do grupo Omnicom; Leo Burnett Tailor Made, Publicis PBC Comunicação, F/Nazca S&S, Neogama/BBH, Talent, Taterka e DPZ, do Publicis. A lista inclui as empresas QG, GP7, AG2 Publicis Modem, Digitas, Razorfish e Red Lion. (Págs. 1, B4 e B11)

Nova garantia para concessão de rodovias

As empresas que vencerem leilões de rodovias terão alternativa às garantias tradicionais – ativos reais, financeiros ou fianças – nos créditos que tomarem nos bancos públicos. Elas poderão se comprometer, por meio de contrato com o governo, a elevar o capital dos consórcios em até 20% do valor total das obras para cobrir problemas que apareçam ao longo da construção, o chamado “equity support agreement”. (Págs. 1 e A2)

Refinaria do Nordeste fica 7 vezes mais cara

As quatro gigantes nacionais da construção pesada – Odebrecht, Camargo Corrêa, Andrade Gutierrez e Queiroz Galvão – pediram novos aditivos contratuais à Petrobras para execução das obras da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, que somam R$ 1 bilhão. A previsão é que a unidade entre em operação no fim do próximo ano. Quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou o empreendimento, em 2005, ele era orçado em US$ 2,5 bilhões. Desde então, a previsão de investimentos já aumentou em quase sete vezes e chegou a R$ 35,8 bilhões. (Págs. 1 e B9)

Dívida renegociada paga metade do juro

Quem não paga as contas em dia tem uma boa chance de fazê-lo depois, a um custo menor, dependendo da linha de crédito tomada. Dados do Banco Central mostram taxas de juros em queda e prazos cada vez maiores na renegociação de débitos vencidos. Na média, as taxas de juros para a pessoa física podem chegar à metade das que são cobradas no crédito pessoal sem garantia e são bem menores que as do cheque especial. A taxa de juros da renegociação é de 36,6% ao ano, em média, enquanto o custo médio do crédito para aquisição de bens é de 66,4%, o do cheque especial, 136,8%, e o do crédito pessoal não consignado, 73%. Já o crédito para aquisição de automóveis e o consignado (com garantia da folha de pagamento) têm taxas originais menores do que as da renegociação, de 19,5% e 24,2%, respectivamente. (Págs. 1 e C1)

Dilma procura “colar ” novamente sua imagem à de Lula (Págs. 1 e A6)

Mais Médicos une sindicatos contra presidente e ministro da Saúde (Págs. 1 e A12)

Papa encerra visita e deixa mensagem aos pobres (Págs. 1 e A7)

Sercontel liquida empresas de TV

Após o fracasso na tentativa de leiloar suas empresas de TV por assinatura em Osasco (SP) e São José (SC), a operadora estatal Sercomtel, de Londrina (PR), decidiu se desfazer dos ativos das duas companhias. (Págs. 1 e B2)

Agrenco mais perto do fim

Os bancos recusaram o novo plano de recuperação judicial da trading agrícola Agrenco e colocaram o futuro da companhia nas mãos da Justiça, que poderá decretar sua falência. (Págs. 1 e B13)

Pronaf supera expectativas

Pela primeira vez desde 2003, os desembolsos do Pronaf superaram o valor disponibilizado. No total, foram destinados R$ 18 bilhões para Plano Safra da Agricultura Familiar 2012/13 e foram contratados R$ 19,2 bilhões. (Págs. 1 e B14)

Justiça confirma decisão do Carf

A Braskem foi a primeira empresa a conseguir decisão favorável em segunda instância nas 59 ações populares que questionam a validade de decisões do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais que beneficiaram os contribuintes. (Págs. 1 e E1)

Ideias

Renato Janine Ribeiro O grande escândalo ético brasileiro era, dez anos atrás, ter quase metade da população nas classes D e E. (Págs. 1 e A6) Gustavo Krause É preciso aproveitar este momento do bônus demográfico e criar também um “bônus previdenciário”. (Págs. 1 e A10)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Até 2017, Francisco

Depois de reunir novamente 3 milhões de pessoas ontem de manhã em Copacabana, no encerramento da Jornada Mundial da Juventude, o papa despediu-se do Brasil. Às 19h21, no Galeão, embarcou para Roma com a promessa de voltar em2017 para as comemorações, em Aparecida (SP), dos 300 anos do resgate da imagem da Virgem Maria, por pescadores, do fundo do Rio Paraíba. O pontífice deixa para os brasileiros lições de humildade e mandamentos de cidadania. De acordo com especialistas, ele leva para o Vaticano a convicção de que os políticos são egoístas, não pensam no futuro, mas acredita que os jovens têm força para mudar o país. “Sejam revolucionários”, recomendou. Disse um “até breve” e que já está com saudade. A próxima JMJ será em Cracóvia, Polônia, em 2016. (Págs. 1 e 3 a 5) “Tenham a coragem de ir contra a corrente. Tenham a coragem de ser felizes!” Papa Francisco

De escravo a trabalhador desempregado

Resgatados em maio de uma fazenda em Sacramento, Alto Paranaíba, na qual eram submetidos a serviço degradante em carvoaria, Luís Eva e outros oito trabalhadores enfrentam agora a dificuldade de conseguir emprego e sustentar as famílias. (Págs. 1 e 10)

Petróleo: Denúncia de fraude na distribuição de royalties

Tribunal de Contas da União abre auditoria para apurar denúncia de funcionário da Agência Nacional de Petróleo de que há manipulação de dados da produção de óleo e gás e de valores repassados a estados e municípios. (Págs. 1 e 11)

Oriente Médio: Israel e Palestina retomam conversa em busca da paz (Págs. 1 e 15)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Vitória Timbu na Arena (Págs. 1, 3 e 4)

Até breve, hermano Francisco

O papa deixou ontem o Rio depois de uma semana intensa com demonstrações de fé, humildade e carisma e de ter reunido mais de 3 milhões de jovens. Em entrevista a Rede Globo, ele falou sobre os destinos da Igreja, defendeu mudança na Cúria e punição para os culpados. (Págs. 1 e 7 a 10)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Em crise e gastando mais – Total de CCs cresce 16% em prefeituras

Em sete anos,foram criados 3,2 mil cargos políticos nos municípios gaúchos. Especialista vê sinais de clientelismo e avalia que população perde. (Págs. 1 e 6) 2005: Cargos ocupados sem concurso por aliados de prefeitos alcançavam total de 19,6 mil. 2012: Relação chegou a um CC para cada 471 habitantes, totalizando 22,8 mil.

Seu bolso: O que subiu após 90 dias de dólar além de R$ 2 (Págs. 1, 18 e 19)

Santa Maria: Luto não cede se o sentimento é de impunidade (Págs. 1 e 26)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Energia no país está numa encruzilhada

Maurício Tolmasquim, presidente da Empresa de Pesquisa Energética, acredita que a produção de eletricidade está em momento decisivo, tentando equilibrar crescimento e impactos socioambientais. Ele defende a necessidade de novas hidrelétricas e alerta que, com o impedimento de grandes obras, estão investindo em fontes mais poluentes, como o carvão. Um dos formuladores do programa de energia do PT, utilizado também por Dilma Rousseff, critica o uso de 100% dos recursos do pré-sal em educação: “É matar a galinha dos ovos de ouro”. (Págs. 1 e 4 a 7)

Produção: Volume de crédito recua em julho

Nos primeiros dez dias úteis do mês, as contratações de empresas caíram 15%, em comparação ao mesmo período de junho. (Págs. 1 e 20)

Eleição: Renovar o comando ou apostar em nomes antigos divide eleitores do Ceará (Págs. 1 e 3)

Mobilidade: Falhas no transporte na JMJ servirão de lição para outros eventos (Págs. 1 e 10)

Fotolegenda: JMJ

Jovens de diferentes origens deram mostra de estilo, além de muita fé, para superar as surpresas da Jornada Mundial da Juventude. (Págs. 1, 24 e 25)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.