Máfia do ISS obteve propinas em 410 obras; Uma contabilidade paralela da máfia do ISS apreendida pelo Ministério Público Estadual aponta que em apenas 16 meses os 4 auditores fiscais acusados de integrar o esquema arrecadaram R$ 29 milhões em propinas pagas por 410 empreendimentos concluídos entre junho de 2010 e outubro de 2011 na capital paulista…- Dilma cobra explicações sobre crise no Tesouro; A revolta do corpo técnico do Tesouro com a condução da política fiscal comandada pelo secretário Arno Augustin foi tratada ontem pela presidente Dilma Rousseff e o ministro da Fazenda, Guido Mantega. As resistências na equipe do Tesouro desencadearam uma operação para abafar a repercussão negativa do vazamento da crise interna. Dilma mostrou incômodo com o fato de ter sido informada sobre a revolta no Tesouro por meio do Broadcast, o serviço de notícias em tempo real da Agência Estado…-Um terço da população já foi vítima de crime no País; Pesquisa nacional sobre violência revela que um em cada três brasileiros já sofreu agressão, discriminação, ofensa sexual, roubo, furto, sequestro ou se envolveu em acidente. Nos últimos 12 meses, uma em cada cinco pessoas foi vítima de ação criminosa. Apesar dos números, apenas 19,9% das vítimas foram à polícia. A baixa confiança é uma das causas apontadas…

 

O Globo

Manchete: Corrupção – Mais quatro mensaleiros na cadeia

Valdemar Costa Neto renuncia ao mandato pela segunda vez e fica inelegível até 2029 Também já estão presos os ex-deputados Pedro Corrêa e Bispo Rodrigues, além de Samarane, ex-diretor do Rural. Agora, são 15 condenados na prisão e Pizzolato foragido O presidente do Supremo, ministro Joaquim Barbosa, determinou ontem a prisão de mais quatro condenados pelo mensalão. Dois deles se apresentaram horas depois no presídio da Papuda — o deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP) e o ex-deputado Bispo Rodrigues (PR-RJ) — e dois em unidades da Polícia Federal em Brasília — Pedro Corrêa (PP-PE) e o ex-dirigente do Banco Rural Vinicius Samarane. Valdemar renunciou ao mandato pela segunda vez em oito anos. A primeira foi em 2005, quando estourou o escândalo do mensalão, mas ele conseguiu se reeleger no ano seguinte. Agora, perdeu os direitos políticos até 2029, devido à Lei da Ficha Limpa. Sobre a prisão do delator do mensalão, o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), Barbosa ainda analisa laudo médico. (Págs. 1 e 3 a 5) Dirceu desiste de emprego em hotel José Dirceu desistiu do emprego de gerente de hotel. Ele, Delúbio e Genoino receberam oferta para trabalhar na cooperativa Sonho de Liberdade, de ex-presidiários. (Págs. 1 e 5) Justiça lenta livra ex-deputado (Págs. 1 e 6) Na Câmara, aula de falta de decoro (Págs. 1 e 9)

O conciliador: Nelson Mandela (1918-2013)

Primeiro presidente negro da África do Sul, ele se tornou símbolo da luta contra a apartheid e liderou a transformação de seu país numa democracia “multirracial, após amargar 27 anos na prisão. (Págs. 1 e 33 a 39) Editorial: “Exemplo de conciliação para a África e o mundo.” (Págs. 1 e 22)

Estádio de abertura da Copa só ficará pronto dois meses antes

Joseph Blatter anuncia mais atraso na obra do Itaquerão e diz que, à Fifa, só resta ‘rezar a Deus e a Alá’ para que não haja mais imprevistos. (Págs. 1 e 52)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Mais quatro são presos no mensalão; Costa Neto renuncia

Deputado deixa Câmara pela 2ª vez após ter nome envolvido em escândalo; condenados foram para Papuda O STF mandou prender mais quatro condenados no mensalão: o deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP), os ex-deputados Pedro Corrêa e Bispo Rodrigues e o ex-vice-presidente do Banco Rural Vinicius Samarane. Todos estão desde ontem sob custódia da PF. Valdemar Costa Neto renunciou ao mandato logo após ter prisão decretada. Em 2005, ele também renunciou para não ser cassado pelo mesmo escândalo. Com as decisões de ontem, já são 16 as ordens de prisão expedidas pelo presidente do STF, Joaquim Barbosa, no mensalão. Em novembro, foram presos 11 condenados, entre eles o ex-ministro José Dirceu e o ex-deputado José Genoino. Nos próximos dias, devem ser definidas as prisões do deputado federal Pedro Henry (PP-MT) e do ex-deputado Roberto Jefferson, delator do escândalo. (Págs. 1 e Política A4 e A6) Dirceu desiste de ser gerente de hotel Condenado a cumprir pena em regime semiaberto, José Dirceu desistiu da proposta de emprego no Hotel Saint Peter, em Brasília. Com carteira de trabalho assinada, ele receberia R$ 20 mil mensais e passaria o dia fora do presídio da Papuda. Em nota, advogados atribuíram a decisão a “linchamento midiático instalado contra o ex-ministro e a empresa que lhe ofereceu trabalho”. Dirceu pediu à Justiça autorização para atualizar seu blog na cadeia. (Págs. 1 e A6)

Dilma cobra explicações sobre crise no Tesouro

A revolta do corpo técnico do Tesouro com a condução da política fiscal comandada pelo secretário Arno Augustin foi tratada ontem pela presidente Dilma Rousseff e o ministro da Fazenda, Guido Mantega. As resistências na equipe do Tesouro desencadearam uma operação para abafar a repercussão negativa do vazamento da crise interna. Dilma mostrou incômodo com o fato de ter sido informada sobre a revolta no Tesouro por meio do Broadcast, o serviço de notícias em tempo real da Agência Estado. (Págs. 1 e Economia B1) Aumento de juros perto do fim Para analistas, o BC indicou na ata do Copom que o ciclo de aumento da taxa básica de juros está perto do fim. Eles esperam só mais dois aumentos. (Págs. 1 e B6)

Morre o símbolo do combate ao ódio

Nelson Mandela 1918 -2013 Nelson Mandela morreu ontem, aos 95 anos, na África do Sul. Maior símbolo da luta antiapartheid, ele passou 27 anos preso, ganhou o Nobel da Paz e foi o 1º presidente negro de seu país. (Págs. 1 e Caderno Especial)

Um terço da população já foi vítima de crime no País

Pesquisa nacional sobre violência revela que um em cada três brasileiros já sofreu agressão, discriminação, ofensa sexual, roubo, furto, sequestro ou se envolveu em acidente. Nos últimos 12 meses, uma em cada cinco pessoas foi vítima de ação criminosa. Apesar dos números, apenas 19,9% das vítimas foram à polícia. A baixa confiança é uma das causas apontadas. (Págs. 1 e Metrópole A16)

Máfia do ISS obteve propinas em 410 obras

Uma contabilidade paralela da máfia do ISS apreendida pelo Ministério Público Estadual aponta que em apenas 16 meses os 4 auditores fiscais acusados de integrar o esquema arrecadaram R$ 29 milhões em propinas pagas por 410 empreendimentos concluídos entre junho de 2010 e outubro de 2011 na capital paulista. (Págs. 1 e Metrópole A20)

Fóruns Estadão Regiões: Região Norte

Com o equivalente a 60% do território nacional, a Amazônia atrai grandes projetos. Mas questões ambientais, indígenas e sociais precisam ser resolvidas. (Págs. 1 e Caderno Especial)

Fernando Gabeira

De trás não vem ninguém O ano que entra, com Copa e eleições, é um desses anos em que o “nunca fomos tão felizes” do discurso oficial é posto contra a parede. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Washington Novaes

Exemplos admiráveis O que deve sugerir o Conselho Participativo Municipal, que analisará áreas como planejamento e fiscalização e gastos com moradia e saúde? (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Milton Hatoum

O país das torres medonhas Sentimos horror à memória urbana. Casas e edifícios históricos estão sendo destruídos; somos impotentes diante da avidez de construtoras. (Págs. 1 e Caderno 2, C12)

Notas & Informações

O truque falhou O governo desistiu de mais um malabarismo financeiro para facilitar o fechamento de suas contas. (Págs. 1 e A3)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: O último herói da liberdade

Nelson Mandela 1918 – 2013 “Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor da pele, pela origem ou pela religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender, e se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar” (Pág. 1)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Universitário é libertado após 6 dias de sequestro

Polícia estoura cativeiro do estudante de engenharia, capturado na saída da faculdade Pedro Lucas Martins Ramalho, de 23 anos, foi encontrado num apartamento no Bairro Caiçara, na Região Noroeste de BH. Ele estava amarrado, vendado e sob efeito de sedativos. Quatro sequestradores foram presos. Pedro é filho de um empresário do ramo de material de construção de Francisco Badaró, no Norte de Minas, onde Igor Miranda da Costa, mentor do sequestro, o conheceu e começou a planejar o crime. Depois de capturá-lo, no estacionamento da Faculdade Newton Paiva, no Buritis, o bando passou a exigir R$ 300 mil da família. O rastreamento dos telefonemas levou a polícia ao local das ligações, perto do qual um vigia anotou a placa de um carro que considerou suspeito. Combinado o pagamento do resgate, policiais armaram barreira, cercaram o carro e prenderam dois acusados, que entregaram o cativeiro. (Págs. 1 e 17) Um em cada quatro moradores de BH (24,2%) foi vítima de algum crime nos últimos 12 meses (Págs. 1 e 18)

1918 – 2013: Obrigado, Mandela

Símbolo mundial da luta pela paz e a igualdade racial, Nelson Mandela morreu aos 95 anos de infecção pulmonar. Madiba, como carinhosamente era chamado pelos sul-africanos, foi o maior herói da luta dos negros contra o regime racista do apartheid (1948–1994), que ajudou a derrubar ao deixar a prisão onde ficou por 27 anos. O exemplo de sacrifício no combate à política de segregação em seu país deu a Mandela o Prêmio Nobel da Paz em 1993. No ano seguinte, se tornou o primeiro presidente negro da África do Sul, na estreia de eleições multirraciais no país. Líderes políticos, pensadores e artistas de todo o mundo lamentaram a morte. (Págs. 1 e Caderno Especial)

Mensalão: STF manda mais quatro para a cadeia

O presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, determinou a prisão do deputado federal Valdemar Costa Neto (PR-SP), que renunciou ao mandato, dos ex-deputados Pedro Corrêa e Bispo Rodrigues e do executivo Vinícius Samarane. Todos se entregaram. José Dirceu desistiu do emprego de gerente com salário de R$ 20 mil no Hotel Saint Peter, que virou alvo de uma série de denúncias. (Págs. 1, 2 e 3)

Vaticano: Papa monta força-tarefa antipedofilia

Comitê especial criado pelo papa Francisco terá como objetivo aprimorar medidas de proteção contra o abuso sexual infantil por integrantes da Igreja. Grupo também oferecerá ajuda às vítimas. (Págs. 1 e 15)

Racismo: Escola critica cabelo black power e barra matrícula

Colégio de Guarulhos (SP) é investigado por desaprovar penteado de criança. (Págs. 1 e 10)

Minas: Cidades perderam R$ 862 mi com desonerações fiscais (Págs. 1 e 4)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Depredação na reitoria

Após estudantes que ocupavam o prédio da UFPE deixarem o local, na madrugada de ontem, perícia da PF mostrou rastro de destruição. Militantes já foram identificados, serão intimados a depor e responsáveis podem ser indiciados. (Págs. 1 e Cidades 6)

A paz perde Mandela

Morreu, na África do Sul, aos 95 anos, Nelson Mandela. Apesar de 27 anos na cadeia, ele se tornou um dos maiores homens do século 20. Com firmeza e diálogo, derrotou o Apartheid e foi o primeiro chefe de Estado negro do país. (Págs. 1 e 11 a 13)

Pedro Corrêa e mais três na cadeia

Ao saber da decretação da prisão, pernambucano se apresentou à PF. Também fizeram o mesmo os mensaleiros Valdemar Costa Neto, Bispo Rodrigues e Vinícius Samarane. Dirceu desistiu do emprego no hotel. (Págs. 1, 3 e 4)

Brasil pede volta imediata de pernambucana

Embaixador se reúne hoje com ministra da Noruega para trazer mãe e filha. (Págs. 1 e 14)

Comprar carro vai ficar mais caro em 2014

Volta do IPI e introdução de itens de segurança obrigatórios vão ter impacto. (Págs. 1 e Economia 1)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Nelson Mandela (1918 – 2013)

“A morte é inevitável. Quando um homem fez o que considera seu dever para com seu povo e seu país, pode descansar em paz.” (Págs. 1, 6 a 12 e 20)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Programa social da Índia trava acordo de livre comércio

O país asiático, que inicia em 2014 um programa de distribuição de alimentos a baixo custo para mais de 800 milhões de pessoas, não quer limitar os subsídios agrícolas a 10% de sua produção nacional, como determina a OMC. A decisão impede o fechamento de acordo agrícola, sem o qual não será possível avançar no chamado pacote de Bali, com outras medidas que facilitam o comércio internacional. A Índia encontrou aliados para sua causa, entre os quais Argentina e Venezuela. (Págs. 1 e 4)

Pão de Açúcar em formato mini

Presidente do Grupo Casino, Jean-Charles Naouri, diz que a aposta será em lojas de bairros, a começar por São Paulo. (Págs. 1, 12 e 13)

Crise 2007: Fraudes não têm punição como crime

A agência que apurou as negociações com hipotecas nos EUA encaminhou os resultados sem pedir investigação criminal. William Black, especialista em crime de colarinho branco, alerta que, assim, haverá apenas multas. (Págs. 1, 18 e 19)

Nelson Mandela: Símbolo da liberdade morre aos 95

O líder da luta contra o apartheid na África do Sul e Prêmio Nobel da Paz tornou-se lenda em todo o mundo. Depois de 27 anos na prisão, foi o primeiro presidente negro de seu país em 1994. (Págs. 1, 28 e 29)

Inflação: Banco Central está mais pessimista que mercado com preços controlados (Págs. 1 e 8)

Trabalho: Decisão do TST contra embaixada espanhola no país abre precedente (Págs. 1 e 10)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.