Conjuntura: Dilma vive dia de más notícias

O Banco Central aumentou a previsão da inflação e reduziu a estimativa para o PIB em 2014. Já o Tesouro divulgou o superávit primário do primeiro bimestre 49,8% abaixo do registrado em igual período de 2013. Para completar, pesquisa mostrou a queda da aprovação do governo.

Garis do Recife entram em greve

Terceirizados da empresa Vital Engenharia pedem aumento do piso para R$ 800, reajuste no tíquete-refeição e protetor solar.

(Roupa ousada é oferta para o assédio)

Violência: Culpa é da roupa ousada, diz pesquisa. Para 65% dos entrevistados, mulheres que mostram o corpo“merecem ser atacadas”, o que espantou pesquisadores.

Correio Braziliense

Manchete: Avança plano que ameaça o tombamento de Brasília

Representantes da sociedade civil conseguiram reformular pontos para a redução de danos do PPCub, o polêmico plano que, em vez de preservar, põe em risco áreas tombadas da cidade. Uma pequena conquista, por exemplo, foi a aplicação do gabarito das 900 Norte para a 901. Agora, no lugar de construções de até 45 metros, os prédios da quadra poderão ter no máximo 12,5m. Mesmo assim, o perigo persiste. O projeto aprovado ontem pelo Conselho de Planejamento Urbano e Territorial (Conplan), após 10 horas de discussões, libera as garagens subterrâneas no canteiro central da Esplanada dos Ministérios e abre brechas para outras intervenções que podem afetar a preservação de Brasília. O texto segue agora para discussão na Câmara Legislativa. (Págs. 1, 37 e 38)

Governo tenta controle sobre CPI da Petrobras

Sem conseguir barrar a abertura da comissão no Senado, o Planalto já trabalha na escolha de aliados para que assumam o comando das investigações e tirem os holofotes de Aécio, que tem se posicionado como líder da CPI. (Págs. 1, 2, 3 e Coluna Brasília-DF, 5)

Bolsa sobe 3,5% após queda na aprovação a Dilma

Investidores reagiram com euforia a pesquisa desfavorável à presidente: BM&FBovespa teve a maior alta diária dos últimos sete meses. (Págs. 1 e 13)

STF manda processo contra Azeredo à 1ª instância

Ex-governador mineiro foi acusado de desvio e lavagem de dinheiro e renunciou a mandato de deputado para não ser julgado pelo Supremo. (Págs. 1 e 4)

“O golpe poderia ter sido evitado”

Marco Antonio Tavares Coelho, deputado do PCB cassado em 1964, afirma em entrevista a Luiz Carlos Azedo que a radicalização de grupos de esquerda em torno da sucessão de João Goulart precipitou a ação dos militares. (Págs. 1 e 6)

Violentadas e discriminadas

Pesquisa aponta que brasileiros ainda levantam dúvidas sobre o comportamento das vítimas de violência sexual. (Págs. 1 e 7)

Burocracia estressa até o tai chi chuan

Há décadas praticando a arte marcial chinesa na 104/105 Norte, instrutores e alunos conseguiram recursos do Ministério da Saúde para a construção de uma área coberta. O projeto, no entanto, está parado no GDF, e o dinheiro prometido pode ser devolvido aos cofres públicos. (Págs. 1 e 46)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Emprego garantido, mas sem estabilidade

Governo de MG contratará temporariamente como designados os servidores efetivados sem concurso por lei estadual em 2007, que o Supremo invalidou

Foi a solução encontrada para não demitir milhares de funcionários, quase todos da Secretaria de Educação. Na prática, eles voltarão à mesma condição de antes da aprovação da lei considerada inconstitucional, exceto os aposentados ou aptos a se aposentar e aqueles já aprovados em concurso, que foram preservados pela decisão do STF. Os demais serão contratados, enquanto o governo estadual prepara concurso para o preenchimento das vagas que ocupam. Assim, para permanecer, eles terão de ser aprovados na seleção. A presidente da Associação dos Professores Públicos de Minas Gerais (APPMG), Joana Darc Gontijo, aprovou a solução. “Os mais velhos foram todos salvos. Os mais novos têm mais condição de fazer concurso”, disse. (Págs. 1, 3 e 4)

Dilma cai em pesquisa e bolsa sobe

Percentual de eleitores que consideram o governo da presidente Dilma Rousseff “ótimo” ou “bom”diminuiu de 43% em novembro para 36% este mês, segundo pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI)/Ibope. Queda animou o mercado financeiro e fez a Bovespa ter a maior alta do ano (3,5%), puxada pela valorização das ações da Petrobras. (Págs. 1, 10 e 20)

Azeredo: STF envia à 1ª instância ação contra o ex-governador

Por ter renunciado ao mandato de deputado e perdido o foro privilegiado, processo sobre desvio de dinheiro na campanha ao governo, em 1998, vem para a comarca de BH. (Págs. 1 e 2)

Petrobras: Tática do governo será controlar CPI

A oposição apresentou o requerimento para a instalação da CPI da Petrobras no Senado. Ciente de que será difícil convencer senadores a retirar assinaturas do pedido, o Planalto pedirá a líderes aliados que indiquem a dedo os integrantes dos partidos na comissão. (Págs. 1 e 5)

Hotéis da Copa tentam ganhar prazo para obra

Vereadores de BH devem votar hoje a prorrogação da data de entrega dos prédios em construção para o Mundial. Dos 36 em andamento, só 19 devem estar prontos em junho. (Págs. 1 e 16)

Fotolegenda: Margem de esperança

Mapa da saúde das bacias hidrográficas mineiras revela que a qualidade das águas melhorou em três anos. Índice de locais em “boa” condição saltou de 18% (2011) para 32% (2013). Porém, cursos d’água como o Rio Sabará, que lança esgoto in natura no Rio das Velhas, na Grande BH, mostram que ainda há muito a ser feito. (Págs. 1, 25 e 26)

Pesquisa: Para brasileiros, mulheres são culpadas por estupros (Págs. 1 e 11)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: União promete relançar licitação do Arco em abril

Após reunião do Dnit, Ministério do Planejamento e governo de Pernambuco, em Brasília, foi anunciada a retomada do projeto do Arco Metropolitano, que visa desafogar o trânsito da BR-101 urbana. Rodovia ligará Goiana a Suape. (Págs. 1 e Economia 4)

Aprovação da gestão Dilma cai, diz Ibope

Avaliação do governo como ótimo ou bom recuou de 43% para 36%, segundo consulta em parceria com a CNI. Pesquisa foi feita antes da crise da Petrobras. (Págs. 1 e 6)

Energia e Petrobras são alvo de Eduardo e Marina em guia de TV

Crise elétrica do Brasil e turbulência envolvendo a estatal viraram principais motes de crítica durante os dez minutos do programa, ontem. (Págs. 1 e 3)

Celpe despenca de 4º para 24º no ranking elaborado pela Aneel (Págs. 1 e Economia 5)

Garis do Recife entram em greve

Terceirizados da empresa Vital Engenharia pedem aumento do piso para R$ 800, reajuste no tíquete-refeição e protetor solar. (Págs. 1 e Capa dois)

No Brasil, saia curta justifica abusos para 65%

Em pesquisa realizada pelo Ipea, maioria concorda que “mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas”. (Págs. 1 e 8)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Popularidade de Dilma cai e bolsa tem maior alta no ano

Queda de sete pontos na aprovação do governo estimula especulação de investidores em ações de empresas estatais.

Oposição faz pedido formal ao Senado para abertura de CPI sobre Petrobras. (Págs. 1, 8, 12 – Rosane de Oliveira, 14 – Editorial, 18 e 24)

Caso Kiss: Bombeiros voltam a ser investigados

Polícia reabre inquérito após depoimento sobre a Hidramix, empresa que fez serviços de prevenção a incêndio em boate. (Págs. 1 e 49)

Violência: Culpa é da roupa ousada, diz pesquisa

Para 65% dos entrevistados, mulheres que mostram o corpo“merecem ser atacadas”, o que espantou pesquisadores. (Págs. 1 e 36)

O torturador passou por aqui

Paulo Malhães, coronel que confessou à Comissão da Verdade ter torturado e matado, esteve em Porto Alegre em 1970 para ensinar a agentes do DOPs como eliminar opositores do regime militar. (Págs. 1, 4 e 5)

Copa 2014: O que o Inter contratou com a Fifa

Em documento obtido por ZH, clube se compromete com estruturas temporárias, energia e até limpeza do Beira-Rio. (Págs. 1, 58 e 59)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Atrasos ameaçam ‘Luz para todos’

Há quatro meses sem receber verbas do Tesouro, a distribuidora paraense Celpa anunciou a suspensão de obras do programa federal que beneficiariam cerca de 100 mil pessoas no Pará. No Amazonas, fornecedores ameaçam interromper as atividades por falta de pagamento. Os recursos são repassados por meio da Conta de Desenvolvimento Energético, que tem sido usada pelo governo para socorrer as empresas de energia. (Págs. 1 e 3)

Conjuntura: Dilma vive dia de más notícias

O Banco Central aumentou a previsão da inflação e reduziu a estimativa para o PIB em 2014. Já o Tesouro divulgou o superávit primário do primeiro bimestre 49,8% abaixo do registrado em igual período de 2013. Para completar, pesquisa mostrou a queda da aprovação do governo. (Págs. 1, 4, 5 e 8)

Telecomunicações: Anatel aprova fusão da Oi com a PT

A agência reguladora deu aval para a criação da CorpCo, empresa resultante da junção das operadoras Oi e Portugal Telecom. Em assembleias no Rio e em Lisboa, os acionistas das duas empresas também deram o sinal verde. A CVM suspendeu o aumento de capital da Oi por 30 dias. (Págs. 1, 20 e 21)

Bancos: Otimismo do PNB Paribas

O franco-carioca Louis Bazire, presidente do banco BNP Paribas para o Brasil e América Latina, vê o movimento de volta dos investidores estrangeiros que saíram do país nos últimos anos. (Págs. 1, 26 e 27)

MMX: Reestruturação sem efeito

O encolhimento da empresa feito no ano passado não evitou que a empresa tivesse em 2013 prejuízo líquido superior a R$ 2 bilhões. A mineradora está agora adequando seu plano de negócios. (Págs. 1 e 19)

PT ameaça com guerra de CPIs contra investigação da Petrobras (Págs. 1 e 9)

Julio Gomes de Almeida: Rebaixamento ajudará a amplificar os constrangimentos fiscais do governo este ano (Págs. 1 e 6)

Crimeia: Rússia vai criar sistema de pagamento próprio para driblar as sanções (Págs. 1 e 29)

 

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.