O Globo

Manchete : Doleiro diz que papéis ligam grupo de Temer a propina
Listas de Funaro apontariam rota de dinheiro pago por Odebrecht ao PMDB
Assessoria do presidente afirma que doações ao partido foram legais e declaradas à Justiça Eleitoral. Documentos serão usados para fundamentar inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal
Robson Bonin
O doleiro Lúcio Funaro entregou aos investigadores da Lava-Jato planilhas que mostrariam a rota, no PMDB, de parte da “contribuição” de R$ 10 milhões que o presidente Michel Temer teria pedido a Marcelo Odebrecht em jantar no Palácio do Jaburu, segundo delação do ex-presidente da empreiteira. Os registros do doleiro datam de um mês após o jantar. Os papéis serão usados para fundamentar inquérito no STF contra Temer e os ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha.
A assessoria de Temer afirma que “todas as doações ao PMDB foram legais e declaradas à Justiça Eleitoral’; A Justiça federal de Brasília aceitou denúncia contra nove acusados de agir no “quadrilhão do PMDB” entre eles o advogado José Yunes e o coronel João Baptista Lima, amigos de Temer. (Página 3)

Eduardo Azeredo, pivô do mensalão tucano, pode ser preso até o fim do mês (Página 4)

PT transfere sua base de operações temporariamente para Curitiba (Página 6)

Nova ‘atração’ em Copa
Em tempos de intervenção federal na Segurança do Rio, as tropas que estão fazendo o patrulhamento de áreas da cidade tornaram-se uma nova “atração” para turistas chilenos em Copacabana. Antes restrita à orla e a bairros como Tijuca e Méier, a atuação das Forças Armadas também vai se estender às vias expressas.(Capa)

Oito em dez latinos acham o governo de seu país corrupto
Pesquisa revela que aumentou o des- 2016, 80% dos entrevistados achavam crédito dos latino-americanos em re- que o governo de seu país era corrupto, lação às instituições públicas. Em 15% a mais que há oito anos. (Página 24)

Cenário político faz dólar subir à maior cotação desde 2016
A indefinição do quadro eleitoral elevou o dólar para R$ 3,421, a maior cotação desde dezembro de 2016. O Ibovespa recuou 1,78%. A agência Moody’s alterou a perspectiva do país de negativa para neutra. (Página 21)

KIMJONG-UN teve dois passaportes
O ditador Kim Jong-un, da Coreia do Norte, teve dois passaportes brasileiros, um deles emitido no Brasil. (Página 24)

DH apura execução de assessor de vereador
A equipe da Divisão de Homicídios (DH) e a do Ministério Público que investigam a morte de Marielle Franco apuram também o assassinato do líder comunitário Carlos Alexandre Maria, no domingo. Ele era ligado ao vereador Marcello Siciliano, ouvido no inquérito da vereadora. (Página 10)

Governo decide vender Infraero
O governo estima arrecadar até R$ 15 bilhões com privatização da estatal que administra 54 terminais. A ideia é vender de 51% a 80% da empresa, incluindo os aeroportos Santos Dumont e Congonhas. (Página 19)

Marfrig compra National Beef
A Marfrig adquiriu o controle da National Beef com a compra de 51% das ações do frigorífico dos EUA. O negócio, que depende da aprovação dos órgãos antitruste, faz da empresa a segunda maior produtora de carne do mundo, atrás da JBS. (Página 20)

Papa dá ênfase à justiça social
Em um documento de 100 páginas, o Papa Francisco exortou os opositores do aborto a exibirem a mesma devoção pela causa dos oprimidos. Ele criticou os cristãos que veem a luta pela justiça social como secundária. (Página 26)

‘Foi erro meu’, diz Zuckerberg
Em depoimento escrito ao Congresso dos EUA, o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, diz que falhou na proteção das informações de usuários. “Foi erro meu” afirma. A rede social começou a notificar quem teve dados usados irregularmente. (Página 22)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete : PEN quer retirar liminar que pode beneficiar Lula
Partido deve destituir advogado e diz ter se arrependido de ação porque é ‘de direita’; STF analisa caso amanhã
Autor de uma das ações que tentam impedir a possibilidade de cumprimento de pena após condenação em segunda instância, o PEN/Patriotas decidiu retirar o pedido de liminar protocolado na semana passada e que pode ser levado amanhã ao plenário do STF pelo ministro Marco Aurélio Mello. O partido quer evitar que a medida venha a beneficiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela Lava Jato. “Somos de direita e não temos nada a ver com Lula”, disse o presidente do partido, Adilson Barroso.
Ele pretende destituir o advogado Antonio Castro, o Kakay, que defende implicados na Lava Jato e entrou com a ação direta de constitucionalidade e com o pedido de liminar contra a prisão em segunda instância em nome do partido. Por força de lei, no entanto, diferentemente da liminar, a ação não pode ser retirada pela sigla. Ontem, a Procuradoria-Geral da República apresentou parecer contrário à liminar do PEN. (Política / Pág. A4)

Cenário afeta dólar e Bolsa
Com a incerteza no ambiente político-eleitoral, o dólar fechou o dia perto de R$ 3,42, maior cotação desde dezembro de 2016. A Bolsa caiu 1,78%. (Economia / Pág. B6)

Amigos de Temer viram réus na Justiça
José Yunes, o coronel João Baptista Lima Filho, Eduardo Cunha, Henrique Eduardo Alves e Geddel Vieira Lima, entre outros ligados a Temer, responderão por organização criminosa. (Pág. A9)

Caixa vai baixar juros imobiliários, diz presidente
O novo presidente da Caixa, Nelson Antônio de Souza, afirmou ontem que o banco vai reduzir os juros do crédito imobiliário ainda neste mês. Ele falou durante o Summit Imobiliário 2018. Souza, porém, não promete a taxa mais baixa do mercado, como no passado. “Não podemos botar banca se não tivermos condição”, disse. (Economia / Pág. B1)

Marfrig compra 51% de empresa americana e ação sobe 19%
O frigorífico Marfrig anunciou acordo para a compra de 51% das ações da americana National Beef por US$ 969 milhões (cerca de R$ 3,3 bilhões). O objetivo do movimento é aumentar em 35% os abates de bovinos, para 35 mil cabeças por dia. O mercado financeiro reagiu com entusiasmo ao negócio. Os papéis da companhia na B3, nova denominação da Bolsa paulista, subiram 18,8%, para R$ 7,39. (Economia / Pág. B9)

STJ suspende anulação de júri do Carandiru
Setenta e quatro policiais militares foram condenados em cinco júris, entre 2013 e 2014, por participação no massacre que deixou 111 presos mortos, em 1992. O resultado foi anulado em 2016. Agora, a anulação foi suspensa pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Com isso, o Tribunal de Justiça terá de rever sua decisão. (Metrópole / Pág. A15)

Covas muda oito secretários municipais (Metrópole / Pág. A12)

Caso Marielle: auxiliar de vereador é morto (Metrópole / Pág. A14)

Ex-vereador do PT é indiciado por agressão (Política / PÁG.A8)

EUA dizem ter prova de uso de arma química
Donald Trump disse ontem que “não há muita dúvida” de que houve um ataque com armas químicas contra civis na Síria e prometeu uma resposta em até 48 horas. Ele não descartou uma ofensiva militar e afirmou que será “muito duro” se ficar comprovada participação da Rússia. Moscou classificou a fala de “provocação”. (Internacional / Pág. A10)

Eliane Cantanhêde
A principal pergunta agora é o que acontecerá no STF, com a rediscus-são da prisão após condenação em segunda instância. (Política / Pág. A6)

Ana Carla Abrão
Estamos vivendo tempos difíceis, o Brasil se dividiu, as feridas estão abertas. Mas também é tempo de depuração. (Economia / Pág. B4)

Notas & Informações
Mais uma tentativa de manobra
Vozes aventam a possibilidade de o STF reverter a orientação sobre a prisão após condenação em 2.a instância. A ideia achincalha o órgão máximo do Judiciário. (Pág. A3)

O tresvario de Lula
Em discurso, ele demonstrou todo o seu profundo desapreço pela democracia e pelas instituições que a sustentam. (Pág. A3)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete : Dólar sobe e Bolsa cai no primeiro dia útil com Lula preso
Dúvidas no cenário eleitoral afetam mercado; ação da Eletrobras despenca 9,56% após troca em ministério
0 primeiro dia útil no mercado financeiro após a prisão do ex-presidente Lula (PT) foi de instabilidade.

Contrariando previsão da maioria dos analistas, que esperava acomodação ou melhora nos indicadores, o dólar subiu e a Bolsa caiu.
A moeda americana fechou em R$ 3,42, maior valor desde dezembro de 2016. A Bolsa recuou 1,8%.
A percepção é a de que o movimento tenha relação com as eleições. “A saída de Lula pode fortalecer os extremos”, diz Zeina Latif, da XP.
A agência de classificação de risco Moody’s, porém, melhorou de negativa para estável a perspectiva da nota de crédito do país — na expectativa de equilíbrio fiscal. 0 mercado também reagiu mal à nomeação de Moreira Franco para chefiar o Ministério de Minas e Energia, cuja área técnica sofreu uma debandada desde o anúncio. 0 governo tomou a decisão para manter o foro especial do emedebista.

As ações ordinárias (com direito a voto) da Eletrobras caíram 9,56%. (Mercado A15)

Marfrig se torna a 2a. maior empresa de carne no mundo, atrás apenas da JBS (Mercado A19)

PT se muda para Curitiba e fala em prisão política
Após oito horas de reunião, o comando do PT disse que Lula ê um preso político e que a candidatura dele à Presidência será mantida.Sem certeza sobre a libertação rápida do ex-presidente, petistas traçaram plano de longo prazo para acompa-nhá-lo na PF em Curitiba, para onde será transferida a chefia do partido. (Poder A4)

Monica Bergamo
Amigos se preocupam com possível depressão de Lula na cadeia. (Ilustrada C2)

Discurso de pureza de petistas justifica ações nada puras
JOEL PINHEIRO DA FONSECA
0 discurso de intenções puras justifica atos nada puros. Os que se dizem vítimas são os que vandalizaram o prédio da ministra Cármen Lúcia, que atacaram jornalistas e protagonizaram tentativa de homicídio contra o empresário Carlos Alberto Bettoni. (Poder A9)

Amigos de Temer se tornam réus no ‘quadrilhão do MDB’
0 juiz federal Marcos Vinícius Reis Bastos aceitou denúncia de organização criminosa contra o advogado Josê Yunes e o coronel João Baptista de Lima Filho, amigos do presidente Michel Temer.
Eles, que não se pronunciaram, passam a ser réus em ação penal sobre o “quadrilhão do MDB”. (Poder A8)

Novo prefeito de SP troca comando de cinco secretarias (Cotidiano B3)

Trump promete ação rápida após ataque na Síria
O presidente dos EUA, Donald Trump, disse que não vai deixar atrocidades como o suposto ataque químico na Síria acontecerem e prometeu rápida resposta. No episódio, ocorrido no sábado (7) em Duma, morreram entre 49 e 60 pessoas, a depender da fonte.Em reunião, o republicano disse que nada está descartado, sobre uma possível resposta militar. (Mundo A12)

Rocinha vive sob tensão, e serviços são interrompidos
Sob tensão desde setembro, após conflitos entre facções, a favela da Rocinha mantêm serviços suspensos. Médicos não vão mais às casas de moradores, e a Justiça itinerante foi interrompida. Em seis meses, 53 pessoas foram mortas. A intervenção federal no Rio ainda não agiu na área. (Cotidiano B1)

No Congresso, Zuckerberg vai pedir desculpas por vazamento
Em depoimento ao Congresso dos EUA, o presidente do Facebook, Mark Zucker-berg, pedirá desculpas por ter falhado em proteger dados e por ter permitido a difusão de notícias falsas.
Zuckerberg participará de audiências hoje e amanhã. No segundo dia, reconhecerá que a empresa foi lenta na identificação da ação de agentes russos nas eleições americanas de 2016. (Mundo A13)

Editorial
“Camisas trocadas”, sobre migração de deputados federais entre partidos, e “Escalada perigosa”, acerca de disputa comercial entre EUA e China. (Opinião A2)

————————————————————————————

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.