Anotações Indevidas na carteira; O Tribunal Superior do Trabalho confirmou decisão de primeira instância que condenou empresa ao pagamento de indenização por ter feito anotações na Carteira de Trabalho de um empregado a respeito da apresentação de atestados médicos…- Governo debate com os sindicatos novas mudanças na MP dos Portos; Enquanto a Casa Civil assume a responsabilidade pelas alterações no projeto que moderniza os portos, os dirigentes sindicais pedem prioridade para temas como a contratação de mão de obra avulsa e a composição dos conselhos de administração…

O Globo

Manchete: Calor de 42 graus sem refresco – Falhas em série cortam água de 9 milhões no Rio

Light e Cedae brigam, e fornecimento, interrompido na sexta, deve se normalizar amanhã.
Segundo a Secretaria municipal de Educação, algumas escolas não funcionarão hoje ou dispensarão os alunos antes do previsto devido à impossibilidade de obter carro-pipa, como ocorreu ontem.
Numa época de temperaturas altas — ontem a máxima chegou aos 38,5 graus na Zona Portuária, com sensação térmica de 42 graus — nove milhões de moradores do Rio e da Baixada abastecidos pelo sistema do Guandu ficaram sem fornecimento de água desde a noite de sexta- feira. A interrupção, provocada por cortes de luz, encerrou o expediente da Assembleia Legislativa do Rio mais cedo, fechou escolas municipais, elevou ao dobro o preço dos caminhões-pipa no Recreio, mas ainda não teve as causas divulgadas. O presidente da Cedae, Wagner Victer, disse que, embora 90% da distribuição já estivessem normalizados na tarde de ontem, os problemas deveriam continuar por mais 48 horas. A Light reconheceu que houve uma interrupção de 19 minutos na linha principal do sistema Guandu. (Págs. 1 e 10)

Copa e Ipanema sem metrô – Longas filas no primeiro grande teste

A manhã do primeiro dia útil após o fechamento das estações do metrô Cantagalo, em Copacabana, e General Osório, em Ipanema — para a interligação entre as linhas 1 e 4 —, foi de filas para os usuários de ônibus do metrô de superfície. Segundo passageiros, a espera chegou a 30 minutos entre 8h e 9h. Para a MetrôRio, não passou de 15 minutos. (Págs. 1 e 11)

Pacificação da Maré começa a ganhar forma

A pacificação de favelas segue rumo ao complexo de favelas da Maré, ponto estratégico entre a Linha Vermelha e a Avenida Brasil. No próximo domingo, forças de segurança ocupam as favelas do Caju, vizinhas da Maré, que, diferentemente de ações anteriores, será tomada aos poucos. O local é dominado por quadrilhas de traficantes e milicianos. (Págs. 1 e 18)

Comissão da Verdade: Agentes da repressão identificados

A Comissão da Verdade anunciou ter identificado “várias dezenas” de agentes da repressão, entre militares, policiais e civis. Muitos já foram ouvidos, e todos serão convocados a depor. Segundo a Comissão, em 1964 foram presas cerca de 50 mil pessoas em apenas cinco estados, num esquema que incluía detenções em massa. (Págs. 1 e 3)

Impasses em Roma: Eleições deixam Itália ingovernável

Nenhum partido conseguiu respaldo suficiente nas umas para governar a Itália, que se vê diante da possibilidade de convocação de novas eleições a curto prazo. (Págs. 1 e 25)

Aliados em guerra: No Rio, PMDB fala em romper com PT

Em tom de ameaça, o PMDB cobrou do PT apoio a Luiz Fernando Pezão para o governo e disse que não haverá duplo palanque para Dilma. Petistas veem chantagem. (Págs. 1 e 5)

PSB racha com crítica de Ciro

Ex-ministro disse que presidente de seu partido, Eduardo Campos, não tem proposta para o país. (Págs. 1 e 6)

Contabilidade criativa: Jeitinho engorda lucro do BNDES (Págs. 1 e 21)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Papa afasta cardeal suspeito de assédio e adianta conclave

Acusado por seminaristas, Keith O’Brien não participará da eleição do pontífice, que será antecipada
Às vésperas de deixar o cargo, Bento XVI afastou ontem o cardeal britânico Keith O’Brien da eleição que fará seu sucessor. Ele é acusado por quatro seminaristas de assédio sexual nos anos 1980. O caso foi divulgado no fim de semana pela imprensa britânica. O Vaticano afirma que o motivo da saída é a idade do cardeal, que completa 75 anos, limite para participar do conclave, em março. O’Brien, porém, deixou claro que a decisão não foi sua. Também ontem, o papa assinou decreto autorizando os cardeais a antecipar o início do conclave. A medida reforça a intenção de acabar com o período de incerteza após a saída de Bento XVI, na quinta. Os cardeais se reunirão já na sexta e então decidirão quando começa a eleição, provavelmente dia 8 ou 10. Originalmente, deveria começar no dia 15.0 pontífice teria decidido que o dossiê sobre corrupção e abusos dentro da Igreja será repassado somente ao sucessor. (Págs. 1 e Vida A14 e A15)
Keith O’Brien Cardeal afastado do Conclave
“Não desejo que a atenção midiática se concentre em mim, mas no papa Bento XVI e em seu sucessor”

Homicídio sobe 16,7% em SP; outros crimes também têm alta

A capital paulista registrou aumento de 16,7% nos casos de homicídios dolosos em janeiro, em relação ao mesmo mês do ano passado. Também subiram latrocínio (114,3%), estupro (23,4%), roubo (10,3%), roubo de carro (10,1%), roubo a banco (42,9%), furto (13,8%) e farto de veículos (16,8%). Roubo de carga teve queda de 2,4%. Homicídio doloso de trânsito não registrou nenhum caso. No Estado, o aumento no número de homicídios foi de l6,9%. (Págs. 1 e Cidades C1)
109 pessoas foram vítimas de homicídio doloso na capital em janeiro. No Estado, foram 455.

Menor confessa uso de artefato

H.A.M., de 17 anos, deixa a Vara da Infância e da Juventude de Guarulhos, onde teria confessado a autoria do disparo do sinalizador que matou Kevin Espada, de 14, durante jogo do Corinthians em Oruro, na Bolívia. Ele aguarda decisão da Justiça. A expectativa da defesa é de que a confissão facilite a liberação de 12 torcedores presos desde o crime. (Págs. 1 e Esportes E1 e E2)

Resultado ruim de empresas derruba lucro do BNDES

Ganhos menores com investimentos em empresas levaram a BNDESPar – que administra as participações acionárias do BNDES – a registrar queda de 93,1% no lucro líquido. O ganho foi de R$ 298 milhões no ano passado, ante R$ 4,308 bilhões em 2011. O resultado foi determinante na queda de 9,55% no lucro total do BNDES, que registrou R$ 8,183 bilhões em 2012, ante R$ 9 bilhões em 2011. (Págs. 1 e Economia B1)

Capital poderá reprovar aluno já no 3º ano

A Prefeitura de SP mudará as diretrizes curriculares dos anos iniciais do ensino fundamental em suas escolas. A partir de 2014 haverá um ciclo de alfabetização para os três primeiros anos – os alunos poderão ser retidos já no 3º ano, não no 5º. (Págs. 1 e Vida A16)

Planalto corteja Cid Gomes contra Campos

A presidente Dilma Rousseff tenta neutralizar as pretensões do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), para 2014. Dilma recebe o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), dois dias após críticas de Ciro Gomes a Campos. (Págs. 1 e Nacional A4)

Dilma é ‘ingrata’ diz FHC

Aécio Neves com FHC em seminário; ex-presidente disse que, na economia, Dilma ‘cospe no prato em que comeu’. (Págs. 1 e Nacional A6)

Comissão da Verdade quer ajuda dos EUA (Págs. 1 e Nacional A7)

Comissão de Ética pede explicações a Adams (Págs. 1 e Nacional A7)

Haddad exclui museu e teatro do Cidade Limpa (Págs. 1 e Cidades C4)

Jose Paulo Kupfer

Zigue-zague
Tanto para economias maduras como para as emergentes, a transição da estagnação para novo ciclo de expansão não acontece em linha reta. (Págs. 1 e Economia B8)

Paul Krugman

A austeridade fracassou
O resultado da adoção de medidas rigorosas pelo governo de Mario Monti foi um rápido encolhimento da economia da Itália. (Págs. 1 e Internacional A11)

Notas & Informações

Crise de produtividade
Até agora, a indústria tem sido o setor mais afetado pela crise de eficiência. (Págs. 1 e A3)
————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Cai o primeiro barão dos ônibus. GDF assume frota

Intervenção nas linhas do Grupo Amaral pode ser estendida a outras empresas
No pátio das concessionárias alvo das medidas do governo, funcionários e policiais que participaram da operação encontraram ônibus velhos e sucateados. Um retrato do descaso com que a Viva Brasília, a Rápido Brasília e a Rápido Veneza tratavam a população. Juntas, elas dominavam 10% do sistema, transportando 2,44 milhões de pessoas por mês.Mas não cumpriam acordo para manter um mínimo de 300 veículos em circulação. O GDF não descarta novas intervenções. Na mira está o grupo Canhedo, que detém 35% do mercado. (Págs. 1, 19 a 21, Tereza Cruvinel, 3, e Visão do Correio, 12)

Voto digital: 1,8 milhão de eleitores do DF terão que se recadastrar (Págs. 1 e 22)

TJ julga se reajuste de marajás é legal

Conselho Especial do Tribunal de Justiça decide hoje se é ou não constitucional a lei que eleva salários do Tribunal de Contas do DF acima do teto do funcionalismo do Distrito Federal. (Págs. 1 e 23)

Vaticano: Papa demite antes da eleição

Bento XVI mudou regras para antecipar o conclave que escolherá seu sucessor. O pontífice também acertou a saída do cardeal escocês Keith O’Brien, acusado de “comportamento inapropriado”. (Págs. 1 e 14)

FHC reforça candidatura de Aécio

Ex-presidente diz ao Correio/Estado de Minas que o senador é o melhor nome do PSDB hoje para concorrer ao Planalto. (Págs. 1 e 2)

Dengue vira epidemia no Centro-Oeste

O número de casos cresceu 801% na região e três estados estão em alerta máximo. No DF, os registros triplicaram. (Págs. 1 e 7)

Confissão de adolescente é a esperança de corintianos (Págs. 1 e Super Esportes, 2 e 3)

Soja garante educação de qualidade em Mato Grosso (Págs. 1 e 11)

————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: Leilões contestados devem paralisar ferrovias da Valec

A paralisia total ameaça a Valec, estatal federal responsável pela construção de dois grandes projetos ferroviários no país. Já com um desempenho sofrível na execução das obras, a Valec se vê diante de uma situação dramática: não há mais trilhos. Não existe, neste momento, uma barra de aço sequer disponível em estoque para fixar sobre os dormentes. As duas licitações que a Valec acaba de fazer para comprar milhares de toneladas de trilhos foram suspensas, sem previsão de retomada.
A estatal está à frente da construção de um trecho de 600 km da Ferrovia Norte-Sul, que ligará as cidades de Ouro Verde (GO) e Estrela D’Oeste (SP). Tem também a missão de construir 1.000 km da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), entre os municípios de Ilhéus, no litoral baiano, e Barreiras, no sertão do Estado. (Págs. 1 e A4)

Mercado prevê Vale com perda no trimestre

A Vale deve ter fechado o balanço do quatro trimestre de 2012 com prejuízo, provocado principalmente por baixas contábeis superiores a US$ 4 bilhões referentes aos negócios com níquel e alumínio. Essa é a expectativa de analistas de seis bancos consultados pelo Valor. A última vez que a empresa teve prejuízo em um trimestre foi em 2002, quando os resultados não eram consolidados.
O ano passado como um todo foi ruim para a Vale. Os especialistas esperam queda significativa no lucro em relação a 2011. Os resultados de seus principais competidores internacionais também pioraram. A Anglo American, por exemplo, teve o primeiro prejuízo em dez anos. (Págs. 1 e B1)

Emenda muda regras para a cabotagem

Empresários ligados à navegação de cabotagem (entre portos de um mesmo país, no caso, na costa brasileira) estão se articulando para derrubar proposta de emenda à Medida Provisória 595 que estabelece novas regras para exploração desse serviço. As empresas de cabotagem foram pegas de surpresa por emenda, apresentada pelo deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), que propõe o fim da reserva de mercado para navios de bandeira brasileira na cabotagem. A proposta, uma das 645 emendas à MP, foi considerada um “contrabando” por fontes do setor, uma vez que o tema da medida é o novo marco regulatório para investimentos nos portos. (Págs. 1 e A9)

Itália vota contra a austeridade

Os italianos deram um claro voto contra a austeridade, abrindo um período de incertezas políticas e instabilidade econômica. As eleições resultaram em um Parlamento dividido e, como será muito difícil a qualquer bloco formar um governo estável, o país deve voltar às urnas em breve.
O bloco centrista do governo do tecnocrata Mario Monti obteve só 10% dos votos. Nove em cada dez italianos rejeitaram a receita de aumento de impostos e corte de gastos executada por Monti. (Págs. 1 e A17)

Quanto custa viajar ‘de graça’ com milhagem

Muita gente costuma dizer que viajou de avião de graça, com milhagem. Será que esses voos são mesmo gratuitos? O passeio fica sem custo para o passageiro, de verdade, só quando os pontos são obtidos com viagens — e quando são custeadas pelo empregador ou por um terceiro qualquer. Custeando do próprio bolso as passagens que geraram as milhas, acumulando pontos no cartão de crédito ou em postos de combustíveis, os clientes pagam— direta ou indiretamente —para ter direito aos pontos.
Os números da Multiplus, empresa controlada pela TAM, dão uma ideia de quanto vale um ponto. Em média, a companhia aérea, bancos emissores de cartões e redes de postos pagaram R$ 215 por 10 mil pontos da Multiplus em 2012 (até setembro), ante R$ 200 em 2012. Com 10 mil pontos é possível fazer um trecho de viagem nacional pela TAM e Gol. Se você pagar bem mais do que R$ 215 para obter os 10 mil pontos e, assim, a passagem, estará caro. Se a passagem estiver custando acima desse valor, vale a pena usar as milhas. (Págs. 1 e Dl)

Nova crise da dívida ameaça a Argentina

A corte de apelações de Nova York poderá provocar uma convulsão no mercado financeiro argentino na quarta-feira. O tribunal vai julgar o processo contra a Argentina movido por 14 fundos que compraram no mercado secundário títulos da dívida do país não incluídos nas reestruturações de débitos de 2005 e 2010.
Se a corte americana confirmar a sentença de primeira instância, a Argentina terá de pagar imediatamente os títulos, pelo valor nominal, e a conta poderá ser altíssima. A decisão do dia 27 envolve US$ 1,3 bilhão, mas outros US$ 10 bilhões em títulos não entraram nas reestruturações, segundo cálculos do próprio governo argentino. Há contestação desses valores na Justiça e circulam no mercado estimativas de que a Argentina poderia ser obrigada a pagar até US$ 17 bilhões pelos papéis que não entraram nas renegociações. (Págs. 1 e A17)

Descompressão nos preços

Dois índices que acompanham semanalmente a evolução dos preços— IPC/Fipe e IPC-S/FGV —mostram desaceleração significativa na passagem da segunda para a terceira semana de fevereiro. (Págs. 1 e A5)

Reajuste do aço

A Usiminas comunicou às distribuidoras de aço reajustes de 6,1% a 12,7% nos preços dos produtos laminados e zincados. As chapas grossas ficaram fora dos aumentos, que devem ser seguidos por CSN e Aicelor. (Págs. 1 e Bll)

Índia faz subir o minério de ferro

Restrições à produção de minério de ferro na índia poderão transformar o país de terceiro maior exportador em importador da matéria-prima. O aumento das alíquotas de exportação também fizeram disparar os preços no mercado internacional. (Págs. 1 e B12)

Apoio à inovação sucroalcooleira

O BNDES e a Finep esperam aprovar, até o fim do semestre, R$ 2 bilhões para projetos do Plano de Apoio à Inovação Tecnológica Industrial no Setor Sucroenergético e Sucroquímico, nas áreas de etanol celulósico, bioquímicos e gaseificação. (Págs. 1 e B16)

Investimento ambiental

Mais conhecida pela atuação junto ao meio acadêmico, a gestora Inseed acaba de fechar a captação de um fundo de “venture capital” para investir em inovações na área de meio ambiente. (Págs. 1 e C16)

Anotações Indevidas na carteira

O Tribunal Superior do Trabalho confirmou decisão de primeira instância que condenou empresa ao pagamento de indenização por ter feito anotações na Carteira de Trabalho de um empregado a respeito da apresentação de atestados médicos. (Págs. 1 e E1)

Ideias

Delfim Netto
O que o ministro Mantega sugere é organizar a guerra cambial para repartir mais equanimemente os seus custos. (Págs. 1 e A2)
Raymundo Costa
Um recuo, a partir de agora, é cada vez mais difícil e poderia até comprometer uma nova tentativa do PSDB com Aécio em 2018. (Págs. 1 e A10)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Sul de Minas – Traficantes de órgãos torturavam vítimas

Máfia de médicos deixava pacientes até sem comida para morrerem e virarem “doadores”
Estado de Minas detalha o esquema denunciado por pelo menos oito mortes em Poços de Caldas. O comércio de tecidos humanos levou à condenação de quatro médicos por um dos óbitos. Segundo a investigação, pacientes que poderiam se recuperar eram deixados definhando em enfermarias, sem medicamentos e alimentação, até serem levados à UTI, para manter os órgãos funcionando.
Poderes corrompidos
Juiz afirma que Polícia Civil e MP não deram andamento às apurações, que acabaram sendo assumidas por equipes de BH, que levaram às condenações.
Lista paralela
Máfia criou instituição pirata, a MG Sul Transplantes, que mantinha relação de receptores dispostos a pagar pelos órgãos em cidades de Minas e de São Paulo. (Págs. 1, 25 e 26)
“Me tiraram o pai. Aos 14 anos, tive de ser pai para o meu irmão” Júnior de Carvalho, que confirmou os maus-tratos sofridos pelo pai, vítima da quadrilha de venda de órgãos

Eleições 2014: PSDB quer pôr a campanha na estrada

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso reforçou ontem em evento do partido em BH a escolha do senador Aécio Neves como o melhor nome da legenda para tentar tirar o PT do Palácio do Planalto. Em entrevista exclusiva ao EM, FHC afirmou que “chegou a hora de percorrer o país”. (Págs. 1, 3 e 4)

Vaticano: Bento XVI abre caminho para antecipar Conclave

Quatro dias antes de deixar o cargo, papa publica decreto que dispensa cardeais da obrigação de esperarem 15 dias para escolher novo pontífice. (Págs. 1 e 23)

Pior seca em seis anos

Volume de chuva na Grande BH durante o verão é o menor desde 2007, com precipitação 20% abaixo da média anual. Para amenizar o calor e o tempo seco, as estudantes Fernanda Pires e Júlia Garcia alternam exercícios com pausas, à sombra, para beber muita água. (Págs. 1 e 35)

Imposto de Renda: Arrecadação cresceu 101% nos últimos 10 anos (Págs. 1 e 20)

BR-381: Demora na duplicação seria por falha em edital (Págs. 1 e 33)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Dengue cai 93% no Estado

Pernambuco registrou 476 suspeitas da doença nas primeiras sete semanas do ano, contra 6.837 do mesmo preríodo de 2012, mas pelo menos 45 cidades estão com risco de maior transmissão de casos. Situação mais delicada é a de Custódia. (Págs. 1 e Cidades 5)

Protesto: Estudantes cobram estrutura prometida pelo governo para o Ginásio Pernambuco (Págs. 1 e Cidades 1)

Porto do Recife também pode perder autonomia (Págs. 1 e Economia 4)

Blogueira cubana deixa o Brasil e vai para a Europa (Págs. 1 e 7)

Fiat pressiona governo por obra viária

Montadora cobra agilidade ao Estado para o Arco Viário, rodovia que ligará à BR-101 Norte a BR-101 Sul. Obras devem começar no 2º sementre. (Págs. 1 e Economia 1)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Fim de polo de pedágio terá festa e foguetório

Dia final de cobrança na região de Carazinho, em 6 de março, contará com o ministro dos Transportes, Paulo Passos, e o governador Tarso Genro, convidado a erguer cancela. (Págs. 1 e 4 e 5)

2012 violento: Homicídios crescem 17% no Estado

Dados oficiais do governo mostram alta também em crimes como furto de veículo e tráfico de drogas. (Págs. 1 e 34)

Dança das cadeiras

Funcionários organizam a Praça de São Pedro, onde, na quarta-feira, o Papa dará sua última audiência semanal antes de renunciar.
Rodrigo Lopes
As luzes acesas de duas janelas dos aposentos de Bento XVI se destacam no último andar do Palácio Apostólico.
Sinal verde
Decreto autoriza antecipação do conclave papal.
Sinal vermelho
Cardeal suspeito de assédio não poderá votar. (Págs. 1 e Cidade do Vaticano)

Réu e bicho: Gil Rugai tem vaga em faculdade gaúcha

Mesmo condenado em SP por morte do pai, ele poderá cursar Biomedicina na Capital. (Pág. 1 e 29)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Governo debate com os sindicatos novas mudanças na MP dos Portos

Enquanto a Casa Civil assume a responsabilidade pelas alterações no projeto que moderniza os portos, os dirigentes sindicais pedem prioridade para temas como a contratação de mão de obra avulsa e a composição dos conselhos de administração. (Págs. 1 e P8)

De volta, UBS vai atrás de fortunas

Para isso, o banco suíço, que recebeu autorização do BC para atuar como banco de investimento, concluiu a compra da corretora Link por R$ 195 milhões. (Págs. 1 e P30)

Pesquisa Focus reduz previsão de inflação a 5,69%

Desonerações, principalmente a da cesta básica, já estariam pressionando IPCA para baixo. (Págs. 1 e P6)

Temporada das águas

Chuvas deste ano estão castigando também as seguradoras. Indenizações de apólices de carros sobem 35%. (Págs. 1 e P4)

Visa põe o celular no lugar do cartão

Bandeira firma acordo com a Samsung para oferecer celulares que substituem o plástico. Próximo passo é atrair os bancos com a nova tecnologia. (Págs. 1 e P32)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.