Nunca uma Copa dividiu tanto o país – O sentimento de insatisfação com o Mundial ameaça superar a paixão nacional pelo futebol e incendeia discussões políticas.Além da revolta contra o Mundial, como a expressada por grevistas que vaiaram a chegada da Seleção ao Rio, ontem, especialistas estão surpresos com a elevada parcela da população que revela desinteresse pela Copa. “São manifestações associadas à insatisfação com o dito legado mais prometido que entregue”, avalia o cientista político Leonardo Barreto. A mudança de comportamento é clara: nas rodas de amigos, o velho papo sobre futebol vem perdendo espaço para os debates políticos.

R$1 milhão para ganhar o hexa – Esse é o valor que cada jogador brasileiro deve embolsar “CASO” a Seleção conquiste o título. A Fifa dará R$ 77,7 milhões ao país campeão mundial este ano…

Salário de servidores da Câmara Legislativa subirá 24% – Os reajustes aprovados este ano para o funcionalismo, que serão pagos a partir de janeiro de 2015, podem estourar o Limite de gastos fixados em lei. Caso isso ocorra, a Casa ficará impedida até de contratar funcionários…

O GLOBO

Segurança falha no 1º teste

Tribunal de Contas da União vai investigar denúncias populares

Ação de comerciante de Brasília leva TCU a apurar gastos de parlamentares

A mobilização de cidadãos que decidiram investigar por conta própria os gastos de deputados e senadores com a cota parlamentar surtiu um efeito prático junto a órgãos de fiscalização. Auditores do Tribunal de Contas da União (TCU) encontraram indícios de veracidade nas denúncias populares feitas contra 20 parlamentares e levantaram a suspeita de “falsidade ideológica e documental” por parte das autoridades, com a recomendação de aprofundamento das investigações.

Em decisão em plenário no último dia 21, os ministros do TCU determinaram que Câmara e Senado, inclusive com a participação das Secretarias de Controle Interno, apurem as fraudes denunciadas. É um dos resultados mais concretos, até agora, da chamada Operação “Pega Safado”, como os denunciantes denominaram a iniciativa. O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), disse ao GLOBO que vai tratar da determinação do TCU a partir desta terça-feira, quando chega a Brasília.

A cota parlamentar é a verba de gabinete para gastos com passagens aéreas, locação de veículos, telefone, serviços postais, consultorias e escritórios políticos. Varia de R$ 27,9 mil, destinada aos parlamentares do Distrito Federal, a R$ 41,6 mil, referente aos deputados de Roraima. Um comerciante de Brasília, Lúcio Batista, começou a investigar como esse dinheiro vinha sendo gasto por deputados e senadores, tendo como base os dados disponíveis nos portais de transparência. Na internet, passou a pedir a colaboração de outras pessoas, dentro da Operação “Pega Safado”. Os dados levantados foram repassados ao TCU, que abriu um processo para apurar se as informações faziam sentido.

Calendário que ‘engessa’ Congresso na Copa pode soterrar CPI da Petrobras

Com o mundial e campanha para eleições, parlamentares já mudaram a rotina de votações, que agora estão concentradas em dois dias

O Congresso definiu um calendário de trabalho menos atuante durante a Copa do Mundo, que vai se somar ao esquema especial de participação parlamentar a ser adotado de agosto a outubro, por causa das eleições. Nos 60 dias dos meses de junho e julho, a Câmara promete ter votações em 18 dias e o Senado já fixou 15 dias de sessões deliberativas, nas quais são votados projetos e Propostas de Emenda Constitucional (PECs). Além disso, os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), já haviam discutido realizar um esforço concentrado nos meses de agosto, setembro e início de outubro, com três semanas de votações antes do pleito de cinco de outubro.

Para a oposição, o calendário de Copa e de campanha eleitoral vai impedir a realização da CPI da Petrobras, tando no Senado como da Mista. O vice-líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PR), criticou o esquema adotado.

— É um absurdo. A Copa não deveria paralisar o Congresso. É um exagero. Isso é para evitar as CPIs. A CPI Mista vai ser instalada nesta quarta-feira, a duas semanas da Copa. E, depois da Copa, vem o recesso de julho, a partir de 17. E, depois, começa a campanha eleitoral — resumiu o tucano Álvaro Dias.

André Vargas manobra para garantir elegibilidade

Em reunião da Executiva Nacional do PT, o presidente do partido, Rui Falcão, afirmou que a sigla pediu o mandato do deputado André Vargas (PR) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), acusando-o de infidelidade partidária, por uma solicitação do próprio parlamentar. A informação foi confirmada por dois participantes da reunião. A manobra ganha sentido quando se observa a Lei da Ficha Limpa. Em pleno ano eleitoral, é improvável que Vargas consiga ser absolvido pelo plenário da Câmara no processo que enfrenta no Conselho de Ética por envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, preso acusado de lavagem de dinheiro, corrupção e evasão de divisas. Além da perda do mandato, a cassação o deixaria inelegível por oito anos. A mesma sanção ocorreria caso ele renunciasse ao posto. No entanto, caso o TSE determine a perda de mandato por infidelidade, Vargas já poderia voltar a disputar as eleições em 2016 — já que o abandono da legenda pela qual foi eleito não se enquadra na Lei da Ficha Limpa.

— Em tese, cassação por infidelidade partidária não implica inelegibilidade posterior. No caso de um parlamentar ser cassado ainda este ano (pelo TSE), ele não pode concorrer agora, porque está sem partido. Mas, em 2016, pode — explicou o ex-ministro do TSE, Carlos Velloso.

Eduardo Campos diz que Dilma virou madrinha da inflação

Presidenciável ironizou título de mãe do PAC dado pelo ex-presidente Lula

O pré-candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, afirmou nesta segunda-feira que a presidente Dilma Rousseff se transformou de mãe do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em madrinha da inflação. O presidenciável disse ainda que o atual governo “não é de esquerda”.

– Quem era mãe do PAC ficou sendo a madrinha da inflação – declarou Campos, em entrevista ao programa “Roda Viva”, da TV Cultura

Antes de ser oficializada candidata a presidente em 2010, Dilma passou a ser chamada de mãe PAC pelo então presidente e seu padrinho político Luiz Inácio Lula da Silva.

Caso Rubens Paiva vai a júri

AGU e Justiça agem para punir grevistas

Correio Braziliense

Manchete: Nunca uma Copa dividiu tanto o país

O sentimento de insatisfação com o Mundial ameaça superar a paixão nacional pelo futebol e incendeia discussões políticas.

Além da revolta contra o Mundial, como a expressada por grevistas que vaiaram a chegada da Seleção ao Rio, ontem, especialistas estão surpresos com a elevada parcela da população que revela desinteresse pela Copa. “São manifestações associadas à insatisfação com o dito legado mais prometido que entregue”, avalia o cientista político Leonardo Barreto. A mudança de comportamento é clara: nas rodas de amigos, o velho papo sobre futebol vem perdendo espaço para os debates políticos. (Págs. 1 e 2, 3, 21 e 28)

É ouro: A taça está em Brasília

Troféu da Fifa ficará exposto hoje e amanhã no estacionamento do Mané Garrincha. (Págs. 1 e Superesportes, capa)

R$1 milhão para ganhar o hexa

Esse é o valor que cada jogador brasileiro deve embolsar caso a Seleção conquiste o título. A Fifa dará R$ 77,7 milhões ao país campeão mundial este ano. (Págs. 1 e Superesportes, capa)

Jogo em ritmo lento nas lojas

A inflação alta e o pouco entusiasmo da torcida emperram as vendas antes do Mundial. Mas, com a proximidade dos jogos, os comerciantes apostam numa corrida às compras. (Págs. 1 e 6)

Salário de servidores da Câmara Legislativa subirá 24%

Os reajustes aprovados este ano para o funcionalismo, que serão pagos a partir de janeiro de 2015, podem estourar o Limite de gastos fixados em lei. Caso isso ocorra, a Casa ficará impedida até de contratar funcionários. (Págs. 1 e 22)

ENEM garante 630 estudantes em Portugal (Págs. 1 e 24)

Jogo em ritmo lento nas lojas

A inflação alta e o pouco entusiasmo da torcida emperram as vendas antes do Mundial. Mas, com a proximidade dos jogos, os comerciantes apostam numa corrida às compras.

O busto do petista

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ganhou uma estátua em bronze no National Mall, parque localizado ao lado da Casa Branca, em Washington, Estados Unidos. A escultura ficará exposta no Art Museum of the Americas até 1º de agosto. O artista chinês Yuan Xikun expõe no local retratos de personalidades que “deram contribuições extraordinárias para a sociedade”. Além de Lula, estão retratados Abraham Lincoln, Gabriel García Márquez, San Martín, entre outros. Lula passa a ser o primeiro presidente do Brasil a ter uma estátua na capital dos Estados Unidos.

Costa entrega passaporte

Preso em 20 de março na Operação Lava-Jato, da Polícia Federal (PF), e solto na semana passada pelo ministro Teori Zavaski, do Supremo Tribunal Federal (STF), Paulo Roberto Costa omitiu da PF e da Justiça que possui cidadania portuguesa. O ex-diretor de Refino e Abastecimento da Petrobras entregou ao Poder Judiciário somente o passaporte brasileiro, e continuou de posse do similar português — com o qual a poderia sair do Brasil. Ontem, no entanto, um dos advogados de Costa, Nélio Machado, entregou o documento ao STF. O ex-dirigente é considerado peça-chave de um esquema de lavagem de dinheiro que pode ter movimentado cerca de R$ 10 bilhões com o doleiro Alberto Youssef.

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Como a brigada vai vigiar a capital

Com reforço de PMs do Interior, a cidade foi dividida em três cores, com um plano de segurança baseado na distância do Beira-Rio e na concentração de pessoas. (Págs. 1 e Notícias 6 e 7)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Mercado aposta em dólar até o fim do ano em R$ 2,45

A valorização de 10% em relação à cotação de ontem seria consequência do fim dos leilões de swap cambial feitos pelo BC, da expectativa com as eleições e do resultado da economia dos EUA. Ontem, o ex-secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, disse que o dólar a R$ 2,50 “faria o empresário parar de reclamar”. (Págs. 1 e P20)

Mineração: Brasileira cresce com gás de xisto nos EUA

Maior produtora mundial de propante de bauxita, utilizado no fraturamento de poços de petróleo, a Mineração Curimbaba vai aumentar sua capacidade em 15% este ano para atender à demanda de clientes americanos e argentinos. (Págs. 1 e P10 e 11)

Conjuntura: PIB do 1° tri é retrato ultrapassado

Economistas alertam que o resultado não representa o futuro, pois a inflação já cedeu, e investidores estão agora mais interessados no debate político. (Págs. 1 e P6)

Nelson Vasconcelos: Amazon busca convencer governo a cortar impostos de e-readers para ampliar mercado no país. (Págs. 1 e P13)

Tributo: A arrecadação do governo federal chegou a R$ 105,8 bilhões, valor recorde para o mês de abril. (Págs. 1 e P5)

FOLHA DE S.PAULO

Rede de ‘coiotes’ controla tráfico de haitianos ao país

A cena, numa rua de terra vazia, quase ninguém vê: um grupo de 11 haitianos desce as escadas que levam a quartos precariamente construídos em cima de um bar, na periferia de Puerto Maldonado, no Peru, e rapidamente embarca numa van. O discreto fluxo é parte da rota de imigração ilegal para o Brasil.

No carro contratado por um “coiote”, eles são orientados a deixar as janelas como estão, tampadas pelas cortinas. Por segurança, pede o motorista peruano, é melhor que ninguém os veja no trajeto.

Sentado na última fileira, Deny, 35, um dos 11, tentava conter o nervosismo calculando o que faltava: eram os momentos finais de uma saga que começara havia mais de uma semana, no Haiti.

Quatro horas depois, ele e os demais se somariam aos milhares de estrangeiros que entraram no Brasil por meio dos grupos que controlam o tráfico internacional de imigrantes na fronteira.

A Folha acompanhou, há duas semanas, o esquema que se consolidou livremente na fronteira da Amazônia ocidental, entre Peru, Brasil e Bolívia, e que é responsável por enviar semanalmente ao país uma média de 400 imigrantes ilegais, a imensa maioria haitianos e africanos.

PF investiga elo entre doleiro e assessor da gestão Roseana

Relatório da Polícia Federal liga o doleiro Alberto Youssef, preso no dia 17 de março em São Luís (MA) sob acusação de comandar um esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões, a um assessor especial da Casa Civil do Maranhão, nomeado pela governadora Roseana Sarney (PMDB).

Documentos mostram que uma pessoa que acompanhava Youssef no dia da prisão deixou uma caixa na portaria de um hotel para Milton Braga Durans, desde 1º de agosto de 2013 assessor especial da Casa Civil maranhense.

De acordo com a PF, câmeras de segurança interna mostram que Youssef e a pessoa que o acompanhava, identificada como Marco Antônio de Campos Ziegert, chegaram no mesmo momento ao Hotel Luzeiros, na madrugada do dia 17 de março, mas se hospedaram em quartos separados –o doleiro, no 7º andar, e Ziegert, no 13º.

PT cria grupo para investigar deputado

Segundo Polícia Civil, Luiz Moura participou de reunião na sede de cooperativa de transportes com 13 membros do PCC. Partido não informou, no entanto, quais são as possíveis punições; petista nega ligação com facção criminosa

A Executiva do PT paulista decidiu abrir uma comissão interna para ouvir as explicações do deputado estadual Luiz Moura sobre sua participação em reunião com um grupo de integrantes do PCC, em março deste ano.

Segundo nota divulgada pelo partido nesta segunda (26), o grupo, que irá “avaliar as denúncias feitas contra o deputado”, será composto pelo líder da bancada petista na Assembleia, João Paulo Rillo, o deputado estadual Gerson Bittencourt, o secretário-geral Vilson Augusto e o presidente estadual do PT, Emidio de Souza.

A assessoria da legenda afirmou que não está definido quando a comissão iniciará seus trabalhos, quais são os prazos da investigação e as possíveis punições.

De acordo com apuração da Polícia Civil de São Paulo, Moura se reuniu na sede de uma cooperativa de transporte, a Transcooper, com ao menos 13 membros do PCC.

Congresso só terá seis dias de votação no Mundial

O Congresso está finalizando um calendário especial para a Copa em que reserva, na prática, apenas 6 dos 32 dias do torneio para votações.

A regra geral é a de folga nos dias de jogos do Brasil e de partidas em Brasília –um total de 13 caso a seleção chegue à final, em 13 de julho.

No Senado, não há previsão de sessões de votação em junho, sob o argumento de que à Copa se somarão as convenções que oficializarão os candidatos às eleições. A previsão é que quatro dias sejam de votações em julho.

Já na Câmara, o presidente Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), enviou às bancadas proposta que prevê seis dias de votações –duas em junho e quatro em julho.

Campos evita dizer se mantém candidatura caso o PT lance Lula

Em entrevista ao programa “Roda Viva” nesta segunda-feira (26), o pré-candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, evitou dizer se deixaria a disputa caso o PT lançasse a candidatura do ex-presidente Lula: “Sou candidato para ganhar a eleição. Lula não é candidato. Nossa disputa não é com Lula, é com a presidenta Dilma”.

Durante a entrevista, Campos se esquivou das perguntas sobre as críticas que Lula tem feito à sua campanha e passou a maior parte do programa criticando Dilma: “A presidente Dilma [Rousseff] perdeu o rumo: quem era a mãe do PAC se tornou a madrinha da inflação, do baixo crescimento, do que está acontecendo na Petrobras”.

Questionado sobre o mensalão, o ex-governador de Pernambuco disse que o escândalo fragilizou o governo Lula, que então buscou “o presidencialismo de coalizão que marcou seu segundo mandato”, acrescentando depois: “A decepção com Dilma vem daí. Não enfrentou os malfeitos. Teve oportunidade de corrigir os erros e não fez isso. Há um desejo hoje generalizado de mudança”.

Mata atlântica tem o maior desmatamento desde 2008

Em um ano, área desmatada subiu quase 2.000 hectares; MG e PI devastaram mais; SP e RJ mantêm seus índices baixos. Levantamento feito pela ONG SOS Mata Atlântica e pelo Inpe mostra que só existe 8,5% de mata original

Justiça bloqueia R$ 1 mi de PMs de Pernambuco devido à greve

A menos de 20 dias da Copa, o governo Dilma obteve nesta segunda (26) sua primeira vitória na Justiça Federal para tentar barrar greves de policiais militares e de outras categorias responsáveis pela segurança pública durante o Mundial.

Duas associações de PMs de Pernambuco, apontadas como responsáveis pela paralisação da categoria entre os dias 13 e 15, foram alvo de um bloqueio milionário em suas contas bancárias.

 

O ESTADO DE S.PAULO

Campos diz que País vive ‘ditadura’ do setor elétrico

Militares viram réus no caso Rubens Paiva

Dilma jantou com 35 empresários do agronegócio

PT vai ouvir deputado que se reuniu com PCC

MP quer que cartel de trens pague R$ 2,5 bi

Arrecadação é recorde, mas frustra governo

Marinho aprovou no tribunal contrato suspeito de trens

Tucanos e petistas travam ‘guerra do endereço IP’

 

VALOR ECONÔMICO

Indenização a poupadores deve envolver o Congresso

O governo federal está preocupado com a votação do Supremo Tribunal Federal sobre os planos econômicos em ano eleitoral. Considera que, caso os bancos públicos e privados tenham de indenizar os poupadores em centenas de bilhões de reais, será necessário que o Congresso esteja em pleno funcionamento para aprovar medidas legislativas. O julgamento está na pauta do Supremo de amanhã.

PT mira mídia e Lei da Anistia

O programa de governo de um eventual segundo mandato da presidente Dilma Rousseff incluirá a regulação dos meios de comunicação e a revisão da Lei da Anistia, conforme o documento final com as diretrizes do PT para esse plano. Segundo o deputado federal Geraldo Magela (PT-DF), secretário-geral do partido, nenhuma proposta foi feita à revelia da presidente.

O texto inclui a revisão da Lei de Anistia, a realização de uma Constituinte exclusiva para a reforma política, benefícios para funcionários públicos, como negociação coletiva e reposição de perdas inflacionárias, e a regulação dos meios de comunicação.

Linha de frente

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reuniu-se na tarde de ontem, no instituto que leva o seu nome, em São Paulo, com quatro dos principais pré-candidatos a governos de Estado do PT. Encontraram-se com Lula, a senadora Gleisi Hoffmann, do Paraná, Alexandre Padilha, de São Paulo, Fernando Pimentel, de Minas Gerais, e o governador Tarso Genro, do Rio Grande do Sul. Eles conversaram sobre a situação política em cada Estado. Na semana passada, Lula se encontrou com Lindbergh Farias, pré-candidato do PT no Rio de Janeiro. No dia 12, Lula esteve na Bahia, com Rui Costa, pré-candidato do partido.

Pauta do Legislativo tem 40 projetos com relevância econômica

Puxado pelo plenário do Senado Federal, que tem até dia 2 de junho para votar seis medidas provisórias (MPs), o Congresso tem 40 projetos com relevância econômica pautados para votação nesta semana em plenário ou em caráter terminativo nas comissões (quando dispensam votação em plenário), mostra o Valor Política.

Senado terá que votar seis medidas provisórias que perderão validade em 2 de junho

Aécio defende aliança paulista entre PSDB e PSB

Presidente nacional do PSDB e pré-candidato do partido à Presidência, o senador Aécio Neves (MG) defendeu ontem uma aliança entre seu partido e o PSB em São Paulo, maior colégio eleitoral do país. Para Aécio, o acordo entre as duas legendas no Estado é “natural” e tem apoio do comando nacional do PSDB.

Tucano diz que Ronaldo participará de campanha

O pré-candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves (MG), afirmou ontem que o ex-jogador de futebol Ronaldo Nazário “está à disposição” de sua candidatura. Aécio, no entanto, disse que ainda não definiu como será a participação de Ronaldo e se o ex-jogador subirá ao palanque tucano nos Estados.

Mais recursos

Ação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na Amazônia não se resume à liberação de verbas, que cresceu oito vezes desde 2005. Luciano Coutinho diz que o banco também apoia arranjos produtivos em áreas com IDH baixo

Uber lança ‘carona’ paga no Rio

A novata americana Uber – empresa que comercializa um aplicativo para smartphone que fornece serviço de táxi e limusine por motoristas independentes – espera evitar polêmicas no Brasil e se expandir a partir do lançamento de seu serviço no Rio de Janeiro

Secretária de Luiz Marinho tem novo pedido de prisão

Investigada pelo Ministério Público, Cleuza Repulho foi cotada para governo Haddad

PSD apoia mas vê Dilma ameaçada

Projeção aponta para segundo turno empolgante

Legenda pede ao STF que libere trabalho externo a presos

Partido reage a ministro que negou autorização a oito condenados do mensalão, entre eles o ex-presidente da sigla José Dirceu

Cisco produz servidores no Brasil

Mais conhecida pelos equipamentos que compõem as estruturas de comunicação e redes de companhias em todo o mundo, a empresa americana Cisco está trazendo para o Brasil a fabricação de sua linha de servidores. A produção teve início neste mês

Empresas coreanas sob investigação

As empresas coreanas Samsung, Hyundai e LG são investigadas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) por supostas irregularidades em suas fábricas no país – como precarização do trabalho e excesso de jornada. Samsung e LG também são acusadas por assédio moral

Arrecadação fica abaixo do esperado

Os tributos administrados pela Receita Federal (exceto a arrecadação previdenciária) cresceram 1,15% em termos reais em comparação com abril do ano passado. O resultado ficou cerca de R$ 1,5 bilhão abaixo da previsão que consta do decreto de contingenciamento

As ideias simples e erradas de Piketty

Dizem que todo problema complexo admite uma solução simples e errada. É o que parece acontecer no badalado livro de Thomas Piketty. Ele pretende elucidar a dinâmica da distribuição da riqueza na economia capitalista. Formulação do economista está errada, ou, pelo menos, muito incompleta

Tese está distante da unanimidade

O novo livro de Thomas Piketty é uma extraordinária pesquisa histórica. Sua tese, entretanto, pode terminar numa simplificação empobrecedora. Piketty recolocou, com grande vigor, o velho problema da desigualdade com uma solução que está longe de atrair unanimidade

 

EBC – CONGRESSOEMFOCO

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.