O Globo

Manchete: Leilão do pré-sal pode ser usado para segurar preço
Governo estuda aproveitar área cedida à Petrobras, mas Fazenda resiste
Estatal deixaria de realizar reajustes diários no valor da gasolina, assim como fez no gás
Em busca de uma fonte de recursos para compensar a Petrobras e evitar reajustes frequentes dos combustíveis, o governo estuda usar o leilão do pré-sal de uma área cedida à estatal e que agora deve retornar parcialmente à União. A estimativa é que este leilão possa render até R$ 80 bilhões. Mas a equipe econômica resiste. A proposta do Ministério da Fazenda é que a Petrobras estenda o prazo entre os reajustes da gasolina, a exemplo do que já faz com o preço do gás. (PÁGINAS 21 e 22)

Greve deixa rastro de prejuízos (PÁGINA 23)

Prefeitura amplia treinamento contra violência nas escolas
Capacitação já ocorre em 349 unidades de áreas conflagradas.A Secretaria Municipal de Educação vai treinar os profissionais da rede, em parceria com a Cruz Vermelha, para enfrentar situações de violência. A capacitação já é oferecida a 349 escolas localizadas em áreas conflagradas. Agora, o programa “Acesso Mais Seguro às Escolas” será estendido às 1.537 unidades do município. O treinamento já foi ministrado em áreas de guerra na Ucrânia, no Líbano e na Colômbia. (PÁGINA 8)

STF aponta lentidão da PF e de procuradores
Em reação às críticas sobre a lentidão dos processos na Corte, ministros do STF assinalaram a demora da Procuradoria-Geral da República e da Polícia Federal para fazer pareceres e diligências. A presidente do Supremo, Cármen Lúcia, pediu à procuradora-geral, Raquel Dodge, mais rapidez. Em resposta, a PGR vê os prazos como naturais. (PÁGINA 3)

PF investiga obra em casa de Temer
A Polícia Federal suspeita que reforma feita numa casa do presidente Temer serviu para lavar dinheiro. Planilha achada em empresa do coronel Lima, apontado como operador de Temer, cita a obra. (PÁGINA 4)

Míriam Leitão
AMAZÔNIA VIGIADA
MPF vai processar 2,3 mil pessoas e empresas por desmatamento ilegal. (PÁGINA 22)

OEA inicia processo contra Venezuela
Começa hoje o processo de suspensão da Venezuela da OEA por causa das graves violações à democracia do regime de Nicolás Maduro. (PÁGINA 26)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Segurar preço de diesel, gás e gasolina custaria R$ 30 bilhões
Com receio de insatisfação popular com aumento de preços, ala do Planalto defende gasto
O subsídio ao preço do diesel, da gasolina e do gás de cozinha para evitar que os reajustes da Petrobrás sejam repassados integralmente ao consumidor custaria R$ 30 bilhões ao Tesouro até o fim do ano, segundo apurou o Estado. O subsídio é um desejo de parte do governo, que teme insatisfação popular com a alta dos combustíveis. A ideia em estudo por uma ala do governo é criar um “colchão tributário” para amortecer aumentos diante de altas expressivas do barril de petróleo e do dólar. O ministro Moreira Franco (Minas e Energia) defende esse sistema e formou um grupo de trabalho para a criação de uma “política de amortecimento dos preços dos combustíveis ao consumidor”. A Petrobrás negocia alternativas para a mudança da periodicidade de reajuste dos combustíveis, mas deseja manter a paridade com os preços internacionais e rejeita propostas que signifiquem prejuízos para seu caixa. (ECONOMIA / PÁGS. B1 e B3 a B5)

Por enquanto, só ameaças
O governo anunciou que usará “todo o poder de polícia” para que o desconto de R$ 0,46 no diesel chegue ao consumidor, mas não disse como agirá. (PÁG. B4)

PCC ataca em MG e RN e põe outros Estados em alerta
Entre domingo e ontem, pelo menos 20 ônibus foram incendiados em 17 cidades de Minas, um ônibus foi queimado em Natal e um policial foi executado em Parnamirim (RN). Os ataques foram ordenados pelo Primeiro Comando da Capital (PCC). O motivo dos ataques – que podem envolver outros dois Estados e pela primeira vez ocorreram simultaneamente – seria a “opressão no complexo prisional de Alcaçuz”, no RN. (METRÓPOLE / PÁG. A14)

Em Manaus, ônibus depredados
No 7º dia de greve dos rodoviários em Manaus, 61 ônibus foram depredados na manhã de ontem. Não há indícios do envolvimento de facções criminosas nos ataques. (PÁG. A14)

Servidores de ex-territórios podem onerar União em R$ 2 bi
O Congresso aprovou, na semana passada, medida provisória que autoriza cerca de 30 mil servidores dos ex-territórios (hoje Estados) de Roraima, Amapá e Rondônia a pedir transferência para a folha de pagamentos da União. A medida deve custar mais de R$ 2 bilhões aos cofres públicos. A MP do “trem da alegria”, no entanto, foi encaminhada pelo governo sem previsão orçamentária para bancar o aumento de custos. (ECONOMIA / PÁG. B6)

Esquerda e ‘centro’ querem candidatos únicos
Parlamentares e lideranças de partidos lançam hoje movimento que tentará unificar o “centro” em torno de uma candidatura. Oito pré-candidatos, entre eles Geraldo Alckmin (PSDB) e Henrique Meirelles (MDB), serão procurados em busca de um consenso. Mesmo movimento deve acontecer entre as siglas de esquerda. (POLÍTICA / PÁG. A4)

‘Tropa’ tenta viabilizar Bolsonaro
Núcleos de motociclistas, atiradores, maçons, PMs e grupos que ajudaram a organizar os atos pelo impeachment de Dilma Rousseff integram a “tropa” que tenta viabilizar no Estado de SP, o maior colégio eleitoral do País, o pequeno PSL, partido de Jair Bolsonaro. (POLÍTICA / PÁG. A6)

Eliane Cantanhêde
Os militares estão prudentes também enquanto eleitores. Assim como a maioria dos brasileiros, eles têm muitas dúvidas. (POLÍTICA / PÁG. A6)

Notas & Informações
Competência como problema
O Brasil, ao que parece, não está pronto para uma gestão profissional e apolítica de suas empresas estatais. O caso da Petrobrás é apenas um exemplo. (PÁG. A3)

Volta a guerra comercial
Donald Trump suspendeu trégua com a China e confirmou a guerra comercial com exportadores de aço e alumínio. (PÁG. A3)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: Redução no diesel deve retirar R$ 1 bi do transporte
Prejudicados pela eliminação da Cide sobre o combustível, estados tentam evitar perda de recursos para rodovias
As medidas adotadas p e lo governo Michel Temer (MDB) para reduzir o preço do diesel em R$ 0,46 devem retirar mais de R$ 1 bilhão em investimentos no setor de transportes. Um corte de R$ 368,9 milhões no Orçamento federal afetará 40 obras do programa de transporte terrestre. Além disso, com a eliminação da tributação da Cide sobre o combustível, serão retirados R$ 722 milhões destinados à conservação de rodovias estaduais, segundo cálculos de secretários de transportes dos 26 estados e do Distrito Federal. Reunidos no Conselho Nacional de Secretários de Transportes, eles buscam negociar com o governo. Segundo Marcelo Duarte Monteiro, presidente do conselho, a maior parte dos estados conta apenas com a arrecadação da Cide para gerir a malha rodoviária. Os m ais prejudicados serão São Paulo, que deveria receber R$ 237,6 milhões neste ano, e Minas Gerais (R$ 149 milhões). (Mercado A19)

Mercado Aberto
Petrobras tem desvantagem competitiva com reajuste mensal, diz conselheiro (A20)

Enel compra a Eletropaulo por R$ 5,5 bilhões e conta pode subir
A Enel fechou ontem a compra de 73% da Eletropaulo, distribuidora de energia elétrica que atende a Grande SP. Especialistas dizem que a conta de luz pode ficar mais cara. Também nesta segunda (4), o Walmart anunciou a venda de 80% da operação brasileira para o fundo Advent Internacional. O valor do negócio não foi divulgado. (Mercado A22)

Hélio Schwartsman
Subsídios atuam como um Robin Hood ao contrário
É ridículo que minhas viagens ao sítio no fim de semana com a caminhonete a diesel estejam sendo subsidiadas pelo governo. É a família que ganha dois salários mínimos que está ajudando a financiar o meu lazer. (Opinião A2)

Brasil e mais seis querem suspender Venezuela da OEA
O Brasil e outros seis países, entre eles EUA e Argentina, podem votar em assembleia a suspensão da Venezuela na OEA (Organização dos Estados Americanos) . O motivo seria o desrespeito à Carta Democrática Interamericana e a falta de legitimidade das eleições presidenciais, realizadas em maio. (Mundo A10)

Investigação acha R$ 24 mi em contas de amigo de Temer
A Polícia Federal encontrou planilhas e extratos que indicam R$ 23,6 milhões em contas ligadas ao coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Michel Temer. A PF apura suposta atuação dele como intermediário de propina do presidente. A defesa alegou sigilo fiscal e não se manifestou. (Poder A4)

Cármen Lúcia tira parlamentarismo da pauta do STF (Poder A8)

Onda de ataques a ônibus atinge 17 cidades de Minas (Cotidiano B2)

Editoriais
Causa própria
Sobre uso eleitoral da máquina da Fiesp por Skaf.

Vale mais que pesa
Acerca de custos para trazer obras de arte ao Brasil. (Opinião A2)

————————————————————————————

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.