Manchete nos Jornais deste Domingo, 10 de Julho de 2016
Postado por: Equipe Portal Cambé Em 10th julho 2016

Reportagem Especial – Terra bruta
Pistolagem, devastação e morte no coração do Brasil
A CADA CEM DIAS, UM NOVO MASSACRE
A chacina de Eldorado do Carajás, que deixou 19 sem-terra mortos há 20 anos no Pará, não freou a barbárie no campo. Durante sete meses, o Estado percorreu 15 mil km de estradas federais em sete Estados do Norte e do Centro-Oeste do País e descobriu que pelo menos 1.309 pessoas foram mortas em conflitos rurais desde 1996. Até o próximo domingo, série especial publicada diariamente mostrará histórias e engrenagens da estrutura criminosa que elimina homens e árvores…


O Globo

Manchete : Planalto atua para conter racha na base
Governo pede a líderes aliados que tentem reduzir o número de candidatos
Temer, porém, se manterá publicamente neutro na disputa. Interino quer evitar erro de Dilma, que, ao apoiar adversário de Cunha, perdeu respaldo político
O presidente interino, Michel Temer, decidiu agir para evitar a implosão de sua base no Congresso, e para isso determinou que seus principais interlocutores pedissem aos líderes dos partidos aliados que demovam pré-candidatos à presidência da Câmara da disputa, que já tem pelo menos 15 interessados, seis deles registrados. Só no PMDB, são quatro concorrentes. Publicamente, porém, o governo mantém o discurso de que não vai interferir no pleito. Temer quer evitar o erro da presidente afastada, Dilma Rousseff, que articulou abertamente uma candidatura contra o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e acabou inviabilizando-se politicamente. (Pág. 3)

Governo aperta cinto de passageiros
Para atrair empresas ‘low cost’ e forçar concorrência, Anac deve eliminar obrigatoriedade de serviços como despacho grátis de bagagem e assento marcado
O governo interino vai insistir na ampliação do capital estrangeiro para 100% com a finalidade de atrair companhias aéreas de baixo custo e forçar a concorrência, mostra GERALDA DOCA. O pacote de medidas que será proposto para atrair empresas low cost deverá eliminar obrigatoriedade de despacho grátis de bagagem, assento marcado, banco reclinável e serviço de bordo, além de permitir a transferência de bilhetes. Também não haveria mais check-in presencial. (Págs. 31 e 32)

OAS vai citar Serra em delação premiada
Nas tratativas de sua delação premiada, o sócio e ex-presidente da empreiteira OAS Léo Pinheiro prometeu contar detalhes de uma negociação e do pagamento de propina feito a uma pessoa que dizia representar José Serra. Na ocasião, o atual chanceler governava São Paulo. Serra também é citado na delação da Odebrecht. (Lauro Jardim, pág. 2)

Nestlé aceita perder liderança para ter Garoto
A compra da Garoto pela Nestlé, que se arrasta no Cade desde 2002, pode ser resolvida este ano. Em sua nova proposta, a Nestlé aceita perder a liderança do setor de chocolates. (Lauro Jardim, pág. 2)

Colunas
ELIO GASPARI – Episódios recentes prenunciam encrencas para o Poder Judiciário (Pág. 8)

MÍRIAM LEITÃO – Meta de 2017 é um déficit enorme, mas desta vez não há truques no Orçamento (Pág. 32)

FERNANDO GABEIRA – Todos sabíamos que Cunha cairia. Mas por que tão tarde? (Segundo Caderno)

ANCELMO GOIS – Bisneto de Floriano Peixoto sugere unir forças com trineto de D.Pedro II (Pág. 25)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Meirelles quer corte de R$ 80 bilhões nas despesas
Para atingir meta das contas públicas, ministro da Fazenda fala em frear gastos e até elevar impostos
Para produzir o ajuste fiscal prometido para 2017, um déficit de R$ 139 bilhões, o governo vai “frear” despesas em R$ 80 bilhões. É o que disse ao Estado o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. O valor não representa corte em relação ao gasto existente, mas sim em relação ao volume de despesas previsto caso se mantivesse a dinâmica de crescimento do gasto público dos últimos anos. Da mesma forma, o ganho de R$ 55 bilhões projetado para as receitas conta, em grande parte, com a inversão de trajetória de queda da arrecadação federal. O governo acredita que isso ocorrerá com a retomada da confiança. Dependendo da melhora da arrecadação e do sucesso de privatizações e concessões, pode ser dispensado o aumento de impostos. Mas, se necessário, estuda- se elevar Cide Combustíveis, IOF e PIS-Cofins. (Economia B1)

Fornecedor de campanha de Dilma é investigado por caixa 2
Relatório da Receita Federal revela que, de 2010 a 2014, uma das empresas de Carlos Cortegoso, o segundo maior fornecedor da campanha de Dilma Rousseff, movimentou quase R$ 50 milhões, cinco vezes mais que o valor declarado. Investigadores suspeitam de caixa 2. (Política A4)

Assembleia abriga servidores condenados (Metrópole A18)

Reportagem Especial – Terra bruta
Pistolagem, devastação e morte no coração do Brasil
A CADA CEM DIAS, UM NOVO MASSACRE
A chacina de Eldorado do Carajás, que deixou 19 sem-terra mortos há 20 anos no Pará, não freou a barbárie no campo. Durante sete meses, o Estado percorreu 15 mil km de estradas federais em sete Estados do Norte e do Centro-Oeste do País e descobriu que pelo menos 1.309 pessoas foram mortas em conflitos rurais desde 1996. Até o próximo domingo, série especial publicada diariamente mostrará histórias e engrenagens da estrutura criminosa que elimina homens e árvores.

Rolf Kuntz
Desajuste político das contas – Muito mais do que dinheiro, gestão é o grande fator escasso. Gestão, num país como o Brasil, é essencialmente um problema político (Espaço Aberto A2)

Notas&Informações
O entulho começa a ser removido – Em comum Dilma e Cunha têm a desfaçatez (A3)

Proposta infeliz – Plano do ministro Ricardo Barros pode criar outros e sérios problemas na área da saúde (A3)


Folha de S. Paulo

Manchete : Temer planeja privatizar aeroportos da ponte aérea
Transferência de Congonhas e Santos Dumont visa fazer caixa para diminuir rombo fiscal
O presidente interino, Michel Temer (PMDB), afirmou que pretende privatizar os aeroportos de Congonhas (SP) e Santos Dumont (RJ), que operam a ponte Rio-São Paulo, rota aérea mais movimentada do país. “É possível, vai ser analisado. No governo Dilma, havia resistência. Hoje não vejo resistência na área econômica. E também não há da minha parte”, disse, em entrevista a Maria Cristina Frias e Valdo Cruz. Há dois modelos em debate. Um prevê a venda do controle dos aeroportos à iniciativa privada—a Infraero ficaria minoritária. Outro, uma gestão privada, mas com o controle acionário ainda nas mãos da estatal. A ideia é usar o dinheiro para reduzir o rombo fiscal. Para Temer, a chance de a Lava Jato atingi-lo é zero (“zero em letras garrafais”). Ele negou ter aconselhado Eduardo Cunha a renunciar à presidência da Câmara.

Elio Gaspari – Temer abre novo horizonte para empresários nas delícias da privataria (Poder A10)

Janot pede que Cunha devolva R$ 299 mi aos cofres públicos
A procuradoria-Geral da República pediu ao Supremo Tribunal Federal que Eduardo Cunha seja condenado a ressarcir aos cofres públicos R$ 298,8 milhões. Acusado de envolvimento em esquema da Lava Jato, responde por crimes como corrupção e lavagem de dinheiro. Cunha afirma que nunca recebeu vantagens indevidas e diz que a PGR o persegue. (Poder A4)

Política aumenta a audiência dos canais de notícias
Polarização ideológica e mais programação ao vivo têm levado canais de notícias na TV paga a bater recordes de popularidade nos Estados Unidos e no Brasil. Segundo o instituto GFK, com ajuda das votações do impeachment, a audiência média desse tipo de canal saltou 20,6% no segundo trimestre. (Ilustrada C1)
Campanhas do interior de SP têm temas nacionais (Poder a12)

Editoriais
Leia “Riscos do gradualismo”, a respeito do programa de ajuste orçamentário proposto pelo governo Michel Temer e das incertezas que o cercam. (Opinião a2)


Edição: Equipe Fenatracoop, Domingo, 10 de Julho de 2016

Compartilhe nossa Matéria